Bad Romance

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Bad Romance"
Single de Lady Gaga
do álbum The Fame Monster
Lançamento 26 de Outubro de 2009
(veja o histórico de lançamento)
Formato(s) CD single, 7", download digital
Gravação 2009;
Los Angeles, Califórnia
(Record Plant Studios)
Amesterdão, Países Baixos
(FC Walvisch)
Gênero(s) Electropop, dance-pop, synthpop
Duração 4:54 (versão do álbum)
4:19 (versão do single)
Gravadora(s) Streamline, Kon Live, Interscope, Cherytree
Composição Stefanni Germanotta, Nadir Khayat
Produção Lady Gaga, RedOne
Informações sobre o vídeo musical
Gravação Outubro de 2009;
Los Angeles, California, EUA
Lançamento 10 de Novembro de 2009
Director(es) Francis Lawrence
Duração 5:07
Cronologia de singles de Lady Gaga
Último
Último
"Paparazzi"
(2009)
"Video Phone"
(2009)
Próximo
Próximo
Lista de faixas de The Fame Monster
Último
Último
"Alejandro"
(2)
Próximo
Próximo

"Bad Romance" é uma canção da cantora americana Lady Gaga para o EP The Fame Monster. Foi lançado como primeiro single do trabalho.[1] [2] A faixa foi produzida por RedOne e foi inspirada na paranóia que ela sentiu na sua digressão, The Fame Ball Tour. Depois da demo ter sido revelada na Internet, Gaga estreou a canção na semana da moda de Paris Primavera/Verão 2010 de Alexander McQueen a 6 de Outubro de 2009, seguida pela revelação da capa. Composta num ritmo semelhante ao dos seus singles anteriores, "Bad Romance" traz uma canção ponte e um refrão forte. A música fala sobre explorar as alegrias de um mau romance, enquanto referência a filmes de Alfred Hitchcock, que são visíveis em alguns versos da letra. Esse single vendeu mais de 9,7 milhões downloads, sendo a segunda música mais bem sucedida no mundo no ano de 2010, atrás apenas de "Tik Tok" (2009), de Ke$ha.[3]

Críticos contemporâneos atribuíram opiniões positivas à canção, com a maioria deles comparando a canção ao segundo single da cantora, "Poker Face". Desde então, alcançou a primeira posição no UK Singles Chart, Irish Singles Chart, Canadian Hot 100, e nas tabelas da Suécia, Alemanha, Áustria e Dinamarca, chegando à segunda posição da Billboard Hot 100 nos Estados Unidos, na Austrália e Nova Zelândia. O vídeo da música ocorre num balneário branco onde Gaga é sequestrada por um grupo de modelos que a drogam e depois a vendem à Máfia Russa para a escravidão sexual. O vídeo recebeu resposta positiva para o seu tratamento e da inovação, os críticos observando mais a sua loucura e enredo simbólico, tendo sido o mais visto da história do YouTube.[4]

A música tem sido interpretada por Gaga em vários programas televisivos, incluindo Saturday Night Live e Gossip Girl, assim como na cerimónia dos American Music Awards de 2009.[5] No alinhamento de faixas da The Monster Ball Tour, é a canção de encerramento dos espectáculos. A revista Rolling Stone classificou a faixa como a décima canção do ano de 2009.[6]

Fundo musical[editar | editar código-fonte]

"Bad Romance" foi confirmado como o primeiro single de The Fame Monster[7] em novembro de 2009, lançado por Gaga no mesmo mês. Antes do seu lançamento oficial, foi liberada na Internet uma versão demo, em que Gaga, via Twitter, disse para que seus fãs aguardassem a versão final.[8] Uma parte da canção foi interpretada no Saturday Night Live em 3 de Outubro de 2009, juntamente com "Poker Face" e "LoveGame".[9] [10] Foi estreada no final do evento de Alexander McQueen Spring/Summer 2010, semana da moda em Paris, a 6 de Outubro de 2009.[11] A capa do single foi revelada a 15 de Outubro de 2009. Bill Lamb da About.com presou a arte da capa dizendo que "Gaga está mantendo o seu talento em conceber imagens poderosas para acompanhar as suas músicas e apresentações".[12] A versão oficial contida no álbum, foi lançada no MySpace oficial da cantora a 21 de Outubro de 2009.[13] Gaga explicou que a faixa é uma das que escreveu em 2008 durante a digressão. Essas canções foram inspiradas em monstros, e um deles, o "monstro do amor" resultou na música.[12]

Música e letra[editar | editar código-fonte]

De acordo com a MTV, a canção é tem um andamento similar a "Poker Face", single anterior da cantora. Gaga começa a cantar com uma porção do refrão que, depois, transita para o "Rah-rah-ah-ah-ah/Roma-roma-mah-mah/Gaga-ooh-là-là". É seguido pelo som de tambores e arranjos de teclado.[8] A ponte musical é clareada no formato da linha "You know that I want you/ And you know that I need you". Seguida pelo refrão geral "You and me could write a bad romance [...] Caught in a bad romance."[8] De acordo com a About.com a música é mais adequada para a visualização de desenhos de moda e sobre desfilar.[12] Slant Magazine disse que a música consistia em sintetizadores new wave e um infindável número de repetições de refrão.[14] The Independent sentiu que o refrão tinha influências das músicas de Boney M enquanto que o The Guardian escreveu que lembrou a música da banda Depeche Mode, no seu quinto álbum de estúdio Black Celebration de 1986.[15] [16] A música é definida no tempo de assinatura comum com um metrónomo de 116 batidas por minuto. É composto na chave de lá menor com o alcance vocal que vai desde da nota baixa de E3, para a nota de alta de C5. A canção segue a progressão de acordes de Am-C-F-C-G nos versos e F-G-Am-C-F-G-Em-Am no efeito de coro.[17]

A letra no geral explora os benefícios do divertimento de ter um mau romance mas a ideia muda durante a intermediária ponte musical quando a certo ponto é falado o assunto moda.[18] Durante o programa It's On with Alexa Chung de 2 de Novembro de 2009, Gaga revelou usar ideias do filme de Alfred Hitchcock, no verso "I want your psycho, your vertigo stick/ Want you in my rear window, baby you're sick". Ela disse, "O que estou realmente a tentar dizer que eu quero a mais profunda, mais escura, mais doente parte de você, as que tem medo de partilhar com ninguém porque eu te amo muito".[19]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Bill Lamb, do About.com, comentou que "O canto de Lady GaGa é o melhor até agora, já que ela segue do tom ameaçador para a doçura fascinante, e torna a ser ameaçadora novamente. [...] Se você tem qualquer receio de que Gaga poderia ser apenas uma celebridade instantânea, as batidas e melodias de "Bad Romance" poderiam ajudá-lo a tirar este medo."[12] Ele também lista a canção como uma das melhores do álbum.[20] Gil Kaufman, da MTV, comenta que a "batida mínima permanece durante a maior parte [da canção], [...], mas sobe para uma extasiante pulsação durante o coro, mas falta alguns pulsos musicais imediatos, como encontrados nos maiores sucessos de GaGa até hoje.[8] Daniel Kerps, da revista Rolling Stone, enquanto escrevia sobre o vazamento inicial da canção, comentou que "o single não se desviou longe do projeto elaborado para os outros sucessos de GaGa, especialmente "Poker Face", do qual "Bad Romance" sustenta uma avalassadora lembrança.[18] Christopher John Farley, do jornal The Wall Street Journal, elogiou a canção e disse que "É particularmente difícil de resistir à atração feita pelo refrão de 'Bad Romance'".[21] Sal Cinquemani, da Slant Magazine, disse que a canção é uma das canções de destaque do álbum e explicou que "se as melodias pudessem ser estampadas, [essa] receberia uma estampa com os dizeres 'década de 80' [no seu traseiro]."[14] Simon Price, do jornal The Independent, disse que o primeiro verso da canção "I want your ugly, I want your disease" ("Eu quero sua feiúra, eu quero sua doença") dá o tom para a natureza gótica de The Fame Monster.[15]

Kitty Empire, do The Guardian disse que "singles como 'Bad Romance' fazem um caso ainda mais persuasivo para esta causa, e a não-carismática ítalo-americana Lady GaGa tornando-se a nova Madonna.[22] Paul Lester, do BBC, disse que a canção é "sentimental" e sente que a canção é comparável à música de Andy Warhol.[16] Mikale Wood, do jornal Los Angeles Times, disse que a canção tem um pouco de "europop".[23] Jon Dolan da revista Rolling Stone disse que "Bad Romance" faz com que o nome [de Gaga] seja um canto teutônico.[24] Edna Gunderson, do USA Today disse que "'Bad Romance' é um espancador feroz com um sórdido ponto fraco."[25] Michael Hubbar, do MusicOMH disse que o coro da canção é o melhor de Gaga até agora, "principalmente porque parece conter pelo menos três seções separadas, cada uma tão encantadora quanto a última."[26] Monica Herrera, da Billboard, disse que "Bad Romance" não é tão "pegajoso" como os singles anteriores de Gaga, mas tem um "travesso" apelo sexual.[27] O Pitchfork Media listou "Bad Romance" como a 39ª melhor canção de 2009 e disse que era "épica em sua construção".[28] O Boston Public Health Comission listou "Bad Romance" como o décima canção numa lista de dez canções com "Ingredientes de Relações Não-Saudáveis".[29]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Durante uma entrevista com a revista Rolling Stone, Gaga confirmou que o director do vídeo era Francis Lawrence. A equipe artística da cantora, Haus of Gaga, tratou da direcção de arte para o vídeo.[30] Era para ter sido estreado exclusivamente no site oficial na Internet da cantora a 9 de Novembro de 2009, mas foi recolocado a 10 de Novembro de 2009, e também no canal oficial no YouTube da editora discográfica, Interscope Records.[31]

"Eu queria alguém com um entendimento tremendo de como fazer um videoclipe pop, porque o meu maior desafio de trabalhar com diretores é que eu sou a diretora e eu compus o enredo e estabeleci a moda e decidi sobre o que seria e é muito difícil achar diretores que cedam a qualquer tipo de sugestões do artista [...] mas Francis e eu trabalhamos juntos. [...] Foi colaborativo. Ele é realmente um diretor de videoclipes pop e de filmes. Ele dirigiu Eu Sou a Lenda e sou uma fã fervorosa de Will Smith, então eu sabia que ele poderia dirigir o videoclipe em um jeito que eu poderia dar toda a minha esquisitice, as ideias mais psicóticas, [...] mas que poderia vir a ser relevante ao público."[32]

Gaga criou um par de óculos de sol de lâminas já que ela representava um espírito agressivo feminino. Ela enfatizou que "queria elaborar um par de óculos para aquelas "vadias" e para algumas de minhas namoradas [...] ficariam com lâminas no lado de suas bocas, [...] que o espírito agressivo feminino é uma coisa que eu queria projetar. Significa ser, 'Este é meu escudo, esta é a minha arma, este é o meu senso íntimo de fama, este é o meu monstro.'[32] As roupas de látex no videoclipe foram elaboradas por Max Wolf para o filme Where the Wild Things Are.[33] Ela também calça um sapato com salto de 12 polegadas.[34]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A principal ideia por trás do videoclipe é que Gaga fora sequestrada por um grupo de supermodelos que a drogam e vendem-na para a máfia russa. O videoclipe se passa numa casa de banho branco-fluorescente.[32] [35] O videoclipe começa com gaga sentada num trono branco, usando um vestido dourado e óculos feitos de lâminas. Ela é rodeada por várias pessoas e por um dog alemão, que fez aparições em todos os seus videoclipes anteriores. Ela está com o seu dedo no botão "mute" de um alto-falante de um iPod (no qual um fragmento sintetizado da fuga em B menor do Livro 1 d'O Cravo Bem Temperado de Johann Sebastian Bach emana como uma introdução para o videoclipe), e quando Gaga pressiona o botão, "Bad Romance" começa a tocar. A luz do sol começa a impregnar nas parede de um banheiro, ativando a luz fluorescente, e um letreiro é mostrado, onde se lê: "Bath House of GaGa" ("Casa de Banho de GaGa"). Um grupo de dançarinos que usam roupas colantes de manga comprida, com botas a altura do joelho, combinando coroas com caixões brancos em forma de ovos. O caixão do meio tem a palavra "Monster", e Gaga emerge deste caixão usando uma roupa semelhante a das dançarinas, que começam a dançar atrás de Gaga. Quando o coro da canção começa, duas mulheres tiram Gaga de uma banheira, arrancam suas roupas e forçam-na a tomar um gole de vodka. Assim que a segunda parte começa, Gaga, usando uma roupa coberta por diamantes e completada por uma coroa, dança sensualmente para um grupo de homens que estavam participando de um leilão, cujo objeto leiloado é a própria Gaga. Ela senta-se no colo de um dos homens, executando algo como a lap dance. Logo em seguida, ele oferece um lance e torna-se então o maior licitante. Quando o coro é tocado pela terceira vez, Gaga usa uma casaco de pele de urso polar falsa. Ela segue então para o homem, que está sentado numa cama, desabotoando sua camisa. Gaga expressa um rosto de indiferença e tira seu casaco e seus óculos escuros. De repente, a cama incedeia-se espontaneamente com o homem ainda deitado. O videoclipe termina com Gaga do lado de um esqueleto ainda em combustão sobre a cama destruída, com cinzas em toda a parte. Ela fuma um cigarro enquanto seu sutiã pirotécnico se ativa.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Tim Stack, do Entertainment Weekly comparou parte da coreografia com o videoclipe de "Thriller", de Michael Jackson. Ele disse que "Não acho Gaga ainda mais bonita do que nos close-ups, onde mostra Gaga com menos roupas. Por um lado, eu amo aquelas loucas pupilas dilatadas onde Gaga mostra-as em boa parte do videoclipe. [...] Este videoclipe é incrível."[36] Jennifer Cady, do E! também estava impressionada com o videoclipe e comentou que "este videoclipe realmente nos fazem apreciar tudo o que Gaga trás para a música pop. Ela é excitante para se assistir, é aquilo e pronto. [...] Nós precisamos de alguém como Gaga para trazer realmente o pop. Para por realmente o seu pensamento e o cuidado no seu produto, então que isto torne-se vivo."[37] Daniel Kreps, da Rolling Stone disse que as cenas do videoclipe recordavam o trabalho de Stanley Kubrick. Ele acrescentou que "'Bad Romance' faz com que Gaga traga fãs com talvez a sua atração mais louca e brilhante [...] todas vestidas de branco naquelas roupas ultrajantes (e isso é dizer muito)."[38] Jocelyn Vena, da MTV, disse que o videoclipe foi simbólico e que retratou que a "velha Gaga não existe mais e aqui está a novíssima Gaga: aquela que parece ter prazer em empurrar as fronteiras e explorar todos os tipos de tendências sexuais. Ele ainda acrescentou que "[o videoclipe foi] um testamento para o seu brilhantismo como artista e que Gaga está usando como trampolim para a próxima etapa de sua carreira. Nos dias de hoje, parece que todas as estrelas pop raramente põem seus pensamentos em suas visões e em seus produtos."[38] O 'The Wall Street Journal observou que Gaga "parece ser uma das poucas estrelas pop nos dias atuais que realmente entende de espetáculos, moda, dança e coreografia, todas as coisas que Madonna e Michael Jackson eram mestres na década de 1980."[21] Bill Lamb, do About.com, disse que "a canção [o videoclipe] explode em seus sentidos até que você esteja apenas se afogando no poder do áudio e do vídeo. Lady Gaga continua a quebrar barreiras e a nos levar para novos lugares. Em uma indústria musical em que muitas vezes parece querer revisitar o que poderia ser bem-sucedido no passado sem considerar novos materiais e seus elementos, Lady Gaga continua a ser uma força poderosa para se observar."[39] Evan Sawdey, do PopMatters.com, disse que o videoclipe "É uma espécie de [...] brando. O coro é sentido como alguma coisa retratada e cansada dos versos, e a coisa só carece daquela "faísca" extra que fazem de seus sucessos anteriores tão prazerosos. Ao invés disso, a música é mais bem definida pelo seu videoclipe."[33]

Performances ao vivo[editar | editar código-fonte]

Gaga, rodeada pelos seus dançarinos, interpretando "Bad Romance" na The Monster Ball Tour.

Um trecho da canção foi executado no Saturday Night Live de 3 de outubro de 2009. Gaga usava um traje complexo chamado de "The Orbit", desenhado por Nasir Mazhar e pela sua equipe de produção "Haus of GaGa".[10] Descrito por Gaga como a "instalação da moda", e se consistia de anéis metálicos concêntricos, que giravam em torno dela. Depois de terminar a sua performance para "LoveGame", Gaga sentou-se em seu piano (com alguma dificuldade, devido aos trajes elaborados) e tocou uma versão acústica do coro de "Bad Romance".[8] [40] Gaga cantou a canção na série de TV Gossip Girl em 16 de novembro de 2009, no episódio intitulado The Last Days of Disco Stick.[41] A apresentação decorre num espetáculo privado da personagem Blair Waldorf, que estava tentando provar para si mesma como uma caloura da Universidade de Nova Iorque.[42] Em entrevista à MTV, Gaga explicou que a decisão de realizar a mostra foi inspirada pela sua irmã. Ela afirmou que ela não queria que a performance estivesse fora de sintonia com o enredo do espetáculo, de modo que ela trabalhou com os autores para incorporá-la ao enredo. A performance incluiu muitas escadas, que são símbolos de má sorte. Gaga também usou na performance um longo vestido.[43] Segundo a produtora executiva do espetáculo, Staphanie Savage, a canção incorporou algumas letras específicas de Gossip Girl.[41] O enredo incluiu Waldorf tentando impressionar seu par na NYU's Tisch School of the Arts, a alma mater de Gaga. A performance começou com ela emergindo de duas portas gigantes, vestida com um grande vestido vermelho. Seus dançarinos dançavam ao redor da escada enquanto Gaga continuava a cantar.[44]

Gaga cantou a canção na American Music Awards de 2009, juntamente com outra canção do álbum The Fame Monster, intitulada "Speechless". Gaga usava um bodysuit vermelho envolvido por um debrum branco, com luzes anexas imitando costelas e a coluna vertebral. A performance começou com "Bad Romance" e então seguiu para a performance de "Speechless", usando o suporte do seu microfone para quebrar uma caixa de vidro com um piano dentro. Ela se sentou no banco e começou a performance enquanto seu piano estava em chamas. Durante a performance, Gaga continuou a quebrar garrafas de bebida no piano.[45] A performance foi realizada no The Jay Leno Show, onde Gaga usava um par de óculos escuros pretos e um casaco preto, com ombreiras que se estendiam acima de sua cabeça. Seus dançarinos estavam vestindo ternos pretos e chapéus S&M.[46] Tanto "Bad Romance" quanto "speechless" foram executadas no The Ellen DeGeneres Show em 25 de novembro de 2009.[47] Gaga também executou a performance de "Bad Romance" no The X Factor, da TV britânica, em 6 de novembro de 2009.[48] A apresentação teve Gaga cantando "Bad Romance" em uma banheira gigante, com quatro metros de comprimento, e tocou seu piano enquanto estava num vaso sanitário.[49] "Bad Romance" foi executada como a canção de encerramento dos shows da turnê The Monster Ball Tour.[50] [51]

Formatos[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

"Bad Romance" estreou na nona posição na edição de 14 de novembro de 2009 da Billboard Hot 100, tornando-se o single de melhor estreia de Gaga nesta parada atualmente, vendendo 142.000 downloads digitais pagos na primeira semana.[58] Após três semanas, a canção logo alcançou a primeira posição, tornando-se o single de Gaga mais bem posicionado no Hot 100. A subida foi incentivada pela grande venda de downloads digitais, que alcançaram mais de 49% do total de downloads na época. Isto também deixou "Bad Romance" na posição mais alta do Hot Digital Songs.[59] A canção vendeu 2,47 milhões de downloads digitais pagos nos Estados Unidos, de acordo com o Nielsen Soundscan.[60] "Bad Romance" estreou no Pop Songs na 38ª posição,[61] e seguiu para o topo da parada na semana de 16 de janeiro de 2010, tornando-se o quinto single número um consecutivo de Gaga nessa parada.[62] Na mesma semana, a canção também atingiu a posição mais alta no Hot Dance Club Songs.[62] De acordo com o Nielsen Broadcast Data Systems, "Bad Romance" bateu o recorde de maior número de execuções nas rádios em dezessete anos da história do Top 40 Mainstream (Pop Songs), registrando 10.859 execuções de 130 estações de rádio monitoradas.[63] No Canadian Hot 100, "Bad Romance" estreou na 58ª posição.[64] Na semana seguinte, a canção logo atingiu a primeira posição na parada, tornando-se o terceiro single de Gaga a atingir tal posição.[65] Após ser substituída pela canção TiK ToK, de Ke$ha, por duas semanas, "Bad Romance" voltou à posição mais alta da parada canadense.[66]

A canção estreou na Austrália, de acordo com o ARIA Charts, na 60ª posição na semana de 2 de novembro de 2009.[67] "Bad Romance" também estreou na 33ª posição na Nova Zelândia, segundo a RIANZ.[68] Na semana seguinte, "Bad Romance" foi a grande vencedora no ARIA charts e seguiu para a terceira posição.[69] Na sua sétima semana na parada, "Bad Romance" atingiu a segunda posição.[70] Na Nova Zelândia, a canção também seguiu para a terceira posição.[68] Na semana de 29 de outubro de 2009, "Bad Romance" estreou na Irish Singles Chart na 20ª posição, e atingiu a sua posição mais alta na parada na sua sétima semana.[71] No UK Singles Chart, "Bad Romance" estreou na 14ª posição, e na semana de 13 de dezembro de 2009, a canção alcançou a primeira posição, tornando Gaga a primeira mulher na história musical do Reino Unido a ter três canções número um em um mesmo ano, e apenas a terceira a fazer isso considerando-se um período de doze meses. Duas semanas depois, na primeira semana de 2010, "Bad Romance" retornou à primeira posição, tornando Gaga a primeira mulher na história musical do Reino Unido no século XXI a ter alcançado o topo da parada britânica em duas ocasiões distintas.[72] A canção estreou na Eurochart Hot 100 na 40ª posição[73] e alcançou a posição mais alta na semana de 23 de janeiro de 2010.[73] Na Suécia, "Bad Romance" estreou na terceira posição e alcançou o topo da parada duas semanas depois.[74] [75] Em toda a Europa, "Bad Romance" entrou nas principais paradas musicais da Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Finlândia, Países Baixos, Noruega e Suíça.[55]

Posições[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato
Mundo 19 de Outubro de 2009[8] Download Digital
 Reino Unido 26 de Outubro de 2009[96] Download Digital
23 de Novembro de 2009[96] CD Single
 Estados Unidos 26 de Outubro de 2009[97] Download Digital
10 de Novembro de 2009[98] Rádio
 Austrália 27 de Novembro de 2009[99] CD Single

Referências

  1. Cortney Harding (1 de Outubro de 2009). Lady Gaga: First Lady (em inglês) Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 11 de Outubro de 2009.
  2. Daniel Kreps (2 de Outubro de 2009). Is Lady Gaga’s “Bad Romance” Bound for “SNL”? New Track Hits the Web (em inglês) Jann Wenner. Página visitada em 11 de Outubro de 2009.
  3. IFPI divulgou o Digital Music Report 2011 abpd. (20 de janeiro de 2011). Página visitada em 21/01/2011.
  4. 'Bad romance', de Lady GaGa, é o vídeo mais visto da história do YouTube (em inglês) O Globo. Página visitada em 16 de Abril de 2010.
  5. "ARTISTS PERFORMING AT THE 2009 AMERICAN MUSIC AWARDS" (em inglês) American Music Awards. ABC. Página visitada em 19 de Janeiro de 2010.
  6. "The 25 Best Songs of 2009" (em inglês) Rolling Stone (17 de Dezembro de 2009). Página visitada em 19 de Janeiro de 2010.
  7. Cortney Harding (1 de Outubro de 2009). "Lady GaGa: First Lady" (em inglês) Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  8. a b c d e f Gil Kaufman (2 de Outubro de 2009). "New Lady Gaga Track 'Bad Romance' Leaks" (em inglês) MTV. MTV Networks. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  9. RS Reporter (29 de Setembro de 2009). "Lady Gaga Readies New Single for “SNL,” “The Fame” Re-Release" (em inglês) Rolling Stone. Jann Wenner. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  10. a b RS Reporter (5 de Outubro de 2009). "Lady Gaga Fights Madonna, Debuts “Bad Romance” on “Saturday Night Live”" (em inglês) Rolling Stone. Jann Wenner. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  11. "SHOWstudio presents Alexander McQueen S/S10 Live" (em inglês) SHOWstudio.com (7 de Outubro de 2009). Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  12. a b c d Bill Lamb (16 de Outubro de 2009). "Lady GaGa's "Bad Romance" Cover Art - Out in Less Than Two Weeks" (em inglês) About.com. The New York Times Company. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  13. "Lady Gaga on MySpace Music" (em inglês) MySpace. Fox Interactive Media (21 de Outubro de 2009). Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  14. a b Sal Cinquemani (18 de Novembro de 2009). "Lady Gaga: The Fame Monster" (em inglês) Slant Magazine. Página visitada em 25 de Janeiro de 2010.
  15. a b Simon Price (22 de Novembro de 2009). "Album: Lady Gaga, The Fame Monster (Polydor)" (em inglês) The Independent. Página visitada em 25 de Janeiro de 2010.
  16. a b Paul Lester (2009-11-20). "Lady Gaga The Fame Monster Review" (em inglês) BBC Online. Página visitada em 25 de Janeiro de 2010.
  17. "Digital Sheet Music – Lady Gaga – Bad Romance" (em inglês) Music Notes. Página visitada em 25 de Janeiro de 2010.
  18. a b Daniel Kreps (2 de Outubro de 2009). "Is Lady Gaga’s “Bad Romance” Bound for “SNL”? New Track Hits the Web" (em inglês) Rolling Stone. Página visitada em 25 de Janeiro de 2010.
  19. Tamar Anitai (2 de Novembro de 2009). "Lady GaGa On MTV's 'It's On With Alexa Chung'" (em inglês) MTV. Página visitada em 25 de Janeiro de 2010.
  20. Lamb, Bill (2009-11-23). A Real Work of Pop Art – Not a Stopgap Release 'About.com'. The New York Times Company. Página visitada em 2009-11-23.
  21. a b Farley, Christopher John (2009-11-11). Lady GaGa: “Bad Romance” Plus Crowns, Kinkiness and Choreography The Wall Street Journal. Dow Jones & Company. Página visitada em 2009-11-12.
  22. Empire, Kitty (2009-11-22). Lady Gaga: The Fame Monster The Guardian. Guardian Media Group. Página visitada em 2009-11-23.
  23. Wood, Mikael (2009-11-23). Album review: Lady GaGa's 'The Fame Monster' Los Angeles Times. Tribune Company. Página visitada em 2009-11-24.
  24. Dolan, Jon (2009-11-23). Lady Gaga: The Fame Monster Review Rolling Stone. Jann Wenner. Página visitada em 2009-11-23.
  25. Gunderson, Edna (2009-11-23). Lady Gaga's 'Fame Monster' is so cool, it's cold USA Today. Gannett Company. Página visitada em 2009-11-24.
  26. Hubbard, Michael (2009-11-23). Lady Gaga: The Fame Monster, track-by-track MusicOMH. Página visitada em 2009-11-24.
  27. Herrera, Monica (2009-11-13). New Releases: Lady Gaga "Bad Romance" Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 2009-11-30.
  28. Staff, Pitchfork (2009-12-15). The Top 100 Tracks of 2009 Pitchfork Media. Página visitada em 2009-12-16.
  29. Top 10 List of Songs with Unhealthy Relationship Ingredients 'ABC News'. American Broadcasting Company (2009-12-12). Página visitada em 2009-12-29.
  30. Brian Hiatt (21 de Outubro de 2009). "Inside The Monster Ball: Lady Gaga Reveals Plans for Ambitious New Tour" (em inglês) Rolling Stone. Jann Wenner. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  31. "Bad Romance" Video Premiere!" Haus Of Gaga. LadyGaga.com (6 de Novembro de 2009). Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  32. a b c Jocelyn Vena. "Lady Gaga Says 'Bad Romance' Video Is About 'Tough Female Spirit'" (em inglês) MTV. Página visitada em 28 de Janeiro de 2010.
  33. a b Sawdey, Evan (11-12-09). Lady Gaga’s “Bad Romance” Video: WTF? PopMatters.com. Página visitada em 11-13-09.
  34. Lapowsky, Issie (11-11-09). Lady Gaga's on fire in her 'Bad Romance' video – or her man friend is, at any rate New York Daily News. Mortimer Zuckerman. Página visitada em 11-13-09.
  35. Dinh, James (2009-11-11). Lady Gaga Fans React To 'Bad Romance' Video 'MTV'. MTV Networks. Página visitada em 2009-11-11.
  36. Stack, Tim (2009-11-11). Lady Gaga's new 'Bad Romance' video: Her best yet?! Entertainment Weekly. Time Inc.. Página visitada em 2009-11-11.
  37. Cady, Jennifer (2009-11-11). Lady Gaga Brings the Crazy in "Bad Romance" Video E!. Comcast. Página visitada em 2009-11-11.
  38. a b Kreps, Daniel (2009-11-11). Lady Gaga Premieres “Bad Romance,” Her Craziest Video Yet Rolling Stone. Jann Wenner. Página visitada em 2009-11-11.
  39. Lamb, Bill (2009-10-11). Lady Gaga's "Bad Romance" Video – Almost Overwhelming 'About.com'. The New York Times Company. Página visitada em 2009-11-12.
  40. Aswad, Jem (2009-10-04). Lady Gaga, Madonna Catfight, Almost Kiss On 'Saturday Night Live' 'MTV'. MTV Networks. Página visitada em 2009-10-20.
  41. a b Futterman, Erica (2009-11-04). Exclusive: Behind the Scenes as Lady Gaga Hits “Gossip Girl” Rolling Stone. Jann Wenner. Página visitada em 2009-11-18.
  42. First Look: Lady Gaga’s Gossip Girl Performance People. Time Inc. (11-12-09). Página visitada em 11-14-09.
  43. Vena, Jocelyn; Calloway; Sway (2009-11-05). Lady Gaga Describes Her 'Gossip Girl' 'Crazy Performance-Art Piece' 'MTV'. MTV Networks. Página visitada em 2009-11-17.
  44. Vena, Jocelyn (2009-11-17). Lady Gaga Performs 'Bad Romance' In 'Gossip Girl' Cameo 'MTV'. MTV Networks. Página visitada em 2009-11-19.
  45. Kung, Michelle (2009-11-22). American Music Awards 2009: Adam Lambert, Lady Gaga Dazzle The Wall Street Journal. Dow Jones & Company. Página visitada em 2009-11-23.
  46. Dinh, James (2009-11-24). Lady Gaga Brings S&M 'Bad Romance' To 'Jay Leno Show' 'MTV'. MTV Networks. Página visitada em 2009-11-25.
  47. Vena, Jocelyn (2009-11-25). Lady Gaga Tells Fans 'It's OK' To Be A Freak 'MTV'. MTV Networks. Página visitada em 2009-11-30.
  48. Reporter, OK (2009-12-02). Lady GaGa's X Factor outfit OK!.. Página visitada em 2009-12-04.
  49. Nathan, Sarah (2009-12-07). X Factor: Lady Gaga sings live from a giant bath Daily Mail. Associated Newspapers. Página visitada em 2009-12-07.
  50. Stevenson, Jane (2009-11-29). Lady Gaga puts on a Monster show Toronto Sun. Sun Media Corporation. Página visitada em 2009-11-30.
  51. Nestruck, Kelly (2009-11-30). Lady Gaga's Monster Ball, reviewed by a theatre critic The Guardian. Guardian News and Media. Página visitada em 2009-12-01.
  52. Bad Romance – Single iTunes. Página visitada em 11-14-09.
  53. Bad Romance – EP iTunes. Página visitada em 11-19-09.
  54. Bad Romance – German release iTunes. Página visitada em 2009-12-08.
  55. a b c d e f g h Lady Gaga – Bad Romance (song) 'Ultratop 50'. Hung Medien. Página visitada em 2009-11-05.
  56. Bad Romance – UK CD Single Interscope Records. Página visitada em 2009-12-14.
  57. Bad Romance (Remixes) - EP iTunes. Página visitada em 2009-12-23.
  58. Pietroluongo, Silvio (2009-11-05). DeRulo Tops Hot 100 But Swift Swoops In Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 2009-11-05.
  59. Pietrolungo, Silvio (2009-11-26). 'Empire' Entrenched At No. 1 On Billboard Hot 100 Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 2009-11-30.
  60. Grein, Paul (2010-01-20). Week Ending Jan. 17, 2010: 21 Million Lady Gaga Fans Can't Be Wrong Yahoo!. Página visitada em 2009-12-31.
  61. Taylor, Chuck (2009-10-26). Chart Highlights: Pop, Country, Tropical Songs Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 2009-10-26.
  62. a b Trust, Gary (2010-01-05). Chart Highlights: Rock, Latin, Pop Songs & More Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 2010-01-05.
  63. Trust, Gary (2010-01-19). Lady Gaga Sets Latest Chart Record Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 2010-01-21.
  64. Canada Singles Top 100 Billboard. acharts.us (2009-11-07). Página visitada em 2009-10-31.
  65. Canadian Hot 100 – Week of November 14, 2009 Billboard. Nielsen Business Media, Inc (2009-11-14). Página visitada em 2009-11-05.
  66. Canadian Hot 100 Billboard. acharts.us (2009-12-05). Página visitada em 2009-12-01.
  67. Australia Singles Top 50 'Australian Recording Industry Association'. acharts.us (2009-11-02). Página visitada em 2009-11-08.
  68. a b c New Zealand Singles Chart: Chart #1697 'Recording Industry Association of New Zealand'. RIANZ.org.nz (2009-11-30). Página visitada em 2009-11-30.
  69. Australia Singles Top 50 'Australian Recording Industry Association'. acharts.us (2009-11-09). Página visitada em 2009-11-08.
  70. a b Australia Singles Top 50 'Australian Recording Industry Association'. acharts.us (2009-11-09). Página visitada em 2009-11-08.
  71. Irish Singles Top 50 'Irish Recorded Music Association'. acharts.us (2009-12-17). Página visitada em 2010-01-11.
  72. a b Lady Gaga – Bad Romance – UK Singles Chart 'The Official Charts Company'. ChartStats (2009-11-08). Página visitada em 2009-11-05.
  73. a b Billboard Eurochart Hot 100 Singles Billboard. Nielsen Business Media, Inc (2009-11-21). Página visitada em 2009-11-11.
  74. Swedish Singles Top 60 'Sverigetopplistan'. acharts.us (2009-11-05). Página visitada em 2009-11-20.
  75. Swedish Singles Top 60 'Sverigetopplistan'. acharts.us (2009-11-19). Página visitada em 2009-11-20.
  76. Título não preenchido, favor adicionar.
  77. Título não preenchido, favor adicionar.
  78. Título não preenchido, favor adicionar.
  79. Título não preenchido, favor adicionar.
  80. Título não preenchido, favor adicionar.
  81. Chartverfurlong - Lady Gaga - Bad Romance 'Media Control Charts'. Musicline.de. Página visitada em 2009-12-14.
  82. Título não preenchido, favor adicionar.
  83. RADIO TOP100 Oficiální – Lady Gaga Bad Romance 'International Federation of the Phonographic Industry'. IFPIcr.cz (2009-11-05). Página visitada em 2009-11-10.
  84. RADIO TOP100 Oficiálna – Lady Gaga Bad Romance - Slovak Republic 'International Federation of the Phonographic Industry'. IFPIcr.cz (2009-11-05). Página visitada em 2009-11-10.
  85. Título não preenchido, favor adicionar.
  86. European Hot 100 - Week of January 23, 2010 Billboard. Nielsen Business Media, Inc (2010-01-23). Página visitada em 2010-01-27.
  87. a b "Tops : Black Eyes Peas et Lady GaGa n°1" Syndicat National de l'Édition Phonographique Chartsinfrance. Página visitada em 2010-01-26.
  88. Hungary Singles Chart 'Mahasz'. Mahasz.hu. Página visitada em 2009-12-24.
  89. Ireland Singles Top 50 'Irish Recorded Music Association'. acharts.us (2009-11-19). Página visitada em 2009-11-19.
  90. Título não preenchido, favor adicionar.
  91. Título não preenchido, favor adicionar.
  92. Lady Gaga – Bad Romance – TopHit.ru TopHit.ru.. Página visitada em 2009-12-25.
  93. Título não preenchido, favor adicionar.
  94. Título não preenchido, favor adicionar.
  95. RIAA. Gold & Platinum: Lady Gaga (em inglês). Página visitada em 12 de junho de 2013.
  96. a b "Bad Romance UK Release iTunes Date" (em inglês) iTunes. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  97. "Bad Romance hits UK iTunes" (em inglês) iTunes. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  98. "R&R :: Going For Adds :: CHR/Top 40" (em inglês) Radio & Records. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.
  99. "Physical Gaga Ahoy" (em inglês) auspOp. Página visitada em 10 de Novembro de 2009.