Diferenças entre edições de "Gilmar Mendes"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
46 bytes adicionados ,  01h31min de 1 de junho de 2012
O ex-presidente [[Lula]] usou essa acusação para [[Chantagem|chantagear]] Mendes, com o fito de adiar o julgamento do [[mensalão]]. <ref>{{Citar web |url=http://m.estadao.com.br/noticias/nacional,gilmar-mendes-afirma-que-saiu-perplexo-da-conversa-com-lula,879159.htm |título=Gilmar Mendes afirma que saiu 'perplexo' da conversa com Lula |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> Ao longo do mês seguinte à tentativa de chantagem, a acusação começou a ser espalhada por Lula e jornalistas alinhados e financiados pelo governo federal e empresas estatais. <ref>{{Citar web |url=http://http://www.conversaafiada.com.br/pig/2012/05/28/burburinho-gilmar-foi-a-berlim-em-aviao-do-cachoeira/ |título=Burburinho: Gilmar foi a Berlim em avião do Cachoeira ?= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> Mendes denunciou a prática ilegal de Lula, que foi censurada por outros ministros do STF, como [[Celso de Mello]] e [[Marco Aurélio Mello]]. Tanto Lula como [[Nelson Jobim]], amigo de ambos e que também estivera presente à reunião, desmentiram Mendes.
 
=====Alegação de chantagem de [[Presidente Lula|Lula]]=====
Em 2012, o ministro acusou o ex-presidente [[Presidente Lula|Lula]] de ter tentado [[Chantagem|chantageá]]-lo para que adiasse o julgamento do [[mensalão]] e ter relatado como já teria abordado outros ministros pelo mesmo motivo em um encontro no escritório do ex-ministro [[Nelson Jobim]]. A acusação foi negada pelo ex-ministro através de algumas versões contraditórias entre si.<ref>{{Citar web |url=http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_post=447791&ch=n |título= As muitas versões de Nelson Jobim |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> Lula limitou-se a emitir nota através de [[Instituto Lula|seu instituto]] que dizia que esse comportamento não era condizente com sua postura ao longo dos anos, mas não chegou a desmentir nada.<ref>{{Citar web |url=http://www.institutolula.org/2012/05/nota-oficial-sobre-reportagem-da-revista-veja/ |título= Nota oficial sobre reportagem da revista Veja |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> A acusação foi divulgada um mês após a reunião pela [[Revista Veja]]. Além disso, foi comunicada ao presidente do STF, [[Ayres Britto]], ao [[procurador-geral da República]], [[Roberto Gurgel]], e ao [[Advogado-Geral da União]], [[Luís Inácio Adams]]. Mendes admitiu ter voado em jatinhos providenciados pelo senador Demóstenes Torres, desfiliado do DEM para evitar expulsão,<ref>{{Citar web |url=http://oglobo.globo.com/pais/demostenes-torres-se-desfilia-do-dem-para-evitar-expulsao-4481898 |título= Demóstenes Torres se desfilia do DEM para evitar expulsão |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> acompanhando dos ministros [[José Antonio Dias Toffoli]] e [[Nancy Andrighi]] e o próprio ex-ministro [[Nelson Jobim]].
 
=== Apoio ===
10 136

edições

Menu de navegação