Legião dos Super-Heróis:Guerra Terrestre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"Guerra Terrestre" é um conjunto de histórias em quadrinhos publicado pela DC Comics, na revista Superboy and the Legion of Super-Heroes #241-245 (julho-novembro de 1978). Foi escrito por Paul Levitz, desenhado por James Sherman e arte-finalizado por Bob McLeod. As aventuras mostram os eforços da Legião dos Super-Heróis em conter uma grande guerra intergalática envolvendo os Planetas Unidos, os Khúndios, os Domíniuns, o Círculo Negro e o feiticeiro Mordru.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O embaixador dos Planetas Unidos Relnic convoca Mon-El, Ultra Rapaz, Pulsar e Vésper ao Mundo de Weber para que eles protejam uma conferência diplomática entre a P.U. e os Domíniuns, enquanto os outros legionários lutam contra fugitivos na Terra. A súbita crise impede que o oficial da Polícia Científica Shvaughn Erin informe os legionários da escolta da fuga de vilões. Os legionários que permaneceram na base terrestre derrotam os fugitivos e descobrem que eles eram meros batedores de uma força dos alienígenas Khúndios de invasão da Terra. Enquanto os heróis lutam contra a invasão, Superboy, Rapaz Elemento, Rapaz Solar e Colossal vão para Khúndia, onde descobrem que o líder guerreiro Garlak foi telepaticamente manipulado por forças desconhecidas - que eles rastreiam como vindas do Mundo de Weber.

Os legionários da escolta impedem que uma dupla de assassinos mate a delegação diplomática dos Domíniuns presente no Mundo de Weber mas isso é apenas um dos diversos atentados contra a conferência de paz. Quando Relnic e os Domíniuns desaparecem sem deixarem rastros, os legionários da escolta voltam à Terra. Na viagem eles descobrem uma estação espacial e encontram os Domíniuns desaparecidos, que lhes informam que Relnic é um agente do Círculo Negro. Enquanto isso os Khúndios penetram nas defesas dos Planetas Unidos e chegam à Terra, com os membros regulares da Legião auxiliados pela Legião Substituta percebendo que são incapazes de pará-los e ficam prisioneiros. Os invasores chegam próximos do Quartel-General da Legião, com apenas quatro legionários (que deixaram a legião para se casarem) presentes para tentar defenderem as instalações: Rapaz Relâmpago, Moça de Saturno, Rapaz Saltador e Dama Dupla.[1] Os quatro conseguem deter os invasores. Nesse momento Karatê Kid retorna do século XX para auxiliar a Polícia Científica.[2]

No Palácio Presidencial da Terra os legionários que regressaram localizam seus colegas que foram capturados na batalha com os Khúndios mas antes eles vão atrás do Círculo Negro. Os agentes desses inimigos tentam destruir o planeta usando uma esfera de matéria negativa. Superboy, Mon-El, Ultra Rapaz e Pulsar conseguem conter a explosão da esfera mas o palácio é destruído. Poucos legionários sabem que o agente inimigo (que se disfarçara do embaixador Relnic) contou sobre o feiticeiro Mordru que manipulara os invasores contra a Terra. O vilão queria controlar o planeta. Depois de um breve descanso, Superboy, Rapaz Relâmpago, Moça de Saturno e Karatê Kid resgatam os legionários e os substitutos que estavam prisioneiros. Em órbita sobre a Terra, Mordru é detido pelo Rapaz Elemento. Após a Crise, os Khúndios e o Círculo Negro são expulsos do território dos Planetas Unidos. A P.U. e os Domíniuns assinam um tratado de paz. Os legionários emendam seus estatutos para fazerem com que membros que se casarem permaneçam na ativa. Rapaz Relâmpago e Moça de Saturno são reincorporados à equipe mas Dama Dupla e Saltador optam por permanecerem de fora.

Notas e referências

  1. . Relâmpago e Moça de Saturno haviam se casado na história publicada em All-New Collectors' Edition #C-55 (1978) enquanto Saltador e Dama Dupla fizeram o mesmo em Superboy and the Legion of Super-Heroes #200 (janeiro-fevereiro de 1974).
  2. A viagem de Karate Kid ao passado é contada em Karate Kid #1-15 (abril 1976-agosto 1978) e Kamandi #58 (setembro de 1978).