Germano Mathias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2014)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Germano Mathias
Germano Mathias (2458164832).jpg
Germano Mathias, durante apresentação na Virada Cultural de São Paulo, em maio de 2008.
Informação geral
Também conhecido(a) como Catedrático do Samba
Nascimento 2 de junho de 1934 (81 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Samba paulista

Germano Mathias (São Paulo, 2 de junho de 1934) é um cantor brasileiro, representante do samba paulistano.

Seu grande sucesso foi "Minha nega na janela", também seu samba de estreia. Chamou a atenção por causa do jeito peculiar de interpretar os sambas, sempre de forma sincopada, e acompanhá-los tocando com uma tampa de uma lata de graxa, herança dos engraxates da Praça da Sé, com quem conviveu no início da década de 1950. Germano também é conhecido por interpretar vários sambas de Zé Ketti. Fã de Germano, Gilberto Gil gravou em 1978 o álbum "Antologia do Samba-Choro", que traz também algumas gravações originais do sambista nascido na Rua Santa Rita, no bairro paulistano do Pari.

A maioria de seus discos saíram nas décadas de 1950 e 1960. Depois disso seus lançamentos foram cada vez mais esporádicos.

Participou dos filmes "O Preço de Vitória" e "Quem roubou meu samba". Foi convidado para atuar na novela Brasileiras e Brasileiros, exibida pelo SBT em 1990. Em 2005 completou 50 anos de carreira e continua fazendo shows. Em 2004 lançou "Tributo a Caco Velho", em homenagem ao compositor gaúcho que tanto o influenciou, morto em 1971. Antes, em 2003, havia lançado "Talento de Bamba". Em CD, pode-se encontrar: "Ginga no Asfalto", de 1962; "20 preferidas. Germano Mathias" (Som Livre).

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde junho de 2014).

Serviu o Exército com Rolando Boldrin, quando tinha pseudônimo de Madureira.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Germano Mathias durante show.
Disco Ano
DVD - Ginga 2002
Talento de bamba 2002
20 preferidas de Germano Mathias 1997
Germano Mathias 1974
Samba é comigo mesmo 1968
O Catedrático do Samba 1967
Samba de branco 1966
Ginga no asfalto 1962
Hoje é batucada 1959
Em continência ao samba 1958
Germano Mathias 1957
Antologia do samba-choro - Gilberto Gil e Germano Mathias 1957

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • RAMOS, Caio Silveira. Sambexplícito: as Vidas Desvairadas de Germano Mathias. São Paulo: Girafa.
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Vitor Moreno (20 de janeiro de 2015). «Terceira idade terá viés positivo em série da Globo». Folha de S. Paulo. Outro Canal. Consultado em 25 de março de 2015.