Luau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a cidade na província do Moxico, em Angola. Para outros significados, veja Luau (desambiguação). Para o político português, veja António Teixeira de Sousa.
Luau
Flag-map of Angola.svg
Província Moxico
Características geográficas
Área 3 839 km²
População 31 000 hab.
Densidade 8 hab./km²

Luau está localizado em: Angola
Luau
Localização de Luau em Angola
10° 44' 1" S 22° 10' 56" E{{{latG}}}° {{{latM}}}' {{{latS}}}" {{{latP}}} {{{lonG}}}° {{{lonM}}}' {{{lonS}}}
Projecto Angola  • Portal de Angola

Luau é uma cidade e município da província do Moxico, em Angola.

O município tem 3 839 km² e cerca de 31 mil habitantes.[1] É limitado a oeste e a norte pelo município de Muconda, a leste pela República Democrática do Congo, e a sul pelo município de Luacano.

O município é constituído apenas pela comuna-sede, correspondente à cidade de Luau.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1966 torna-se uma das bases principais do MPLA, onde passou por um episódio significativo do início da luta armada da UNITA, no ataque àquela cidade em dezembro de 1966. Mesmo com o ataque a cidade permaneceu sob controle do MPLA.[3].

Em 1975 a cidade deixou definitivamente de chamar-se "Vila Teixeira de Sousa", passando a deter o nome de Luau.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Este município é atravessado pelo Caminho de Ferro de Benguela que aqui chega ao seu termo em território angolano. Sua ligação final é com o Porto do Lobito, já na costa atlântica. Da cidade, prosseguindo pelo Caminho de Ferro de Benguela em direção ao leste, chega-se à ricas áreas de mineração da região de Catanga.

Por meio da rodovia EN-250/TAH 9 o município é ligado ao Luacano e à Luena, ao sul, e; à Dilolo (Congo-Quinxassa), ao leste. Já por meio da rodovia EN-240, chega-se à comuna de Cazaje, à oeste. A mesma EN-240 dá acesso à EN-190, que a liga até Saurimo.

Luau também é servida pelo Aeroporto General Sapilinha Sambalanga.

Referências

  1. http://www.xist.org/default1.aspx
  2. Comunas. Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado. 2018.
  3. «Nos Trilhos da Independência: 90 dias pelo Leste de Angola | BUALA». www.buala.org. Consultado em 30 de maio de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia de Angola, integrado no Projecto Angola, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.