Corinna Tsopei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corinna Tsopei
Nome completo Kiriaki Corinna Tsopei
Data de nascimento 21 de junho de 1944 (74 anos)
Local de nascimento Atenas, Grécia
Nacionalidade Grécia grega
Principais trabalhos Um Homem Chamado Cavalo
Títulos Miss Universo 1964

Kiriaki Corinna Tsopei (grego: Κυριακή Κορίνα Τσοπέη, Atenas, 21 de Junho de 1944) é uma atriz e rainha da beleza grega, eleita Miss Grécia e Miss Universo 1964.

Filha de um major do exército grego, na chegada a Miami Beach, local do concurso, ela foi logo considerada uma das duas favoritas à coroa, junto com Miss Israel, Ronit Rechtman. Na opinião de Ieda Maria Vargas, a Miss Universo então reinante, Corinna seria sua sucessora. Ao final, depois da escolha das Top 5, Grécia, Inglaterra, Israel, Taiwan e Suécia, Corinna foi coroada como a primeira Miss Universo da Grécia, sendo a única até hoje, recebendo cinco dos nove votos do júri para o primeiro lugar.[1]

No livro The World of Miss Universe, a autora Anamaria Cumba menciona que ela teve um pulmão removido anteriormente, o que nunca a impediu, com cuidados especiais, de realizar suas atividades durante o reinado. Poucos meses antes do concurso, Corinna foi abordada por uma cartomante em Atenas que leu a palma de sua mão e previu: "Você será escolhida como a mais bela mulher do mundo". O fato foi tornado público depois de sua vitória no Miss Universo - e confirmado por Corinna - por um jornalista americano do Kansas que estava presente em Atenas na ocasião.[1]

Cinema e televisão[editar | editar código-fonte]

Em 1965, depois de passar a coroa à sua sucessora, Apasra Hongsakula, da Tailândia, Corinna permaneceu nos EUA, radicada em Los Angeles, em busca de uma carreira como atriz cinematográfica. Seu tipo exótico de cabelos e olhos negros e medidas 90-60-90 chamavam a atenção e ela matriculou-se na escola de atores e fábrica de estrelas da Twentieth Century Fox, onde enfrentou um clima de grande rivalidade. Se as alunas aspirantes a estrelas tinham grande beleza e apelo sensual, lhes faltava talento.[2]

Em 1967, após o fim do curso na Fox, ela conseguiu dois pequenos papéis, na série de televisão Perdidos no Espaço e no filme O Vale das Bonecas, mas personagens quase figurativos. Sua melhor chance veio ao final do ano, convidada para trabalhar com Richard Harris e Doris Day na comédia de detetives Caprice. Infelizmente para ela, o filme foi um fracasso de público e critica e seu papel tão editado que ela aparece apenas por alguns segundos como uma go-go girl.[2] Depois de contínuas pequenas participações em fimes de pouco sucesso nos anos seguintes, Corinna finalmente conseguiu um papel que a tornaria conhecida internacionalmente como atriz. Junto com Harris, com quem já tinha feito Caprice, ela participou do sucesso Um Homem Chamado Cavalo, em 1970, como a índia sioux por quem o personagem principal se apaixona, "Running Deer". Este foi, entretanto, o máximo que conseguiu como atriz de Hollywood. Quatro anos depois, faria seu último filme, Psihi kai sarka, um filme grego rodado em seu país natal.[2]

Em 1979, ela voltou a ter contato próximo com o Miss Universo, ao ser uma das comentaristas e madrinhas da edição daquele ano, junto com a Miss Universo 1967, Sylvia Hitchcock. Anos depois, Corinna passou a dirigir uma entidade de assistência a crianças portadoras de leucemia.

Referências

  1. a b «Miss Universe 1964 - Corinna Tsopei». globalbeauties.com. Consultado em 11 de julho de 2011 
  2. a b c Güiraldes, Ricardo Güiraldes. «Corinna Tsopei:Estudios y rivalidades». ChileanCharm.com. Consultado em 11 de julho de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Ieda Maria Vargas
Miss Universo
1964
Sucedido por
Apasra Hongsakula