Mobutu Sese Seko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Joseph Mobutu)
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde janeiro de 2013). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde fevereiro de 2008)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Mobutu Sese Seko Nkuku Ngbendu wa Za Banga
Mobutu Sese Seko durante visita aos Estados Unidos em 1983
Presidente do Zaire Zaire
Mandato 24 de novembro de 1965 - 16 de maio de 1997
Antecessor(a) Joseph Kasa-Vubu
Sucessor(a) Laurent-Désiré Kabila
Vida
Nascimento 14 de outubro de 1930
Ligala, Congo Belga
Morte 7 de julho de 1997 (66 anos)
Rabat, Marrocos
Dados pessoais
Primeira-dama Marie-Antoinette Mobutu
Partido Mouvement Populaire de la Revolution - MPR
Profissão militar e político
O antigo palácio de Mobutu Sese Seko em Gbadolite.

Mobutu Sese Seko Nkuku Ngbendu wa Za Banga GColIH (Lisala, Congo Belga, 14 de Outubro de 1930 - Rabat, Marrocos, 7 de Setembro de 1997). O seu nome significa em português: O Todo Poderoso Guerreiro que, Por Sua Força e Inabalável Vontade de Vencer, Vai de Conquista em Conquista, Deixando Fogo em Seu Rastro. Seu nome de batismo era Joseph-Desiré Mobutu. Foi o presidente do Zaire (atual República Democrática do Congo) entre 1965 e 1997. Com uma imagem marcada pelo uso de um barrete de pele de leopardo e uma bengala, fica para a história contemporânea de África como um dos mais poderosos governantes do continente.

Mobutu alistou-se em 1949 no exército, como sargento da Força Pública congolesa. Envolveu-se na luta pela independência, que foi conseguida em 1960, exercendo então o cargo de secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros.

Afastou-se depois da política, mas não da actividade militar, esfera em que foi consolidando a sua influência até que ela se tornou um incontornável poder de facto no país. Decidiu-se por uma iniciativa militar, em 1965, que afastou o presidente e o primeiro-ministro, declarando-se Mobutu seu herdeiro espiritual. Dissolveu a Assembleia Nacional e assumiu a titularidade de todos os poderes (Legislativo, Executivo e Judicial), em regime de partido único, de tal forma que o seu nome se veio a confundir com o próprio Estado.

Mobutu Sese Seko e Richard Nixon em Washington D.C., 1973.

Perante a comunidade internacional, alegou ser o único garante da unidade de um país multiétnico e, apesar da sua política ditatorial, foi apoiado pelos países ocidentais, que não queriam ver instalado um regime comunista em tão importante região africana. Em 1971, Mobutu mudou o nome do país e do importante rio internacional, ambos Congo, para Zaire.

Mobutu governava um dos países mais ricos do continente (entre outras potencialidades económicas, merece destaque a exploração de metais e pedras preciosas), mas o seu povo vivia cada vez mais abaixo do limiar da pobreza. A dívida externa chegava a atingir os 12 bilhões de dólares. Em simultâneo, a fortuna pessoal de Mobutu, quase toda no estrangeiro, subia para índices estimados hoje em cerca de 7 bilhões de dólares. O presidente concentrava nas suas mãos uma grande parte do Produto Nacional Bruto do país.

A 12 de Dezembro de 1984 foi agraciado com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique.

Em 1997 o regime de Mobutu chegou ao fim. Após 32 anos no poder, o "Grande Leopardo" (como era por vezes apelidado) viu-se obrigado a abandonar o país, deixando o poder a Laurent-Désiré Kabila, que durante muitos anos lhe vinha movendo uma luta de guerrilha. Morreu de câncer de próstata no exílio em Rabat, Marrocos, em Setembro de 1997.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Mobutu Sese Seko

Referências[editar | editar código-fonte]

  • (em francês) A 24 de novembro de 1965, o exército toma o poder, Thilombo Munyengayi, Le Potentiel, edição nº 3589 de 25 de novembro de 2005.
  • (em inglês) Na corte de Mobutu, book review, New African, novembro de 1997.
Precedido por
Joseph Kasa-Vubu
Presidente do Zaire
1965 - 1997
Sucedido por
Laurent-Désiré Kabila
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.