Donizeti Nogueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Donizeti Nogueira
Senador pelo  Tocantins
Período 1° de Fevereiro de 2015
até 12 de Maio de 2016
Dados pessoais
Nascimento 15 de outubro de 1955 (63 anos)
Prata, Minas Gerais
Cônjuge Gleidy Braga Ribeiro
Partido PT
Profissão Administrador

Divino Donizeti Borges Nogueira (Prata, 15 de outubro de 1955) é um administrador e político brasileiro, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT).[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Donizeti Nogueira é pai de quatro filhos. Nogueira iniciou sua militância no movimento da juventude de igreja nos anos 70. Filiou-se ao Partido dos Trabalhadores em 1983.

Em 2015 como suplente de Kátia Abreu ao Senado Federal assumiu a vaga de senador pelo Tocantins, uma vez que Kátia Abreu foi anunciada como nova Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Em novembro de 2015, votou contra a prisão de Delcídio Amaral.[2]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

«Página do senador Donizeti Nogueira no Senado Federal». www25.senado.leg.br 

Referências

  1. «Divulgação de registros de candidaturas». Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 2014. Consultado em 6 de março de 2015 
  2. Veja (25 de novembro de 2015). «veja.abril.com.br/politica/confira-quais-senadores-votaram-para-livrar-delcidio-da-cadeia/». Consultado em 16 de outubro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.