Feriado (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Banda desenhada.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Este artigo está para revisão desde junho de 2012.

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Feriado (DC Comics)
Outro(s) nome(s) Alberto Falcone e/ou Gilda Dent
Espécie Humano
Criado por Jeph Loeb
Tim Sale
Primeira aparição Batman: The Long Halloween (1996-1997)
Editora(s) DC Comics
Espécie Humano

Feriado ou o Assassino Feriado é um personagem fictício que aparece na história do Batman The Long Halloween (1996-1997) criado pelo escritor Jeph Loeb e o artista Tim Sale. O personagem é um assassino serial que mata membros das famílias mafiosas de Gotham City e oficiais corruptos em datas comemorativas (feriados). A verdadeira identidade do assassino não é definitivamente revelada na história em si, tanto Alberto Falcone e Gilda Dent confessam ser o Feriado, com Gilda alegando que ela cometeu os primeiros três assassinatos e que o marido Harvey assumiu posteriormente.

Biografia Fictícia do Personagem[editar | editar código-fonte]

Estabelecida logo após os eventos da obra de Frank Miller, Batman: Ano Um, O Longo Dia das Bruxas segue com a cruzada de Batman, o Capitão James Gordon e Harvey Dent para derrubar a família mafiosa do criminoso Carmine Falcone. Ao mesmo tempo, um assassino misterioso começa a matar mafiosos nos feriados, começando no Halloween.

A identidade do assassino permanece um mistério na maior parte da história, mas o método é sempre o mesmo. A arma do assassino, uma pistola calibre .22 (usando um bico de borracha de mamadeira de bebê como silenciador com o punho enfaixado e o número de série da arma limado) é deixada na cena do crime, juntamente com um objeto representando o feriado. Isso faz com que ele receba a alcunha de "Feriado".

Os crimes de Feriado ocorrem no decorrer de 13 meses, com dois únicos feriados sem um assassinato: o Dia da Mentira, onde o assassino confronta o Charada, mas o deixa vivo de acordo com o espírito do feriado, e na véspera do Ano Novo, onde a 'vítima' mais tarde retorna vivo). Há várias pistas que aparecem na história para aprofundar o mistério, mas no final, Alberto Falcone é revelado como Feriado no Dia do Trabalho. Gilda Dent, mais tarde, confessou os três primeiros assassinatos, e posteriormente o Duas-Caras assumiu o papel.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.