Naruto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Naruto: Shippuuden)
Ir para: navegação, pesquisa
Naruto
NARUTO-ナルト
Capa do primeiro volume do mangá.
Gênero Shōnen, Ação, aventura, Ninjas
Mangá
Autor Masashi Kishimoto
Editora(s) Japão Shueisha
Editora(s)
lusófonas(s)
Brasil Panini Brasil
Revista Weekly Shōnen Jump
Data de publicação 21 de setembro de 1999 – 10 de novembro de 2014
Volumes 71 (Lista de Volumes)
Anime
'Naruto'
Direção Hayato Date
Estúdio Studio Pierrot
Exibição original 3 de outubro de 2002 –
8 de fevereiro de 2007
Emissoras de TV Japão Animax
Japão TV Tokyo
Emissoras lusófonas Brasil SBT
Brasil Cartoon Network Brasil
Portugal SIC Radical
Portugal SIC
Portugal Animax
Portugal SIC K
Nº de episódios 220 (Lista de episódios)
Anime
Naruto Shippuden
Direção Hayato Date
Estúdio Studio Pierrot
Exibição original 15 de fevereiro de 2007 –
ainda em exibição
Emissoras de TV Japão Animax
Japão TV Tokyo
Emissoras lusófonas Portugal SIC K
Portugal SIC Radical
Nº de episódios 381 (em andamento) (Lista)
Filmes
Naruto

Naruto Shippuden

OVAs
Naruto

  • Ache o Trevo de Quatro Folhas Vermelho
  • Batalha na Cachoeira Eu Sou o Heroi
  • Batalhem Finalmente Jounin contra Genin
  • A Grande Gincana da Vila da Folha
  • The Cross Road
  • O Gênio e os Três Desejos!

OVAs
Shippuuden

  • Shippuu Konoha Gakuen Den
  • Naruto x UT: Sage Naruto vs Sasuke
  • Madara x Hashirama
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Naruto (ナルト?) é uma série de animê e mangá criada por Masashi Kishimoto e serializada na revista semanal Weekly Shōnen Jump desde 1999. Recebeu adaptação para animê em 2002, produzida pelo Studio Pierrot e exibida pela TV Tokyo, seguida de Naruto Shippuden em fevereiro de 2007, correspondente à segunda parte do mangá. A trama gira em torno de Naruto Uzumaki, um jovem ninja que constantemente procura por reconhecimento e tem o sonho de se tornar um Hokage, o líder máximo e mais poderoso de sua vila.

Sinopse

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Naruto Uzumaki é um menino que vive em Konohagakure no Sato ou simplesmente Konoha ou Vila Oculta da Folha, a vila ninja do País do Fogo. Quando ainda bebê, Naruto teve aprisionada em seu corpo a Kyuubi no Youko por Minato Namikaze (quarto Hokage, e seu pai), com a finalidade de salvar a Vila da Folha. Desde então, Naruto é visto por muitas pessoas como um monstro, não só pelos familiares das pessoas mortas pela Kyuubi, mas também por pessoas que não toleram suas brincadeiras, já que o mesmo é extremamente hiperativo, incompreendido e solitário. Naruto sonha em se tornar o Hokage de sua vila, um ninja poderoso e respeitado, para assim poder ser reconhecido por todos.

Ele entra na academia ninja, onde sofre com as notas baixas, mas é ajudado por seu professor, Iruka Umino, que posteriormente se torna seu amigo. Consegue finalmente se tornar Gennin, e a partir daí passa a ser ensinado por um Jounin, Kakashi Hatake, e forma uma equipe com Sasuke Uchiha (que no começo são rivais) e Sakura Haruno, sua grande paixão.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção e recepção

Produção

O autor da série, Masashi Kishimoto, primeiro autorizou o one-shot de Naruto em agosto de 1997 na revista Akamaru Jump.[1] [2] O Naruto original tinha uma temática significante de amizade e confiança. No início da história, nem Naruto e nem Kuroda confiavam em ninguém, mas no final os dois se tornam amigos e passam a confiar um no outro. Apesar dos bons resultados na pesquisa com leitores depois do lançamento, Kishimoto pensou: "a arte está ruim e a história uma bagunça!". Kishimoto também revelou que ele estava originalmente trabalhando no mangá Karakuri para o Hop Step Award quando, insatisfeito com as mudanças da história, decidiu trabalhar em algo diferente, o que o levou a criar Naruto.

Quando estava a criar a história de Naruto, Kishimoto olhou para outros mangás do estilo shonen para influenciar o seu trabalho, apesar dele tentar tornar seus personagens serem únicos o máximo possível.[3] A separação dos personagens em diferentes times teve a intenção de dar a cada grupo um sabor especial. Kishimoto queria que cada membro fosse "extremo", tendo uma grande quantidade de aptidão em um atributo mas não tendo talento em outro.[4]

A inserção dos vilões na história foi principalmente para agir como contra-partes para os valores morais dos personagens. Kishimoto admitiu que esse foco em ilustrar as diferenças de valores nos vilões foi tão importante na hora da criação dos vilões que "Eu não pensei realmente como eles seriam em combate".[5] Quando desenhava os personagens, Kishimoto seguiu um processo de cinco partes que ele seguia continuamente: "concept and rough sketch, drafting, inking, shading, and coloring". Esses passos foram usados quando ele desenhou o mangá atual e fez as ilustrações coloridas dos tankobon, as capas da Weekly Shonen Jump, e outras mídias, mas as ferramentas que ele usava mudavam ocasionalmente.[6] Por exemplo, ele usou um "airbrush" em uma ilustração para uma capa da Weekly Shonen Jump, mas decidiu não usar mais para desenhos futuros por causa da grande quantidade de correções que era necessário.[7]

Kishimoto também falou que precisa definir algumas regras para ele poder criar a história mais facilmente. Kishimoto queria representar a tradição do zodíaco chinês, que tem uma grande presença no Japão, assim criando os símbolos com as mãos usados para fazer os jutsus. Quando Kishimoto estava criando o cenário da série ele inicialmente se concentrou em fazer o design da Vila da Folha, o ambiente inicial da série.

Kishimoto falou que o design da Vila da Folha foi criado "bem espontaneamente sem muitas reflexões", apesar dele admitir que o cenário é baseado na sua casa na Prefeitura de Okayama no Japão. Sem ter um período de tempo específico, Kishimoto incluiu elementos modernos na série como lhe convinha, mas especificamente excluindo as armas projéteis e os veículos. Para o material de referência, Kishimoto fez sua própria pesquisa na cultura japonesa - e as incluiu em seu trabalho.[8] Quanto a tecnologia, Kishimoto falou que Naruto não teria armas de fogo. Ele disse que talvez incluisse automóveis, aviões, e computadores com pouco poder de processamento.[9] Ainda confirmou em uma outra entrevista que pensa no último capítulo da série dando um grande desfecho para a trama.[10]

Recepção

Naruto tem sido bem recebido tanto no Japão como nos Estados Unidos. Até o final de 2012, Naruto vendeu cerca de 131.280.000 de exemplares apenas no Japão, se tornando o quarto mangá mais vendido na história da Shonen Jump. [11] A série de mangá Naruto se tornou uma das séries de maior sucesso da Viz,[12] tendo quase 10% das vendas de todos os mangás de 2006.[13] O sétimo volume lançado pela Viz se tornou o primeiro mangá a ganhar o Quill Awards quando este ganhou o prêmio pelo "Best Graphic Novel" em 2006.[13] O mangá também apareceu na USA Today Booklist com o volume onze tendo o título de melhor série de mangá, até ser ultrapassado pelo volume vinte e oito, que conquistou a 17ª posição na primeira semana de lançamento em março de 2008.[14] [15] [16] O volume vinte e oito também é um dos volumes com o melhor lançamento de todos os mangás há anos, e atualmente é o título de mangá mais vendido de 2008.[17] Em abril de 2007, o volume catorze ganhou o prêmio da Viz de "Manga Trade Paperback of the Year".[18]

Mangá

Naruto foi lançado na revista da Shueisha, Weekly Shonen Jump em 1999.[19] Os primeiros 238 capítulos são conhecidos como "parte 1", e constituem a primeira parte da história de Naruto. Os capítulos 239 a 244 são uma série gaiden focalizando o histórico do personagem Kakashi Hatake. Todos os capítulos subsequentes pertencem a "parte 2", que continua a história, se passando três anos depois. O mangá também lançou algumas histórias extras, se focando no personagem Rock Lee, até agora com dois capítulos.

Também a adaptação para inglês do mangá Naruto é licenciado pela Vize publica na versão que ha própria Viz faz na revista Shonen Jump.Para poder compensar a diferença de lançamento entre inglês e japonês, a Viz anunciou a campanha "Naruto Nation", seriam lançados três volumes por mês assim ficaria nos últimos quatro meses de 2007.[20] Cammie Allen, gerente de produtos da Viz, comentou que "Nosso maior motivo (para acelerar o calendário) é alcançar o calendário de lançamentos do Japão para dar aos nossos leitores uma experiência similar aos dos leitores japoneses".[20] [21]

Até maio de 2008, 42 tankobon foram lançados pela Shueisha no Japão, sendo os primeiros vinte e sete pertencendo a "parte 1", e os outros quinze a "parte 2". O primeiro tankobon foi lançado em 3 de março de 2000.[22] e o tankōbon 44 lançado em 4 de Novembro de 2008.[23] Além disso, quatro tankobon, cada um contendo um animangá baseado em um dos quatro primeiros filmes de Naruto foram lançados pela Shueisha.[24] [24] [25] [26] A empresa Viz também já lançou trinta volumes da adaptação em inglês do mangá.[27] Além disso, Viz Media lançou todos os vinte e sete volumes em um "box", assim constituindo toda a "parte 1" da história de Naruto em 13 de novembro de 2007.[28]

No Brasil

No Brasil, Naruto é publicado pela editora italiana Panini Comics desde maio de 2007,[29] vendido nas bancas ou por assinatura.[30] A "parte 1" do mangá foi finalizada em julho de 2009, com todos os 27 volumes. E a "parte 2" iniciada no mês seguinte, em agosto. Após o sucesso de Naruto a Panini lança uma nova versão do mangá; Naruto Pocket, originalmente uma reedição do mangá Naruto no formato original dos tankobons (11,4 cm x 17,7 cm, formato A dos livros de bolso),[31] publicação essa anunciada para junho de 2009.[32] A primeira aparição nacional de Naruto Pocket foi em um comercial que estorou no ar no Cartoon Network em abril de 2010, um mês antes da primeira edição do mangá. O comercial dizia a facilidade da versão pocket e o bônus da primeira edição com um pôster da série. A edição brasileira do mangá, assim como vários outros títulos, é publicada no tradicional formatinho brasileiro (13,5 cm x 21 cm).[31] [33] .

Anime

Naruto

Naruto Logo.jpg

A adaptação para anime de Naruto contou com 220 episódios exibidos semanalmente entre 3 de outubro de 2002 e 8 de fevereiro de 2007 pela TV Tokyo, finalizando com nove temporadas, correspondente a primeira parte do mangá (ou Parte I). No Brasil, a série estreou em 1 de janeiro de 2007 pelo Cartoon Network, na edição norte-americana da licenciadora VIZ Media. Meses depois a série começou a ser exibida pelo SBT em 2 de julho de 2007. Foi exibida pelo Cartoon Network durante quatro anos, encerrando em 18 de abril de 2011.[34]

Temas de abertura e encerramento
Aberturas Encerramentos
Música Tema Episódios Música Tema Episódios
1
"Rocks"
(por Hound Dog)
1-25
1
"Wind"
(por Akeboshi)
1-25
2
"Haruka Kanata"
(por Asian Kung-Fu Generation)
26-53
2
"Harmonia"
(por Rythem)
26-51
3
"Kanashimi wo Yasashisa ni"
(por Little by Little)
54-77
3
"Viva Rock"
(por Orange Range)
52-64
4
"Alive"
(por Raiko)
65-77
4
"GO!"
(por Flow)
78-102
5
"Ima Made Nando Mo"
(por The Mass Missile)
78-89
6
"Ryūsei"
(por Tia)
90-103
5
"Seishun Kyōsōkyoku"
(por Sambomaster)
103-128
7
"Mountain a Gogo Two"
(por Captain Stridum)
104-115
8
"Hajimete Kimi to Shabetta"
(por GagagaSP)
116-128
6
"No Boy, No Cry"
(por Stance Punks)
129-153
9
"Nakushita Kotoba"
(por No Regret Life)
129-141
10
"Speed"
(por Analog Fish)
141-153
7
"Namikaze Satellite"
(por Snorkel)
154-178
11
"Soba ni iru Kara"
(por Amadori)
154-165
12
"Parade"
(por Chaba)
166-178
8
"Re:member"
(por Flow)
179-202
13
"Yellow Moon"
(por Akeboshi)
179-191
14
"Pinocchio"
(por Ore Ska Band)
192-202
9
"Yura Yura"
(por Hearts Grow)
203-220
15
"Scenario"
(por Saboten)
203-220

Naruto Shippuden

A segunda parte do mangá (ou Parte II) também ganhou adaptação para anime, porém com o título de Naruto Shippuden, exibido desde 15 de fevereiro de 2007 pela TV Tokyo e posteriormente pelo Animax. Nos Estados Unidos, a série começou a ser exibida em 28 de outubro de 2009 pelo Disney XD, com os primeiros quatro episódios, lutando pela audiência com o Cartoon Network.[35] Desde Janeiro de 2014, nos Estados Unidos, o Adult Swim exibe o anime com dublagem em inglês e sem cortes, através do bloco semanal Toonami, exibido nos sábados.[36]

Temas de abertura e encerramento
Aberturas Encerramentos
Música Tema Episódios Música Tema Episódios
1
"Hero's Come Back!!"
(por Nobodyknows+)
1-30
1
"Nagareboshi"
(por HOME MADE Kazoku)
1-18
2
"Mitch: to You All"
(por Aluuto)
19-30
2
"Distance"
(por Long Shot Party)
31-53
3
"Kimi Monogatari"
(por Little by Little)
31-41
4
"Mezamero! Yasei"
(por MATCHY with QUESTION?)
42-53
3
"Blue Bird"
(por Ikimono Gakari)
54-77
5
"Sunao na Niji"
(por Surface)
54-63
6
"Broken Youth"
(por Nico Touches the Walls)
64-77
4
"Closer"
(por Joe Inoue)
78-102
7
"Long Kiss Good Bye"
(por HALCALI)
78-90
8
"Bacchikoi!!"
(por Dev Parade)
91-102
5
"Hotaru no Hikari"
(por Ikimono Gakari)
103-128
9
"Shinkokyuu"
(por Super Beaver)
103-115
10
"My Answer"
(por Seamo)
116-128
6
"Sign"
(por Flow)
129-153
11
"Omae Dattanda"
(por Kishidan)
129-141
12
"For You"
(por Azu)
142-153
7
"Toumei Datta Sekai"
(por Motohiro Hata)
154-179
13
"Jitensha"
(por Ore Ska Band)
154-166
14
"Utakata Hanabi"
(por Supercell)
167-179
8
"Diver"
(por Nico Touches the Walls)
180-205
15
"U' Can do It"
(por Domino)
180-192
16
"Mayonaka no Orchestra"
(por Aqua Timez)
193-205
9
"Lovers"
(por 7!! Seven Oops)
206-230
17
"Freedom"
(por HOME MADE Kazoku)
206-218
18
"Yokubou o Sakebe!!"
(por Okamoto's)
219-230
10
"Newsong"
(por Tacica)
231-256
19
"Place to Try"
(por TOTALFAT)
231-242
20
"By My Side"
(por HEMENWAY)
243-256
11
"Totsugeki Rock"
(por THE CRO-MAGNONS)
257-281
21
"Cascade"
(por UNLIMITS)
257-268
22
"Kono Koe Karashite"
(por AISHA Feat. CHENON)
269-281
12
"Moshimo"
(por Daisuke)
282-306
23
"Mother"
(por MUCC)
282-295
24
"Sayonara Memory"
(por 7!! Seven Oops)
296-306
13
"Niwaka Ame Nimo Makezu"
(por Nico Touches the Walls)
307-332
25
"I Can Hear"
(por DISH//)
307-319
26
"Yume o Kakaite ~Hajimari no Kurisurodo~"
(por Rake)
320-332
14
"Tsuki no Ōkisa"
(por Nogizaka46)
333-356
27
"Black Night Town"
(por Akihisa Kondou)
333-343
28
"Niji"
(por Shinkū Horō)
344-356
15
"Guren"
(por DOES)
357-379
29
"FLAME"
(por DISH//)
357-366
30
"Never Change feat.Lyu:Lyu"
(por SHUN)
367-379
16
"Silhouette"
(por DISH)
380-
31
"Damedame"
(por Tomita Shiori)
380-393
32
"Spinning World"
(por Diana Garnet)
394-

Filmes

O primeiro filme, Naruto: Innocent Heart, Demonic Blood, é baseado no primeiro arco da série e lançada em 16 de Dezembro de 2002 no Japão e 21 de Novembro de 2006 na América do Norte.[37] [38]

O segundo filme, Missão: Proteja a Aldeia da Cachoeira! é baseado no segundo OVA do anime, e foi publicada no Japão em 15 de Dezembro de 2003 e nos Estados Unidos em 16 de Outubro de 2007.[39] [40]

Outros

Rock Lee no Seishun Full-Power Ninden

Rock Lee no Seishun Full-Power Ninden (ロック・リーの青春フルパワー忍伝, Rokku Rī no Seishun Furupawā Ninden?, lit. "Rock Lee e as Peripércias Ninjas de uma Juventude Poderosa") é uma série spin-off de Naruto em SD criada por Kenji Taira, focando Rock Lee como personagem principal. Começou como um mangá publicado pela editora Shueisha na revista Saikyō Jump,[41] e posteriormente, deu origem à um anime exibido na TV Tokyo.[42]

Jogos eletrônicos

Os jogos eletrônicos de Naruto foram lançados para diversos consoles da Nintendo, Sony e Microsoft. A maior parte deles são jogos de luta em que o jogador pode controlar um dos personagens da franquia e enfrentar os restantes. O primeiro jogo de Naruto foi Naruto: Konoha Ninpōchō, lançado no Japão em 2003 para o console portátil WonderSwan Color. Os primeiros jogos lançados fora do Japão foram Naruto: Gekitou Ninja Taisen e Naruto: Saikyou Ninja Daikesshu, lançados no ocidente como Naruto: Clash of Ninja e Naruto: Ninja Council.

Jogo de cartas colecionáveis

Publicado pela Bandai, o Naruto Collectible Card Game é um jogo de cartas colecionáveis baseado na série. O jogo foi lançado em 2006 e depois de um tempo lançado em vários países. No Brasil o jogo já foi vendido por meio de pacotes individuais e álbuns de figurinhas. Além disso também foram lançados tazos especiais pela empresa Elma Chips em seus produtos com a marca de uma shuriken em 2008.

Artbooks e Databooks

Foram lançados vários suplementos para a série Naruto.

Um artbook chamado Art of Naruto: Uzumaki contém ilustrações da Parte 1 do mangá e foi lançado no Japão e nos Estados Unidos.[43] Para a Parte 2 do mangá foi lançado o artbook PAINT JUMP: Art of Naruto pela Shueisha no dia 4 de Abril de 2008[44]

Uma série de Guidebooks foram lançadas. Para a Parte 1 foram lançados no Japão os DataBooks Primeiro Data Book Oficial (秘伝・臨の書キャラクターオフィシャルデータBOOK, Hiden: Rin no Sho Character Official Data Book?)[45] e Segundo Data Book Oficial (秘伝・闘の書キャラクターオフィシャルデータBOOK, Hiden: Tō no Sho Kyarakuta Ofisharu data?).[46] Esses livros contém os perfis dos personagens e guia de Jutsu. Para a Parte 2 da série foi lançado o Terceiro DataBook.

Para o anime, uma série de Guidebooks chamada Naruto anime profiles foi lançada. Esses livros contém informações sobre a produção dos episódios do anime e explicações para o design dos personagens.[47]

Referências

  1. Revista American Shonen Jump, dezembro de 1991 • vol. 5, número 12, página 56.
  2. SJ Runs Yu-Gi-Oh's End, Slam Dunk's Debut, Naruto's Origin Anime News Network (11 de Maio de 1991). Visitado em 21 de novembro de 1991.
  3. Kishimoto Masashi, Uzumaki: the Art of Naruto, 2007, Viz Media, página 138, ISBN 1-4215-1407-9
  4. Kishimoto Masashi, Uzumaki: the Art of Naruto, 2007, Viz Media, página 141, ISBN 1-4215-1407-9
  5. Kishimoto Masashi, Uzumaki: the Art of Naruto, 2007, Viz Media, página 142, ISBN 1-4215-1407-9
  6. Kishimoto Masashi, Uzumaki: the Art of Naruto, 2007, Viz Media, página 112-114, ISBN 1-4215-1407-9
  7. Kishimoto Masashi, Uzumaki: the Art of Naruto, 2007, Viz Media, página 118, ISBN 1-4215-1407-9
  8. Kishimoto Masashi, Uzumaki: the Art of Naruto, 2007, Viz Media, página 145, ISBN 1-4215-1407-9
  9. Shonen Jump#33 Volume 3 Número 9, Setembro de 2005, Página 8, Viz Media
  10. USA Shonen Jump, Maio de 2006, Viz Media
  11. The Rise and Fall of Weekly Shōnen Jump: A Look at the Circulation of Weekly Jump Comi Press (6 de Março de 2007). Visitado em 21 de novembro de 2008.
  12. USA Today's Top 150 Best Seller list features Viz Media's Shonen Jump's Naruto manga at number 29 Viz Media (7 de Março de 2006). Visitado em 21 de novembro de 2008.
  13. a b Naruto Nabs Quill Award ICv2 (12 de Outubro de 2006). Visitado em 21 de novembro de 2008.
  14. A Quiet Week for Manga on Booklist Anime News Network. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  15. Naruto 11 Breaks Booklist Record Anime News Network. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  16. USA Today Booklist, March 3–9: Highest-Ranking Naruto Anime News Network. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  17. BookScan's Top 20 Graphic Novels for March icv2. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  18. Viz Wins Two 2007 Gem Manga Awards from Diamond Anime News Network (7 de Abril de 2008). Visitado em 21 de novembro de 2008.
  19. Masashi Kishimoto Viz Media. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  20. a b Alverson, Brigid (1 de Maio de 2007). Viz Speeds Up Naruto Releases - 5/1/2007 - Publishers Weekly Publishers Weekly. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  21. A NEW GENERATION, A NEW DESTINY Viz Media (17 de Novembro de 2008). Visitado em 21 de novembro de 2008.
  22. NARUTO 1 Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  23. NARUTO 44 Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  24. a b NARUTO―ナルト― s-book.com. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  25. 劇場版NARUTO―ナルト― s-book.com. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  26. 劇場版NARUTO―ナルト―疾風伝― ゲキジョウバンナルト Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  27. VIZ Media. products Viz Media. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  28. Fall 2007 Naruto Box Set, Volumes 1-27 (Naruto) Amazon.com. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  29. Naruto #1 Universo HQ. Visitado em 01/06/2010.
  30. Panini lança assinatura do mangá Naruto Universo HQ (21/05/07). Visitado em 01/06/2010.
  31. a b Naruto Pocket Panini Comics (17/05/2010). Visitado em 01/06/2010.
  32. LANÇAMENTOS DE MAIO DE 2010 Universo HQ. Visitado em 01/06/2010.
  33. Exóticos quadrinhos orientais Omelete (29 de Novembro de 2000). Visitado em 01/06/2010.
  34. Naruto finaliza nesta segunda no Cartoon Network ANMTV (15 de abril de 2011). Visitado em 6 de agosto de 2011.
  35. Disney XD x Cartoon Network: Naruto Shippuuden hoje ANMTV (28 de outubro de 2009). Visitado em 6 de agosto de 2011.
  36. Título não preenchido, favor adicionar Anime News Network (03 de janeiro de 2014). Visitado em 19 de maio de 2014.
  37. Viz Media - products. Naruto: Innocent Heart, Demonic Blood (Novel) Viz Media. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  38. NARUTO―ナルト―白の童子、血風の鬼人 Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  39. Viz Media - products. Naruto: Mission: Protect the Waterfall Village! (Novel) Viz Media. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  40. NARUTO―ナルト―滝隠れの死闘 オレが英雄だってばよ Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  41. Rock Lee no Seishun Full-Power Ninden - Vol. 1 (em japonês)
  42. Naruto’s Rock Lee Spin-off TV anime slated for april 2012 (em inglês)
  43. The Art of Naruto: Uzumaki Viz Media. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  44. PAINT JUMP Art of NARUTO-ナルト- ペイント ジャンプ Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  45. NARUTO―ナルト―[秘伝・臨の書] Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  46. NARUTO―ナルト―[秘伝・闘の書] Shueisha. Visitado em 21 de novembro de 2008.
  47. Viz Media - products. Naruto: Anime Profiles Viz Media. Visitado em 21 de novembro de 2008.

Ligações externas

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons