Mesorregião do Sertão Pernambucano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sertão Pernambucano
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregiões limítrofes São Francisco Pernambucano; Agreste Pernambucano; Sertão Alagoano (AL); Vale São-Franciscano da Bahia (BA); Borborema (PB); Sertão Paraibano (PB); Sul Cearense (CE); Sudeste Piauiense (PI)
Área 32.450 km²
População 1.039.733 hab. IBGE/2013[1]
Densidade 32,04 hab/km²
Indicadores
PIB R$ 6 754 833 mil IBGE/2012[2]
PIB per capita R$ 5 477 40 IBGE/2012[3]

A mesorregião do Sertão Pernambucano é uma das cinco mesorregiões do estado brasileiro de Pernambuco. É formada pela união de 50 municípios distribuídos em quatro microrregiões.

Aspectos físicos[editar | editar código-fonte]

Essa mesorregião é a menos densamente habitada de Pernambuco. Suas maiores cidades são Serra Talhada, Araripina e Arcoverde.

A mesorregião é cortada por rios abundantes, como rio Pajeú, rio Brígida e o rio Moxotó. Além de as nascentes do rio e Ipojuca se localizar em uma serra do município de Arcoverde.

Sua vegetação é composta pela Caatinga, com árvores de médio porte, arbustos e estepe. Sua fauna é rica principalmente em aves.

O índice pluviométrico é baixo em relação a outras regiões do estado, as médias pluviométricas anuais variam entre 600 mm e 1.500 mm, sendo mal distribuídas ao longo do ano. Os meses mais chuvosos são correspondentes ao do verão, com média entre 400 mm e 500 mm, e os menos chuvosos correspondentes ao da primavera, com média entre 0 mm e 10 mm. As secas são muito severas e ocorrem com frequência, um entrave para o desenvolvimento econômico e social da região, já que as obras da Transposição do rio São Francisco sofrem com o descaso do governo federal.

O clima da região é o clima semiárido, com altas temperaturas na maior parte do ano e com baixos índices de umidade relativa do ar, que variam entre 5% a 90%. As temperaturas raramente caem para menos de 10°C no inverno e raramente ultrapassam os 41°C.

Maiores municípios em população[editar | editar código-fonte]

Suas vinte cidades mais populosas segundo a estimativa de 2013:[4]

Cidades mais populosas do Sertão Pernambucano
Posição Cidade População Posição Cidade População

Serra Talhada
Serra Talhada
Arcoverde
Arcoverde

1 Serra Talhada 83 051 11 São José do Egito 33 105
2 Araripina 80 577 12 Exu 32 076
3 Arcoverde 72 102 13 Ipubi 30 007
4 Ouricuri 67 689 14 Ibimirim 28 197
5 Salgueiro 59 037 15 Trindade 27 756
6 Bodocó 36 786 16 Tabira 27 591
7 Afogados da Ingazeira 36 379 17 Flores 22 610
8 Custódia 35 574 18 Inajá 21 003
9 Sertânia 35 042 19 Parnamirim 20 990
10 São José do Belmonte 33 541 20 Carnaíba

19 187

Microrregiões (e seus municípios)[editar | editar código-fonte]

Microrregião de Araripina[editar | editar código-fonte]

Microrregião de Salgueiro[editar | editar código-fonte]

Microrregião do Pajeú[editar | editar código-fonte]

Microrregião do Sertão do Moxotó[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Estimativa Populacional 2013». Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outubro de 2013. Consultado em 27 de outubro de 2013 
  2. «Produto Interno Bruto dos municípios - 2012 » PIB a preços correntes » Comparação entre os municípios: Pernambuco». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 16 dez. 2014 
  3. «Produto Interno Bruto dos municípios - 2012 » PIB per capita a preços correntes » Comparação entre os municípios: Pernambuco». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 16 dez. 2014 
  4. «Estimativas da população nos municípios brasileiros». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 04 de dezembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)