BackTrack

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Backtrack)
Ir para: navegação, pesquisa
Backtrack  v  e 
Logotipo
Captura de tela
Backtrack 5
Desenvolvedor Max Moser, Mati Aharoni, Martin J. Muench e outros[1].
Arquiteturas arm x86 x86-64
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Lançado em 26 de maio de 2006 (10 anos)
Versão estável 5 R3 [2] / 12 de agosto de 2012; há 4 anos
Língua natural Multilíngue
Mercado-alvo Segurança
Família Ubuntu
Núcleo Linux
Método de atualização dpkg
Gerenciamento de pacotes APT
Interface Plasma (KDE), Fluxbox. GNOME
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Descontinuado (substituído pelo Kali Linux)
Website www.backtrack-linux.org
Posição no Distrowatch 29ª (em inglês, em espanhol, em francês, em alemão, em tcheco/checo, em japonês e em chinês).
Origem comum Suíça
Portal do Software Livre

BackTrack é um sistema operacional Linux baseado no Ubuntu[3]. É focado em testes de seguranças e testes de penetração (pen tests), muito apreciada por hackers e analistas de segurança, podendo ser iniciado diretamente pelo CD (sem necessidade de instalar em disco), mídia removível (pendrive), máquinas virtuais ou direto no disco rígido.[4] Em 22 de janeiro de 2013, a Offensive Security anunciou o fim do suporte para o BackTrack, sendo substituído pelo Kali Linux, baseado no Debian.[5]

História e descrição[editar | editar código-fonte]

Foi evoluído da combinação de duas distribuições bem difundidas - Whax e Auditor Security Collection. Juntando forças e substituindo essas distribuições, BackTrack ganhou uma popularidade massiva e foi eleito em 2006 como a Distribuição Live de Segurança número 1 em sua categoria, e 32º no geral, pela Insecure.org. Profissionais de segurança, assim como novatos, estão usando BackTrack como seu kit de ferramentas favorito pelo mundo todo.

BackTrack tem uma longa história e foi baseado em várias distribuições de Linux diferentes até agora ser baseado em uma distribuição Linux Slackware e os scripts do live CD correspondentes por Tomas M. (www.slax.org). Cada pacote, configuração de núcleo e script é otimizado para ser utilizado pelos testadores de penetração de segurança. Patches e automação têm sido adicionados, aplicados e desenvolvidos para oferecer um ambiente organizado e pronto para a viagem.

Após ter chegado em um procedimento de desenvolvimento estável durante os últimos lançamentos, e consolidando feedbacks e complementos, o time focou-se em dar suporte a mais dispositivos de hardware, e novos dispositivos, bem como oferecer mais flexibilidade e modularidade por meio da reestruturação de processos de construção e manutenção. Com a atual versão, a maioria das aplicações são construídas como módulos individuais que ajudam a acelerar os lançamentos de manutenção e correções.

Por Metasploit ser uma das ferramentas-chave para a maioria dos analistas, ele é estreitamente integrado no BackTrack e ambos os projetos colaboram juntos para sempre providenciar uma implementação detalhada do Metasploit dentro das imagens do CD-Rom do BackTrack ou nas futuras imagens de virtualização mantidas e distribuições da remote-exploit.org (como aplicações de imagens VMWare).

Ser superior e fácil de usar é a chave para um bom Live-CD de segurança. Pega-se coisas um passo adiante e alinha o BackTrack às metodologias de teste de penetração e frameworks de avaliação (ISSAF e OSSTMM). Isso irá ajudar nossos usuários profissionais durante seus pesadelos de relatório diário.

Atualmente BackTrack consiste de mais de 300 ferramentas diferentes e atualizadas, que são logicamente estruturadas de acordo com o fluxo de trabalho de profissionais de segurança. Essa estrutura permite até novatos encontrar as ferramentas relacionadas a uma tarefa específica para ser cumprida. Novas tecnologias e técnicas de teste são combinadas no BackTrack o mais rápido possível para mantê-lo actualizado.

Nenhuma plataforma de análise comercial ou livremente disponível oferece um nível equivalente de usabilidade com configuração automática e foco em testes de penetração.

Versões disponibilizadas[editar | editar código-fonte]

Data Versão
26 de Maio de 2006 BackTrack 1.0 Final.
13 de Outubro de 2006 BackTrack 2 Public Beta 1.
19 de Novembro de 2006 BackTrack 2 Public Beta 2.
6 de Março de 2007 BackTrack 2 Final.
14 de Dezembro de 2007 BackTrack 3 Beta.[6]
19 de Junho de 2008 BackTrack 3 Final.
11 de Fevereiro de 2009 BackTrack 4 Beta Pre Release. (Baseado no Debian)
19 de Junho de 2009 BackTrack 4 Pre Release.[7]
11 de Janeiro de 2010 BackTrack 4 Final Release.[8]
10 de Maio de 2011 BackTrack 5 Final Release.[9]
10 de Agosto de 2011 BackTrack 5 Release 1[10]
01 de Março de 2012 BackTrack 5 R2 Released[11]
13 de Agosto de 2012 BackTrack 5 R3 Released[12]

Lista de Ferramentas do BackTrack[13][editar | editar código-fonte]

Coleta de Informações[editar | editar código-fonte]

  • Ass
  • DMitry
  • DNS-Ptr
  • dnswalk
  • dns-bruteforce
  • dnsenum
  • dnsmap
  • DNSPredict
  • Finger Google
  • Firewalk
  • Goog Mail Enum
  • Google-search
  • Googrape
  • Gooscan
  • Host
  • Itrace
  • Netenum
  • Netmask
  • Pirana
  • Protos
  • QGoogle
  • Relay Scanner
  • SMTP-Vrfy
  • TCtrace

Mapeamento de Rede[editar | editar código-fonte]

  • Amap 5.2
  • Ass
  • Autoscan 0.99_R1
  • Fping
  • Hping
  • IKE-Scan
  • IKEProbe
  • Netdiscover
  • Nmap
  • NmapFE
  • P0f
  • PSK-Crack
  • Ping
  • Protos
  • Scanrand
  • SinFP
  • Umit
  • UnicornScan
  • UnicornScan pgsql 0.4.6e module version 1.03
  • XProbe2

PBNJ 2.04[editar | editar código-fonte]

  • OutputPBNJ
  • ScanPBNJ
  • Genlist

Identificação de vulnerabilidade[editar | editar código-fonte]

  • Absinthe
  • Bed
  • CIRT Fuzzer
  • Checkpwd
  • Cisco Auditing Tool
  • Cisco Enable Bruteforcer
  • Cisco Global Exploiter
  • Cisco OCS Mass Scanner
  • Cisco Scanner
  • Cisco Torch
  • Curl
  • Fuzzer 1.2
  • GFI LanGuard 2.0
  • GetSids
  • HTTP PUT
  • Halberd
  • Httprint
  • Httprint GUI
  • ISR-Form
  • Jbrofuzz
  • List-Urls
  • Lynx
  • Merge Router Config
  • Metacoretex
  • Metoscan
  • Mezcal
  • Mibble MIB Browser
  • Mistress
  • Nikto
  • OAT
  • Onesixtyone
  • OpenSSL-Scanner
  • Paros Proxy
  • Peach
  • RPCDump
  • RevHosts
  • SMB Bruteforcer
  • SMB Client
  • SMB Serverscan
  • SMB-NAT
  • SMBdumpusers
  • SMBgetserverinfo
  • SNMP Scanner
  • SNMP Walk
  • SQL Inject
  • SQL Scanner
  • SQLLibf
  • SQLbrute
  • Sidguess
  • Smb4K
  • Snmpcheck
  • Snmp Enum
  • Spike
  • Stompy
  • SuperScan
  • TNScmd
  • Taof
  • VNC_bypauth
  • Wapiti
  • Yersinia
  • sqlanlz
  • sqldict
  • sqldumplogins
  • sqlquery
  • sqlupload

Penetração[editar | editar código-fonte]

  • Framework3-MsfC
  • Framework3-MsfUpdate
  • Framework3-Msfcli
  • Framework3-Msfweb
  • Init Pgsql (autopwn)
  • Milw0rm Archive
  • MsfCli
  • MsfConsole
  • MsfUpdate
  • OpenSSL-To-Open
  • Update Milw0rm

Escalação de Privilégio[editar | editar código-fonte]

  • Ascend attacker
  • CDP Spoofer
  • Cisco Enable Bruteforcer
  • Crunch Dictgen
  • DHCPX Flooder
  • DNSspoof
  • Driftnet
  • Dsniff
  • Etherape
  • EtterCap
  • File2Cable
  • HSRP Spoofer
  • Hash Collision
  • Httpcapture
  • Hydra
  • Hydra GTK
  • ICMP Redirect
  • ICMPush
  • IGRP Spoofer
  • IRDP Responder
  • IRDP Spoofer
  • John the Ripper
  • Lodowep
  • Mailsnarf
  • Medusa
  • Msgsnarf
  • Nemesis Spoofer
  • NetSed
  • Netenum
  • Netmask
  • Ntop
  • PHoss
  • PackETH
  • Rcrack
  • SIPdump
  • SMB Sniffer
  • Sing
  • TFTP-Brute
  • THC PPTP
  • TcPick
  • URLsnarf
  • VNCrack
  • WebCrack
  • Wireshark
  • Wireshark Wifi
  • WyD
  • XSpy
  • chntpw

Mantendo Acesso[editar | editar código-fonte]

  • 3proxy
  • Backdoors
  • Matahari
  • CryptCat
  • HttpTunnel Client
  • HttpTunnel Server
  • ICMPTX
  • Iodine
  • NSTX
  • Privoxy
  • ProxyTunnel
  • Rinetd
  • TinyProxy
  • sbd
  • socat

Cobrindo Rastros[editar | editar código-fonte]

  • Housekeeping

Análise de Rede de Rádio[editar | editar código-fonte]

802.11[editar | editar código-fonte]

  • AFrag
  • ASLeap
  • Air Crack
  • Air Decap
  • Air Replay
  • Airmon Script
  • Airpwn
  • AirSnarf
  • Airodump
  • Airoscript
  • Airsnort
  • CowPatty
  • FakeAP
  • GenKeys
  • Genpmk
  • Hotspotter
  • Karma
  • Kismet
  • Load IPW3945
  • Load acx100568
  • MDK2sss
  • MDK2 for Broadcom
  • MacChangerss
  • Unload Driversss
  • Wep_cracks
  • Wep_decrypts
  • WifiTaps
  • Wicrawls
  • Wlassistants

Bluetooth[editar | editar código-fonte]

  • Bluebugger
  • Blueprint
  • Bluesnarfer
  • Btscanner
  • Carwhisperer
  • CuteCom
  • Ghettotooth
  • HCIDump
  • Ussp-Push

Análise VOIP & Telefonia[editar | editar código-fonte]

  • PcapSipDump
  • PcapToSip_RTP
  • SIPSak
  • SIPcrack
  • SIPdump
  • SIPp
  • Smap

Forense Digital[editar | editar código-fonte]

  • Allin1
  • Autopsy
  • DCFLDD
  • DD_Rescue
  • Foremost
  • Magicrescue
  • Mboxgrep
  • Memfetch
  • Memfetch Find
  • Pasco
  • Rootkithunter
  • Sleuthkit
  • Vinetto

Engenharia Reversa[editar | editar código-fonte]

  • GDB GNU Debugger
  • GDB Console GUI
  • GDB Server
  • GNU DDD
  • Hexdump
  • Hexedit
  • OllyDBG

Serviços[editar | editar código-fonte]

  • SNORT

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Livro não oficial lançado em 14 de abril 2011:

Livro não oficial no idioma português lançado em 05 de Fevereiro de 2013:

Referências

  1. a b «Desenvolvedores.» (em inglês). 
  2. «Download Backtrack» (em inglês). 
  3. «BackTrack Linux - Penetration Testing Distribution». www.backtrack-linux.org. Consultado em 2016-01-28. 
  4. «How To de como Customizar ou Instalar.» (em inglês). 
  5. «Kali Linux Has Been Released!» (em inglês). 12 de março de 2013. Consultado em 12 de fevereiro de 2015. 
  6. «Anúncio BackTrack 3 Beta.» (em inglês). 
  7. «Anúncio BackTrack 4 Pre Release.» (em inglês). 
  8. «Anúncio BackTrack 4 Final Release.» (em inglês). 
  9. «Anúncio BackTrack 5 Final Release.» (em inglês). 
  10. «Anúncio BackTrack 5 Release 1» (em inglês). 
  11. «Anúncio BackTrack 5 R2 Released» (em inglês). 
  12. «Anúncio BackTrack 5 R3 Released» (em inglês). 
  13. «Lista das ferramentas.» (em inglês). 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre BackTrack