Martim Francisco Ribeiro de Andrada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O conselheiro Martim Francisco

Martim Francisco Ribeiro de Andrada (Santos, 19 de abril de 1775 — Santos, 23 de fevereiro de 1844) foi um político brasileiro, presidente da Câmara dos Deputados e ministro da Fazenda do Império do Brasil.

Não foi tão célebre quanto seu irmão José Bonifácio de Andrada e Silva, mas foi figura de importância na política do Brasil. Graduado em Filosofia e Matemática pela Universidade de Coimbra em 27 de julho de 1798.

O conselheiro Martim Francisco (pai), como ficou conhecido, com seu outro irmão Antônio Carlos Ribeiro de Andrada Machado e Silva, dois anos mais velho que ele e também graduado em Filosofia em Coimbra, em 18 de junho de 1796, e José Bonifácio, formaram a grande trindade dos Andrada, com enorme importância política nos primeiros anos do Brasil livre.

Gabriela Frederica e seus filhos

Foi membro da Assembléia Constituinte em 1823 por São Paulo e pela mesma província deputado de 1836 a 1842, representou Minas Gerais na Câmara dos Deputados na legislatura de 1830 a 1833. Preso e exilado por ocasião da dissolução da Assembléia, asilou-se na França (Bordéus), retornou em 1829. Interessa constatar que, do projeto educacional de Martim Francisco surtiram efeitos práticos: a laicização da educação no Brasil.

Financista, foi ministro da Fazenda no Primeiro Império no chamado Gabinete dos Andradas (1822) e o primeiro-ministro da Fazenda do Segundo Império no "Gabinete da Maioridade" (1840). No ministério executou uma política econômica nacionalista e mostrou-se inimigo de empréstimos externos. Integrava o Conselho do Imperador. Dentre outras, deixou obras escritas sobre mineralogia, entre elas, Diário de uma Viagem Mineralógica pela Província de S. Paulo no Anno de 1805. [1] e uma memória sobre estatística.

Do casamento com sua sobrinha Gabriela Frederica (filha de José Bonifácio de Andrada e Silva), teve três filhos, José Bonifácio, o Moço, escritor e senador do Império do Brasil e ministro da Marinha do Brasil; Martim Francisco Ribeiro de Andrada, também conhecido como Martim Francisco filho ou II, deputado por São Paulo, ministro das Relações Exteriores (1866) e presidente da Câmara dos Deputados durante o Segundo Império (1882) e Antônio Carlos Ribeiro de Andrada, deputado por Minas Gerais à Câmara (1885) e senador estadual Constituinte (1891), falecido em Barbacena em 1893. Deste último descende o ramo mineiro dos Andradas.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ANDRADA, Martim Francisco Ribeiro de. Diário de uma Viagem Mineralógica pela Província de S. Paulo no Anno de 1805. Revista do IHGSP, Tomo IX, 1847, pp. 527–548.
  • SOUSA, Alberto, Os Andradas (3 vols.), Typographia Piratininga, São Paulo, 1922.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Caetano Pinto de Miranda Montenegro
Ministro da Fazenda do Brasil
18221823
Sucedido por
Manuel Jacinto Nogueira da Gama
Precedido por
José Antônio da Silva Maia
Ministro da Fazenda do Brasil
18401841
Sucedido por
Miguel Calmon du Pin e Almeida


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.