Mariposa Assassina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mariposa Assassina
Outro(s) nome(s) - Cameron van Cleer
- Drury Walker
Família Kitten (filha)
Terra Natal Jump City
Criado por Bill Finger
Lew Schwartz
Primeira aparição Batman #63 (1951)
Causa da última aparição Foi assassinado pelo Vagalume por traição
Editora(s) DC Comics
Terra natal Jump City
Parentesco Kitten (filha)
Situação presente Morto
Causa Foi assassinado pelo Vagalume por traição
Habilidades Capacidade de vôo
Pistola de casulo paralisante
Lâminas com ondas de sonar

Mariposa Assassina é um personagem fictício, supervilão inimigo do Batman no Universo DC. Foi criado em 1951, sendo que originalmente vestia um traje extravagante composto por elastano listrado de verde e púrpura, capa laranja e máscara de mariposa.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Mariposa Assassina é descrito como inteligente, sério, frio, sarcástico, malvado e metido e sempre comete crimes usando mariposas mutantes. Mariposa Assassina tem uma maior inimizade com Robin do que com o Batman, pois enfrentou mais o Robin do que a maioria dos outros vilões. Mariposa Assassina sempre é fiel ás suas mariposas e toda vez que perde uma, ele vai tentar encontrar-la onde quer que ela esteja, mas já perdeu uma para sempre que agora é uma larva chamada Silkie por Estelar.

História[editar | editar código-fonte]

Cameron van Cleer[editar | editar código-fonte]

O Mariposa Assassina fez sua primeira aparição na revista Batman #63, em fevereiro de 1951. Era um prisioneiro identificado apenas pelo seu número da prisão: 234026.

Na prisão, leu um artigo do jornal sobre Batman e decidiu que seria um rival de Batman. Ele foge da prisão e constrói uma "mariposa-caverna" similar à Batcaverna que ele viu nas fotos do artigo do jornal. Estabelece então uma falsa identidade, um milionário filantropo chamado Cameron van Cleer. Com esta identidade, ele torna-se amigo de Bruce Wayne.

Enquanto isso, torna-se um criminoso em que atua em Gotham City e atende por Mariposa Assassina, lançando um "mariposa-sinal" infravermelho, similar ao "Bat-sinal", quando comete um crime. Em seu primeiro delito, resgata alguns criminosos das mãos da polícia e então usa o seu "mariposa-móvel" para derrotar Batman e Robin. A Dupla Dinâmica entram em batalha com o vilão na ponte de Gotham City e o confronto termina com Mariposa Assassina mergulhando no rio e desaparecendo.

Em sua segunda aparição, em Batman #64 (março de 1951), Mariposa Assassina rapta Bruce Wayne e descobre sua identidade secreta. Porém, é ferido por outros criminosos e a lesão crianial resultante causa-lhe amnésia. Aparece como um inimigo freqüente de Batman na Era de Prata da banda desenhada. Ficou famoso por ter sido o primeiro vilão enfrentado pela Batgirl em Detective Comics #359.

Drury Walker[editar | editar código-fonte]

Na década de 1990, dando continuidade a Crisis on Infinite Earths, a verdadeira identidade do Mariposa Assassina é revelada como sendo a de Drury Walker, um criminoso malsucedido que ninguém o leva a sério. Ele novamente adota a falsa identidade de Cameron van Cleer e o personagem Mariposa Assassina para confrontar Batman. Esta versão é mostrada em Batman: Shadow of the Bat #7 (dezembro de 1992) e mais detalhada em Batgirl: Year One (2003).

Em Shadow of the Bat, Mariposa Assassina entra para um grupo chamado "Os Desajustados", incluindo os vilões de segunda linha do Batman, como Homem-Gato e Homem-Calendário, para promover seqüestros tanto de Bruce Wayne quanto de outros cidadãos notáveis. Este grupo é malsucedido, voltando-se contra o próprio Mariposa Assassina quando ele designa aos demais que matem os reféns.

É o único dos vilões a vender a sua alma ao demônio Neron em Underworld Unleashed, exigindo ser transformado em algo assustador. Neron o transforma em um monstro-mariposa gigante e marrom chamado Charaxes. Ele consome humanos e os apreende dentro de um casulo. Em uma história posterior, Charaxes deposita centenas de ovos, originando vários clones seus ao chocarem. Em Infinite Crisis, Charaxes é morto e partido ao meio pelo Superboy Primordial durante uma batalha em Metrópolis.

Um novo Mariposa Assassina aparece em Batman #652, durante a história "Face the Face", na qual ele demonstra competência no combate corpo-a-corpo e capacidade de vôo enquanto enfrenta Robin. Posteriormente, aparece como um aliado de Vagalume na série limitada Gotham Underground. A identidade e origem deste novo Mariposa Assassina não foram reveladas.

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Batman (seriado)[editar | editar código-fonte]

Na série dos anos 60 Batman, Mariposa Assassina aparece em um único episódio como inimigo de Batgirl, porém o episódio nunca foi exibido. Circulou apenas em cópias ilegais na internet e em convenções.

Teen Titans[editar | editar código-fonte]

No episódio "Date with Destiny", Mariposa Assassina (cuja voz é feita por Thomas Haden Church e, mais tarde, por Marc Worden) é introduzido como um criminoso que planeja usar mariposas geneticamente modificadas para dominar a cidade. Seu plano é frustrado por Robin, que acaba controlando as marioposas e mandando Mariposa Assassina para a prisão.

Mariposa Assassina retorna no episódio "Can I Keep Him?", onde ele transforma a larva de estimação de Estelar, chamada Silkie, em uma mariposa gigante para atacar os Titans. O plano é fracassado quando Silkie prefere Estelar a Mariposa Assassina.

Mariposa Assassina e sua filha Kitten tornam-se posteriormente membros da Fraternidade do Mal, no episódio "Calling All Titans", com objetivo de derrotar os Titans.

The Batman[editar | editar código-fonte]

Na série The Batman, aparece no episódio "Team Penguin" (com a voz feita por Jeff Bennett), fisicamente fraco e fazendo parte da gangue de Pinguim. Ganha superpoderes ao ser exposto a gases químicos durante um assalto com sua Pinguim, mas ainda continua sendo um pobre combatente (a despeito de sua força e seu tamanho). É apenas mencionado por Batman no episódio "Rumors", porém não aparece.

Teen Titans Go![editar | editar código-fonte]

O mariposa Assassina está confirmado em aparecer em Teen Titans Go! como vilão secundário. Sua filha Kitten também está confirmado em aparecer neste desenho.

Batman Bad Blood[editar | editar código-fonte]

O Mariposa Assassina aparece em Batman Bad Blood diferente das suas versões, ele usa uma armadura tecnológica, e é um dos capangas de Talia, assim como Vagalume ele tem utilidade em ataques aéreos, presumido como morto quando uma rocha cai em sua cabeça, mas seu destino é deixado incerto mas como não esteve com Vagalume na cúpula pode ser presumida sua morte.

Videogame[editar | editar código-fonte]

Mariposa Assassina aparece no final da primeira fase do jogo Batman, para NES, lançado em 1989. É um chefe no jogo Batman Beyond: Return of the Joker, para Nintendo 64. Também aparece no jogo Lego Batman: The Videogame, lançado em 2008 como um capanga de Coringa e em Batman: Arkham Asylum aparece morto (em forma de esqueleto) durante a fase Botanical Garden.Em Batman: Arkham Knight ele e mencionado por um dos capangas do mascara negra na dlc a historia do capuz vermelho como um easter egg o capanga menciona que o capuz vermelho matou o mariposa assassina mês passado

Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.