Nambuangongo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nambuangongo
Dornier-do-27-nambuangongo-1962.jpg

Aeronave ligeira da Força Aérea Portuguesa, Dornier DO-27, junto à Igreja Católica da cidade (no final da pista que se pode ver na perpendicular) cuja matrícula parece ser 3427, que corresponde ao c/n 2125, no ano de 1962.
Província Bengo
Características geográficas
População 61.024 hab.

Projecto Angola  • Portal de Angola

Nambuangongo é um município da província do Bengo, em Angola, com sede na cidade de Muxaluando.

Em 2014, tinha 61.024 habitantes.[1] É limitado a norte pelo município de Ambuíla, a este pelo município de Quitexe, a sul pelo município dos Dembos e a oeste pelos municípios de Ambriz e Dande. Compõe-se das comunas de Cage, Canacassala, Gombe, Muxaluando, Quicunzo, Quixico e Zala.

Durante a Guerra de Independência de Angola, foi em território deste município que ocorreu um dos mais notáveis episódios do conflito, quando guerrilheiros da União das Populações de Angola (UPA; depois FNLA), em 15 de março de 1961, expulsaram os portugueses e ocuparam a comuna sede de Nambuangongo, declarando a localidade como capital do "Estado Livre de Angola", a primeira experiência de um território libertado angolano com autogoverno no século XX. A icônica capital Nambuangongo somente conseguiu ser reconquistada em 6 de agosto do mesmo ano, após longo esforço português, liderado por Armando Maçanita.[2]

Referências

  1. «Censo 2014 do INE de Angola». 2014. Consultado em 16 de Março de 2017. Arquivado do original em 11 de julho de 2017 
  2. Melo, João de (1988). Os Anos da guerra, 1961-1975: os portugueses em África - crónica, ficção e história. Lisboa: Publicações D. Quixote. ISBN 972-20-1481-1 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia de Angola, integrado ao projecto Angola, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.