Lucapa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lucapa
Flag-map of Angola.svg
Província Lunda Norte
Características geográficas
População 85 000 hab.
Altitude 950 m
AO-Lucapa.png
Projecto Angola  • Portal de Angola

Lucapa é uma cidade e município da província da Lunda Norte, em Angola. Antiga capital da província (passou a ser Dundo). O município tem cerca de 85 mil habitantes, e é limitado a norte pelo município de Chitato, a leste pelo município de Cambulo, a sul pelo município de Saurimo, e a oeste pelos municípios de Lubalo e Cuílo. O município do Lucapa situa-se na zona Sudeste da província da Lunda Norte entre as cidades do Dundo (100 quilómetros) e Saurimo (150 quilómetros). Lucapa foi a primeira capital da Lunda Norte logo depois da divisão da província da Lunda em 1978 como Lunda Norte e Lunda Sul, substituída mais tarde pela cidade do Dundo por apresentar melhor aspecto arquitetónico, situada numa zona potencialmente rica em diamante nas bacias do rio Luachimo.[carece de fontes?]

O nome foi tirado do rio Luachimo ("Lu"), e Capa, de Chicapa, formando assim o nome Lucapa (segundo os aldeões). Situa-se numa zona planáltica com um relevo relativamente plano e um pouco ondulado a uma altitude média de 950 m. Seu clima é tropical de savana ou tropical húmido, apresentando uma estação chuvosa durante grande parte do ano com uma precipitação média de 1400 mm, com céu nublado e tempestades durante grande parte do dia. Nas suas manhãs, Lucapa apresenta outros tipos de precipitações como neblina, ou orvalho da madrugada. Sua estação é seca, que vai de Maio a Agosto.[carece de fontes?]

Lucapa possui três comunas: Calonda, Camissombo e Lucapa (sua sede). Grande parte dos jovens vivem essencialmente do garimpo de diamantes, os idosos e mulheres da agricultura. Apresenta uma fronteira no noroeste da província, com o município do Cuilo, situada perto da Lagoa Carumbo, uma lagoa intacta que apresenta lendas desde a sua formação até à atualidade, com uma fauna e flora únicas contendo muitas espécies tais como: palanca-vermelha, chacal-listrado, leão, leopardo, chita, pacaça, cabras-do-mato, javalis e muitos outras espécies. A zona está localizada entre a floresta guineo-congolesa e a savana do Zambeze.[carece de fontes?]

Há anos que Lucapa vem testemunhando um fluxo constante de migrantes vindos da vizinha República Democrática do Congo, mineiros que se deslocam para esta região para garimpar diamantes, atraídos pela falta de um mecanismo estrito de controle. Esta actividade têm-nos colocando em confronto com as autoridades angolanas, e parte das comunidades locais, que têm procurado atrair investimento comercial privado de larga escala na extracção de diamantes, resultando em milhares de migrantes sendo expulsos desde o início de Outubro de 2019.[1]

Referências

  1. «Curbing environmentally unsafe, irregular and disorderly migration». UN Environment (em inglês). Consultado em 9 de dezembro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia de Angola, integrado no Projecto Angola, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.