Jon Hamm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jon Hamm
Hamm nos Jogos Olímpicos de Vancouver
em fevereiro de 2010.
Nome completo Jonathan Daniel Hamm
Nascimento 10 de março de 1971 (43 anos)
St. Louis, Missouri,
 Estados Unidos
Ocupação Ator
Produtor de televisão
Diretor
Prêmios Globo de Ouro
Melhor Ator – Série Dramática
2007 - Mad Men
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Elenco em Série Dramática
2009 - Mad Men
2010 - Mad Men
IMDb: (inglês)

Jonathan Daniel "Jon" Hamm (St. Louis, 10 de março de 1971) é um ator, diretor e produtor de televisão norte-americano cujos trabalhos estão primariamente na televisão. Durante a primeira metade da década de 1990, Hamm viveu em Los Angeles como um ator aparecendo em pequenos papéis em várias séries de televisão, incluindo Providence, The Division, What About Brian e Related. Em 2000, ele estreou no cinema com o filme de aventura especial de Clint Eastwood, Space Cowboys. No ano seguinte, Hamm apareceu na comédia independente Kissing Jessica Stein em um papel pequeno.

Hamm ganhou grande reconhecimento ao interpretar o publicitário Don Draper na série dramática da AMC Mad Men, que estreou em julho de 2007. A interpretação de Hamm lhe deu o Golden Globe Award de Melhor Ator – Série Dramática em 2008. Além de seu trabalho em Mad Men, ele apareceu no filme de ficção científica The Day the Earth Stood Still e teve seu primeiro papel principal no thriller Stolen. Hamm apareceu em papéis coadjuvantes nos filmes The Town, Sucker Punch e Bridesmaids.

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Hamm nasceu no dia 10 de março de 1971 em St. Louis, Missouri, filho de Deborah, uma secretária, e Daniel Hamm,[1] [2] [3] administrador de uma companhia de caminhões.[4] Seus pais se divorciaram quando Hamm tinha dois anos de idade, e ele passou a viver com sua mãe em Creve Coeur, Missouri,[2] até que ela foi diagnosticada com câncer estomacal terminal quando ele tinha 10 anos.[5] Hamm então foi morar com seu pai,[3] porém após alguns anos ele ficou doente e morreu quando Hamm tinha 20 anos. Professores e pais de amigos atuaram como figuras paternas.[3]

Jon Hamm Atuar era divertido, mas meu avô sempre dizia, 'Nunca é tarde para se tornar um engenheiro'. Você deveria ter um trabalho de 'verdade' e atuar nos fins de semana ou na escola. Jon Hamm

 — As visões iniciais de Hamm acerca da atuação.[6]

Hamm cursou a escola particular John Burroughs School em Ladue, Missouri, onde ele foi membro das equipes de futebol americano, basquete e natação,[3] namorando a futura atriz Sarah Clarke.[7] Seu primeiro papel como ator foi o de Ursinho Puff na primeira série;[8] aos 16, ele foi escalado como Judas em Godspell,[9] gostando da experiência, apesar dele não ter levado a atuação a sério. Depois de se formar em 1989, Hamm entrou na Universidade do Texas em Austin[10] após a morte de seu pai. Ele voltou para casa para cursar a Universidade do Missouri.[10] Nela, ele respondeu a um anúncio de uma companhia de teatro procurando pessoas para uma produção de A Midsummer Night's Dream; depois de fazer um teste, ele foi contratado.[3] Outros papéis se seguiram, como Leon Czolgosz em Assassins.[4]

Depois de se formar em 1993 com um Bacharelado de Artes em Inglês,[11] Hamm retornou para sua escola para ensinar atuação a alunos da oitava série como uma forma de agradecimento pelo apoio da escola durante seus anos adolescentes.[2] [3] [12] Uma de suas alunas era a atriz Ellie Kemper.[13]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Primeiros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Hamm conhece o ator Paul Rudd há muitos anos,[7] [14] e visitou Hollywood para vê-lo em 1992. Não querendo ficar em uma "carreira normal", Hamm se mudou para Los Angeles permanentemente em 1995[15] com um carro e US$ 150.[7] Ele foi morar em uma casa com outros quatro atores aspirantes, começando a trabalhar como garçom enquanto participava de testes para papéis.[3]

Jon Hamm Se você não tinha a aparência de 18 anos, você não trabalhava. E eu não tinha a aparência de 18 quando eu tinha 18. Eu sempre parecia 10 anos mais velho do que eu era ... então eu estava, tipo, fazendo testes para ser os pais. Aos 25. Jon Hamm

 — Hamm sobre as dificuldades em encontrar trabalho como ator jovem.[15] [16]

Encontrar trabalhos como ator era difícil apesar da representação da agência William Morris Endeavor,[17] porque, diferentemente de outros atores na sua idade, ele não conseguia ser escalado em papéis orientados para os jovens em produções como Dawson's Creek devido a sua aparência mais velha.[7] Em 1998, não tendo conseguido arranjar nenhum trabalho de atuação em três anos,[1] a William Morris o dispensou. Hamm continuou a trabalhar como garçom,[3] e brevemente como desenhista de produção em um filme pornográfico de soft core.[16] Depois de falhar repetidas vezes em conseguir papéis promissores, ele estabeleceu seu aniversário de 30 anos como uma data limite para fazer sucesso em Hollywood,[9] observando que:

Ou você engole isso e encontra outro agente, ou vai para casa e diz que você tentou, mas que é o final de tudo. A última coisa que eu queria ser aqui era um desses atores que tem 45 anos de idade, com uma tênue de sua própria realidade, e não trabalhando muito. Então eu me dei cinco anos. Eu disse, 'Se eu não conseguir emplacar até os 30 anos, estou no lugar errado'. E no minuto que eu disse isso, foi como se eu começasse a trabalhar imediatamente.[3]

Em 2000, Hamm conseguiu o papel do romântico bombeiro Burt Ridley na série dramática da NBC Providence.[18] [19] Seu contrato de um episódio cresceu para 19,[2] [8] e fez com que ele deixasse o emprego de garçom.[7] [17] Hamm fez sua estreia no cinema com um papel de uma fala na aventura especial de Clint Eastwood Space Cowboys (2000);[18] [20] papéis mais substanciais se seguiram com a comédia independente Kissing Jessica Stein (2001)[21] e o filme de guerra We Were Soldiers (2002),[18] durante as filmagens do qual ele completou 30 anos.[9] Sua carreira foi ainda mais reforçada quando ele interpretou o papel recorrente do inspetor de polícia Nate Basso na série de televisão da Lifetime The Division entre 2002 e 2004.[18] [19] Outros papéis menores se seguiram nas séries What About Brian, CSI: Miami, Related, NUMB3RS, The Unit e The Sarah Silverman Program.[18] [19]

Reconhecimento mundial[editar | editar código-fonte]

Hamm recebeu seu grande papel em 2007 quando ele foi escolhido dentre 80 candidatos[16] para interpretar Don Draper, protagonista da série de drama da AMC Mad Men. Na série, que se passa no ficcional agência de publicidade na década de 1960, ele interpreta um cortês executivo de publicidade com um passado obscuro.[22] Hamm lembra, "Eu li o roteiro de Mad Men e eu amei. [...] Nunca pensei que ele iriam me escolher—quero dizer, achei que eles iriam com um dos cinco caras que se pareciam comigo mas eram estrelas de cinema",[14] e que um ator com um "histórico de sucessos" provavelmente seria o escolhido se outra emissora tivesse o programa.[15] Ele passou por vários testes, e em cada vez teve de explicar para os diretores de elenco o quê ele poderia trazer para a personagem, se recebesse o papel.[3] Alan Taylor, diretor do piloto, e Matthew Weiner, criador da série, acharam que Hamm era bonito de mais para o papel, porém decidiram que "era uma escolha de elenco perfeita para o homem perfeito do papel"; Weiner também viu que o ator não tinha sido criado por seus pais, similar a história de Draper.[1] [23]

Hamm em novembro de 2008.

Hamm usou lembranças de seu pai para interpretar Draper,[3] [4] um figura bem vestida e influente nos negócios e na sociedade,[8] porém que escondia um grande turbilhão interior[1] e que enfrentava mudanças no mundo além de seu controle.[4] Mad Men estreou no dia 19 de julho de 2007, com uma audiência aproximada de 1.4 milhões de espectadores.[24] O programa rapidamente desenvolveu um público leal, e Hamm recebeu boas críticas. Robert Bianco do USA Today elogiou muito Hamm, dizendo que sua interpretação de Don Draper foi um "desempenho estelar".[25] Matthew Gilbert, escrevendo para o The Boston Globe, o chamou de um "protagonista brilhante".[26] Por seu trabalho em Mad Men, ele venceu o Golden Globe Award na categoria de Melhor Ator – Série Dramática em 2008.[27] Também em 2008, ele foi indicado para o Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Ator em Série Dramática e ao Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática.[28] Em 2009, Hamm foi indicado novamente ao Golden Globe e ao Screen Actors Guild nas mesmas categorias,[27] [29] além de outra indicação ao Emmy de Melhor Ator.[30] Em 2010, Hamm recebeu sua terceira indicação ao Golden Globe.[27] [31]

O próximo papel no cinema de Hamm veio em 2008 no filme de ficção científica The Day the Earth Stood Still, um remake do filme de mesmo nome de 1951.[32] Apesar do filme ter recebido críticas negativas,[33] ele foi um sucesso de bilheteria, arrecando mais de US$ 230 milhões mundialmente.[34] Ele foi o apresentador do sexto episódio da trigésima quarta temporada de Saturday Night Live em 25 de outubro de 2008;[35] ele interpretou vários papéis, incluindo o de Don Draper em dois sketches.[36] Ele retornou para apresentar o programa novamente em 30 de janeiro e em 30 de outubro de 2010.[37] [38] Em 2009, Hamm apareceu como ator convidado em três episódios da série cômica da NBC 30 Rock como Drew Baird, um médico que é o vizinho e interesse amoroso da protagonista Liz Lemon.[39] Por essas performances, ele recebeu uma indicação ao Primetime Emmy na categoria de Melhor Ator Convidado em Série Cômica.[40]

Os projetos cinematográficos de Hamm após 2009 incluíam o independente Stolen, seu primeiro papel como protagonista, em que ele interpretava um homem tentando desvendar as circunstâncias ao redor do sequestro de seu filho.[41] [42] Frank Scheck, do The Hollywood Reporter, afirmou que o filme nunca entregou o que prometia e disse que Hamm foi incapaz de fazer muito com seu "papel subescrito".[43] Hamm fez uma ponta vocal no filme de animação Shrek Forever After, lançado em maio de 2010, como um líder ogro chamado Brogan.[44] Ele aparece como um agente do FBI no filme The Town, dirigido por Ben Affleck;[45] depois de receber "por volta de 40 roteiros se passando nos anos 60, ou que me tinham interpretando um cara de publicidade", Hamm ficou contente pelo filme ter lhe oferecido um papel que era "o oposto de Don Draper".[46] O filme recebeu críticas positivas,[47] e arrecadou mais de US$ 150 milhões mundialmente.[48] Sua próximo papel foi o do advogado Jake Ehrlich no drama independente Howl, baseado no poema de mesmo nome de 1956 escrito por Allen Ginsberg.[49] Em 12 de dezembro de 2010, Hamm fez uma aparição especial como um supervisor do FBI na série de animação da Fox The Simpsons.[50] Retornando ao cinema, ele apareceu no filme de ação de Zack Snyder de 2011 Sucker Punch, interpretando dois papéis.[51] Em 2012, Hamm estrelou e produziu o filme independente Friends With Kids, dirigido por sua parceira Jennifer Westfeldt, que se centra em um grupo de amigos cujas vidas são mudadas quando os casais do grupo começam a ter filhos.[52]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Hamm com Westfeldt no Primetime Emmy Award de 2008.

Desde 1997, Hamm está em uma relação de longa duração com a atriz e roteirista Jennifer Westfeldt.[5] Eles têm casas em Los Angeles e no Upper West Side em Nova Iorque.[5] [21] Em uma entrevista discutindo sua relação com Westfeldt, Hamm disse: "Podemos não ter um pedaço de papel que diz que somos marido e mulher, porém depois de 10 anos, Jennifer é mais do que apenas uma namorada. O que temos é muito mais profundo e ambos sabemos disso. Para mim, pessoas [devem] se casar quando estão prontas para terem filhos, que eu não estou descartando".[53] Hamm, junto com Westfeldt, apareceu em campanhas publicitárias relacionadas a Gap.[54] Em abril de 2009, Hamm e Westfeldt formaram sua própria companhia de produção, a Points West Pictures.[55] [56] Eles são defensores do resgate de animais e adotaram seu próprio cachorro, chamado de Cora, da Much Love Animal Shelter na Califórnia.[57]

Apesar de seu papel de Don Draper o obrigar a fumar, Hamm parou de fumar cigarros aos 24 anos de idade.[58] [59] Ele revelou em uma entrevista que nas gravações ele, e os outros atores, não fumam cigarros de verdade, mas cigarros de hervas que não contém tabaco nem nicotina.[59] [60] Hamm desenvolveu vitiligo, que ele adquiriu devido ao estresse diário de filmar Mad Men.[61]

Internacionalmente visto como um símbolo sexual, Hamm foi eleito um dos homem mas sexy do mundo em 2007 pela Salon.com,[62] e foi eleito como um dos mais sexy pela revista People no ano seguinte.[63] Hamm também venceu o prêmio Homem Internacional da GQ em setembro de 2010.[64] Em novembro de 2008, a Entertainment Weekly o elegeu como um dos Artistas do Ano.[65] Ele entrou mais uma vez na lista de Artistas do Ano da revista em 2010.[66] Hamm também é um ávido jogador de golfe e tênis.[67] Ele é um fã devoto do St. Louis Blues, time da National Hockey League (NHL), até aparecendo em dois comerciais de televisão da equipe.[68] Ele também é um fã do St. Louis Cardinals, time da Major League Baseball (MLB),[69] tendo narrado o filme oficial da vitória dos Cardinals na World Series de 2011.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Programa Papel Notas
2000 Providence Burt Ridley
The Trouble with Normal Jackson
The Hughleys Buzz Episódio: "Lies My Valentine Told Me"
2001 Early Bird Special Policial Episódio: "Pilot"
2002 The Division Inspetor Nate Basso
Gilmore Girls Peyton Sanders Episódio: "Eight O'Clock at the Oasis"
2005 CSI: Miami Dr. Brent Kessler Episódio: "Three-Way"
Episódio: "Payback"
Point Pleasant Dr. George Forrester Episódio: "Who's Your Daddy"
Episódio: "The Lonely Hunter"
Charmed Jack Brody Episódio: "Ordinary Witches"
2006 The Unit Wilson James
What About Brian Richard Povich
NUMB3RS Richard Clast Episódio: "Hardball"
Related Danny Episódio: "Related"
2007 The Sarah Silverman Program Cable Guy Episódio: "Muffin' Man"
2007–
presente
Mad Men Don Draper
2009–
2012
30 Rock Dr. Drew Baird/Abner/David Brinkley Episódio: "Generalissimo"
Episódio: "St. Valentine's Day"
Episódio: "The Bubble"
Episódio: "Anna Howard Shaw Day"
Episódio: "Emanuelle Goes to Dinosaur Land"
Episódio: "Live Show"
Episódio: "Live from Studio 6H"
2010 Childrens Hospital Derrick Childrens Episódio: "The Sultan's Finger"
Episódio: "Run, Dr. Lola Spratt, Run"
The Simpsons Investigador do FBI Episódio: "Donnie Fatso"
2012 The Increasingly Poor Decisions of Todd Margaret Ele mesmo Episódio: "Todd’s Terrible Day Ends and His Next Terrible Day Begins"
Episódio: "How The Liver and The Salad Conspired to Ruin Todd’s Good Deed"
Episódio: "In Which Todd Accidentally Learns a Secret and Brent and Doug Get
Closer to Further From the Truth"
Metalocalypse Episódio: "Writersklok"
A Young Doctor's Notebook Dr. Vladimir Bomgard Minissérie
Family Guy Ele mesmo/Don Draper Episódio: "Ratings Guy"
The Greatest Event in Television History Ele mesmo
2013 Bob's Burgers O.T. Episódio: "O.T.: The Outside Toilet"
Archer Capitão Murphy Episódio: "Sea Tunt"
Clear History Will Haney Filme para TV

Filmes[editar | editar código-fonte]

Hamm nas gravações de The Town, em setembro de 2009.
Ano Filme Papel Notas
2000 Space Cowboys Jovem Piloto No. 2
2001 Kissing Jessica Stein Charles
2002 We Were Soldiers Capitão Matt Dillon
2006 Ira and Abby Ronnie
2007 The Ten Chris Knarl
2008 The Day the Earth Stood Still Dr. Michael Granier
2009 A Single Man Hank Ackerley Voz
Não creditado
2010 Stolen Tom Adkins, Sr.
Shrek Forever After Brogan Voz
The A-Team Coronel Lynch Não creditado
The Town Adam Frawley
Howl Jake Ehrlich
2011 Sucker Punch High Roller/Doutor
Bridesmaids Ted Não creditado
2012 Friends with Kids Ben Também produtor
2013 The Congress
2014 Million Dollar Arm J. B. Bernstein
Minions Herb Overkill Voz

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Artista Vídeo Papel Notas
2011 The Lonely Island "Shy Ronnie 2: Ronnie & Clyde" (com Rihanna) Refém no Banco Ponta
Herman Düne "Tell Me Something I Don't Know" Não-específico Principal

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho Prêmio Resultado
2008 Mad Men Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Golden Globe Award de Melhor Ator – Série Dramática Venceu
Mad Men Satellite Award de Melhor Ator – Série Dramática Indicado
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Elenco em Série Dramática Indicado
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Realização Individual em Drama da Television Critics Association Indicado
2009 Mad Men Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática Indicado
30 Rock Primetime Emmy Award de Melhor Ator Convidado em Série de Comédia Indicado
Mad Men Golden Globe Award de Melhor Ator – Série Dramática Indicado
Mad Men Gold Nymph Award de Melhor Ator em Série Dramática Venceu
Mad Men Satellite Award de Melhor Ator – Série Dramática Indicado
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Elenco em Série Dramática Venceu
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Realização Individual em Drama da Television Critics Association Indicado
2010 Mad Men Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática Indicado
30 Rock Primetime Emmy Award de Melhor Ator Convidado em Série de Comédia Indicado
Mad Men Golden Globe Award de Melhor Ator – Série Dramática Indicado
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Elenco em Série Dramática Venceu
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Realização Individual em Drama da Television Critics Association Indicado
2011 Mad Men Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Golden Globe Award de Melhor Ator – Série Dramática Indicado
Mad Men Gold Nymph Award de Melhor Ator em Série Dramática Venceu
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Elenco em Série Dramática Indicado
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Critics' Choice Television Award de Melhor Ator em Série Dramática Venceu
Mad Men Realização Individual em Drama da Television Critics Association Venceu
2012 Mad Men Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Primetime Emmy Award de Melhor Série Dramática Indicado
30 Rock Primetime Emmy Award de Melhor Ator Convidado em Série de Comédia Indicado
Mad Men Critics' Choice Television Award de Melhor Ator em Série Dramática Indicado
2013 Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Ator em Série Dramática Indicado
Mad Men Screen Actors Guild Award de Melhor Interpretação por um Elenco em Série Dramática Indicado
Mad Men Golden Globe Award de Melhor Ator – Série Dramática Indicado
(Fonte: IMDb.com)

Referências

  1. a b c d Brett, Martin (dezembro de 2008). Breakout: Jon Hamm. GQ pp. 2. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  2. a b c d Pennington, Gail. (18 de fevereiro de 2001). ""Providence" Made St. Louisan A Star, And He's Taking It From There". St. Louis Post-Dispatch: F5.
  3. a b c d e f g h i j k Armstrong, Stephen (30 de novembro de 2008). Mad about Mad Men's Jon Hamm. The Times.[ligação inativa]
  4. a b c d Gross, Terry (13 de setembro de 2010). < A Transformative Year For Don Draper, Jon Hamm. National Public Radio. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  5. a b c Illey, Chrissy (27 de abril de 2008). The interview: Jon Hamm. The Guardian. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  6. Mills, Nancy. (30 de julho de 2008). "Hamm ages well". Waterloo Region Record.
  7. a b c d e Stein, Joel. Hard Sell. Men's Health. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  8. a b c Handy, Bruce (5 de agosto de 2009). Mad Men Q&A: Jon Hamm. Vanity Fair. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  9. a b c West, Kevin (agosto de 2010). Jon Hamm and Rebecca Hall: Talk of The Town. W. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  10. a b Brett, Martin (dezembro de 2008). Breakout: Jon Hamm. GQ pp. 4. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  11. Bland, Pete. (27 de julho de 2008). "Mad man — Jon Hamm's rise to becoming the slickest, suavest man on television has deep, dedicated roots in Columbia". Columbia Daily Tribune.
  12. Voss, Brandon (9 de setembro de 2008). Jon Hamm.(BIG GAY FOLLOWING)(Interview). The Advocate. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  13. DiNunno (21 de abril de 2010). Office's Ellie Kemper: Jon Hamm Was My "Handsome" High-School Acting Teacher. TV Guide. Página visitada em 13 de setembro de 2011.
  14. a b Rudd, Paul. John Hamm. Interview. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  15. a b c Sachs, Adam (outubro de 2010). Jon Hamm: The Last Alpha Male. Details. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  16. a b c Postman, Alex (21 de agosto de 2009). Jon Hamm Interview. Elle. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  17. a b Snyder, Gabriel (julho de 2008). Jon Hamm. W. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  18. a b c d e Overview for Jon Hamm. Turner Classic Movies. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  19. a b c Atkin, Hillary (25 de janeiro de 2008). 'Mad' man Jon Hamm came out of nowhere. South Florida Sun-Sentinel. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  20. Jon Hamm. The New York Times. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  21. a b Adams, Patty (3 de agosto de 2008). Why Everyone's Mad About Jon Hamm. New York Post. Página visitada em 13 de dezembro de 2011.
  22. Brady, James (27 de julho de 2008). In Step With... Jon Hamm. Parade. Página visitada em 14 de dezembro de 2011.
  23. Handy, Bruce (setembro de 2009). Don and Betty’s Paradise Lost. Vanity Fair. Página visitada em 14 de dezembro de 2011.
  24. Petrecca, Laura (5 de agosto de 2007). AMC uses nostalgia to draw marketers. USA Today. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  25. Bianco, Robert. 'Mad Men': You'll buy what it's selling. USA Today. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  26. Gilbert, Matthew (29 de dezembro de 2007). Surprises from cable's far corners. The Boston Globe. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  27. a b c Jon Hamm. Awards Search. Hollywood Foreign Press Association. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  28. Jon Hamm. Emmys.com. Academy of Television, Arts & Sciences. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  29. Rosen, Lisa (7 de janeiro de 2009). 'Mad Men' rages into award season. Los Angeles Times. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  30. 30 Rock leads the way for Emmys. BBC (16 de julho de 2009). Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  31. Golden Globes 2010: the nominees. BBC (15 de dezembro de 2009). Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  32. Scott, A. O. (11 de dezembro de 2008). It’s All Over, Earthlings (Don’t Flee to New Jersey). The New York Times. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  33. The Day the Earth Stood Still. Metacritic. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  34. The Day the Earth Stood Still (2008). Box Office Mojo. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  35. Brown, Lane (19 de setembro de 2008). Don Draper to Host ‘Saturday Night Live’. New York. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  36. Bruno, Mike (26 de outubro de 2008). Jon Hamm crashes 'SNL'. Entertainment Weekly. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  37. “Saturday Night Live”: The Best Skits, Featuring Host Jon Hamm. The Wall Street Journal (31 de janeiro de 2010). Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  38. Ziegbe, Mawuse (31 de outubro de 2010). Rihanna, Jon Hamm Helm Halloween 'Saturday Night Live' Episode. MTV. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  39. Armstrong, Jennifer (21 de janeiro de 2009). Tina Fey and Jon Hamm talk about coupling up on '30 Rock'. Entertainment Weekly. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  40. Bland, Pete (16 de julho de 2009). Hamm nabs two Emmy nods. Columbia Daily Tribune. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  41. McNary, Dave (3 de fevereiro de 2010). IFC pays for 'Stolen' rights. Variety. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  42. Robertson, Lindsay (16 de fevereiro de 2010). Jon Hamm’s First Movie As a Leading Man, Stolen, Is Finally Coming Out. New York. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  43. Scheck, Frank (4 de março de 2010). Thriller? "Stolen" more like a rip-off. The Hollywood Reporter. Reuters. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  44. Rose, Lisa (9 de março de 2010). Jon Hamm interview: From 'Mad Men' to man of mystery. NJ.com. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  45. Ebert, Roger (15 de setembro de 2010). The Town. Chicago Sun-Times. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  46. Brooks, Xan (9 de setembro de 2010). Mad Men's Jon Hamm is the talk of The Town. The Guardian. Página visitada em 16 de novembro de 2011.
  47. The Town. Metacritic. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  48. The Town (2010). Box Office Mojo. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  49. Stein, Ruthe (19 de setembro de 2010). Jon Hamm talks about playing Jake Ehrlich. San Francisco Chronicle. Página visitada em 19 de dezembro de 2011.
  50. Reiher, Andrea (11 de dezembro de 2010). Jon Hamm on 'The Simpsons': 'I was considering not wearing pants'. Zap2It. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  51. Travers, Peter (25 de março de 2011). Sucker Punch. Rolling Stone. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  52. Aftab, Kaleem (28 de janeiro de 2011). Jon Hamm - It's all started to ad up.... The Independent. Página visitada em 16 de dezembro de 2011.
  53. Adams, Patty (3 de agosto de 2008). Why Everyone's Mad About Jon Hamm. New York Post p. 2. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  54. Elliott, Stuart (13 de novembro de 2008). Holiday Campaigns Bring on the Humor to Reassure Consumers. New York Times. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  55. Rosen, Lisen (3 de junho de 2009). Jon Hamm's a calm 'Mad Men' guy. Los Angeles Times. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  56. Barshad, Amos (27 de abril de 2011). Jon Hamm and Jennifer Westfeldt Fight Censorship. New York. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  57. Mad Men’s Jon Hamm stays true to character, is a real lady’s man. Animal Fair. Página visitada em 17 de novembro de 2011.
  58. Snyder, Gabriel (julho de 2008). Jon Hamm. W. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  59. a b Dodd, Johnny; Stoynoff, Natasha (10 de setembro de 2007). Mad About Him. People. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  60. Byrne, Fiona (4 de setembro de 2008). ‘Mad Men’ Star Jon Hamm on Smoking Clove Cigarettes. New York. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  61. Mad Men star's stress disease. The Age (6 de setembro de 2010). Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  62. Sexiest Man Living 2007. Salon.com (15 de dezembro de 2007). Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  63. Sexiest Man Alive 2008. People (19 de novembro de 2008). Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  64. International Man: Jon Hamm. GQ (7 de setembro de 2010). Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  65. Karpel, Ari (14 de novembro de 2008). Jon Hamm: Entertainer of the Year. Entertainment Weekly. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  66. Labrecque, Jeff (2 de dezembro de 2010). Jon Hamm, Jane Lynch, and Rico Rodriguez: Our bonus Entertainers of the Year covers. Entertainment Weekly. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  67. Clark, Cindy (26 de setembro de 2007). A second round for 'Mad Men' star Jon Hamm. USA Today. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  68. Jon Hamm TV Spot Video. St. Louis Blues. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  69. Jon Hamm and Jenna Fischer Hit St. Louis for All-Star Game. People (13 de julho de 2009). Página visitada em 17 de dezembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jon Hamm