Ambaca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde novembro de 2012).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Ambaca
Flag-map of Angola.svg
Província Cuanza-Norte
Características geográficas
Área 3 080 km²
População 123 000 hab.
Densidade 40 hab./km²

Projecto Angola  • Portal de Angola

Ambaca é um município da província do Cuanza Norte, em Angola. Tem sede na vila de Camabatela, fundada pelos portugueses em 1611.

Tem 3 080 km² e cerca de 82 mil habitantes. É limitado a Norte pelos municípios de Negage e Puri, a Este pelos municípios do Alto Cauale e Calandula, a Sul pelos municípios de Samba Caju e Quiculungo, e a Oeste pelos municípios de Bolongongo e Quitexe. É constituído por quatro comunas.


O Município de Ambaca, localiza-se a norte da Província do Kuanza-Norte, com uma extinção territorial de 3.080,km2 e uma densidade Populacional estimada em cerca de 70.500 mil habitantes, dista da sede Capital da Província a 193 Km e da Capital do País a 479 km. Geograficamente Ambaca limita-se a Norte com o Município de Negaje, a Sul com o Município de Samba – Caju, a este com o Município de Alto-Kauale actualmente conhecido como Kangola a Oeste com o rio Dange – Quitexe, a Sudeste com o Município Kalandula, a Sudoeste com o Município de Bolongongo. O Município de Ambaca com a cede em Camabatela Vulgarmente Mufongo é subdividido em 4 comunas, designadamente, Luinga, Tango, Maua e Bindo.

O município de Ambaca, é uma parcela do território do Kuanza Norte, fundado entre os anos de 1912 a 1920, concedida a categoria de conselho em 1934, em virtude de terem desenvolvido o seu potencial económico, que consistia na produção de Café, madeira, mandioca amendoim, e mais tarde na Pecuária.

O nome Ambaca é proveniente da região da Pamba-Real actual território do Município do Cazengo nas margens do Rio Lucala onde se encontrava a fortaleza do Mbaca. Depois de deste território ser retomado pelos Colonialistas Portugueses, Chefiado pelo Paulo Dias de Novais , na medida em que foram progredindo também levaram a considerarem toda Regiam como Ambaquistas , tendo nesta localidade hoje o município de Ambaca.

A sua sede Camabatela uma vila construída pelos portugueses, com um estilo arquitectónico europeu onde se destaca a igreja católica no centro da vila uma das mais bela de angola, Camabatela é vulgarmente conhecido como Mufongo, em virtude de em tempos passados existir uma árvore no centro do actual território ocupada pela vila uma árvore que dava frutos comestíveis com o nome de Mufongo que atraia todo e qualquer individua que frequentava esta área. Camabatela porque havia ao norte da vila um bairro com este nome e a escassos metros deste bairro existia um rio onde abundava muitas árvores espinhosas com folhas largas que servia de papel de embrulho para alimentos de forma a transportar, essa árvore chamada de Dibatela, por serem muitas na mesma mata, e quando os portugueses numa das suas passagens por estas áreas encontra os nativos a colherem estas folhas quando os portugueses saúda esta população e por não compreenderem a língua respondem a saudação dizendo Dibatela Ngana dai os colonos atribuírem a nome de Camabatela.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.