Chelsi Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chelsi Smith
Data de nascimento 23 de agosto de 1973 (44 anos)
Local de nascimento Redwood City, EUA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americana
Altura 1,73
Títulos Miss Universo 1995
Miss USA 1995

Chelsi Smith (Redwood City, 23 de agosto de 1973) é uma rainha da beleza norte-americana, eleita Miss Universo 1995 em Windhoek, Namíbia, em maio daquele ano. Ela foi a primeira mestiça na história a ser coroada Miss Universo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Chelsi nasceu na Califórnia filha de pai negro e mãe branca,[1] ambos de dezenove anos de idade. Seus pais de divorciaram quando ela tinha apenas dois anos e sua mãe, uma alcóolatra na época, deu aos pais do marido a custódia da filha.[2] Chelsi e seus avós se mudaram para o Texas quando ela tinha sete anos, onde se divorciaram, fazendo com que a menina crescesse num lar dividido enquanto cursava a escola secundária em Deer Park. Antes de participar do Miss USA, ela cursava o segundo ano no San Jacinto Junior College, na área metropolitana de Houston.[3]

Em 1994 ela competiu pela primeira vez no Miss Texas, sendo apenas semifinalista. Voltou a competir no ano seguinte, pela cidade de Galveston, quando foi eleita Miss Texas USA. Foi a primeira mestiça a conquistar o título estadual na história do concurso.[4]

Miss EUA[editar | editar código-fonte]

Chelsi competiu no Miss USA 1995, realizado em fevereiro daquele ano em South Padre Island, no Texas, onde recebeu as notas mais altas dos juízes nas preliminares e nas semifinais entre as 50 concorrentes, avançando para o Top 6 em primeiro lugar, depois de liderar o desfile de maiô e as entrevistas. Ela continuou a liderar a competição até o Top 3, onde o desfile de trajes de noite e suas respostas finais lhe deram a coroa, além do prêmio de Miss Simpatia, que também tinha conseguido no Miss Texas, tornando-se a primeira Miss EUA a ter os dois títulos.[5]

Miss Universo[editar | editar código-fonte]

Após o título nacional, Chelsi viajou à Namíbia para disputar o Miss Universo, realizado pela primeira vez num país africano.[6] Ela recebeu novamente as melhores pontuações durante a etapa preliminar, classificando-se para o Top 10 em primeiro lugar. Na etapa semifinal, liderou o desfile em traje de banho, ficou em terceiro na entrevista e em sétimo no traje de noite, mantendo-se na primeira colocação geral e passando para o Top 3. Na disputa final contra a Miss Índia Manpreet Brar e a Miss Canadá Lana Buchberger, Chelsi levou a melhor e foi coroada Miss Universo, a primeira norte-americana a conseguir o titulo em quinze anos e assim se tornando a primeira mestiça na história a ser corooada Miss Universo.[7]

Vida posterior[editar | editar código-fonte]

Após coroar sua sucessora em 1996, Chelsi fez trabalhos como modelo para algumas grandes marcas americanas e apareceu em séries de televisão, além de gravar um single para a Sony Music, que fez parte da trilha sonora do filme "Tudo Pra Ficar com Ele", com Cameron Diaz.[8]

Casou-se com seu noivo e professor de ginástica Kelly Blair, de quem se divorciou anos depois, e vive hoje em Los Angeles.[9]

Referências

  1. «Chelsi Smith, biracial woman from Texas, crowned Miss Universe». Jet. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  2. «Hanging Tough». People. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  3. «Texas woman wins». SFGate. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  4. «Chelsi Smith». Star Telegram. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  5. «Today in Texas History: Miss Texas crowned Miss USA». chron.com. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  6. «Chelsi Smith - Miss Universe 1995». globalbeauties.com. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  7. «Janelle Comissioning - Miss Universe 1977». globalbeauties.com. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  8. «Chelsi Smith». ModelMayhem.com. Consultado em 12 de junho de 2012. 
  9. «Clemens saga weaves a tangled web in Houston». ESPN. Consultado em 12 de junho de 2012. 


Precedido por
Sushmita Sen
Miss Universo
1995
Sucedido por
Alicia Machado