César Maluco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

César Augusto da Silva Lemos, mais conhecido como Cesar Maluco, (Niterói, 17 de maio de 1945) é um ex-futebolista brasileiro que jogava na posição de centroavante. É considerado um dos maiores jogadores da história da Sociedade Esportiva Palmeiras[1], com participação decisiva nas conquistas da época da chamada "Academia".

Biografia[editar | editar código-fonte]

César atuou pelo Palmeiras de 1967 a 1974, onde é considerado um dos grandes jogadores de futebol da história do Palmeiras e talvez o melhor centroavante da equipe palestrina ao lado de Evair. Marcou 180 gols pelo Palmeiras,se consagrando o segundo maior artilheiro do clube.

César marcou gols e arrumou confusões na mesma proporção. Espécie de Edmundo de sua época, aliou genialidade e intempestividade, fazendo amigos e críticos ferozes durante toda a sua carreira. Apelidado de "Maluco" devido a tais características, César realmente foi maluco: maluco por gols. E também deixou vários malucos, que tentaram, em vão, impedir suas brilhantes atuações. Atualmente, é o único jogador na história do Palmeiras a se tornar artilheiro de uma edição de Campeonato Brasileiro. No Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967 anotou 15 gols.

Clubes[editar | editar código-fonte]

  • Flamengo
  • Palmeiras
  • Corinthians
  • Santos
  • Fluminense
  • Botafogo SP

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Disputou treze partidas na Seleção Brasileira, inclusive no Mundial-74

Titulos[editar | editar código-fonte]

Palmeiras

Referências

  1. Felipe Zito e Sergio Gandolphi (13/08/2014). «Carioca e palmeirense: o amor "maluco" entre César e o Verdão». Globo Esporte.com. Consultado em 8 de abril de 2016. 
  • A Eterna Academia - Alberto Helena Júnior.
  • Almanaque do Palmeiras.
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.