Whip (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Whip ou The Whip
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por DC Comics
Primeira aparição Rodney Gaynor: Flash Comics #1 (1940)
Johnny Lash: Crack Western #70 (anos 1950)
Shelly Gaynor: Seven Soldiers # 0 (2005),
Características do personagem
Alter ego Primeiro (século XIX):Fernando Suarez
Segundo (faroeste):Johnny Lash
Terceiro (Era de Ouro): Rodney Gaynor
Quarto:Shelly Gaynor (2005)
Afiliações "All-Star Squadron (Comando Invencível)" (Era de Ouro)
"Sete Soldados" (2005)
Codinomes conhecidos "El Castigo" (Fernando Suarez); Vingador (RGE, Brasil) (Johnny Lash)
Habilidades habilidade com o chicote
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Whip (cuja tradução literal em português é "Chicote") é o codinome original em inglês de vários e diferentes personagens de história em quadrinhos da DC Comics. Quatro deles são super-heróis. O terceiro (Rodney Gaynor) apareceu pela primeira vez em 1940 na revista americana Flash Comics #1 do super-herói conhecido no Brasil como Joel Ciclone. O quarto Whip (Shelly Gaynor) apareceu em 2005 e foi criado por Grant Morrison. O quinto foi lançado em 2011, tendo sido criado por Fabian Nicieza.

O primeiro (Fernando Suarez (El Castigo)) e terceiro Whip (Rodney Gaynor) são considerados personagens inspirados no Zorro.

Fernando Suarez (El Castigo)[editar | editar código-fonte]

O primeiro Whip é Don Fernando Suarez. Nos anos de 1840, no México, Fernando foi o protetor mascarado dos pobres de um vilarejo mexicano. Seu nome local era El Castigo, traduzido para o inglês como The Whip.

Johnny Lash[editar | editar código-fonte]

O segundo Whip não tinha relação com Don Fernando, aparecendo como um herói mascarado do faroeste. Seu nome real era Johnny Lash e surgiu na revista Crack Western #70, publicada pela Quality Comics. O personagem se tornou notório no Brasil ao ter uma aventura publicada na revista número um do Cavaleiro Negro, lançada em setembro de 1952 pela RGE [1] . Nessa ocasião seu nome foi traduzido para "Vingador" e a sua identidade secreta teve o nome mudado para Johnny Lasse, por razões desconhecidas [2] .

Rodney Gaynor[editar | editar código-fonte]

Durante uma viagem aos Estados Unidos, Rodrigo "Rodney" Elwood Gaynor (um descendente de Don Fernando Suarez, o primeiro Whip) ficou perturbado ao ver as injustiças que o povo de um pequeno povoado mexicano estava a sofrer. Ao descobrir sobre seu ancestral e a dupla identidade dele de "El Castigo", Rodney decidiu reviver o personagem e passou a lutar como um super-herói contra os inescrupulosos barões de terras, montado em seu cavalo King. Rodney se encontrou algumas vezes com outro herói do faroeste contemporâneo, o Vigilante (Greg Saunders), e se tornou membro do All-Star Squadron.

Shelly Gaynor[editar | editar código-fonte]

Shelly Gaynor, neta de Rod Gaynor, trabalhava como colunista do Daily Recorder, um jornal bem conhecido. Shelly realizou um estudo independente dos heróis do faroeste, chamados por ela de Super Cowboys. O primeiro livro dela foi "Body Thunder: How I Turned My Body Into A Living Weapon To Beat The 21st Century Blues". Assim como fizera seu avô, Shelly acabou por reviver "the Whip".

A primeira aventura foi em Seven Soldiers #0, quando se tornou um dos seis heróis contatados por Greg Saunders para serem uma nova versão do grupo da Era de Ouro dos quadrinhos "Sete Soldados da Vitória". Shelly dormiu com seu companheiro "I, Spyder" e foi assassinada juntamente com os outros pelos Sheeda, um povo alienígena que procurava e destruia civilizações mas sempre deixavam sobreviventes para a caçada continuar [3] .

Assassina[editar | editar código-fonte]

Outra mulher Whip, presumidamente sem ligação com as versões anteriores, foi membro da Liga dos Assassinos e lutou contra Azrael (Michael Lane) e Robin Vermelho em vários momentos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]