Pião (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Banda desenhada.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde janeiro de 2012.

Pião (DC Comics)
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por DC Comics
Primeira aparição The Flash Vol. 1 # 122
Criado por John Broome e Carmine Infantino
Características do personagem
Alter ego Roscoe Neyle Dillon
Afiliações Galeria de Vilões
Base de operações Central City, Keystone City
Causa Células do cérebro destrúidas, com congelamento pelo Capitão Frio
Codinomes conhecidos Thomas O'Neyle
Habilidades Andar girando como um pião, atacar com ondas cerebrais.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

O Pião é um vilão de ficcional da editora de gibis DC Comics. O nome real do vilão é Roscoe Dillon, quando jovem, Dillon era fascinado por piões. Quando cresceu ele adotou o uniforme listrado do Pião em que ele se tornou. Como disse o Flash Wally West, "O Pião tentou ficar famoso com um uniforme listrado ridículo…" (The Flash # 222 / LJA # 45 no Brasil). Os poderes do vilão era: - ele podia girar em grandes velocidades como um pião. Na estréia o Pião montou e criou um pião gigante que funcionava como uma granada-gigante explosiva. E como ele disse, "se não deixar eu o Pião ser o soberano da Terra eu explodirei toda a metade do mundo. Um dos outros poderes dele era poder criar poderes mentais em que hipnotizavam o rival (Dillon é um vilão das histórias do Flash). E mais um dos poderes dele era com os poderes mentais fazer com quem quisesse, ele podia girar o rival ou coisa do gênero. Mas em LJA # 45 (The Flash # 222), ao Roscoe ter trazido os vilões - Murmúrio, Saqueador, Viga e Poço de Piche, o Pião foi congelado pelo Capitão Frio e quebrado no meio com a uma batida com a pistola de gelo do Capitão.

Roscoe Dillon[editar | editar código-fonte]

Roscoe era um homem viciado em piões, durante sua vida passou anos tentando criar algo com eles. Mas até que um dia ele se tornou um criminoso que usou uma roupa listrada de amarelo com um símbolo de um pião no peito e uma roupa verde. Roscoe Neyle Dillon criou um pião atômico que poderia destruir a terra. Mas foi impedido pelo seu inimigo, nosso herói The Flash. Um dia Roscoe se juntou a Galeria de Vilões que era controlada pelo Capitão Frio, e já tinhas os membros conhecidos, como Capitão Bumerangue, Mestre dos Espelhos, Mago do Tempo e Onda Térmica. O Pião falava demais sobre que sempre seria o melhor, o mais esperto, que era um gênio. Com aqueles poderes que andar em círculos como um pião, ele saiu por Central City, mas uma vez foi impedido pelo Flash, quando tentou usar seus poderes de mente sobre a matéria para matar o velocista, mas o Flash controlou a mente do Pião e forçou ele a se suicidar com seu poder. Roscoe faleceu e a Galeria perdeu um valioso membro.

Thomas O'Neil[editar | editar código-fonte]

Thomas O'Neil era o senador de Central City, até que ele foi transformado pelo espírito de Roscoe em um monstro, até ser transformado novamente em humano, ele se tornou o segundo Pião. Usando uma roupa igual a de Roscoe, mas com luvas e um pião preto ao invés de um amarelo desenhado, uma máscara verde ao invés de preta, ele tinha os mesmos poderes que o Pião original. Um dia ele já foi encontrado em uma fábrica por Zatanna e Wally West, o terceiro Flash. Até que ai em diante, Thomas O'Neil foi consumido pelo verdadeiro Pião e transformado novamente em Roscoe Dillon que logo participou do tempo da morte do Capitão Bumerangue. Daí em diante, ele entrou novamente para a Galeria, mas morreu quando trocou as mentes dos vilões e foi congelado e quebrado pelo Capitão Frio.

Ver também[editar | editar código-fonte]