Economia de Ruanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Economia de Ruanda
Parque Nacional dos Vulcões, um dos atrativos turísticos de Ruanda.
Moeda franco ruandês
Ano fiscal ano calendário
Blocos comerciais OMC, União Africana
Estatísticas
PIB 15,74 bilhões (2012) (140º lugar)
Variação do PIB 7,7% (2012)
PIB per capita 1 500
PIB por setor agricultura 33,3%, indústria 13,9%, serviços 52,8%
Inflação (IPC) 6,3% (2012)
População
abaixo da linha de pobreza
44,9% (2011)
Coeficiente de Gini 0,468
Força de trabalho total 4 446 000 (2007)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura 90%, indústria e serviços 10% (2000)
Desemprego N/D
Principais indústrias cimento, produtos agrícolas, bebidas em pequena escala, sabão, mobiliário, calçados, itens de plástico, têxteis, cigarro
Exterior
Exportações 451,3 milhões (2012)
Produtos exportados café, chá, peles, minério de estanho
Principais parceiros de exportação Quênia 32,6%, República Democrática do Congo 13,1%, República Popular da China 11,7%, Malásia 10,4%, Estados Unidos 5,6%, Suíça 5,2%, Paquistão 4,1%
Importações 1 559 milhões (2012)
Produtos importados alimentos, máquinas e equipamentos, aço, derivados de petróleo, cimento e materiais de construção
Principais parceiros de importação Quênia 18,4%, Uganda 16,6%, Emirados Árabes Unidos 8,3%, República Popular da China 6,9%, Índia 5,4%, Tanzânia 5,4%, Bélgica 4,3%
Dívida externa bruta 1 153 milhões (2012)
Finanças públicas
Receitas 1 670 milhões (2012)
Despesas 1 873 milhões (2012)
Fonte principal: [[1] CIA World Fact Book]
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

Ruanda é um país pobre onde 90% da sua população trabalha na agricultura, principalmente a de subsistência, além de uma pequena produção mineral e processamento de produtos agrícolas.[1] É o país mais densamente povoado da África, tem poucos recursos naturais e um setor industrial extremamente pequeno. Atualmente o turismo é a principal fonte de renda do país, e desde 2008 a mineração ultrapassou o café e o chá como principal fonte de produtos para exportação[1] . As exportações sofreram uma queda em 2009 e 2010 como consequência da retração económica global.

Setor primário[editar | editar código-fonte]

Cultivo de café em Ruanda.

A agricultura representava 33% da economia do país em 2012.[2] Durante muitos anos o país dependeu do café como seu cultivo principal. A queda dos preços internacionais do café em 1989 provocou uma grande queda na paridade do poder de compra e aumentou as tensões domésticas.

A economia sofreu violentamente com o genocídio de 1994, devido à enorme perda de vidas humanas, à impossibilidade de conservar a infraestrutura do país, aos saques e ao abandono das plantações. Isto provocou uma enorme queda do PIB e destruiu a capacidade do país em atrair investimentos internos e externos.[1] Depois disso a economia se recuperou, e o PIB per capita atingiu 1.592 dólares internacionais em 2013 contra 416 em 1994.

Ruanda tem poucos recursos naturais, e a economia se baseia principalmente na agricultura de subsistência praticada com ferramentas simples. Cerca de 90% da população está no campo, e a agricultura respondia por 42,1% do PIB em 2010.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d CIA. The World Factbook. Visitado em 5 de novembro de 2013.
  2. Rwanda's GDP per capita in 2012 rises to USD 644.


Flag-map of Rwanda.svg Ruanda
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens