Héctor Canteros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Héctor Canteros
Informações pessoais
Nome completo Héctor Miguel Canteros
Data de nasc. 15 de março de 1989 (29 anos)
Local de nasc. Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,76 m
Destro
Apelido Tito[1]
Informações profissionais
Período em atividade 2008–presente (8 anos)
Clube atual Chapecoense
Número 8
Posição Volante
Site oficial Canteros Oficial
Clubes de juventude
1999–2008 Vélez Sarsfield
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2008–2014
2012–2013
2014–
2016–2017
2017–
Vélez Sarsfield
Villarreal (emp.)
Flamengo
Vélez Sarsfield (emp.)
Chapecoense (emp.)
0119 0000(9)
0012 0000(2)
0096 0000(5)
0016 0000(0)
0031 0000(3)
Seleção nacional3
2011 Argentina 0002 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 30 de maio de 2018.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 28 de setembro de 2011.

Héctor Miguel Canteros, mais conhecido como Héctor Canteros, ou simplesmente Canteros (Buenos Aires, 15 de março de 1989), é um futebolista argentino que atua como volante ou meia. Atualmente, joga pela Chapecoense, emprestado pelo Flamengo.

Em 2015, foi eleito pela conceituada revista inglesa "World Soccer Magazine" como um dos 500 jogadores mais importantes do mundo.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Categorias de Base[editar | editar código-fonte]

Canteros começou sua carreira futebolística na divisão de base do San Lorenzo de Almagro, onde não conseguiu vingar. Aos 10 anos de idade chegou à base do Vélez Sarsfield, e encantou atuando como meio-campista.[3]

Vélez Sarsfield[editar | editar código-fonte]

Em 2008, foi relacionado pela primeira vez na equipe profissional, numa partida em que o Vélez foi derrotado pelo Huracán de Ángel Cappa por 3 a 0. Esta partida foi válida pela última rodada do Torneio Apertura de 2008.[3]

Estreou como profissional no dia 8 de fevereiro de 2009, num empate por 0 a 0 contra o Estudiantes.[4] Em 2011, com a saída de Leandro Somoza, Canteros começou a atuar mais pela equipe principal do Vélez.[5] Marcou seu primeiro gol como profissional numa derrota por 3 a 2 contra o Quilmes.

Em 2011, Canteros acabaria conquistando de vez a titularidade, participando de forma destacada (foi escalado inicialmente como volante central) da vitoriosa campanha do Vélez no Torneio Clausura.[3]

Sua polivalência, atuando em todas as posições da meia-cancha pela equipe velezana, chamou a atenção da imprensa argentina. Por isso, foi perguntado sobre qual posicionamento na cancha lhe agradava mais atuar (volante pela faixa central, pela direita, esquerda ou livre e mais adiantado como um meia). Ele respondeu que se sente muito bem atuando em qualquer posição do meio-campo.[3]

No início de 2012, uma lesão no joelho esquerdo contribuiu para uma queda em seu rendimento, que culminou com a perda de sua titularidade na equipe para Francisco Cerro, e, por conseqüência, um distanciamento da seleção argentina.[3]

Assim, em agosto de 2012, foi emprestado ao Villareal da Espanha, após 54 partidas e 2 gols pelo time profissional velezano.[3]

Villareal[editar | editar código-fonte]

Em 2012, foi emprestado ao Villarreal da Espanha.[6]

Tito chegou ao “Submarino Amarelo” ainda se recuperando da operação de menisco no joelho esquerdo e viveu o seu melhor momento no primeiro semestre de 2013, após a chegada do técnico Marcelino Garcia Toral que substituiu Julio Velázquez.[3]

Ao final da temporada, portanto, ajudou o Villarreal (que estava na 2a divisão espanhola) a conquistar o merecido retorno a elite do futebol espanhol.[3]

Porém, não teve seu contrato renovado, e ao final da temporada retornou ao Vélez Sarsfield.

Retorno ao Vélez Sarsfield[editar | editar código-fonte]

No segundo semestre de 2013, retornou ao futebol argentino. Em sua reestreia fez uma ótima exibição na vitória sobre o Tigre, protagonizando a assistência para o gol de Lucas Pratto.[3] Na Copa Libertadores de 2014, Canteros foi um dos destaques do time argentino na competição marcando gols. Contra o Universitario do Peru, Héctor marcou o gol da vitória por 1 a 0 em partida válida pela fase de grupos.[7] Voltou a marcar contra o Atlético Paranaense na vitória por 3 a 1.[8] Mas o Vélez Sarsfield acabou sendo eliminado nas oitavas de final pelo Nacional do Paraguai.

Na conquista da Supercopa Argentina de 2014, Tito foi peça importante, quando além de ótima atuação, marcou o gol que deu o título ao clube fortinero na vitória por 1 a 0 sobre o Arsenal de Sarandí.[3]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

2014[editar | editar código-fonte]

As especulações sobre sua contratação começaram em fevereiro de 2014. Porém, nesta época, o time argentino queria apenas vendê-lo.[9]

No dia 3 de julho de 2014, sua contratação (por 3 anos), foi confirmada pelo Flamengo.[11]

Na coletiva em que foi apresentado, ele recebeu a camisa 20 (número escolhido pelo próprio), e uma carta de Zico, em que dava boas-vindas e demonstrava a sua torcida pelo jogador.[12]

Sua estreia pelo Flamengo aconteceu no dia 27 de julho de 2014, quando entrou no segundo tempo da vitória por 1 a 0 contra o Botafogo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro (entrou no lugar de Lucas Mugni).

Na partida seguinte (derrota do Fla por 1x0 pra Chapecoense, na Arena Condá), que aconteceu 7 dias depois de sua estreia, Canteros já foi escalado como titular.

No dia 4 de setembro de 2014, Canteros bateu (e não desperdiçou) o último pênalti, que deu a vitória (e a classificação) do Flamengo sobre o Coritiba, na disputa de pênaltis, para as 4as de finais da Copa do Brasil.[13]

Marcou seu primeiro gol pelo Flamengo no dia 17 de setembro de 2014, no empate por 2 a 2 diante do Palmeiras, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.[14]

Na 28a rodada da competição (partida em que o Fla venceu o Cruzeiro por 3x0), foi eleito o melhor volante da rodada (troféu Armandão, do SporTV), quando marcou o seu segundo gol pela equipe rubro-negra.[15] Além disso, foi eleito O Cara da Rodada, em votação feita pelo site Lancenet.com.[16]

Nos primeiros seis meses na Gávea, Canteros apresentou suas credenciais. Imprescindível para o time que buscava fugir da zona de rebaixamento no ano de 2014, o argentino tornou-se um dos homens de confiança de Vanderlei Luxemburgo, sempre apresentando-se sóbrio e aguerrido. Assim, começou o ano de 2015 com muita moral.

2015[editar | editar código-fonte]

No dia 5 de fevereiro de 2015, Canteros marcou um belo gol de falta na goleada por 4 a 0 diante do Barra Mansa em partida válida pelo Campeonato Carioca.[17]

No dia 31 de maio, o Flamengo perdeu para o Fluminense por 3x2, e Canteros foi expulso (após receber o segundo cartão amarelo) pela primeira vez com a camisa rubro-negra. Na sequência de sua expulsão, o argentino aplaudiu o árbitro Sandro Meira Ricci de forma irônica, e por isso foi denunciado pelo STJD por "desrespeito aos membros da equipe de arbitragem" (artigo 258 inciso II do CBJD), cuja pena varia em uma suspensão de um a seis jogos.[18] Em seu julgamento, Canteros pegou apenas 1 jogo de suspensão.[19]

No dia 18 de julho de 2015, um drible que aplicou em um defensor do Grêmio foi eleito o lance mais “abusado” da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, do programa "É Gol!!!", do SporTV. No meio de campo, ele aplicou um chapéu no defensor, dominou com a coxa, e, sem deixar a bola cair, fez um belo lançamento pro atacante peruano Guerrero, que quase marcou o gol.[20]

No dia 2 de agosto de 2015, na partida em que o Fla empatou com o Santos por 2x2, válida pela 16a rodada do Brasileirão, Canteros puxou o contra-ataque e deu uma bela assistência, de trivela, pro Emerson Sheik marcar o segundo gol Flamenguista na partida.[21]

Com a chegada do treinador Oswaldo de Oliveira, que ajustou o meio-campo do Flamengo, o futebol do Canteros cresceu de produção.[22] A mudança começou pela saída de bola: Ele recuou 1o volante (formando uma linha de 3 com os 2 zagueiros), e Canteros passou a vir buscar a bola nesta linha de 3 zagueiros, executando a transição ofensiva, tendo como opções de passe 3 jogadores atrás de si, e os 2 laterais, que já estão a frente da linha do meio de campo, prontos para tabelar com os pontas.[23]

No dia 2 de setembro de 2015, na partida em que o Fla venceu o Avaí por 3x0, válida pela 21a rodada do Brasileirão, Canteros deu um lindo passe de calcanhar para o Alan Patrick marcar o primeiro gol da partida.[24]

No dia 13 de setembro, na partida em que o Fla venceu a Chapecoense por 3x1, válida pela 25a rodada do Brasileirão, Canteros teve uma grande atuação, chegando inclusive a marcar um gol (num chute cruzado), que concorreu ao gol mais bonito da rodada, em enquete do programa "É Gol!!!", do SporTV.[25] Com 5,27% dos votos, o gol ficou em 2o lugar, atrás apenas do gol do Paulinho, marcado no mesmo jogo.[26] Além disso, esta sua atuação lhe garantiu uma vaga na "Seleção da Rodada #25" do Cartola FC.[27]

2016[editar | editar código-fonte]

Em 2016, o técnico Muricy Ramalho recuou o jogador para a posição de 1o volante, deixando-o mais centralizado e mais próximo dos zagueiros. Assim, cabia a ele fazer a saída de bola da defesa pro ataque.[28]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Em 10 de agosto de 2017, Canteros acertou com a Chapecoense, por empréstimo do Flamengo até maio de 2018.[29]

Estreou em 27 de agosto de 2017, em partida valida pelo campeonato brasileiro, contra o Avai.

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Em 2011 foi convocado pelo técnico Alejandro Sabella para a disputa dos dois jogos do Superclássico das Américas de 2011 em que a seleção acabou sendo vice-campeã.

Na primeira partida, atuou com a camisa 10, e foi o destaque do jogo do lado argentino; por isso, foi capa do diário Olé na edição pós-jogo.[3]

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Formado no Vélez Sarsfield na posição de volante, Canteros tornou-se um versátil meio-campista ao longo da carreira. O atleta demonstra destacada qualidade na organização de tramas ofensivas, sendo capaz de armar boas jogadas de bola parada. Por isso, ele foi definido pela mídia argentina com um típico camisa 10 argentino, o que eles chamam de "enganche".[30] Tem um poder de finalização muito bom, arriscando tanto chutes mais colocados, mas também com muita potência.[30]

A boa leitura de jogo que tem e sua qualidade técnica, lhe permitem receber o carimbo de bom organizador de tramas ofensivas. É um jogador polivalente bastante produtivo.[3]

Porém, seu estilo pouco combativo em campo é citado como seu grande defeito. [30]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 30 de maio de 2018.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[31]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Vélez Sarsfield 2008–09 2 0 0 2 0 0
2009–10 3 0 0 0 0 0 3 0 0
2010–11 21 1 1 7 0 0 28 1 1
2011–12 28 1 2 1 1 0 13 1 2 42 3 4
Total 54 2 3 1 1 0 20 1 2 0 0 0 75 4 5
Villarreal 2012–13 12 2 3 12 2 3
Total 12 2 3 0 0 0 0 0 0 0 0 0 12 2 3
Vélez Sarsfield 2012–13 1 1 0 1 1 0
2013 17 0 3 0 0 0 6 0 1 23 0 4
2014 13 1 5 1 1 0 6 2 1 20 4 6
Total 30 1 8 1 1 0 12 2 2 1 1 0 44 5 10
Flamengo 2014 24 2 3 6 0 0 30 2 3
2015 34 2 4 6 0 0 19 1 1 59 3 5
2016 2 0 0 0 0 0 0 0 0 5 0 0 7 0 0
Total 60 4 7 12 0 0 0 0 0 24 1 1 96 5 8
Vélez Sarsfield 2016–17 14 0 2 2 0 0 16 0 2
Total 14 0 2 2 0 0 0 0 0 0 0 0 16 0 2
Chapecoense 2017 13 1 2 1 0 0 14 1 2
2018 8 2 1 2 0 0 0 0 0 7 0 1 17 2 2
Total 21 3 3 2 0 0 1 0 0 7 0 1 31 3 4
Total na carreira 191 12 26 18 2 0 33 3 4 32 2 2 274 19 32

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos e jogos e gols do futebolista pela Seleção Argentina. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Seleção principal

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2011 2 0 0 0
Total 2 0 0 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vélez Sarsfield
Flamengo

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gomes, Fred; Werlang, Hector (3 de julho de 2014). «Tito de "Hectito", Canteros vibra com carinho e é exaltado por Lucas Mugni». GloboEsporte.com. Consultado em 22 de dezembro de 2015. 
  2. a b «Revista elege os 500 jogadores mais importantes». esporte.uol.com.br 
  3. a b c d e f g h i j k l globoesporte.globo.com/ Conheça o versátil meio-campista Héctor Canteros, novo reforço do Flamengo
  4. «Closing '09 statistics». Argentine Soccer. 13 de dezembro de 2010 
  5. «Match report». Argentine Soccer. Consultado em 5 de maio de 2011. 
  6. «Canteros compara estrutura do Vélez a do Villarreal e quer voltar à seleção argentina». foxsports.com.br 
  7. «Vélez se impõe e bate Universitario em Lima pelo grupo do Atlético-PR». GloboEsporte.com. 12 de fevereiro de 2014. Consultado em 12 de fevereiro de 2014. 
  8. «Bolo Estragado: Atlético-PR perde para o Vélez no aniversário de 90 anos». GloboEsporte.com. 26 de março de 2014. Consultado em 26 de março de 2014. 
  9. lancenet.com.br/ Canteros, sobre possível transferência: "Se for jogar no Flamengo, será ótimo"
  10. falandodeflamengo.com.br/ Fla sonda Héctor Canteros, do Velez
  11. a b «Canteros é apresentado e exalta Zico e a torcida: "É grande, muito grande». GloboEsporte.com. 3 de julho de 2014. Consultado em 3 de julho de 2014. 
  12. goal.com/ Meia Canteros, que estava no Vélez Sarsfield, assinou por três anos com o clube carioca
  13. globoesporte.globo.com/ Flamengo x Coritiba - Copa do Brasil de 2014
  14. «Com direito a polêmica, Palmeiras e Fla empatam e Verdão entra no Z-4». GloboEsporte.com. 17 de outubro de 2014. Consultado em 17 de outubro de 2014. 
  15. sportv.globo.com/ Armandão: Alex, do Inter, faz gol por cobertura e é o craque da 28ª rodada
  16. lancenet.com.br/ Com atuação de 'gala' contra o Cruzeiro, Canteros é eleito "O Cara da Rodada"
  17. «Cirino desencanta, faz dois, e Fla goleia o Barra Mansa: 4 a 0 no Maraca». GloboEsporte.com. 5 de fevereiro de 2015. Consultado em 5 de fevereiro de 2015. 
  18. odia.ig.com.br/ STJD faz denúncia contra Giovanni, Canteros e dirigentes do Flamengo
  19. globoesporte.globo.com/ STJD suspende Bandeira por 15 dias; Canteros pega um jogo e encara Coxa
  20. sportv.globo.com/ Canteros, do Fla, é eleito o dono do drible mais genial da 14ª rodada
  21. globoesporte.globo.com/ Flamengo abre 2 a 0, mas Santos acorda e arranca empate no Maraca
  22. lancenet.com.br/ Fla de Oswaldo consegue melhorar nível e sonhar alto no Brasileiro
  23. globoesporte.globo.com/ Oswaldo de Oliveira já estabelece seu modelo de jogo no Flamengo
  24. globoesporte.globo.com/ Fla vence, reduz diferença para o G-4 e empurra Avaí para a zona do perigo
  25. sportv.globo.com/ Paulinho, Canteros, Pato e Rogério concorrem por gol mais bonito
  26. sportv.globo.com/ Só dá Fla! Com 84%, Paulinho vence disputa de golaço; Canteros fica em 2º
  27. globoesporte.globo.com/ Cartola FC: Vagner Love corresponde, mas meias do Timão frustram milhares
  28. globoesporte.globo.com/ Passo atrás: Canteros recua e procura novo espaço no meio de campo do Fla
  29. «Chape acerta com argentino do Fla com passagem pela seleção e elogiado por R10». 10 de agosto de 2017. Consultado em 11 de agosto de 2017. 
  30. a b c d globoesporte.globo.com/ Jornalistas exaltam técnica e estilo peladeiro de Canteros, reforço do Fla
  31. «Football : Héctor Canteros» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 25 de maio de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]