Estação Cultura (Campinas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Estação Cultura
Prefeito Antônio da Costa Santos
Vista parcial da fachada da Estação
Uso atual Centro cultural
Administração Prefeitura de Campinas
Linhas Tronco Jundiaí- Colômbia
Código SP-0883
Informações históricas
Inauguração 11 de agosto de 1872 (145 anos)
Fechamento 15 de março de 2001 (16 anos)
(Como Estação Ferroviária)
Localização
Coordenadas Gnome-globe.png Estação Cultura
Localização Praça Marechal Floriano Peixoto, s/nº, Campinas, SP

A Estação Cultura “Prefeito Antônio da Costa Santos”, também conhecida como Estação de Campinas, Estação Central de Campinas ou Estação da Fepasa, é a antiga estação ferroviária central da cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo, no Brasil. Desde 2003, funciona como um centro cultural.

História[editar | editar código-fonte]

Inaugurada em 1872, foi tombada como patrimônio histórico e cultural da cidade em 1982. Serviu como estação ferroviária até 15 de março de 2001, data em que partiu o último trem de passageiros, com destino a Araraquara. Desde julho de 2003, com a desativação completa da Rede Ferroviária Federal, passou a abrigar um centro cultural, administrado pela prefeitura.

Considerada um dos pontos turísticos da cidade, recebeu, em 9 de setembro de 2011, último dia útil antes da data que marcou os 10 anos do assassinato do prefeito Antônio da Costa Santos, o nome de "Estação Cultura - Prefeito Antônio da Costa Santos". O decreto municipal nº 17 402, assinado pelo então prefeito Demétrio Vilagra, foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 12 de setembro do mesmo ano.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]