Brain Gym

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brain Gym International
Tipo Não lucrativa 501(c)3 em Educação
Fundação 1987
Fundador(es) Paul E. Dennison e Gail E. Dennison
Destino Aprendizagem baseada em movimento
Locais Ventura, California, USA
Página oficial Brain Gym International

Brain Gym International (antes chamada de Fundação de Cinesiologia Educational) é uma empresa com sede na California que promove uma técnica pseudocientífica[1] que promete facilitar o aprendizado de qualquer tema a partir de movimentos como rastejar, desenhar, traçar símbolos no ar, bocejar e beber água[2].

A técnica, criada pelo casal Paul e Gail E. Dennison na década de 1980, parte do princípio que o movimento, a cognição e o aprendizado acadêmico são interdependentes, mesmo seus autores assumindo que não sabem o motivo dessa interdependência[3]. Segundo os próprios autores, a técnica foi desenvolvida a partir da necessidade que os autores tinham de auto-aprendizagem. Eles listaram suas atividades preferidas para aprender a para se exercitar, dando-lhes nomes lúdicos (como Coruja, Elefante e Alfabeto 8) e agrupando-as em uma sequencia[4]. Essa sequencia foi publicada em um livro laranja chamado Brain Gym: Simple Activities for Whole-Brain Learning, em 1986.

A eficácia da técnica é baseada em uma série de evidências anedóticas publicadas no site da empresa[5], mas segundo a Associação Britânica de Neurociência, a Sociedade Fisiológica Britânica e a organização Sense About Science, essa técnica não tem base na realidade[6].

Referências

  1. Steven Novella (01/05/2008). «Brain Gym – This Is Your Brain On Pseudoscience» (em inglês). NeuroLogica Blog. Consultado em 27/11/2014. 
  2. «Brain Gym®(educational kinesiology)» (em inglês). The Skeptic's Dictionary. Consultado em 27/11/2014. 
  3. «About Brain Gim» (em inglês). Brain Gym® International. Consultado em 27/11/2014. 
  4. «Brain Gim History» (em inglês). Brain Gym® International. Consultado em 27/11/2014. 
  5. «Testimonials» (em inglês). Brain Gym® International. Consultado em 27/11/2014. 
  6. Charlie Brooker (07/04/2008). «British schools are falling for the pseudoscience of Brain Gym. Why fill kids' heads with nonsense?» (em inglês). The Guardian. Consultado em 27/11/2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]