Cultura do Suriname

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Suriname possui cultura multiétnica. Segundo dados oficiais, 37% de sua população são constituídos por descendentes de indianos, 31% são "crioulos" (em geral de ascendência africana), 15% javaneses e 10% maroons (descendentes de escravos fugidos há séculos), existindo ainda ameríndios, brancos, chineses e outros.

Essa composição reflete-se nos hábitos e costumes da população. As culinárias hindu e javanesa são muito populares, e a televisão exibe novelas e filmes produzidos em Bollywood. Diferentes etnias vestem-se de forma diferente, e templos de várias religiões estão presentes por toda a cidade de Paramaribo. Os surinameses orgulham-se de ter a maior mesquita da América do Sul lado a lado com uma importante sinagoga.

Além do holandês, idioma oficial do país, e o inglês, que todos dominam, muitas outras línguas são utilizadas correntemente: taki-taki ou sranam tongo (o dialeto local), hindi, javanês, chinês, saramacca e idiomas indígenas.

Embora as estatísticas disponíveis não incluam a presença e a influência dos brasileiros na composição étnica e na cultura local, nas últimas décadas o país sofreu importante afluxo de imigrantes ilegais vindos do Brasil. São garimpeiros e prostitutas provenientes da região norte do Brasil, que se estabeleceram nas regiões de garimpo do leste do país e também em Paramaribo, a capital do Suriname.

Em Paramaribo existe um bairro brasileiro chamado "Little Belém", no qual as lojas e restaurantes pertencem a brasileiros e os cartazes estão todos em português e a música mais ouvida é a brasileira.

Bandeira do Suriname Suriname
Bandeira • Brasão • Hino • Cultura • Demografia • Economia • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens