Temporada de Fórmula 1 de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Current event marker.png
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo que ainda não ocorreu.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis.
Sports icon.png
Fórmula 1 de 2020
Anterior: 2019 Posterior: 2021

A temporada de Fórmula 1 de 2020 será a 71ª temporada do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA. O campeonato deve ser disputado em vários Grandes Prêmios realizados em diferentes países. Equipes e pilotos competirão para serem campeões mundiais de construtores e de pilotos, respectivamente.

Pilotos e equipes[editar | editar código-fonte]

Os seguintes pilotos e equipes estão atualmente sob contrato para participar do Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2020:

Equipe Construtor Chassi(s) Unidade de potência Pneu Pilotos
Nome do Piloto Sigla
Suíça Alfa Romeo Racing Alfa Romeo Racing-TBA TBA TBA P 7 Finlândia Kimi Räikkönen[1] RAI
TBA Flag of None.svg TBA
Itália Scuderia Ferrari Ferrari TBA Ferrari P 5 Alemanha Sebastian Vettel[2] VET
16 Mónaco Charles Leclerc[3] LEC
Estados Unidos Rich Energy Haas F1 Team[4] Haas-TBA TBA TBA P 20 Dinamarca Kevin Magnussen[5] MAG
TBA Flag of None.svg TBA
Reino Unido McLaren F1 Team McLaren-Renault TBA Renault[6] P 55 Espanha Carlos Sainz Jr.[7] SAI
TBA Flag of None.svg TBA
Alemanha Mercedes-AMG Petronas Motorsport[8] Mercedes TBA Mercedes P 44 Reino Unido Lewis Hamilton[9] HAM
TBA Flag of None.svg TBA
Reino Unido Racing Point F1 Team Racing Point-TBA TBA TBA P 18 Canadá Lance Stroll[10][11] STR
TBA Flag of None.svg TBA
Áustria Red Bull Racing Red Bull Racing-Honda TBA Honda P 33 Países Baixos Max Verstappen[12] VER
TBA Flag of None.svg TBA
França Renault F1 Team Renault TBA Renault P 3 Austrália Daniel Ricciardo[13] RIC
TBA Flag of None.svg TBA
Itália Red Bull Toro Rosso Honda Scuderia Toro Rosso-Honda TBA Honda[14] P TBA Flag of None.svg TBA
TBA Flag of None.svg TBA
Reino Unido Williams Racing Williams-TBA TBA TBA P 63 Reino Unido George Russell[15] RUS
TBA Flag of None.svg TBA

Calendário[editar | editar código-fonte]

Os seguintes dezessete Grandes Prêmios estão sob contrato para serem realizados como parte do calendário da temporada de 2020:

Grandes Prêmios sob contrato para 2020
Grande Prêmio Circuito Ref.
Grande Prêmio de Abu Dhabi Emirados Árabes Unidos Circuito de Yas Marina, Abu Dhabi [16]
Grande Prêmio da Austrália Austrália Circuito do Grande Prêmio de Melbourne, Melbourne [17]
Grande Prêmio da Áustria Áustria Red Bull Ring, Spielberg [18]
Circuito Urbano de Baku Azerbaijão Circuito Urbano de Baku, Baku [19]
Grande Prêmio do Bahrein Bahrein Circuito Internacional do Bahrein, Sakhir [20]
Grande Prêmio da Bélgica Bélgica Circuito de Spa-Francorchamps, Stavelot [21]
Grande Prêmio do Brasil Brasil Autódromo José Carlos Pace, São Paulo [22]
Grande Prêmio do Canadá Canadá Circuito Gilles Villeneuve, Montreal [23]
Grande Prêmio da China China Circuito Internacional de Xangai, Xangai [24]
Grande Prêmio da França França Circuito de Paul Ricard, Le Castellet [25]
Grande Prêmio da Hungria Hungria Hungaroring, Mogyoród [26]
Grande Prêmio do Japão Japão Curso Internacional de Corridas de Suzuka, Suzuka [27]
Grande Prêmio de Mônaco Mónaco Circuito de Mônaco, Monte Carlo [28]
Grande Prêmio da Rússia Rússia Autódromo de Sóchi, Sóchi [29]
Grande Prêmio de Singapura Singapura Circuito Urbano de Marina Bay, Singapura [30]
Grande Prêmio dos Estados Unidos Estados Unidos Circuito das Américas, Austin [31]
Grande Prêmio do Vietnã Vietname Circuito Urbano de Hanói, Hanói [32]
Grandes Prêmios sob contrato para 2019, mas não para 2020
Grande Prêmio Circuito Ref.
Grande Prêmio da Alemanha Alemanha Hockenheimring, Hockenheim [27]
Grande Prêmio da Grã-Bretanha Reino Unido Circuito de Silverstone, Silverstone [33]
Grande Prêmio da Itália Itália Autódromo Nacional de Monza, Monza [34]
Grande Prêmio do México México Autódromo Hermanos Rodríguez, Cidade do México [35]
Grande Prêmio da Espanha Espanha Circuito de Barcelona-Catalunha, Montmeló [36]

Expansão do calendário[editar | editar código-fonte]

Depois de comprar os direitos comerciais para o esporte da CVC Capital Partners em janeiro de 2017, a Liberty Media anunciou planos para expandir o calendário da Fórmula 1 usando um conceito que eles denominaram de "corridas de destino" e modelado no Grande Prêmio de Singapura. Sob o modelo de "corridas de destino", os Grandes Prêmios estariam estabelecidos nos principais destinos turísticos e integrariam as funções de corrida, entretenimento e sociais, com o objetivo de tornar o esporte mais acessível e atraente para um público mais amplo. Vários países e locais - incluindo o Autódromo Juan y Oscar Gálvez na Argentina e o Kymi Ring na Finlândia - anunciaram planos de concorrer a um Grande Prêmio.

  • O Grande Prêmio do Vietnã foi anunciado como a primeira nova corrida criada sob a administração da Liberty. A corrida teve uma data provisória de início em abril de 2020 e está planejada para ocorrer em um circuito de rua na capital Hanói.
  • As negociações para reviver o Grande Prêmio dos Países Baixos foram reveladas no final de 2018, com o Circuito de Zandvoort buscando uma data em maio de 2020. Os proprietários do TT Circuit Assen anunciaram planos para apresentar uma proposta separada se um acordo com Zandvoort cair, mas isso foi abandonado para ajudar a garantir o financiamento da proposta de Zandvoort.
  • As corridas nos circuitos de rua em Copenhague e Miami foram propostas, mas os planos foram abandonados em face da oposição local e do financiamento insuficiente.

A expansão planejada foi objeto de críticas feitas à Liberty Media pela FOPA (Formula One Promoters Association), uma organização que representa os promotores de corridas, como parte de uma crítica mais ampla à administração do esporte pela Liberty. Os promotores de corridas expressaram preocupação de que a Liberty Media estava priorizando novos Grandes Prêmios sem atender às necessidades dos eventos existentes - muitos dos quais ainda estavam sob contratos negociados com Bernie Ecclestone e a Formula One Management - e que os termos oferecidos aos eventos propostos equivaliam a corrida".

Referências

  1. Howard, Tom (11 de setembro de 2018). «Raikkonen to join Sauber after Ferrari exit». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  2. «Extension of agreement between Scuderia Ferrari and Sebastian Vettel». ferrari.com. Scuderia Ferrari. 26 de agosto de 2017. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  3. Coch, Mat (15 de setembro de 2018). «Leclerc a long term commitment for Ferrari». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  4. «Haas F1 muda de nome após anúncio de parceria com a Rich Energ». F1 Mania. 25 de outubro de 2018. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  5. Herrero, Daniel (28 de setembro de 2018). «Haas to take unchanged line-up into 2019». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  6. «McLaren Racing and Renault Sport Racing confirm partnership». mclaren.com. McLaren Honda. 15 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 
  7. «Sainz signs multi-year deal with McLaren». formula 1.com. Formula One World Championship. 16 de agosto de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  8. Morrison, Mac (23 de maio de 2014). «Mercedes F1 extends Petronas partnership for 10 years». autoweek.com (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  9. Herrero, Daniel (19 de julho de 2018). «Lewis Hamilton renews with Mercedes». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  10. «Force India confirma Lance Stroll e fecha oficialmente grid 2019». motorsport. 30 de novembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  11. «Em "contrato de longo prazo", Force India confirma Lance Stroll para a temporada de 2019». F1 Mania. 30 de novembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  12. Green, Jonathan (20 de outubro de 2017). «Max Verstappen signs new Red Bull contract to the end of 2020». skysportsf1.com. BSkyB. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  13. Coch, Mat (3 de agosto de 2018). «Renault announces Ricciardo for 2019». speedcafe.com. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  14. Straw, Edd (15 de setembro de 2017). «Toro Rosso announces 'multi-year' deal for Honda F1 engine supply». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  15. Collantine, Keith (12 de outubro de 2018). «George Russell handed F1 debut with Williams in 2019». racefans.net. Keith Collantine. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  16. Meenaghan, Gary (22 de novembro de 2014). «Etihad Airways on board with F1 until 2021 in new Abu Dhabi Grand Prix deal». The National. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  17. «Melbourne to host the Australian F1 Grand Prix until at least 2023». autosport.com. Motorsport Network. 12 de setembro de 2015. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  18. «Austrian Grand Prix set to return to F1 calendar in 2014». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  19. «Azerbaijan signs 10-year-contract for holding Formula-1». trend.az. Trend News Agency. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  20. Rencken, Dieter (25 de abril de 2018). «How Ecclestone's parting shot to Liberty added to their F1 calendar woes». Racefans.net. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  21. Bradley, Charles; Cleeren, Filip (15 de junho de 2018). «Belgian GP secures three-year F1 contract extension at Spa». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 16 de junho de 2018 
  22. «Brazil signs contract extension through 2022». f1times.co.uk. 10 de outubro de 2013. Consultado em 3 de dezembro de 2018. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2014 
  23. Keating, Steve (7 de junho de 2014). «Motor racing-Canadian GP organisers announce 10-year extension». reuters.com. Reuters. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  24. «Formula 1 to race on in China for a further three years». formula1.com. Formula One World Championship Ltd. 11 de novembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  25. Benson, Andrew (3 de dezembro de 2018). «French Grand Prix returns for 2018 after 10-year absence». BBC Sport. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  26. «Hungarian Grand Prix deal extended until 2021». GP Today. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  27. a b «Formula 1 announces draft 2019 season calendar». formula1.com. Formula One World Championship Limited. 31 de agosto de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  28. «Monaco Grand Prix extends F1 deal by 10 years». BBC Sport. BBC. 28 de julho de 2010. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  29. «Russia GP: Sochi race deal extended to 2025». bbc.co.uk. BBC. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de julho de 2018 
  30. van Leeuwen, Andrew. «Singapore Grand Prix to stay on Formula 1 calendar to at least 2021». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  31. «Formula One returns to the United States». formula1.com. Formula One Administration. 25 de maio de 2010. Consultado em 3 de dezembro de 2018. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2015 
  32. Herrero, Daniel (7 de novembro de 2018). «Vietnam secures 2020 Formula 1 berth». speedcafe.com]]. Speedcafe. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  33. Noble, Jonathan (7 de julho de 2018). «Liberty still targeting London for a grand prix». autosport.com. Motorsport Network. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  34. Benson, Andrew (2 de setembro de 2016). «Italian GP: Formula 1 secures Monza with three-year deal». BBC Sport. BBC. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  35. «Five-year Mexican Grand Prix deal signed: report». f1fanatic.co.uk. Keith Collantine. 22 de julho de 2014. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  36. «Barcelona extends Spanish GP contract until 2019». espn.com. ESPN Inc. Consultado em 3 de dezembro de 2018