A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Série sobre
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (vulgarmente conhecida como A Igreja Mórmon[1] ), uma igreja de fundamentação cristã com características restauracionistas[2] é a maior denominação originária do Movimento dos Santos dos Últimos Dias.[3] A sede da Igreja situa-se em Salt Lake City[4] e estabeleceu congregações em todo o mundo. Na Conferência Geral de 2013, a Igreja divulgou o número de pouco mais de 14,7 milhões de membros da Igreja, referente ao relatório anual de 2012. Em 2009, a Igreja relatou um pouco mais de 13,8 milhões de adeptos em todo o mundo[5] , um crescimento de 27,4% comparado ao ano de 2006, onde eram 12,5 milhões de adeptos mundialmente, enquanto em 1990 eram apenas 7,7 milhões[6] . No Brasil, a igreja relatou possuir pouco mais de 1,2 milhão de adeptos[7] [8] , um crescimento de aproximadamente 460% nos últimos seis anos.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Pioneirismo[editar | editar código-fonte]

Quando Roberto Lippelt e sua esposa Augusta chegaram ao Brasil em 1923, o casal, imigrantes da Alemanha, mandaram uma carta para a sede da Igreja pedindo materiais e livros da Igreja para serem usados no Brasil.[9] Em resposta ao pedido, o presidente da Missão Sul-Americana da Igreja, Reinhold Stoff, deixou Buenos Aires para visitar o Brasil. Retornou em 1928, com os anciãos missionários para ensinarem as pessoas de língua alemã no país. O primeiro membro da Igreja no Brasil se batizou em 1929.[9] [10]

A Igreja organizou-se pela primeira vez em Joinville, Santa Catarina, onde foi criada a primeira capela na América do Sul em 25 de Outubro de 1931. Essa capela existe até hoje. Em 1933 foi organizada a Sociedade de Socorro, ainda em Santa Catarina. Na ocasião, estavam presentes 24 mulheres. A missão Mórmon brasileira foi criada em maio de 1935, em São Paulo, tendo Rulon S. Howells como seu primeiro presidente.[10] O total de fiéis da igreja no Brasil à época, era de apenas 143 pessoas, sendo em sua maioria, imigrantes alemães.[10] Em 1939, com a proibição do governo brasileiro do uso do idioma alemão em público,[11] a igreja passar a usar oficialmente o idioma português. Com isso, o Livro de Mórmon e outros materiais de apoio da Igreja foram traduzido para a língua portuguesa, e missionários começaram a ensinar em português em 1940.[9]

A expansão da Igreja reiniciou-se logo após o término da guerra, quando a Igreja tornou a enviar missionários, desta vez para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Um pouco mais tarde, a Igreja iniciou o trabalho do proselitismo em Goiás, Amazonas e Pernambuco.

O trabalho missionário continuou na década de 1950, e em 1959, a adesão foi de cerca de 3.700 membros no Brasil. A primeira Estaca a ser criada no país foi em 1966 em São Paulo. Dez anos depois, o Brasil já possuia 10 estacas, e foi anunciada a construção de um templo em São Paulo. Esse templo foi dedicado em 30 de outubro de 1978 pelo Presidente Spencer W. Kimball.

Em 2 de fevereiro de 1986, o Brasil se tornou o terceiro país da Igreja a ter 50 estacas, perdendo para os Estados Unidos e México. Nesse período, a principal estaca a ser criada foi a Estaca Manaus Brasil, a primeira na região norte do país. Esse número duplicou para 100 em 1993, com a organização da Estaca São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Em outubro de 1993, começou a construção do Centro de Treinamento Missionário da Igreja no Brasil, a segunda maior. Em 1995 o país já possuia 23 missões, o maior número de missões fora dos Estados Unidos.

A Igreja também tem uma história substancial de envolvimento em esforços humanitários no Brasil. "Mãos que Ajudam", uma organização de serviço da Igreja, foi reconhecido em novembro de 2002 como uma das mais importantes organizações voluntárias no Brasil.[12]

História atual[editar | editar código-fonte]

Como comemoração dos oitenta anos da presença da Igreja no Brasil, foi realizada uma sessão especial promovido pelo Senado Federal do Brasil.[13]

Cronologia

Também durante a Segunda Guerra, o irmão George Lippelt foi chamado para presidir o ramo de Ipoméia, sendo o único membro a falar o português. No final de de 1943, a maior parte dos missionários partiu do Brasil e o trabalho de proselitismo foi mínimo.

  • 1946-1949 - Harold M. Rex, antigo missionário da missão brasileira, retorna ao país como presidente da missão. No fim de 1945, o presidente declara que todos os missionários servindo no país devem falar obrigatoriamente o português. Foram reiniciadas as atividades do proselitismo. Os missionários americanos retornaram ao Brasil e muitos ramos foram reabertos. Em meados de 1947, o Brasil possuía 25 missionários. Em 1° de janeiro de 1948, foi publicada A Gaivota, primeira revista oficial da Igreja no Brasil e que, posteriormente, teve seu nome alterado para A Liahona. Em 1948, aumentou o número de missionários chamados para o Rio de Janeiro. Em 1949, a Igreja possuía 648

membros no Brasil.

88 pessoas são batizadas em 1954. Foram abertos novos ramos, passando de 23 para 33. O principal ramo aberto é em Manaus (AM).

30 de setembro de 1959, com sede em Curitiba. A missão abrangia os estados de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Havia 11 ramos e 1.400 membros nesta missão. Em 22 de outubro de 1959 foram organizados os distritos de Porto Alegre (mais de 260 membros), Joinville (mais de 200 membros) e Curitiba (mais de 550 membros). Em 1° de novembro de 1959 foi organizado o distrito de São Paulo, com 9 ramos e 1.028 membros. A capela de Pinheiros e a casa da missão, situadas na rua iguatemi, foram inauguradas em 18 de fevereiro de 1962.

Em 1961, o élder Ezra Taft Benson desembarcou em Brasília em caráter oficial e participou de uma conferência com Juscelino Kubitschek, presidente

brasileiro da época. Em dezembro de 1962 a Igreja contava com 6.747 membros, 43 ramos e 9 edifícios próprios.

  • 1964-1967 - Em 1964, o presidente Paulsen construiu e dedicou quatro novas capelas e iniciou a construção de mais cinco.

A Igreja se expande para o Alagoas, Paraíba, Ceará, Sergipe e Rio Grande do Norte. Em 1965 a Igreja possuia 19.050 membros brasileiros. Em 1 de maio de 1966, foi organizada a Estaca São Paulo Brasil sob a direção dos élderes Spencer W. Kimball e Franklin D. Richards. Cerca de 40 magníficos edifícios da Igreja foram construídos em 1967, intensificando o progresso da Igreja.

Em 7 de julho de 1968 foi criada a Missão Brasileira do Norte, com sede em Recife. A missão brasileira do Norte abrangia Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte, Manaus, Juiz de Fora, Recife e Rio de Janeiro. Apesar de as cidades serem distantes entre si, a obra progrediu mesmo com as dificuldades nas comunicações e distância. A missão brasileira passa a se chamar missão central, que incluía os estados de São Paulo e Paraná e o sul do Mato Grosso.

Em junho de 1970, o Brasil tinha 35.547 membros da Igreja, 3 missões e 2 estacas.

Em 6 de setembro de 1971, com a presença do élder Gordon B. Hinckley, foi criada a Estaca São Paulo Sul (unidades do ABC e Baixada Santista). Ainda em 1971, teve início o Programa do Seminário e do Instituto do Sistema Educacional da Igreja. A Missão Brasileira do Sul passa a se chamar Missão Brasil Sul e a Missão Brasileira do Norte passa a se chamar Missão Brasil Norte. Em 22 de outubro de 1972 é criada a primeira estaca do Rio de Janeiro. É dividida a missão Brasil Central, dando origem às missões Brasil Central Sul e Brasil Central Norte.

Em 1989, o presidente brasileiro José Sarney recebeu um Livro de Mórmon das mãos do profeta Gordon B. Hinckley

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Em número de membros, o Brasil atualmente é o terceiro maior país mórmon do mundo, após os Estados Unidos e o México. São 1 209 974 Santos dos Últimos Dias no país, representando 0,60% da população total.[15] O país possui ainda 34 missões, 1.941 congregações estabelecidas e 310 Centros de História da Família.

Existem seis templos em funcionamento no Brasil: Templo de São Paulo (1978), Templo de Recife (1996), Templo de Campinas (1997), Templo de Porto Alegre (1998), o Templo de Curitiba (2008) e o Templo de Manaus (2012). Está em fase de construção o Templo de Fortaleza (anunciado em 2009)e mais recentemente foi anunciado o Templo do Rio de Janeiro (2013).

No país existem 251 Estacas* e 39 Distritos* [16] . São eles (divididos por regiões):

*A Estaca de número 251 passa a vigorar a partir do dia 31 de Agosto de 2014 sendo criada a partir de um distrito homônimo.

Região Centro-Oeste[editar | editar código-fonte]

Todos os estados da Região Centro-Oeste do Brasil possuem estacas e distritos, com destaque para o Distrito Federal, que possui seis estacas e distritos. A primeira estaca da região foi a Estaca Brasília Brasil, criada em 1980, em Brasília.

Estado Distritos e Estacas
Distrito Federal Estacas Brasília Brasil, Brasília Alvorada, Brasília Ceilândia, Brasília Norte, Brasília Taguatinga e Distrito Brasília Planaltina.
Goiás Estacas Anápolis Brasil, Goiânia Brasil, Goiânia Leste e Distrito Rio Verde Brasil.
Mato Grosso Estacas Cuiabá Brasil e Cuiabá Industriário; e Distritos Rondonópolis Brasil e Sorriso Brasil.
Mato Grosso do Sul Estacas Campo Grande Brasil, Campo Grande Monte Líbano e Ponta Porã Brasil.

Região Norte[editar | editar código-fonte]

A primeira Estaca mórmon criada na Região Norte brasileira foi a Estaca Manaus Brasil, no município de Manaus, capital do estado do Amazonas, em 1988. Na região há 22 estacas e distritos, distribuídas entre onze municípios da região, sendo a maior parte destes no estado do Amazonas que possui dez estacas e distritos. Boa Vista é a única capital brasileira a ter apenas um distrito, composto por cinco alas.

O Templo de Manaus, dedicado em 10 de junho de 2012, é o único templo da região.

Estado Distritos e Estacas
Acre Estaca Rio Branco Brasil
Amapá Estaca Macapá Brasil
Amazonas Estacas Itacoatiara Brasil, Manaus Brasil, Manaus Cidade Nova, Manaus Guarani, Manaus Mindú, Manaus Ponta Negra, Manaus Rio Amazonas, Manaus Rio Negro, Manaus Samaúma e Manaus Solimões.
Pará Estacas Barcarena Brasil, Belém Brasil, Belém Cabanagem, Belém Cidade Nova, Belém Entrocamento, Belém Icoaraci, Castanhal Brasil e Santarém Brasil.
Rondônia Estaca Porto Velho Brasil
Roraima Distrito Boa Vista Brasil
Tocantins Estaca Palmas Brasil

Região Nordeste[editar | editar código-fonte]

A Região Nordeste brasileira é a segunda com o menor número de fiéis mórmons no país. Há diversas estacas e distritos. O destaque é com o Ceará. A região abriga o Templo de Recife, dedicado em 2000, e está sendo construído o Templo de Fortaleza. A primeira estaca da região foi a Estaca Recife Brasil, criada em 1980.

Estado Distritos e Estacas
Alagoas Estacas Arapiraca Brasil, Maceió Brasil, Maceió Litoral, Maceió Pajuçara e Maceió Tabuleiro.
Bahia Estacas Camaçari Brasil, Camaçari Central, Feira de Santana Brasil, Feira de Santana Kalilândia, Itabuna Brasil, Salvador Brasil, Salvador Imbuí, Salvador Liberdade, Salvador Norte e Vitória da Conquista Brasil; além dos Distritos de Porto Seguro Brasil e Jequié Brasil.
Ceará Estacas Caucaia Brasil, Fortaleza Brasil, Fortaleza Benfica, Fortaleza Bom Jardim, Fortaleza Bom Sucesso, Fortaleza Castelão, Fortaleza Ceará, Fortaleza Leste, Fortaleza Litoral, Fortaleza Messejana, Fortaleza Montese, Fortaleza Sul, Fortaleza Oeste, Maracanaú Brasil e Sobral Brasil.
Maranhão Estacas Imperatriz Brasil e São Luís Brasil.
Paraíba Estacas Campina Grande Brasil, Campina Grande Liberdade, João Pessoa Brasil, João Pessoa Rangel, João Pessoa Torre, Livramento Brasil e Santa Rita Brasil; além do Distrito de Sousa Brasil.
Pernambuco Estacas Caruaru Brasil, Camaragibe Brasil, Garanhuns Brasil, Jaboatão dos Guararapes Brasil, Jaboatão dos Guararapes Litoral, Olinda Brasil, Olinda Paulista, Petrolina Brasil, Recife Brasil, Recife Boa Viagem, Recife Casa Amarela, Recife Caxangá, Recife Imbiribeira e Recife Jardim São Paulo.
Piauí Estacas Teresina Brasil e Teresina Horto; além do Distrito Parnaíba Brasil.
Rio Grande do Norte Estacas Caicó Brasil, Mossoró Brasil, Natal Brasil, Natal Pajuçara, Natal Ponta Negra e Natal Potengi.
Sergipe Estacas Aracaju Norte e Aracaju Sul; além do Distrito de Lagarto Brasil.

Região Sudeste[editar | editar código-fonte]

A Região Sudeste é a região brasileira que abriga o maior número de estacas e distritos, alas e ramos, assim como de missões. O estado de São Paulo possui, 72 estacas e distritos, seguido de Minas Gerais com 16 estacas e distritos e Rio de Janeiro, com 15 estacas. Também no estado de São Paulo estão os dois templos da região, em Campinas e na capital. A primeira estaca criada foi a Estaca São Paulo Brasil, em 1966.

Estado Distritos e Estacas
Espírito Santo Estacas Cariacica Brasil, Vila Velha Brasil e Vitória Brasil e Distrito Colatina.
Minas Gerais Estacas Belo Horizonte Brasil, Belo Horizonte Leste, Belo Horizonte Pampulha, Belo Horizonte Oeste, Contagem Brasil, * Ipatinga Brasil, Juiz de Fora Brasil, Lafaiete Brasil, Sete Lagoas Brasil, Uberaba Brasil e Uberlândia Brasil e Distritos Divinópolis Brasil, Montes Claros Brasil, Nanuque Brasil, Pouso Alegre Brasil, Teófilo Otôni Brasil e Três Corações Brasil.
\\ * a Estaca Ipatinga Brasil foi anunciada para o dia 31 de Agosto de 2014 e passa a vigorar a partir desta data, sendo criad a partir do Distrito de mesmo nome.\\
Rio de Janeiro Estacas Campos Brasil, Niterói Brasil, Arsenal Brasil, Macaé Brasil, Nova Iguaçu Brasil, Petrópolis Brasil, Rio de Janeiro Brasil, Rio de Janeiro Engenho de Dentro, Rio de Janeiro Andaraí, Rio de Janeiro Campo Grande, Rio de Janeiro Itaguaí, Rio de Janeiro Jacarepaguá, Rio de Janeiro Madureira, Teresópolis Brasil e Volta Redonda Brasil.
São Paulo Estacas Alphaville Brasil, Alvarenga Brasil, Araçatuba Brasil, Araraquara Brasil, Americana Brasil, Barueri Brasil, Bauru Brasil, Birigüi Brasil, Campinas Brasil, Campinas Campos Elíseos, Campinas Castelo, Campinas Flamboyant, Diadema Brasil, Franca Brasil, Guaratinguetá Brasil, Guarujá Brasil, Hortolândia Brasil, Itatiba Brasil, Itu Brasil, Jundiaí Brasil, Jundiaí Represa, Mauá Brasil, Marília Brasil, Mogi-Mirim Brasil, Osasco Brasil, Piracicaba Brasil, Pirassununga Brasil, Praia Grande Brasil, Ribeirão Pires Brasil, Ribeirão Preto Leste, Ribeirão Preto Oeste, Rio Claro Brasil, Santo André Brasil, Santos Brasil, São Bernardo do Campo Brasil, São Bernardo do Campo Rudge Ramos, São Carlos Brasil, São João da Boa Vista Brasil, São José dos Campos Brasil, São José do Rio Preto Brasil, São Paulo Brasil, São Paulo Campo Limpo, São Paulo Casa Grande, São Paulo Cotia, São Paulo Cumbica, São Paulo Embu, São Paulo Ferreira, São Paulo Grajaú, São Paulo Guarapiranga, São Paulo Guarulhos, São Paulo Interlagos, São Paulo Ipiranga, São Paulo Itaquera, São Paulo Itaquá, São Paulo Jaraguá, São Paulo Jardim da Saúde, São Paulo Jaçanã, São Paulo Mogi das Cruzes, São Paulo Norte, São Paulo Parque Bristol, São Paulo Parque Pinheiros, São Paulo Penha, São Paulo Perdizes, São Paulo Piratininga, São Paulo Pirituba, São Paulo Raposo Tavares, São Paulo Santo Amaro, São Paulo São Miguel Paulista, São Paulo Taboão, São Paulo Oeste, São Vicente Brasil, São Vicente Serra do Mar, Sorocaba Brasil, Sorocaba Barcelona, Sorocaba Santana e Sorocaba Trujilo; além dos Distritos de Botucatu Brasil, Itapetininga Brasil, Itapeva Brasil, Presidente Prudente Brasil, Registro Brasil, São Sebastião Brasil e Tupã Brasil.

Região Sul[editar | editar código-fonte]

Os estados da Região Sul do Brasil possuem diversas estacas e distritos, com destaque para o Rio Grande do Sul. A região abriga dois templos, em Curitiba e Porto Alegre. A primeira estaca da região foi a Estaca Curitiba Brasil, criada em 1971.

Estado Distritos e Estacas
Paraná Estacas Cascavel Brasil, Curitiba Brasil, Curitiba Boa Vista, Curitiba Boqueirão, Curitiba Iguaçu, Curitiba Jardim do Sol, Curitiba Luz, Curitiba Novo Mundo, Curitiba Portão, Curitiba São Lourenço, Curitiba Tarumã, Londrina Brasil, Londrina Tiradentes, Maringá Brasil, Paranaguá Brasil, Pinhais Brasil, Ponta Grossa Brasil, Ponta Grossa Campos Gerais, São José dos Pinhais Brasil. e Distritos Apucarana Brasil, Guarapuava Brasil
Rio Grande do Sul Estacas Alegrete Brasil, Bagé Brasil, Canoas Brasil, Canoas Brasil Norte, Caxias do Sul Brasil, Cruz Alta Brasil, Gravataí Brasil, Novo Hamburgo Brasil, Pelotas Brasil, Pelotas Norte, Passo Fundo Brasil, Porto Alegre Brasil, Porto Alegre Moinhos de Vento, Porto Alegre Norte, Porto Alegre Partenon, Porto Alegre Sul, Rio Grande Brasil, Santa Maria Brasil, Santo Ângelo Brasil, São Leopoldo Brasil e Uruguaiana Brasil. Distritos Cachoeira do Sul Brasil, Gramado Brasil
Santa Catarina Estacas Chapecó Brasil, Florianópolis Brasil, Joinville Brasil Norte, Joinville Brasil Sul, Lages Brasil, São José Brasil, Tubarão Brasil,Vale do Itajaí Brasil e Distrito de Ipoméia.

Missões[editar | editar código-fonte]

Existem 34 missões no Brasil. [17] . São elas:

Alagoas[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Maceió

Amazonas[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Manaus

Bahia[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Salvador
  • Missão Brasil Salvador Sul

Ceará[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Fortaleza
  • Missão Brasil Fortaleza Leste*

Distrito Federal[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Brasília

Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Vitória

Goiás[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Goiânia

Mato Grosso[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Cuiabá

Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Belo Horizonte
  • Missão Brasil Juiz de Fora

Pará[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Belém

Paraíba[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil João Pessoa

Paraná[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Curitiba
  • Missão Brasil Curitiba Sul
  • Missão Brasil Londrina

Pernambuco[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Recife

Piauí[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Teresina

Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Natal*

Rio Grande do Sul[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Porto Alegre Norte
  • Missão Brasil Porto Alegre Sul
  • Missão Brasil Santa Maria

Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Florianópolis

São Paulo[editar | editar código-fonte]

  • Missão Brasil Campinas
  • Missão Brasil Piracicaba*
  • Missão Brasil Ribeirão Preto
  • Missão Brasil Santos*
  • Missão Brasil São Paulo Interlagos
  • Missão Brasil São Paulo Leste
  • Missão Brasil São Paulo Norte
  • Missão Brasil São Paulo Oeste*
  • Missão Brasil São Paulo Sul

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Moroni Torgan, político brasileiro e adepto Santos dos Últimos Dias.

Algumas personalidades e cidadãos notórios brasileiros são Santos dos Últimos Dias. Robert Lippelt, historiador alemão, foi o primeiro membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias no país, chegando ao Brasil em 1923. Além deste, destacam-se Moroni Torgan (político),[18] Helvécio Martins (líder religioso e primeiro homem negro a receber o chamado de Autoridade Geral), Liriel Domiciano (cantora),[19] Mosiah Rodrigues (ginasta),[20] Carlos Wizard Martins (educador, fundador da rede de ensino de idiomas Wizard,[18] e Moroni Cruz (Ator do canal da Disney no Brasil e atualmente membro da boyband The Destiny).[18]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. UOL. Igreja Mórmon guarda registros para pesquisas genealógicas. Página visitada em 24 de junho de 2010.
  2. Vooz. A comunidade mórmon se constitui como uma religião cristã restauracionista. Página visitada em 24 de junho de 2010.
  3. Princípios do Evangelho. A Igreja de Cristo Foi Organizada Novamente. Página visitada em 13 de maio de 2010.
  4. Viagens & Imagens. Salt Lake City. Página visitada em 24 de junho de 2010.
  5. Statistical Report 2009 (Estatísticas e registros de 2009) (em Inglês).
  6. a b InfoEscola (24 de novembro de 2007). Reestruturação da igreja Mórmon. Página visitada em 24 de junho de 2010.
  7. "LDS Church says membership now 13 million worldwide", Salt Lake Tribune, June 25, 2007.
  8. Press Release, LDS Church, "One Million Missionaries, Thirteen Million Members", June 25, 2007.
  9. a b c Igreja Mórmon.org. História da Igreja Mórmon no Brasil. Página visitada em 28 de maio de 2010.
  10. a b c Portal São Francisco. Mórmons - História no Brasil. Página visitada em 7 de julho de 2010.
  11. Jornal Metas. Imigração Alemã no Brasil. Página visitada em 22 de junho de 2010.
  12. Brazil. Newsroom.
  13. Newsroom. Brazilian Senate Honors Church and Its Members (Emportuguês: Senado Federal honra Igreja e seus membros). Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  14. Sala de Imprensa de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Novas Missões são criadas para acomodar fluxo de novos missionários.|acessodata=22 de fevereiro de 2013}}
  15. Brazil. Newsroom. Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  16. Cumorah.com. Página visitada em 21 de novembro de 2012.
  17. [http:/http://www.cumorah.com/index.php?target=view_other_articles&story_id=298&cat_id=23 Cumorah.com]. Página visitada em 22 de fevereiro de 2013.
  18. a b c Mórmons famosos. All About. Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  19. Artista brasileira canta com o Coro do Tabernáculo nos Estados Unidos. Sala de Imprensa - A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  20. Mosiah Rodrigues – Um representante da Igreja nas Olimpíadas. Sala de Imprensa - A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Página visitada em 21 de janeiro de 2011.