Saurimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Saurimo
JARDIM CÍVICO.jpg

Província Lunda-Sul
Características geográficas
Área 24 900 km²
População 423 548[1] hab. (2014)
Densidade 4 hab./km²
AO-Saurimo.png
Saurimo está localizado em: Angola
Saurimo
Localização de Saurimo em Angola
9° 39' " S 20° 24' " E{{{latG}}}° {{{latM}}}' {{{latS}}}" {{{latP}}} {{{lonG}}}° {{{lonM}}}' {{{lonS}}}
Código postal 55
Projecto Angola  • Portal de Angola
Rotunda de Saurimo

Saurimo é uma cidade e município de Angola, sendo a capital da província de Lunda-Sul. Tem cerca de 199 mil habitantes

De 1923 até ao fim da administração portuguesa, o seu nome foi Vila Henrique de Carvalho, em homenagem a Henrique Augusto Dias de Carvalho, sendo o primeiro explorador da região da Lunda. Saurimo foi a capital de toda a Província da Lunda, que veio posteriormente a ser dividida entre Lunda Norte e Lunda Sul.

É limitado a Norte pelos municípios de Lucapa e Cambulo, a Este pela República Democrática do Congo, a Sul pelo município de Dala, e a Oeste pelos município de Cacolo e Lubalo. É constituído pelas comunas de Saurimo, Mona-Quimbundo e Sombo.

Centro da Igreja Católica (em Saurimo)
Jardim, no interior da cidade

Situado na região Centro-Leste de Angola, tem uma altitude de 1081 m ao nível do mar. Caracterizado por um clima tropical húmido de altitude do tipo Cwa e uma temperatura média anual de 22 graus Celsius. O município de Saurimo é essencialmente mineiro, com grande potencial no sector diamantífero, com a exploração em curso da mina de Katoca, região onde se encontra o quarto maior quimberlito do mundo localiza-se na fronteira com a província da Lunda-Norte, município do Lucapa. Com um regime de chuvas abundantes com uma precipitação média anual de 1350 mm, com grande incidência nos meses que vão de Setembro à Abril, apresentando um clima húmido e chovoso com manhãs cinzentas, tarde pouco nubladas ou geralmente nubladas e noites húmidas e amenas.A estação seca e fria vai de Maio à Agosto, apresentando ventos suaves(alísios secos) que sopra do interior do continente ou seja do Sudeste trazendo consigo massa de ar seco, que baixa a humidade relativa do ar até 25%, proporcionando manhãs e madrugadas frias e tardes quentes, secas e ensolaradas até ao final da estação seca quando começa a surgir as primeiras chuvas, em Setembro as temperaturas sobem bruscamente atigindo valores máximos de 38 graus Celsius que começa cair ligeiramente até os finais de Novembro. A população da cidade é constituida por muitos grupos etnolinguisticos, principalmente os Cokwe, Lunda e Luvale e pequenas minorias de Ovimbundu, Ambundu bem como de cidadãos estrangeiros, entre eles chineses, portugueses, congoleses, zimbabweanos e senegaleses.

A cidade também serve como centro comercial da zona Leste de Angola, com o mercado portão do Leste logo na entrada da cidade fazendo ligações entre Luanda a mais de 1000 km, Dundo 250 km, Luena 260 km e Malange 600km. A população vive essencialmente de agricultura, produção de carvão artesanal vegetal, pesca artesanal e alguma minoria trabalha no sector mineiro, a cidade sede tem poucas infra-estruturas e apresenta edifícios antigos construídos no período colonial e pouca qualidade de vida entre os cidadãos apesar da riqueza que apresenta a província, grande parte dos cidadãos vivem a baixo da linha da pobreza, a cidade tem crescido pouco ao longo dos anos com construções deficientes de algumas escolas, postos de saúde, alguns hotéis de caráter privado e uma pequena central térmica.[2]


Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Acampamento
  • Agostinho Neto
  • 11 de Novembro
  • Sassamba
  • Verde
  • Feira
  • Luavur
  • Santo António/ Sambuquila
  • Terra-Nova
  • Txizainga I
  • Txizainga II
  • Juventude
  • Candembe
  • Camitundo
  • Passa-bem
  • Manalto
  • Txicumina
  • Aldeia Missão
  • Fina

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.citypopulation.de/php/angola-admin.php?adm2id=1701
  2. Atlas geográfico, vol 1, Angola:report National, FNUAP
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.