Temporada de Fórmula 1 de 1994

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Temporada de Fórmula 1 de 1994 foi a 45ª realizada pela FIA. Teve como campeão o alemão Michael Schumacher, da equipe Benetton, sendo vice-campeão o britânico Damon Hill, da Williams.

A temporada foi marcada pelas mortes do austríaco Roland Ratzenberger (no treino classificatório) e do tricampeão Ayrton Senna, no GP de San Marino. Ocorreram mais acidentes graves (como os de Rubens Barrichello, no primeiro treino em San Marino, Karl Wendlinger em Monte Carlo - também nos treinos - , Pedro Lamy, durante teste em Silverstone, e Andrea Montermini na Catalunha, também nos treinos, Jean Alesi e J. J. Lehto, ambos durante testes), mas sem consequências fatais. A quantidade de acidentes graves aumentou depois de muito tempo, sobretudo por causa das retiradas da suspensão ativa e do câmbio automático, que ajudavam na estabilidade dos carros na pista, na tentativa de proporcionar um maior equilíbrio entre as equipes, entretanto, com a elevada potência dos motores sendo mantida, os carros ficaram muito mais instáveis, praticamente indomáveis. Pelos acidentes e mortes, a Fórmula 1, na sua organização e no seu formato de disputa naquele momento, voltou a ser alvo de pesadas críticas por parte da opinião pública mundial, chegando a perder em faturamento e audiência (sobretudo com a morte de Senna, o grande ídolo da categoria no início dos anos 90), fatores somados que levaram a FIA a repensar as regras e critérios para as temporadas seguintes, principalmente no tocante à segurança. Com efeito, desde então mais nenhuma morte foi registrada na Fórmula 1. Muitos consideram a temporada de 1994 o início de uma nova era dentro da categoria, dominada, principalmente, por Michael Schumacher.

Foi a derradeira temporada das equipes Lotus (que voltou à categoria em 2010 e mudou seu nome para Caterham F1 Team além de ter rebatizado a equipe Renault com seu nome) e Larrousse (que chegou a se inscrever para a temporada de 1995, mas desistiu por problemas financeiros). Também foi a última temporada de Ayrton Senna, J. J. Lehto, Philippe Alliot (duas corridas), Christian Fittipaldi, Éric Bernard, Andrea De Cesaris (duas corridas pela Jordan e as demais pela Sauber antes de dar lugar a Lehto), Yannick Dalmas (também duas provas), Érik Comas, Michele Alboreto, David Brabham, Jean-Marc Gounon e Paul Belmondo (duas corridas).

Marcou também as estreias das equipes Simtek e Pacific, e dos pilotos David Coulthard, Heinz-Harald Frentzen, Jos Verstappen, Mika Salo, Olivier Panis, Jean-Denis Délétraz, Andrea Montermini, Domenico Schiattarella e Taki Inoue.

Nigel Mansell, Philippe Adams, Aguri Suzuki, Olivier Beretta, Hideki Noda e Franck Lagorce fizeram apenas "participações especiais" durante a temporada, sendo que o campeão Mansell, pela Williams (em substituição a David Coulthard e, por extensão, a Ayrton Senna), disputou quatro corridas e venceu a última da temporada - o GP da Austrália, que também foi a última vitória da sua carreira - e o monegasco Beretta disputou dez etapas. Adams, Suzuki, Noda e Lagorce disputaram uma ou duas etapas.

Pilotos e construtores[editar | editar código-fonte]

Michael Schumacher, campeão mundial de Fórmula 1 em 1994 pela Benetton.
Damon Hill, vice-campeão mundial de Fórmula 1 em 1994, terminou apenas 1 ponto atrás de Schumacher.
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de testes
Reino Unido Rothmans Williams Renault Williams FW16
FW16B
Renault RS6 3.5 V10 G 0 Reino Unido Damon Hill Reino Unido David Coulthard
2 Brasil Ayrton Senna
Reino Unido David Coulthard
Reino Unido Nigel Mansell
Reino Unido Tyrrell Tyrrell 022 Yamaha OX10B 3.5 V10 G 3 Japão Ukyo Katayama n/a
4 Reino Unido Mark Blundell
Reino Unido Mild Seven Benetton Ford Benetton B194 Ford ECA Zetec-R 3.5 V8 G 5 Alemanha Michael Schumacher Países Baixos Jos Verstappen
5/6 Finlândia J.J. Lehto
6 Países Baixos Jos Verstappen
Reino Unido Johnny Herbert
Reino Unido Marlboro McLaren Peugeot McLaren MP4-9 Peugeot A6 3.5 V10 G 7 Finlândia Mika Häkkinen França Philippe Alliot
França Philippe Alliot
8 Reino Unido Martin Brundle
Reino Unido Footwork Ford Footwork FA15 Ford HBE7/8 3.5 V8 G 9 Brasil Christian Fittipaldi n/a
10 Itália Gianni Morbidelli
Reino Unido Lotus Lotus 107C
109
Mugen Honda MF-351 HB 3.5 V10 G 11 Portugal Pedro Lamy n/a
Bélgica Philippe Adams
Finlândia Mika Salo
11/12 Itália Alex Zanardi
12 Reino Unido Johnny Herbert
França Éric Bernard
República da Irlanda Sasol Jordan Jordan 194 Hart 1035 3.5 V10 G 14 Brasil Rubens Barrichello n/a
15 Reino Unido Eddie Irvine
Japão Aguri Suzuki
Itália Andrea De Cesaris
França Tourtel Larrousse F1 Larrousse LH94 Ford HBF7/8 3.5 V8 G 19 Mónaco Olivier Beretta n/a
França Philippe Alliot
França Yannick Dalmas
Japão Hideki Noda
20 França Érik Comas
Suíça Jean-Denis Délétraz
Itália Minardi-Scuderia Italia Minardi M193B
M194
Ford HBC7/8 3.5 V8 G 23 Itália Pierluigi Martini Itália Luca Badoer
24 Itália Michele Alboreto
França Ligier Gitanes Blondes Ligier JS39B Renault RS6 3.5 V10 G 25 França Éric Bernard França Franck Lagorce
Reino Unido Johnny Herbert
França Franck Lagorce
26 França Olivier Panis
Itália Scuderia Ferrari Ferrari 412T1
412T1B
Ferrari 043 3.5 V12 G 27 França Jean Alesi Itália Nicola Larini
Itália Nicola Larini
28 Áustria Gerhard Berger
Suíça Broker Sauber Mercedes Sauber C13 Mercedes-Benz 2175B 3.5 V10 G 29 Áustria Karl Wendlinger Argentina Norberto Fontana
Itália Andrea De Cesaris
Finlândia J.J. Lehto
30 Alemanha H.H. Frentzen
Reino Unido MTV Simtek Ford Simtek S941 Ford HBD6 3.5 V8 G 31 Austrália David Brabham Itália Andrea Montermini
32 Áustria Roland Ratzenberger
Itália Andrea Montermini
França Jean-Marc Gounon
Itália Mimmo Schiattarella
Japão Taki Inoue
Reino Unido Pacific Grand Prix Ltd
Ursus Pacific Grand Prix
Pacific PR01 Ilmor 2175A 3.5 V10 G 33 França Paul Belmondo Itália Giovanni Lavaggi
Reino Unido Oliver Gavin
34 Bélgica Bertrand Gachot
  • Apesar de Alain Prost ter sido campeão em 1993, o número 1 não foi colocado no carro de Damon Hill, pois o francês havia se aposentado. Desde 1986, o expediente de atribuir o 1 a um piloto não-campeão está proibido.

Trocas de pilotos[editar | editar código-fonte]

Pilotos que disputaram o maior número de corridas na temporada[editar | editar código-fonte]

  • Hill, Berger, Brundle, Panis, Blundell, Christian Fittipaldi, Katayama, Martini, Morbidelli, Alboreto, Herbert e David Brabham disputaram todas as corridas da temporada.
  • Barrichello, Comas, Frentzen e Häkkinen disputaram 15 GP's - o brasileiro se feriu em acidente nos treinos para o fatídico GP de San Marino, o francês deixou a categoria após escassez de resultados com a Larrousse, o alemão não correu em Mônaco a pedido de Peter Sauber, e o finlandês não correu na Hungria por ter sofrido uma punição pelo acidente na largada do GP da Alemanha.
  • Schumacher, Alesi e Bernard disputaram 13 GP's.
  • Irvine disputou doze etapas.

Quem disputou menos etapas em 1994[editar | editar código-fonte]

  • Gachot participou de cinco corridas.
  • Mansell e Lamy disputaram quatro etapas.
  • Senna, Wendlinger e Noda disputaram três corridas.
  • Larini, Lagorce, Schiattarella, Adams, Paul Belmondo, Salo, Alliot e Dalmas participaram de duas etapas.
  • Ratzenberger, Aguri Suzuki e Délétraz participaram de apenas uma corrida cada.
  • Montermini foi o único a não ter se classificado para um grid de largada em 1994, em função de acidente nos treinos para o GP da Espanha.

Calendário[editar | editar código-fonte]

Prova Grande Prêmio Data Local
1 Brasil GP do Brasil 27 de Março Interlagos
2 Flag of the Pacific Community.svg GP do Pacífico 17 de Abril TI Circuit, Aida
3 San Marino GP de San Marino 1 de Maio Ímola
4 Mónaco GP de Mônaco 15 de Maio Mônaco
5 Espanha GP da Espanha 29 de Maio Catalunya
6 Canadá GP do Canadá 12 de Junho Circuit Gilles Villeneuve
7 França GP de França 3 de Julho Magny-Cours
8 Reino Unido GP da Grã-Bretanha 10 de Julho Silverstone
9 Alemanha GP da Alemanha 31 de Julho Hockenheimring
10 Hungria GP da Hungria 14 de Agosto Hungaroring
11 Bélgica GP da Bélgica 28 de Agosto Spa-Francorchamps
12 Itália GP da Itália 11 de Setembro Monza
13 Portugal GP de Portugal 25 de Setembro Estoril
14 União Europeia GP da Europa 16 de Outubro Jerez
15 Japão GP do Japão 6 de Novembro Suzuka
16 Austrália GP da Austrália 13 de Novembro Adelaide

Resultados[editar | editar código-fonte]

Grandes Prêmios[editar | editar código-fonte]

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1 Brasil GP do Brasil Brasil Ayrton Senna Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
2 Flag of the Pacific Community.svg GP do Pacífico Brasil Ayrton Senna Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
3 San Marino GP de San Marino Brasil Ayrton Senna Reino Unido Damon Hill Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
4 Mónaco GP de Mônaco Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
5 Espanha GP da Espanha Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
6 Canadá GP do Canadá Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
7 França GP de França Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
8 Reino Unido GP da Grã-Bretanha Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
9 Alemanha GP da Alemanha Áustria Gerhard Berger Reino Unido David Coulthard Áustria Gerhard Berger Itália Ferrari Detalhes
10 Hungria GP da Hungria Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
11 Bélgica GP da Bélgica Brasil Rubens Barrichello Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
12 Itália GP da Itália França Jean Alesi Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
13 Portugal GP de Portugal Áustria Gerhard Berger Reino Unido David Coulthard Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
14 União Europeia GP da Europa Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Ford Detalhes
15 Japão GP do Japão Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
16 Austrália GP da Austrália Reino Unido Nigel Mansell Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams-Renault Detalhes

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto BRA Brasil PAC Flag of the Pacific Community.svg SMR San Marino MON Mónaco ESP Espanha CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália POR Portugal EUR União Europeia JPN Japão AUS Austrália Pontos
1 Alemanha Michael Schumacher 1 1 1 1 2 1 1 DSQ Ret 1 DSQ EX EX 1 2 Ret 92
2 Reino Unido Damon Hill 2 Ret 6 Ret 1 2 2 1 8 2 1 1 1 2 1 Ret 91
3 Áustria Gerhard Berger Ret 2 Ret 3 Ret 4 3 Ret 1 12 Ret 2 Ret 5 Ret 2 41
4 Finlândia Mika Häkkinen Ret Ret 3 Ret Ret Ret Ret 3 Ret EX 2 3 3 3 7 12 26
5 França Jean Alesi 3 5 4 3 Ret 2 Ret Ret Ret Ret Ret 10 3 6 24
6 Brasil Rubens Barrichello 4 3 DNQ Ret Ret 7 Ret 4 Ret Ret Ret 4 4 12 Ret 4 19
7 Reino Unido Martin Brundle Ret Ret 8 2 11 Ret Ret Ret Ret 4 Ret 5 6 Ret Ret 3 16
8 Reino Unido David Coulthard Ret 5 5 Ret Ret 4 6 2 14
9 Reino Unido Nigel Mansell Ret Ret 4 1 13
10 Países Baixos Jos Verstappen Ret Ret Ret 8 Ret 3 3 Ret 5 Ret 10
11 França Olivier Panis 11 9 11 9 7 12 Ret 12 2 6 7 10 DSQ 9 11 5 9
12 Reino Unido Mark Blundell Ret Ret 9 Ret 3 10 10 Ret Ret 5 5 Ret Ret 13 Ret Ret 8
13 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Ret 5 7 DNQ Ret Ret 4 7 Ret Ret Ret Ret Ret 6 6 7 7
14 Itália Nicola Larini Ret 2 6
15 Brasil Christian Fittipaldi Ret 4 13 Ret Ret DSQ 8 9 4 14 Ret Ret 8 17 8 8 6
16 Reino Unido Eddie Irvine Ret EX EX EX 6 Ret Ret Ret Ret Ret 13 Ret 7 4 5 Ret 6
17 Japão Ukyo Katayama 5 Ret 5 Ret Ret Ret Ret 6 Ret Ret Ret Ret Ret 7 Ret Ret 5
18 França Éric Bernard Ret 10 12 Ret 8 13 Ret 13 3 10 10 7 10 18 4
19 Áustria Karl Wendlinger 6 Ret 4 DNQ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ 4
19 Itália Andrea De Cesaris Ret 4 Ret 6 Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 4
21 Itália Pierluigi Martini 8 Ret Ret Ret 5 9 5 10 Ret Ret 8 Ret 12 15 Ret 9 4
22 Itália Gianni Morbidelli Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 5 Ret 6 Ret 9 11 Ret Ret 3
23 França Érik Comas 9 6 Ret 10 Ret Ret 11 Ret 6 8 Ret 8 Ret Ret 9 2
24 Finlândia J.J. Lehto Ret 7 Ret 6 9 Ret Ret 10 1
25 Itália Michele Alboreto Ret Ret Ret 6 Ret 11 Ret Ret Ret 7 9 Ret 13 14 Ret Ret 1
26 Reino Unido Johnny Herbert 7 7 10 Ret Ret 8 7 11 Ret Ret 12 Ret 11 8 Ret Ret 0
27 Mónaco Olivier Beretta Ret Ret Ret 8 Ret Ret Ret 14 7 9 0
28 Portugal Pedro Lamy 10 8 Ret 11 0
29 França Jean-Marc Gounon 9 16 Ret Ret 11 Ret 15 0
30 Itália Alessandro Zanardi 9 15 Ret Ret Ret 13 Ret 16 13 Ret 0
31 Austrália David Brabham 12 Ret Ret Ret 10 14 Ret 15 Ret 11 Ret Ret Ret Ret 12 Ret 0
32 Finlândia Mika Salo 10 Ret 0
33 França Franck Lagorce Ret 11 0
34 Áustria Roland Ratzenberger DNQ 11 DNS 0
35 França Yannick Dalmas Ret 14 0
36 Bélgica Philippe Adams Ret 16 0
37 Itália Mimmo Schiattarella 19 Ret 0
38 Brasil Ayrton Senna Ret Ret DNS 0
39 França Paul Belmondo DNQ DNQ DNQ Ret Ret DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ 0
40 Bélgica Bertrand Gachot Ret DNQ Ret Ret Ret Ret DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ DNQ 0
41 Suíça Jean-Denis Délétraz Ret 0
42 Japão Aguri Suzuki Ret 0
43 França Philippe Alliot Ret Ret 0
44 Japão Hideki Noda Ret Ret Ret 0
45 Japão Taki Inoue Ret 0
46 Itália Andrea Montermini DNQ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ INJ 0
Pos Piloto BRA Brasil PAC Flag of the Pacific Community.svg SMR San Marino MON Mónaco ESP Espanha CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália POR Portugal EUR União Europeia JPN Japão AUS Austrália Pontos
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

* Em negrito indica pole position.

* Em itálico indica volta mais rápida.

Uma temporada agitada[editar | editar código-fonte]

A temporada de 1994 foi marcada pelas inúmeras trocas de pilotos durante o campeonato.

  • Nigel Mansell substituiu David Coulthard em quatro corridas enquanto os calendários da F-1 e da CART não coincidiam.
  • J. J. Lehto, contratado pela Benetton para o lugar de Riccardo Patrese, foi impedido de correr nos GPs do Brasil e do Pacífico após sofrer acidente durante testes, sendo seu lugar ocupado pelo novato holandês Jos Verstappen. O piloto finlandês, que chegou a correr no lugar de Schumacher durante a suspensão do alemão, também disputaria duas etapas pela Sauber, substituindo Andrea De Cesaris, que se aposentou das pistas após o GP da Europa.
  • Eddie Irvine, punido com três corridas de gancho pelo acidente causado no Brasil, foi substituído pelo japonês Aguri Suzuki (GP do Pacífico) e por De Cesaris (San Marino e Mônaco).
  • Olivier Beretta abandonou a F-1 depois do GP da Hungria. Philippe Alliot, Yannick Dalmas e Hideki Noda completam o certame pela Larrousse (os dois últimos).
  • Alliot também correu na McLaren em substituição a Mika Häkkinen na Hungria. O finlandês levara uma suspensão devido ao acidente na largada do GP da Alemanha.
  • Apesar de ter feito dois sextos lugares, Érik Comas foi substituído no GP da Austrália pelo suíço Jean-Denis Délétraz, que trazia uma considerável quantia em dinheiro.
  • Pedro Lamy se acidentou durante testes da Lotus em Silverstone, e ficou impossibilitado de correr no resto do campeonato. O belga Philippe Adams e o finlandês Mika Salo ocuparam o lugar do piloto lusitano. Alessandro Zanardi (bicampeão da CART e que retornaria à F-1 em 1999) disputou dez etapas, todas pela Lotus.
  • Franck Lagorce, vice-campeão da Fórmula 3000, correu duas etapas pela Ligier, no lugar de Éric Bernard, que foi para a Lotus em troca com Johnny Herbert, que iria à escuderia francesa.
  • Roland Ratzenberger, falecido em Ímola, foi substituído por quatro pilotos: Andrea Montermini (que acabou se acidentando na Espanha), Jean-Marc Gounon (ex-Minardi), Taki Inoue e Mimmo Schiattarella, que correu também em 1995 e teve passagens curtas pela CART entre 1994 e 1995 e em 1998.
  • Jean Alesi havia se machucado durante testes da Ferrari. Nicola Larini, reserva da Scuderia, foi seu substituto nos GPs do Pacífico e de San Marino, onde obteve seu único pódio na categoria.
  • Vincenzo Sospiri, companheiro de equipe de Taki Inoue na F-3000, chegou a ser cogitado para uma vaga na Simtek (fez inclusive um teste com Inoue), mas perdeu o posto para o japonês, cujo aporte financeiro era superior ao do italiano.

Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos Construtor Chassis Motor Pneu Pontos Vitórias Pódiums Poles
1 Reino Unido Williams FW16
FW16B
Renault RS6 3.5 V10 G 118 7 13 6
2 Reino Unido Benetton B194 Ford ECA Zetec-R 3.5 V8 G 103 8 12 6
3 Itália Ferrari 412T1
412T1B
Ferrari 043 3.5 V12 G 71 1 11 3
4 Reino Unido McLaren MP4/9 Peugeot A6 3.5 V10 G 42 8
5 República da Irlanda Jordan 194 Hart 1035 3.5 V10 G 28 1 1
6 França Ligier JS39B Renault RS6 3.5 V10 G 13 2
7 Reino Unido Tyrrell 023 Yamaha OX10B 3.5 V10 G 13 1
8 Suíça Sauber C13 Mercedes 2175B 3.5 V10 G 12
9 Reino Unido Footwork FA15 Ford HBE7/8 3.5 V8 G 9
10 Itália Minardi M193
M194
Ford HBC7/8 3.5 V8 G 5
11 França Larrousse LH94 Ford HBF7/8 3.5 V8 G 2
12 Reino Unido Lotus 107C
109
Mugen-Honda MF-351HC V10 G 0
13 Reino Unido Simtek S941 Ford HBD6 3.5 V8 G 0
14 Reino Unido Pacific PR01 Ilmor 2175A 3.5 V10 G 0