Carnaubeira da Penha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Penha.
Município de Carnaubeira da Penha
"Carnaúba"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 1 de outubro
Fundação 11 de abril de 1896 (122 anos)
Gentílico carnaubeirense
Prefeito(a) Manoel José da Silva (PR)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Carnaubeira da Penha
Localização de Carnaubeira da Penha em Pernambuco
Carnaubeira da Penha está localizado em: Brasil
Carnaubeira da Penha
Localização de Carnaubeira da Penha no Brasil
08° 19' 19" S 38° 44' 38" O08° 19' 19" S 38° 44' 38" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião São Francisco Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Itaparica IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes a norte com Mirandiba e Salgueiro, a sul com Belém de São Francisco, a leste com Floresta (Pernambuco), e a oeste com Belém de São Francisco
Distância até a capital 426 km
Características geográficas
Área 1 010,171 km² [2]
População 12 805 hab. estatísticas IBGE/2015[3]
Densidade 12,68 hab./km²
Altitude 446 m
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,573 (PE: 129°) – baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 59 635 mil (PE: 163°) – IBGE/2013[5]
PIB per capita R$ 4 814 29 IBGE/2013[5]

Carnaubeira da Penha é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

A ocupação do território acompanhou o ciclo da pecuária, que iniciou nesta região após a expulsão dos holandeses (1654), a partir da Casa da Torre. Os Garcia D´Ávila concederam grandes extensões de terra a seus familiares pelos vales do São Francisco e Pajeú, estabelecendo as primeiras fazendas. Estas ocupações enfrentaram a resistência dos índios que viviam no Vale do Pajeú, do Piancó e do Piranha entre 1694 e 1702, na chamada "guerra dos bárbaros". Esta resistência fez com que muitos abandonassem suas fazendas. A mando da Casa da Torre, o fazendeiro do São Francisco, o coronel Manoel Araújo de Carvalho, combateu os índios e retomou as terras. Os fazendeiros e vaqueiros tornaram a ocupá-las.

A partir da Lei Imperial do Registro de Terras de 1850 iniciou-se a legalização das propriedades. O governo imperial extinguiu os aldeamentos indígenas em Pernambuco entre 1860 e 1880 e os povos indígenas que habitavam a região se deslocaram para locais de difícil acesso, como as serras de Umã e Arapuá.

Pela Lei Municipal nº 02, em 11 de Abril de 1896 o prefeito de Floresta, o coronel Casé, criou o distrito da Penha, a partir de uma povoação existente na região. Chamava-se Penha em homenagem à padroeira, Nossa Senhora da Penha. O povoado vivia principalmente da pecuária bovina e caprina e da agricultura de subsistência (feijão, algodão, milho, arroz, mandioca e batata-doce).

Segundo a lei municipal nº 2, de 19 de Janeiro de 1948 foi criado no município de Floresta o distrito de Carnaubeira, nome dado devido à quantidade de Carnaúbas existente na região.

Foi elevado à categoria de município com a denominação de Carnaubeira da Penha, pela lei estadual nº 10.626, de 01 de Outubro de 1991, desmembrado de Floresta. A Sede passou a ser no antigo distrito de Carnaubeira, atual Carnaubeira da Penha.

Segundo o Instituto Socioambiental, "a Serra do Arapuá possui 47 núcleos populacionais denominado pelos indígenas de “aldeias”, entre eles a Serra da Cacaria, que geograficamente se distingue dos demais por ser um relevo independente". Nestas aldeias habitam índios Pankará, que estão em processo de territorialização, pequenos agricultores não-índios e médios fazendeiros. Segundo o IBGE, também habita na Serra do Arapuá uma comunidade quilombola, chamada Tiririca dos Crioulos.

Na Serra Umã está a Reserva Indígena dos Índios Atikum, que vivem da agricultura de subsistência.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 08º19'09" sul e a uma longitude 38º44'41" oeste, estando a uma altitude de 446 metros.

Limites[editar | editar código-fonte]

Noroeste: Terra Nova e Salgueiro Norte: Terra Nova Nordeste: Floresta
Oeste: Belém de São Francisco Rosa de los vientos.svg Leste: Floresta
Sudoeste: Itacuruba e Floresta Sul: Belém de São Francisco e Itacuruba Sudeste: Belém de São Francisco

[6]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município encontra-se na bacia do rio Pajeú.[6]

Clima[editar | editar código-fonte]

Gráfico climático para Afrânio
JFMAMJJASOND
 
 
88
 
33
21
 
 
100
 
32
21
 
 
171
 
32
19
 
 
130
 
31
20
 
 
37
 
29
21
 
 
54
 
28
19
 
 
22
 
29
19
 
 
8
 
30
19
 
 
26
 
32
20
 
 
10
 
34
22
 
 
35
 
35
22
 
 
66
 
33
22
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: Jornal do Tempo

O clima do município é o clima semiárido, do tipo BSh. Os verões são quentes e úmidos, é neste período em que praticamente quase toda chuva do ano cai. Os invernos são mornos e secos, com a diminuição de chuvas; as mínimas podem chegar a 16 °C. As primaveras são muito quentes e secas, com temperaturas muito altas, que em que algumas ocasiões podem chegar a mais de 40 °C.

Relevo[editar | editar código-fonte]

O município localiza-se na unidade ambiental da Depressão Sertaneja, com relevo suave a ondulado.[6]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação predominante é a caatinga hiperxerófila.[6]

Solo[editar | editar código-fonte]

Em relação aos solos, nos patamares compridos e baixas vertentes do relevo suave ondulado ocorrem os planossolos, mal drenados, fertilidade natural m édia problemas de sais; topos e altas vertentes, os solos brunos não cálcicos, rasos e fertilidade natural alta; topos e altas vertentes do relevo ondulado ocorrem os podzólicos, drenados e fertilidade natural média e as elevações residuais com os solos litólicos, rasos, pedregosos e fertilidade natural média.[6]

Geologia[editar | editar código-fonte]

O município de Carnaubeira da Penha está inserido na unidade geológica da Província da Borborema, sendo constituído pelos complexos de Floresta, Sertânia, Cabrobó, São Caetano e Lagoa das Contendas.[6]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o censo 2017 do IBGE, Carnaubeira da Penha possui uma população de 12.805 habitantes, distribuídos numa área de 1.004,667 km², tendo assim, uma densidade demográfica de 12,75 hab/km².[7]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Distritos[editar | editar código-fonte]

  • Sede
  • Barra do Silva
  • Olho d'Água do Padre [6]

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Centro
  • Luiz José Torres
  • Manoel Marcolino Neto [8]

Povoados[editar | editar código-fonte]

* Não há registro de povoados [6]

Política[editar | editar código-fonte]

O poder executivo do município é exercido por Manoel José da Silva, do partido PR.

Economia[editar | editar código-fonte]

Segundo dados sobre o produto interno bruto dos municípios, divulgado pelo IBGE referente ao ano de 2011, a soma das riquezas produzidos no município é de 55.237 milhões de reais (163° maior do estado). Sendo o setor de serviços o mais mais representativo na economia carnaubeirense, somando 39.374 milhões. Já os setores industrial e da agricultura representam 5.897 milhões e 8.763 milhões, respectivamente. O PIB per capita do município está entre os menores do Estado e da sua região, com apenas 4.646,43 mil reais (164° maior do estado).[9]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

  • Escola de Referência em Ensino Médio Prof. Aureliano Gonçalves dos Santos
  • Escola Estadual João Rodrigues Leite
  • Escola Municipal Professora Maria Pires Soares
  • Escola Municipal Capitulina Gonçalves de Sá
  • Escola Bom Jesus dos Aflitos
  • Escola Especiosa Benigna de Barros
  • Escola Estadual João Rodrigues Leite
  • Escola Governador Estácio Coimbra
  • Escola Municipal Padre Evaldo Bette
  • Escola Olho D'Água do Padre
  • Escola Sagrada Família
  • Escola Tia Amélia Caxiado [10]
  • Escola Municipal Manoel Gonçalves de Sá–
  • Faculdades

SENAI

  • Técnico em Eletricista, Mecânico em Motocicletas

Saúde[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com 6 estabelecimentos de saúde, sendo todos os 6 públicos.[11]

Transportes[editar | editar código-fonte]

O município é cortado pela PE-425. A população conta com o Aeroporto de Petrolina, estando a pouco mais de 290 km de distância.[12]

Cultura[editar | editar código-fonte]

É costume dos habitantes do município comemorar o dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Penha, com shows e eventos religiosos. Em seu folclore há ainda as manifestações pastoris e as quadrilhas apresentadas por grupos escolares em certas épocas do ano.[13]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Alguns dos pontos turísticos mais famosos do município são a Pedra do Gentil e a Mangueira do Brejo. O município tem serras de alto relevo que abrigam aldeias indígenas. Apesar de civilizados, os índios mantém a sua cultura. Do alto da Serra do Arapuã tem-se uma paisagem maravilhosa, com visão que alcança até o rio São Francisco.[13]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa da população 2015 » População estimada » Comparação entre os municípios: Pernambuco». Estimativa Populacional - 2015. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2015. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 15 de fevereiro de 2014 
  5. a b «Pernambuco » Carnaubeira da Penha » Produto Interno Bruto dos municípios - 2013». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dezembro de 2015 
  6. a b c d e f g h http://www.cprm.gov.br/rehi/atlas/pernambuco/relatorios/CDPE041.pdf
  7. http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=260392&search=pernambuco%7Ccarnaubeira-da-penha
  8. http://www.telelistas.net/pe/carnaubeira+da+penha
  9. http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/temas.php?lang=&codmun=260392&idtema=125&search=pernambuco%7Ccarnaubeira-da-penha%7Cproduto-interno-bruto-dos-municipios-2011
  10. http://www.educacao.pe.gov.br/portal/upload/galeria/4324/rel_escolas_gre_submediosaofrancisco.pdf
  11. http://www.uniregistro.com.br/cidades-do-brasil/pernambuco/carnaubeiradapenha/
  12. http://www.ferias.tur.br/informacoes/5212/carnaubeira-da-penha-pe.htmlhttp://www.ferias.tur.br/informacoes/5212/carnaubeira-da-penha-pe.html
  13. a b http://www.ferias.tur.br/informacoes/5212/carnaubeira-da-penha-pe.html
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.