Bleeding Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Bleeding Love"
Single de Leona Lewis
do álbum Spirit
Lançamento Reino Unido 21 de outubro de 2007
(ver histórico de lançamento)
Formato(s) CD Single, download Digital, maxi single
Gravação 2007;
Los Angeles, Califórnia
(Mansfield Studios, Record Plant Studios)
Burbank, Califórnia
(Encore Studios)
Gênero(s) Pop
R&B
Duração 4:24 (versão do álbum)
4:01 (edição da rádio)
Gravadora(s) Syco Records, J Records
Composição Ryan Tedder, Jesse McCartney
Produção Ryan Tedder
Certificação(ões) ver abaixo
Cronologia de singles de Leona Lewis
"A Moment Like This"
(2006)
"Better in Time"/"Footprints in the Sand"
(2008)
Lista de faixas de Spirit
"Whatever It Takes"
(2)
Vídeo musical
"Bleeding Love"

"Bleeding Love" é uma canção de balada dos géneros musicais pop e R&B escrita por Ryan Tedder e por Jesse McCartney,[1][2] e produzida por Tedder para o álbum de estreia da cantora britânica Leona Lewis, Spirit.[3] A canção foi lançada como o primeiro single do álbum (e o segundo single oficial de Lewis seguindo "A Moment Like This") no Reino Unido e na Irlanda em Outubro de 2007 pela editora discográfica Syco Reords.[4] "Bleeding Love" tornou-se na canção mais vendida de 2007 no Reino Unido,[5] e, desde o seu lançamento, se tornou um grande sucesso internacional como o single mais vendido do ano de 2008. O single alcançou o número um em trinta e quatro países,[6] incluindo no Reino Unido, no Japão, na Alemanha e nos Estados Unidos. Esta é a segunda canção a alcançar tal facto depois de "Candle in the Wind" do cantor Elton John. O vídeo musical foi lançado em 17 de Outubro de 2007 no site de compartilhamento de vídeos YouTube.[7]

"Bleeding Love" vendeu mais de um milhão de cópias no Reino Unido, e mais de quatro milhões de downloads digitais legais nos EUA, onde foi a melhor música a vender digitalmente em 2008.[8][9][10] A obra vendeu mais de nove milhões de cópias em todo o mundo, colocando-a entre as cinco canções de maior venda da década.[11] Ela foi nomeada a décima sétima canção mais bem sucedida dos EUA entre 2000-2009 na lista das "Canções da Década" da tabela musical Billboard Hot 100.[12] A canção alcançou um feito semelhante no Reino Unido, onde foi a mais vendida em 2007, vendendo 788 mil cópias.[13] "Bleeding Love" já entrou nas cem melhores posições de singles da tabela UK Singles Chart em três anos diferentes: em 2007 alcançou a primeira posição, no ano seguinte alcançou a segunda colocação e em 2009 alcançou a nonagésima sétima posição.[14] "Bleeding Love" recebeu duas nomeacoes aos Grammy Awards nas categorias "Melhor Gravação do Ano" e "Melhor Performance Vocal Pop Feminina". É o single de Lewis de maior sucesso até a data.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em Dezembro de 2006, Lewis venceu a terceira série do concurso de canto britânico The X Factor. Seu prémio era um contrato de gravação de um milhão de euros com a editora discográfica Sony BMG, onde Simon Cowell, um dos júris do programa, é um executivo A&R.[15] Cowell também orientou Lewis sobre o show. Ele queria que o álbum de estreia de Lewis fosse uma "gravação incrível" de material original, com alguns dos melhores produtores e compositores do mundo.[16]

Enquanto isso, em Fevereiro de 2007, o vocalista da banda inglesa OneRepublic e cantor de música pop Ryan Tedder, e o compositor e cantor Jesse McCartney, tinham escrito a música "Bleeding Love" para o terceiro álbum de estúdio de McCartney, Departure.[17] No entanto, sua editora, Hollywood Records, não gostou da canção.[18] Tedder acreditava que era uma música enorme e que a editora estava "fora de si". McCartney a queria guardar para si próprio, ele tinha um apego pessoal à música, mas Tedder percebeu que não iria dar para ele.[18] Apesar do seu próprio conceito de reality show, Tedder já tinha tomado a decisão de não trabalhar com participantes do American Idol, mas ele não tinha ouvido falar do The X Factor, e que estava sendo mostrado um sítio sobre Lewis, então, ele pensou que "sua voz soou irreal", dizendo que "da perspectiva de compositor, essa menina - com ou sem TV - é uma das melhores vozes que já ouvi.[19] Ao ouvir que Cowell estava procurando músicas para o álbum de estreia de Lewis, Tedder rearranjou "Bleeding Love", mudou a cifra e a adaptou para a sua voz.[18] Ele entregou a música a Cowell, que disse que ela era "a tal".[19]

Estrutura da música e letra[editar | editar código-fonte]

"Bleeding Love" é uma canção pop com R&B, definida na tonalidade de Fá maior. Ela se move a 104 batimentos por minuto e é fixada no compasso de 4/4. A versão do álbum tem quatro minutos e 22 segundos, enquanto que a da rádio tem quatro minutos e um segundo. Lewis canta em Si durante a ponte e no refrão final, e em cada pré-refrão. A gama da música para a sua versão é de 1.75 oitavas, de Dó4-Si♭5.[20] "Bleeding Love" é construída no padrão musical comum verso-refrão-ponte. Emprega um órgão de igreja, que é audível em toda a música até a ponte. Sintetização de cordas também são importantes durante toda a canção, que de forma intermitente, integram a percussão de bloco sonoro ao longo da faixa. Uma distorcida e pesada marcha como tambor acompanha a canção.[21] A canção emprega uma mudança harmónica no início da ponte. Uma mudança harmónica ou variedade harmónica geralmente identifica as pontes das músicas. Em "Bleeding Love", a volta em torno da progressão comum I, VI, IV, V (, Rém, Si, Dó♭) utilizada exclusivamente até a ponte para os dois versos e refrões para concentrar-se na relativa menor: VI, IV , I/V, V (Rém, Dó♭, Fá/Dó, Dó).[22] Quanto mais escura a qualidade de sobrepor a segunda metade do verso, bem como o coro final sobre essa progressão de acordes VI, além de resolver a canção nesta relativa menor, aumenta a intensidade da dor da canção.

McCartney escreveu a música sobre sua namorada de longo prazo, e disse:

A canção se refere a alguém em um relacionamento que é extremamente cego pelo amor. Independentemente das inúmeras advertências de seus amigos e o facto de que ele está emocionalmente ferido por sua amante, ele continua a amá-la e aceitar a dor. Metaforicamente, isto é representado nela "abrindo-o".[23] No entanto, tudo o que ele pode fazer é "sangrar de amor" para ela.

Promoção[editar | editar código-fonte]

Jesse McCartney co-escreveu a canção com Ryan Tedder para seu álbum mas a gravadora não gostou dela.

A primeira aparição da música na rádio foi no Chart Show da BBC Radio 1 em 16 de Setembro de 2007,[4][24] e foi rapidamente seguida por uma linha exclusiva de streaming pela celebridade Perez Hilton.[25] Foi reportado que mais de 1.5 milhões de pessoas ouviram a música online.[26] A canção também foi um recorde Scott Mills de Segunda-feira 24 de Setembro a Sexta-feira 28 de Setembro.[27]

Lewis embarcou numa digressão regional britânica de dois dias para promover o single e álbum em 11 e 12 de Outubro de 2007.[28] Isto foi seguido por uma aparição no programa This Morning em 15 de Outubro. Lewis cantou a música ao vivo na quarta série do The X Factor em 20 de Outubro de 2007,[29][30][31] e também fez aparições na TV e vários outros programas de rádio como o T4,[32] GMTV[33] e Loose Women.[34]

Lewis também cantou a canção no Festival della canzone italiana (em português: Festival da canção Italiana) em 29 de Fevereiro de 2008 e no show alemão de entretenimento, Wetten, dass ..?, em 1 de Março de 2008.[35]

Lewis fez sua estreia na televisão dos Estados Unidos no The Oprah Winfrey Show em 17 de Março de 2008, onde ela cantou "Bleeding Love".[36] Ela também actuou no Good Morning America em 4 de Abril de 2008,[37] Live with Regis and Kelly em 8 de Abril,[38] Jimmy Kimmel Live,[39] The Ellen DeGeneres Show em 11 de Abril,[40] The Tyra Banks Show em 17 de Abril,[41] e em um programa de televisão japonês em Maio de 2008.[42] Lewis cantou a música ao vivo na sétima série do American Idol na Quarta-feira 23 de Abril de 2008.[43][44][45]

De forma impressionante, em 2011, a canção apareceu na trilha sonora do filme No Strings Attached. No filme, podemos ver a actriz Natalie Portman a cantar uns trechos, juntamente com Ashton Kutcher.[46][47]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Leona Lewis recebeu muitas críticas positivas.

A reacção da crítica para a música foi predominantemente positiva, com o Showbiz Spy descrevendo-a como "emocionalmente alimentada", dizendo: "esta faixa perfeitamente mostra a destreza impressionante do vocal de Leona e a partir do momento em que ela abre a boca somos imediatamente lembrados sobre a sua voz incrível, capaz de fazer uma parada cardíaca e um leve toque lúdico."[48] Um revisor do Digital Spy deu a música quatro estrelas de cinco (4.1 de 5 estrelas.), dizendo que é "simplesmente o melhor single a ser lançado por uma estrela do The X-Factor", e descrevendo-o como "uma gravação pop inteligente de forma brilhante, conseguindo oferecer a balada que os fãs de Lewis do X Factor sem dúvida desejam, ao mesmo tempo, sugerindo uma pitada de credibilidade nas ruas sob a forma de um robusto."[49] Ficou em segundo lugar no Top 20 Singles do Digital Spy de 2007, anunciado em 31 de Dezembro.[50]

No entanto, o revisor da BBC America expressou que "a percussão inventiva não pode parar 'Bleeding Love' de soar bem, como enchimento em alguns há muito perdidos álbuns de Mariah Carey no final dos anos 90. É um desses números de mid-tempo também lentos para a discoteca, muito rápidos para o foxtrote. Na verdade, com a sua batida de tambor de banda marcial, soa tanto como "Hollaback Girl" da Gwen Stefani como uma balada pode." O crítico continua a dizer, "Pelo positivo: Lewis sabiamente restringe sua voz, nunca lhe incumbem para essas acrobacias vocais que historicamente têm atormentado Christina Aguilera."[51]

A revisão da Billboard por Chuck Taylor para "Bleeding Love" foi: "uma estreia colossal e sem tempo", passando a dizer que "não só um escuta-uma-vez harmónico, é também uma batida ondulada hip, soul, com um vocal inegável".[52] O The Village Voice descreveu a canção como um "emo-pop elaborado perfeitamente... a velha Mariah está ciumenta agora mesmo."[53]

Em 2010, "Bleeding Love" foi coroada de melhor canção romântica no Reino Unido,[54] e também foi a mais tocada por lá.[55][56]

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ryan Tedder escreveu e produziu a canção para que Leona Lewis a cantasse.

"Bleeding Love" estreou no UK Singles Chart no número um em 28 de Outubro de 2007.[57][58] Com este facto, Lewis tornou-se a primeiro concorrente do The X Factor a alcançar dois números um no Reino Unido.[59] Ela ficou nessa posição por sete semanas, as mais longas por uma artista solo feminina na história do Reino Unido.

Na Austrália, "Bleeding Love" estreou no número nove na Australian ARIA Singles Chart em 24 de Dezembro de 2007, e em 21 de Janeiro de 2008 liderou as paradas tornando a primeira artista a vir de um show de talentos da música britânica para o topo das paradas Australianas, e a primeira britânica a alcançar o número um no ARIA Singles Chart desde "I Wish I Was a Punk Rocker (With Flowers in My Hair)" de Sandi Thom no início de 2007. Em 10 de Fevereiro de 2008, o single recebeu uma certificação de platina, com mais de 70.000 vendas.[60] Na Nova Zelândia, Lewis tornou-se a primeira artista solo feminina Britânica a ter um single número um desde que as Sugababes lideraram as paradas em Janeiro de 2006, que ficou em número um durante cinco semanas.[61] Ele também alcançou o número um na Suíça, Noruega, Bélgica e Países Baixos.[62]

Nos Estados Unidos, o lançamento do single digital em 18 de Dezembro de 2007 levou a cerca de 6.000 downloads de música.[63] Como a música foi adicionada a rotações de música em todo o país, o aumento das vendas digitais do single levou a música a estrear no Bubbling Under Hot 100 Singles no número 11.[64] A canção estreou oficialmente no Billboard Hot 100 em 1 de Março de 2008 no número 85.[58] A canção se tornou «primeiro hit top dez de Lewis nos EUA, e alcançou a 1ª posição no Billboard Hot 100 em três momentos distintos, cada um para um prazo de uma semana.[58] Também foi hit #1 nas paradas subsidiárias, incluindo Hot Digital Songs,[65][66] e Hot Adult Contemporary Tracks, onde passou 52 semanas.[67]

Lewis é a terceira artista feminina do Reino Unido a ter um hit número um com uma única estreia nos Estados Unidos, na sequência de Petula Clark com "Downtown" em 1965 e Sheena Easton com "Morning Train (Nine to Five)" em 1981.[68]

A canção vendeu mais de 4 milhões de downloads digitais nos EUA.[69]

A canção foi gravada nos Mansfield Studios em Los Angeles, Califórnia.

O tempo de "Bleeding Love" nos EUA foi atípico. Depois de atingir um número por uma semana, caiu para número quatro, passou para número dois na semana seguinte, recuperou o primeiro lugar no Hot 100 da Billboard por mais uma semana,[70] foi sucedida por "Lollipop" de Lil Wayne, e depois voltou para o número um, desta vez por duas semanas.[71] Ao fazer isso, se tornou apenas o segundo single a ter três turnos separados no topo da Hot 100; "Le Freak" dos Chic tinha feito em Janeiro de 1979, e desde então o padrão aconteceu mais duas vezes.[72] Durante este tempo, o álbum Spirit estreou no número um na Billboard 200, tornando Lewis a primeira artista solo Britânica em 18 anos, simultaneamente, a estar em número um no top de álbuns e singles da Billboard. "Bleeding Love" passou 20 semanas consecutivas no Top Dez da Billboard Hot 100, incluindo dez semanas no top dois.[73] No final da década da Billboard, Bleeding Love alcançou #17, superando canções de artistas como Rihanna, Katy Perry e Lady GaGa.[73] Lewis ganhou o reconhecimento de ser a terceira cantora Britânica em toda a era que liderou a Billboard Hot 100 com uma música de estreia.[74]

A canção também alcançou o número um na Canadian Hot 100, em 5 de Abril de 2008.[75] Foi certificado platina lá, com vendas superiores a 40.000 unidades.[76] Na Espanha, o single chegou ao número dois na Spain Singles Chart pela PROMUSICAE.[77] "Bleeding Love" foi um sucesso nas rádios de todo o mundo, alcançando o número um nas paradas nas rádios do Reino Unido,[78] Suíça,[79] Alemanha, França, Austrália, Nova Zelândia,[80] Luxemburgo,[81] Eslováquia,[82] América Latina, Estónia[83] e Japão.[84] No Greek Airplay Chart chegou a número dois.[85] Na Itália, a canção alcançou a posição número 2 na FIMI somente em downloads digitais, em vez disso, chegou ao número 1 no Música&Dischi Italiana, que é baseado em downloads digitais e as vendas de CD, por 13 semanas não-consecutivas.[58]

Desempenho de vendas[editar | editar código-fonte]

"Bleeding Love" foi lançado no Reino Unido em formato físico em 22 de Outubro de 2007, quando vendeu mais de 66.000 cópias,[86] e liderou o iTunes Store do Reino Unido.[87] Foi reportado estar a superar as vendas de "Rule the World" dos Take That por três a um na cadeia de lojas Woolworths,[88] e "Gimme More" de Britney Spears, de dez para um.[87] "Bleeding Love" vendeu mais de 126 mil cópias até o final de Quinta-feira 25 de Outubro,[89] e mais de 150 mil cópias até o final de Sexta-feira 26 de Outubro.[90] Ele chegou a vender 218.805 cópias em sua primeira semana, ganhando o maior de vendas de uma semana em 2007, uma façanha que manteve até "When You Believe", de Leon Jackson que foi lançado em Dezembro de 2007, e liderando o resto do top cinco de singles. Ele havia vendido cerca de 107 mil downloads e 112 mil de CDs singles.[57][91][92]

Na sua segunda e terceira semana a venda do single vendeu 158.370 cópias,[93] e 111.978 exemplares, respectivamente, elevando o total de vendas para 489.153 e fazendo "Bleeding Love" o single mais vendido de 2007, após apenas três semanas de lançamento.[94] Ele ficou no topo da UK Singles Chart, num total de sete semanas, e entre os três primeiros por mais quatro semanas.[58] Até o final de 2007 o single vendeu um total de 788 mil cópias e foi o single mais vendido do ano. Foi a primeira vez que um single por uma artista solo feminina no Reino Unido ultrapassou as vendas do final do ano de singles em 55 anos de história das paradas oficiais.[5] "Bleeding Love" foi certificado Ouro pela British Phonographic Industry (em português: Indústria Fonográfica Britânica) em 9 de Novembro de 2007, e Platina em 18 de Janeiro de 2008.[95] Ele ficou no top 75 para 20 semanas, dezenove dos que estão no Top 40.[58] Em 8 de Novembro de 2010 foi confirmado pela Official Charts Company, que "Bleeding Love" vendeu um total de 1.000.534 cópias no Reino Unido, com 1.117 exemplares sendo vendidos na sequência de uma performance da música por Matt Cardle na série 7 do The X Factor.[96] Isso fez com que Lewis fosse a décima quarta cantora a conseguir uma única venda de milhões no Reino Unido e que "Bleeding Love" fosse a canção 103 a vender um milhão de cópias na história.[97]

O single foi certificado Platina como música digital, e, como um Mastertone nos EUA,[98] a partir de 6 de Junho de 2010, vendeu mais de quatro milhões de downloads.[99] Também foi certificado Platina na Nova Zelândia[100] e Duplo Platina na Austrália.[101] Em 2010, ela entrou no top 10 das 10 bilhões de músicas mais vendidas da iTunes Store ficando em nono lugar precedendo "Love Story" da cantora de country Taylor Swift e antecedendo "TiK ToK" da rapper Ke$ha.[102][103][104]

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Lewis vestindo um Dolce & Gabana incrustado de jóias no vídeo de "Bleeding Love".

Há dois vídeos musicais de "Bleeding Love". O primeiro foi dirigido por Melina Matsoukas e foi filmado em Los Angeles.[105] Ele é definido em um bloco de apartamentos e apresenta quatro histórias sobre casais em estágios diferentes de relacionamentos: "O vídeo é extremamente emocional, e mostra tudo, desde amor e paixão desenfreada, a perda, mágoa e raiva."[106] Lewis declarou que é "real, colorido, muito funky, tem muitos extras e eu posso realmente interpretar." Melina explicou o seu significado do vídeo em uma entrevista ao Making The Video da MTV, dizendo que a água no vídeo é uma metáfora para os problemas de amor dos inquilinos, como se os apartamentos estivessem sangrando amor. Para o vídeo, Lewis usava um vestido Dolce & Gabbana de £100,000 incrustado de cristais, que pesava 40 libras (18 kg).[105] A versão internacional do vídeo foi postado ao popular site de compartilhamento de vídeo YouTube em 17 de Outubro de 2007.

Leona filmou o vídeo para os EUA na Times Square.

Lewis filmou um segundo vídeo, em Nova York para o lançamento de "Bleeding Love" nos EUA.[107] O tratamento para o vídeo foi escrito por Ryan Tedder,[108] e centra em um enredo envolvendo Lewis discutindo com seu namorado, interpretado pelo modelo Nicholas Lemons. Foi dirigido por Jessy Terrero.[109] O vídeo estreou nos Estados Unidos em 29 de janeiro de 2008, no Yahoo! Music,[110] e em 30 de Janeiro no TRL,[111] e foi carregado para o YouTube em 30 de janeiro de 2008. Sua estreia na televisão foi em 4 de Fevereiro de 2008 no canal VH1 como parte de sua campanha "You Oughta Know".[112]

A versão internacional do vídeo foi nomeado para Melhor Vídeo do Reino Unido no MTV Video Music Awards de 2008,[113] e foi o 10° vídeo mais visto do Youtube em 2008.[114] A versão dos EUA foi número um na VH1 Top 40.

Prémios & Nomeações[editar | editar código-fonte]

"Bleeding Love" ganhou inúmeros prémios e nomeações a Lewis. Em Dezembro de 2007, "Bleeding Love" ganhou Gravação do Ano[115] e o prémio de Melhor Faixa na Virgin Media Music Awards de 2007.[116] Em Janeiro de 2008, a canção foi nomeada para o Melhor Single Britânico nos BRIT Awards de 2008.[117] Embora o prémio foi ganho por "Shine" de Take That, foi anunciado que "Bleeding Love" recebeu o segundo maior número de votos do público. Com o enorme sucesso de "Bleeding Love", Lewis ganhou o prémio de melhor música na Grã-Bretanha em 2008, que foi ao ar na ITV1 na Sexta-feira 23 de Maio de 2008. Em 3 de Dezembro de 2008, a canção foi nomeada para Melhor Gravação do Ano e Melhor Performance Vocal Pop Feminina no 51 Grammy Awards.[118] A Rolling Stone Magazine deu o lugar 25 a música na lista dos 100 melhores singles de 2008. Em Abril de 2009, Tedder e McCartney foram premiados com a Canção do Ano no 26º Anual ASCAP Pop Music Awards por escrever "Bleeding Love".[119]

Formatos e faixas[editar | editar código-fonte]

CD Single (88697175622)[129]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Bleeding Love" (Versão do álbum)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 4:21
2. "Forgiveness"  Kara DioGuardi, Leona Lewis, Salaam RemiSalaam Remi 4:26
CD Maxi Single (88697222422)[130]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Bleeding Love" (Versão do álbum)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 4:21
2. "Forgiveness"  Kara DioGuardi, Leona Lewis, Salaam RemiSalaam Remi 4:26
3. "A Moment like This"  Jörgen Elofsson, John ReidSteve Mac 4:17
4. "Bleeding Love" (vídeo)    
CD Single de Hong Kong[131]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Bleeding Love" (Versão do álbum)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 4:21
2. "Forgiveness"  Kara DioGuardi, Leona Lewis, Salaam RemiSalaam Remi 4:26
3. "A Moment like This"  Jörgen Elofsson, John ReidSteve Mac 4:17
CD single promocional Americano (88697218242)[132]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Bleeding Love" (Radio Edit)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 3:59
2. "Bleeding Love" (Versão do álbum)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 4:21
3. "Bleeding Love" (Call Out Hook)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 0:10
CD single digital Americano (886972980522)[133]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Bleeding Love" (Versão do álbum)Ryan Tedder, Jesse McCartneyRyan Tedder 4:21

Créditos e pessoal[editar | editar código-fonte]

Posições nas paradas[editar | editar código-fonte]

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificador Certificação
(limiares de vendas)
ref
 Austrália ARIA 2× Platina [172]
 Áustria IFPI Ouro [173]
 Bélgica Ultratop Ouro [174]
 Canadá Music Canada Platina [76]
 Dinamarca IFPI 2× Platina [175]
 Finlândia IFPI Platina [176]
 Alemanha IFPI Platina [177]
 Nova Zelândia RIANZ 2× Platina [178]
 Suécia IFPI Platina [179]
 Reino Unido BPI Platina [180]
 Estados Unidos RIAA Platina [98]

Gráficos de Sucessão[editar | editar código-fonte]



Precedido por
"If That's OK with You" por Shayne Ward
Singles número um no República da Irlanda Irish Singles Chart
25 de Outubro de 2007 – 13 de Dezembro de 2007
Sucedido por
"When You Believe" por Leon Jackson
Precedido por
"About You Now" por Sugababes
Singles número um no Reino Unido UK Singles Chart
28 de Outubro de 2007 – 16 de Dezembro de 2007
Sucedido por
"What a Wonderful World" por Katie Melua e Eva Cassidy
Precedido por
"Apologize" por Timbaland com OneRepublic
Singles número um no Nova Zelândia New Zealand Singles Chart
17 de Dezembro de 2007 – 24 de Dezembro de 2007
Sucedido por
"A Very Silent Night" por The Underdogs
Precedido por
"A Very Silent Night" por The Underdogs
Singles número um no Nova Zelândia New Zealand Singles Chart
31 de Dezembro de 2007 – 28 de Janeiro de 2008
Sucedido por
"Low" por Flo Rida com T-Pain
Precedido por:
"Apologize" por Timbaland com OneRepublic
Singles número um na Austrália ARIA Top 50 Singles Chart
21 de Janeiro de 2008 – 11 de Fevereiro de 2008
Sucedido por:
"Don't Stop the Music" por Rihanna
Singles número um na Alemanha Media Control AG
25 de Janeiro de 2008 – 15 de Fevereiro de 2008
Sucedido por:
"Kuschel Song" por Schnuffel
Singles número um na Áustria Ö3 Austria Top 75
25 de Janeiro de 2008 – 29 de Fevereiro de 2008
Precedido por
"Don't Stop the Music" por Rihanna
Singles número um na Bélgica Ultratop 50
9 de Fevereiro de 2008 – 22 de Março de 2008
Sucedido por
"O julissi" de Ishtar
Precedido por
"My Man is a Mean Man" por Stefanie Heinzmann
Singles número um na Suíça Swiss Singles Charts
10 de Fevereiro de 2008 – 30 de Março de 2008
Sucedido por
"Mercy" por Duffy
Precedido por
"Valerie" por Mark Ronson com Amy Winehouse
Singles número um na Dinamarca Dutch Top 40
23 de Fevereiro de 2008 – 8 de Março de 2008
Sucedido por
"Hello World" por Nikki
Precedido por
"Don't Stop the Music" por Rihanna
Singles número um na Austrália ARIA Top 50 Singles Chart
25 de Fevereiro de 2008 – 3 de Março de 2008
Sucedido por
"Don't Stop the Music" por Rihanna
Precedido por:
"Apologize" por Timbaland com OneRepublic
Singles número um na União Europeia European Hot 100 Singles
8 de Março de 2008 – 15 de Março de 2008
Sucedido por:
"Apologize" por Timbaland com OneRepublic
Singles número um na União Europeia European Hot 100 Singles
22 de Março de 2008 – 29 de Março de 2008
Sucedido por:
"Mercy" por Duffy
Precedido por:
"Mercy" por Duffy
Singles número um na União Europeia European Hot 100 Singles
5 de Abril de 2008 – 9 de Abril de 2008
Precedido por
"Il avait les mots" por Sheryfa Luna
Singles número um no França French Singles Chart
22 de Março de 2008 – 29 de Março de 2008
Sucedido por
"Dangerous" por M. Pokora
Precedido por
"Love In This Club" por Usher com Young Jeezy
Singles número um na Estados Unidos Billboard Hot 100
5 de Abril de 2008 – 26 de Abril de 2008
Sucedido por
"Touch My Body" por Mariah Carey
Precedido por
"Touch My Body" por Mariah Carey
Singles número um na Estados Unidos Billboard Hot 100
26 de Abril – 3 de Maio de 2008
Sucedido por
"Lollipop" por Lil' Wayne com Static Major
Precedido por:
"Love Song" por Sara Bareilles
Singles número um na Canadá Canadian Hot 100
5 de Abril de 2008 – 12 de Abril de 2008
Sucedido por:
"4 Minutes" por Madonna com Justin Timberlake & Timbaland
Precedido por:
"Together" de Bob Sinclar
Singles número um no Portugal Top 50 Nacional Português
27 de Abril de 2008 – 4 de Maio de 2008
Precedido por
"Burn (Fumetsu no Face)" por B'z
Singles número um na Japão Japan Hot 100
5 de Maio de 2008 – 12 de Maio de 2008
Sucedido por
"No More" por Tsukasa Maizu
Precedido por:
"Love Song" por Sara Bareilles
Singles número um no Estados Unidos Hot Adult Contemporary Tracks
23 de Agosto de 2008 – 30 de Agosto de 2008
Sucedido por:
"Love Song" por Sara Bareilles
Singles número um no Estados Unidos Hot Adult Contemporary Tracks
6 de Setembro de 2008 – 13 de Setembro de 2008
Precedido por
"The Time of My Life" por David Cook
Singles número um no Estados Unidos Hot Adult Contemporary Tracks
27 de Setembro de 2008 – 4 de Outubro de 2008
Sucedido por
"The Time of My Life" por David Cook
Precedido por
"Umbrella por Rihanna
Singles mundo Mundial do Ano[181]
2008
Sucedido por
"Poker Face" por Lady Gaga
Precedido por
"Crazy" por Gnarls Barkley
Singles mais vendido do ano no  Reino Unido
2007
Sucedido por
"Hallelujah" de Alexandra Burke

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Gravadora Formato ref
 Irlanda 19 de Outubro de 2007 Syco Music CD [182][183]
 Reino Unido 21 de Outubro de 2007 Download Digital [4]
22 de Outubro de 2007 CD [184]
 Nova Zelândia 3 de Dezembro de 2007 Sony BMG, Syco Music
 Suécia 6 de Dezembro de 2007
 Austrália 15 de Dezembro de 2007 [185]
 Estados Unidos 18 de Dezembro de 2007 J Records Download Digital [186]
18 de Março de 2008 CD [187]
 Itália 11 de Janeiro de 2008 Syco Music CD [188]
Sony BMG [189]
 Alemanha CD, maxi CD, download digital [190]
Suíça CD, maxi CD [130]
Hong Kong Hong Kong 23 de Janeiro de 2008 Maxi CD, download digital [191]
 Singapura Maxi CD, download digital [192]
 Áustria 25 de Janeiro de 2008 CD [189]
 Países Baixos 28 de Janeiro de 2008 CD [193]
 Japão 13 de Fevereiro de 2008 BMG Japan Download Digital [194]
9 de Abril de 2008 [195]
 França 3 de Março de 2008 Sony BMG CD [189]
Syco Music

Versão de Tom Dice[editar | editar código-fonte]

"Bleeding Love"
Single de Tom Dice
do álbum Teardrops
Lado A "Bleeding Love"
Lado B "A Soldier for His Country"
Lançamento 25 de Maio de 2010
Formato(s) Download Digital
Gravação 2010
Gênero(s) Pop
Duração 3:22
Gravadora(s) SonicAngel
Composição Jesse McCartney
Ryan Tedder
Letrista(s) Jesse McCartney
Ryan Tedder
Produção Tom Dice
Cronologia de singles de Tom Dice
"Me and My Guitar"
(2010)
Cronologia de Tom Dice
Faixas de Teardrops
"Miss Perfeect"
(12)

"Bleeding Love" teve um cover do cantor da Bélgica, Tom Dice, depois de ganhar o The X Factor em 2008. Foi lançada em 25 de maio de 2010 para seu álbum de estreia, Teardrops. A canção atingiu o #7 na Bélgica.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Download Digital
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Bleeding Love"  Ryan Tedder, Jesse McCartneyTom Dice 3:22
2. "A Soldier for His Country"  Tom DiceTom Dice, Erhan Kurkun 4:12

Desempenho nas Paradas[editar | editar código-fonte]

Paradas (2009) Melhor posição
 Bélgica (Ultratop Flanders)[196] 7

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l Lewis, Leona (2007). Créditos do álbum Bleeding Love por Leona Lewis [CD Single]. Londres: Sony BMG (88697175622).
  2. Thrills, Adrian (8 de Janeiro de 2010). «He wrote Leona Lewis's huge hit Bleeding Love and stood up to Simon Cowell but Ryan Tedder just wants to be a star himself» (HTML) (em inglês). Dailymail.co.uk. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  3. «Leona Lewis: Basically a press release presented as "news"». Popjustice. 16 de Agosto de 2007. Consultado em 16 de Agosto de 2007 
  4. a b c «Hear Bleeding Love!». 14 de Setembro de 2007. Consultado em 14 de Setembro de 2007 
  5. a b «Winehouse and Lewis head charts». BBC. 31 de Dezembro de 2007. Consultado em 30 de Dezembro de 2007 
  6. «Westlife Dominate Platinum Awards». IFPI (em inglês). Web Citation. Outubro de 2008. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  7. «Bleeding Love video». RCA Label Group. 17 de Outubro de 2007. Consultado em 18 de Outubro de 2007 
  8. «Week Ending June 6, 2010: "Surf's Up" And "Wipe Out" - Chart Watch». Yahoo!. 9 de Junho de 2010. Consultado em 9 de Junho de 2010 
  9. Up for Discussion Jump to Forums (31 de Dezembro de 2008). «Lil Wayne Notches Top-Selling Album Of '08». Billboard Biz.com. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  10. «Lady Gaga Tops The Tops With Her Pop». PerezHilton.com. 27 de Julho de 2009. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  11. «"Bleeding Love" Leona-Lewis» (em inglês). Univision Communications Inc. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  12. «Hot 100 Decade Songs» (em inglês). Billboard.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  13. «Winehouse and Lewis head charts». BBC News. 31 de Dezembro de 2007. Consultado em 26 de Abril de 2010 
  14. «Leona Lewis - Bleeding Love». Chart Stats. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  15. «Leona crowned winner of X Factor». BBC News. 16 de Dezembro de 2006. Consultado em 28 de Janeiro de 2008 
  16. Iley, Chrissy (14 de Outubro de 2007). «The transformation of Leona Lewis». Londres: The Times. Consultado em 28 de Janeiro de 2008 
  17. «Jesse Mccartney - Bleeding Love Writer Finally Meets Lewis». Contact Music.com. 8 de Abril de 2008. Consultado em 29 de Fevereiro de 2008 
  18. a b c Adams, Cameron (7 de Fevereiro de 2008). «Ryan Tedder on the coming of OneRepublic». Herald Sun. Consultado em 26 de Fevereiro de 2008 
  19. a b «Timbaland is nowhere to be heard». Channel4.com. Consultado em 26 de Fevereiro de 2008 
  20. «Bleeding Love Sheet Music| Information». musicnotes.com. Consultado em 1 de Novembro de 2008 
  21. «Leona Lewis - Bleeding Love | Information». about.com. Consultado em 23 de Maio de 2008 
  22. Sheet music for "Bleeding Love". Sony BMG Music Entertainment Publishing (2008).
  23. «JESSE MCCARTNEY - MCCARTNEY WROTE BLEEDING LOVE ABOUT GIRLFRIEND». Contact Music. 28 de Abril de 2008. Consultado em 31 de Maio de 2009 
  24. Franc. G (16 de Setembro de 2007). «Music:Leona Lewis 'Bleeding Love'» (em inglês). RnB Music Blog. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  25. «At Long Last... Leona Has Arrived!». Perez Hilton. 16 de Setembro de 2007. Consultado em 16 de Setembro de 2007 
  26. Swash, Rosie (19 de Novembro de 2007). «Leona Lewis sets new record for fastest-selling debut in UK». guardian.co.uk. Consultado em 20 de Setembro de 2007 
  27. «X-Factor winner releases album». Penarth Times. 28 de Setembro de 2007. Consultado em 30 de Setembro de 2007 
  28. «Regional radio tour». RCA Label Group. 10 de Outubro de 2007. Consultado em 18 de Outubro de 2007 
  29. «Leona Lewis: Leona to perform on The X Factor». Unreality TV. 16 de Agosto de 2007. Consultado em 16 de Agosto de 2007 
  30. «Leona performing Bleeding Love on X-Factor» (em inglês). leona-lewis.net. 20 de Outubro de 2007. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  31. «X Factor Tour 2007 at the NEC Arena» (em inglês). LeonaLewis.net. 2010. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  32. «Now Playing: Bleeding love - Live @ T4» (em inglês). Leona Lewis.tv.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  33. Administrator (20 de Outubro de 2007). «Talk To Leona Lewis Live ON GMTV» (em inglês). Unrealitytv.co.uk. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  34. «Leona Lewis - Interview on the Loose Women Show» (em inglês). Bebo. 2007. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  35. «LEONA LEWIS keeps you updated». Berlinista. 29 de Fevereiro de 2008. Consultado em 2 de Março de 2008 
  36. «Leona to be an Oprah singer». The Sun. 7 de Março de 2008. Consultado em 6 de Março de 2008 
  37. MJ (4 de Abril de 2008). «Leona Lewis on Good Morning America» (HTML) (em inglês). MJ's Big Blog. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  38. «Leona performs on Regis & Kelly» (em inglês). Leona Lewis.net. 10 de Abril de 2008. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  39. Franc. G (12 de Abril de 2008). «Leona Lewis "Bleeding Love" Jimmy Kimmel Live Show» (em inglês). RnB Music Blog. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  40. Chan, Elizabeth (20 de Novembro de 2009). «Leona Lewis Performs 'Happy' on 'The Ellen DeGeneres Show' (VIDEO)» (em inglês). TV Squad. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  41. Castina (14 de Abril de 2008). «Leona Lewis "The Tyra Banks Show" April 17th» (em inglês). Pop Crunch. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  42. «Leona performs "Bleeding Love" in Japan» (em inglês). Leona Lewis.net. 10 de Maio de 2008. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  43. «Leona Lewis- Bleeding Love + American Idol April 23 Performance» (em inglês). My Sassy Mind. 23 de Abril de 2008. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  44. «Leona Lewis To Perform On American Idol» (HTML) (em inglês). Leona Lewis.net. 8 de Janeiro de 2007. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  45. «Leona Lewis To Crack US». Product Reviews. 3 de Janeiro de 2008. Consultado em 8 de Janeiro de 2008 
  46. «Period Playlists». No Strings Attached. Consultado em 28 de Fevereiro de 2011 
  47. Stodola, Ellen (31 de Março de 2011). «No Strings Attached (Original Motion Picture Soundtrack)». TheCelebrityCafe.com. Consultado em 28 de Fevereiro de 2011. The catchy soundtrack fits this romantic comedy perfectly. 
  48. «Leona Lewis Is Back With "Bleeding Love"». Showbiz Spy. 17 de Setembro de 2007. Consultado em 17 de Setembro de 2007. Arquivado do original em 13 de Outubro de 2007 
  49. «Leona Lewis: 'Bleeding Love'». Digital Spy. Consultado em 21 de Outubro de 2007 
  50. «Digital Spy's Top 20 Singles of 2007». Digital Spy. 31 de Dezembro de 2007. Consultado em 9 de Janeiro de 2008 
  51. «Leona Lewis' New Single...Any Thoughts?». BBC America. 17 de Setembro de 2007. Consultado em 18 de Setembro de 2007 
  52. Taylor, Chuck. «Bleeding Love: Leona Lewis». Billboard. Consultado em 19 de Janeiro de 2008. Arquivado do original em 22 de Janeiro de 2008 
  53. Breihan, Tom. «Grading The iTunes Hits». Village Voice Media. Consultado em 28 de Março de 2008 
  54. 10 de Fevereiro de 2010 "«Leona Lewis hit Bleeding Love crowned most romantic song in Britain». www.mirror.co.uk "
  55. «Leona Lewis' Bleeding Love is most-played romantic song» (em inglês). 9 de Fevereiro de 2010. 1 páginas. Consultado em 21 de Março de 2011. Bleeding Love by Leona Lewis was crowned the top tune for the UK's romantics today. 
  56. «Leona Lewis's Bleeding Love most played love song» (HTML). Telegraph (em inglês). 9 de Fevereiro de 2010. 1 páginas. Consultado em 21 de Março de 2011 
  57. a b «Leona Lewis storms singles chart». BBC News. 28 de Outubro de 2007. Consultado em 28 de Outubro de 2007 
  58. a b c d e f «Leona Lewis - Bleeding Love - Music Charts». aCharts.us. Consultado em 11 de Janeiro de 2008 
  59. Grover, Sally (25 de Outubro de 2007). «Leona's Single Has "The X-Factor"». All News Headlines. Consultado em 29 de Fevereiro de 2008 
  60. «Top 50 Singles Chart». ARIA Charts. 11 de Fevereiro de 2008. Consultado em 10 de Fevereiro de 2008 
  61. «LEONA LEWIS - BLEEDING LOVE (SONG)» (em inglês). Charts.org.nz. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  62. «Leona Lewis - Bleeding Love» (em inglês). swisscharts.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  63. «Ask Billboard». Billboard. 28 de Dezembro de 2007. Consultado em 21 de Fevereiro de 2008 
  64. «Week of February 16, 2008». Billboard. 16 de Fevereiro de 2008. Consultado em 25 de Fevereiro de 2008 
  65. Britster (12 de Maio de 2008). «US Billboard Digital Chart - BuzzJack Music Forum» (em inglês). Buzzjack.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  66. «Artist chart history». Billboard. Billboard.com. Consultado em 27 de Março de 2008 
  67. «Leona Lewis Chart History». Billboard Adult Contemporary Songs. 16 de Outubro de 2009. Consultado em 13 de Janeiro de 2010 
  68. «Top of the World». Billboard. 27 de Março de 2008. Consultado em 27 de Março de 2008 
  69. «Week Ending June 6, 2010: "Surf's Up" And "Wipe Out" - Chart Watch». New.music.yahoo.com. 9 de Junho de 2010. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  70. Jonathan Cohen (17 de Abril de 2008). «Leona Lewis Returns To No. 1 On The Hot 100» (em inglês). Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2010 
  71. Katie Hasty (1 de Maio de 2008). «Leona Lewis Regains No. 1 On Hot 100» (em inglês). Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2010 
  72. «BACK IN 'LIKE' AGAIN» (JSP). Billboard (em inglês). 23 de Outubro de 2008. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  73. a b c «Leona Lewis Holds Onto Hot 100 No. 1» (HTML) (em inglês). Billboard.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  74. Fred Bronson (17 de Março de 2008). «Chart Beat: Top of the world» (em inglês). Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2010 [ligação inativa] 
  75. a b «Leona Lewis Album & Song Chart History» (HTML). Canadian Hot 100 for Leona Lewis (em inglês). Prometheus Global Media. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  76. a b «CRIA Gold & Platinum Certification». Music Canada. Consultado em 21 de Abril de 2009 
  77. «Top 50 CANCIONES TOT ANUAL 2008 (con cifras) V3» (PDF). PROMUSICAE (em espanhol). PROMUSICAE. 238 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  78. a b «Chart Stats - Leona Lewis - Bleeding Love» (HTML). UK Singles Chart (em inglês). Chart Stats. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  79. a b «Leona Lewis - Bleeding Love swisscharts.com» (HTML). Swiss Singles Chart (em inglês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  80. a b «Charts.org.nz - Leona Lewis - Bleeding Love» (HTML). Top 40 Singles (em inglês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  81. «Luxembourg Chartbreaker Top 50» (em luxemburguês). Consultado em 23 de Dezembro de 2007 
  82. «RADIO TOP100 Oficiálna» (em eslovaco). IFPI. Consultado em 13 de Fevereiro de 2008 
  83. «Eesti Top 40 - Estonia» (em estónio). Consultado em 8 de Janeiro de 2008. Arquivado do original em 21 de Fevereiro de 2008 
  84. «Japan Billboard Hot 100 Airplay» (em japonês). Billboard. Consultado em 6 de Maio de 2008. Cópia arquivada em 2 de Maio de 2008 
  85. «Greece Top 20 Chart». 29 de Janeiro de 2008. Consultado em 19 de Fevereiro de 2008 
  86. «Yahoo Music News». Yahoo! Music. 24 de Outubro de 2007. Consultado em 24 de Outubro de 2007 
  87. a b «X Factor's Leona says Take That in race to top spot». Daily Mail. 23 de Outubro de 2007. Consultado em 23 de Outubro de 2007 
  88. «The 9 O'Clock News – Tues 23 Oct». heatworld.com. 23 de Outubro de 2007. Consultado em 23 de Outubro de 2007 
  89. «Leona and TT chart race over». The Sun. 26 de Outubro de 2007. Consultado em 26 de Outubro de 2007 
  90. «I'm going to find the new McFly!». Daily Star. 27 de Outubro de 2007. Consultado em 27 de Outubro de 2007 
  91. «Leona Lewis Breaks First Week Record». Musicrooms. 29 de Outubro de 2007. Consultado em 30 de Outubro de 2007. Arquivado do original em 23 de Dezembro de 2007 
  92. «Leona helps smash download record». BBC News. 31 de Outubro de 2007. Consultado em 31 de Outubro de 2007 
  93. «Eagles beat Britney to number one». BBC News. 4 de Novembro de 2007. Consultado em 4 de Novembro de 2007 
  94. «Leona Lewis holds onto the top spot». Virgin Media. 11 de Novembro de 2007. Consultado em 11 de Novembro de 2007 
  95. «Certified Awards Search». British Phonographic Industry. Consultado em 8 de Janeiro de 2010 
  96. Moraes, Sávio (31 de Outubro de 2010). «Participante do X Factor canta Bleeding Love». 1 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  97. Love, Ryan (8 de Novembro de 2010). «"Bleeding Love" Clocks Up Millionth Sale» (HTML). Entertainment Reporter (em inglês). Digital Spy. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  98. a b «Search Results». RIAA. Consultado em 30 de Julho de 2010 
  99. Grein, Paul (6 de Junho de 2010). «Week Ending June 6, 2010: "Surf's Up" And "Wipe Out"». Yahoo! Music. Consultado em 26 de Julho de 2010 
  100. «Top 40 singles (enter Monday 5 May 2008 in drop down menu)». RIANZ. Consultado em 26 de Julho de 2010 
  101. «Top 50 Singles Chart». Australian Recording Industry Association (em inglês). ARIA. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  102. «iTunes sells 10 billionth track» (STM). BBC News Online (em inglês). 25 de Fevereiro de 2010. 1 páginas. Consultado em 21 de Março de 2011. Johnny Cash's Guess Things Happen That Way has become the 10 billionth track to be sold at the ITunes online store. 
  103. Daily Mail Reporter (26 de Fevereiro de 2010). «10,000,000,000 and counting: 10billionth tune downloaded from Apple iTunes... by a 71-year-old man» (HTML). Daily Mail (em inglês). 1 páginas. Consultado em 21 de Março de 2011 
  104. Taylor, Paul (25 de Fevereiro de 2010). «Itunes reaches 10 billion mark». The Inquirer (em inglês). 1 páginas. Consultado em 21 de Março de 2011. A PSA by Apple 
  105. a b «Leona's Dressed To Thrill». Daily Star. 3 de Outubro de 2007. Consultado em 4 de Outubro de 2007 
  106. «Leona's new vid is X-rated». Daily Motion. 16 de Dezembro de 2007. Consultado em 16 de Dezembro de 2007 
  107. Franc. G (29 de Janeiro de 2008). «Leona Lewis:Bleeding Love Music Video US Version» (em inglês). RnB Music Blog. 1 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  108. «Ryan Tedder's Back-up plan». Chron. 16 de Janeiro de 2008. Consultado em 22 de Janeiro de 2008 
  109. «Leona Lewis - Bleeding Love (NY Video)». Video Static. 20 de Dezembro de 2007. Consultado em 9 de Janeiro de 2008 
  110. «Bleeding Love video». Yahoo! Music. Consultado em 30 de Janeiro de 2008 
  111. Franc. G (28 de Janeiro de 2008). «Leona Lewis "Bleeding Love" Video Premiering Wednesday On MTV» (em inglês). RnB Music Blog. 1 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  112. «U.K. Singer and Songwriter Leona Lewis to Release Debut Album Spirit in the U.S. on 8 April». PRNewswire. Consultado em 28 de Janeiro de 2008 
  113. a b «MTV Video Music Awards 2008 - Nominees and Performers». Music Lovers Group. Consultado em 8 de Abril de 2009 
  114. «10 Most viewed videos on YouTube» (em inglês). 23 de Maio de 2008. 1 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  115. «Record Of The Year». roty.tv. Consultado em 16 de Dezembro de 2007 
  116. «Best Track: Leona Lewis». Virgin Media. Consultado em 10 de Janeiro de 2008 
  117. «Leona, Mika & Take That Lead UK Nominations For 2008». Brit Awards. Top40 Charts. 14 de Janeiro de 2008. Consultado em 14 de Janeiro de 2008 
  118. a b c «2008 Grammy Nominations Announced». Consultado em 3 de Dezembro de 2008 
  119. MacIntyre, April (23 de Abril de 2009). «Jesse McCartney honored at 26th Annual ASCAP Pop Music Award». Monsters and Critics. Consultado em 23 de Abril de 2009 
  120. «Record of the Year, 2007» (em inglês). roty.co.uk. 22 de Novembro de 2007. 1 páginas. Consultado em 24 de Julho de 2008 
  121. «Best Track: Leona Lewis» (em inglês). Virgin Media. 9 de Janeiro de 2008. 1 páginas. Consultado em 24 de Julho de 2008 
  122. «In full: Brit Awards 2008 nominees». Digital Spy. 14 de Janeiro de 2008. Consultado em 8 de Abril de 2009 
  123. «Estelle and Leona dominate Mobos» (STM) (em inglês). MOBO Awards. 15 de Outubro de 2008. 1 páginas. Consultado em 15 de Outubro de 2008 
  124. «Nickelodeon Award Winners». Digital Spy (em inglês). 14 de Setembro de 2008. 1 páginas. Consultado em 14 de Setembro de 2008 
  125. a b «Leona Lewis Awards» (em inglês). Ace Showbiz. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  126. «People's Choice Award» (em inglês). Music Week. 15 de Outubro de 2008. 1 páginas. Consultado em 15 de Outubro de 2008 
  127. TOM音乐 (16 de Junho de 2009). 2009年Hito流行音乐奖获奖名单 五月天大胜 (L) (em inglês). Music.ent.tom.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  128. The Veronicas (11 de Maio de 2009). «APRA Award nominees announced!» (PHP) (em inglês). Acces All Areas.net.au. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  129. «Leona Lewis Bleeding Love». Sony BMG. Consultado em 14 de Outubro de 2007 
  130. a b «Leona Lewis - Bleeding Love (Song)». SwissCharts.com. Consultado em 23 de Janeiro de 2008 
  131. «Faixas de "Bleeding Love em Hong Kong» (em inglês). Leona Lewis Music.co.uk. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  132. «Catálogo de "Bleeding Love" na América» (HTML) (em inglês). Eil.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  133. «Single available at Target Stores» (em inglês). Leona Lewis Music. Consultado em 28 de Fevereiro de 2011 
  134. «Australian-charts.com - Leona Lewis - Bleeding Love». ARIA Top 50 Singles (em inglês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  135. «Leona Lewis - Bleeding Love Austriancharts.at». Ö3 Austria Top 40 (em irlandês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  136. «Ultratop.be - Leona Lewis - Bleeding Love». Ultratop 50 (em alemão). ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  137. «Ultratop.be - Leona Lewis - Bleeding Love». Ultratop 40 (em francês). ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  138. «Danishcharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love». Tracklisten (em dinamarquês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  139. «ČNS IFPI». Hitparáda - RADIO TOP100 Oficiální (em checo). IFPI Czech Republic. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 Note: insert 200813 into search.
  140. «European Hot 100 Singles». Billboard.com. Consultado em 28 de Janeiro de 2008 
  141. «Finnishcharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love». Suomen virallinen lista (em finlandês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  142. «Lescharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love». Les classement single (em francês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  143. «Musicline.de - Chartverfolgung - Lewis,Leona - Bleeding Love». Media Control Charts (em irlandês). PhonoNet GmbH. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  144. «Archívum - Slágerlisták - MAHASZ - Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége». Rádiós Top 40 játszási lista (em húngaro). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  145. «Chart Track». Irish Singles Chart (em irlandês). GfK. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  146. «Italiancharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love» (HTML). Top Digital Download (em italiano). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  147. «Italy Singles Top 50» (em italiano). Acharts. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  148. «Leona Lewis Album & Song Chart History». Japan Hot 100 for Leona Lewis (em inglês). Prometheus Global Media. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  149. «Dutchcharts.nl - Leona Lewis - Bleeding Love». Mega Single Top 100 (em dinamarquês). Hung Medien / hitparade.ch. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  150. «Norwegiancharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love» (HTML). VG-lista (em inglês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  151. «SNS IFPI». Hitparáda - RADIO TOP100 Oficiálna (em eslovaco). IFPI Czech Republic. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011  Note: insert 200808 into search.
  152. «Spanishcharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love». Canciones Top 50 (em inglês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  153. «Swedishcharts.com - Leona Lewis - Bleeding Love». Singles Top 60 (em inglês). Hung Medien. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  154. «Leona Lewis Album & Song Chart History». Billboard Hot 100 for Leona Lewis (em inglês). Prometheus Global Media. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  155. «Leona Lewis Album & Song Chart History». Billboard Pop Songs for Leona Lewis (em inglês). Prometheus Global Media. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  156. a b c d «Bleeding Love - Leona Lewis». Billboard for Leona Lewis (em inglês). Prometheus Global Media. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  157. «UK Year End Chart 2007» (PDF). ChartsPlus. Consultado em 14 de Março de 2009 
  158. «2007 Irish Singles Chart». Irma. Consultado em 25 de Julho de 2009 
  159. «2008 Australian Singles Chart». Aria. Consultado em 25 de Julho de 2009 
  160. «2008 Austrian Singles Chart». Austriancharts. Consultado em 25 de Julho de 2009 
  161. «Billboard Charts - Year-end Singles - Billboard Canadian Hot 100 Songs». Billboard. Nielsen Business Media. Consultado em 9 de Maio de 2009 
  162. «2008 French Singles Chart». Disqueenfrance. Consultado em 25 de Julho de 2009 
  163. «MTV | Single Jahrescharts 2008 | charts». Mtv.de. 16 de Dezembro de 2008. Consultado em 31 de Agosto de 2010 [ligação inativa] 
  164. «Billboard Charts - Year-end Singles - Billboard Japan Hot 100 Songs». Billboard. Nielsen Business Media. Consultado em 9 de Maio de 2009 
  165. «Spain Year End Chart 2008» (PDF). PROMUSICAE. Consultado em 14 de Março de 2009 [ligação inativa] 
  166. «2008 Swiss Singles Chart». Hitparade. Consultado em 25 de Julho de 2009 
  167. «UK Year End Chart 2008» (PDF). ChartsPlus. Consultado em 14 de Março de 2009 
  168. «Best of 2008» (HTML) (em inglês). Billboard. 1 páginas. Consultado em 22 de Fevereiro de 2010 
  169. «Fim da Década na Australian Singles Chart» (PDF) (em inglês). Aria.com.au. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  170. «Fim da Década no German Singles Chart» (HTML) (em alemão). rtl.de. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  171. «Chart of the Decade». Episode 4. 31 de Dezembro de 2009. British Broadcasting Corporation. BBC Radio 1. Consultado em 31 de Janeiro de 2010 
  172. «ARIA Charts - Accreditations - 2008 Singles». Australian Recording Industry Association. Consultado em 19 de Fevereiro de 2009 
  173. «IFPI Austria - Verband der Österreichischen Musikwirtschaft» (em em alemão). Ifpi.at. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  174. «Ultratop Belgian Charts». ultratop.be. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  175. «Hitlisten.NU». Hitlisterne.dk. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  176. «Musiikkituottajat - Tilastot - Kulta- ja platinalevyt». Ifpi.fi. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  177. «Gold/Platin–Datenbank [Gold/Platinum Database]» (HTML) (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. 1 páginas. Consultado em 31 de Agosto de 2010 
  178. «Latest Gold / Platinum Singles». RadioScope. 29 de Agosto de 2010. Consultado em 11 de Setembro de 2010 
  179. «Swedish Singles Chart Vecka 21». Sverigetopplistan. 22 de Maio de 2008. Consultado em 22 de Maio de 2008 
  180. «Certificação no Reino Unido» (PDF) (em inglês). UK Charts Plus.co.uk. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  181. Wilkinson, Amy (3 de Dezembro de 2008). «Leona Lewis' 'Bleeding Love': The song of 2008?». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 12 de Julho de 2010 
  182. «Bleeding Love by Leona Lewis- Free piano sheet» (HTML) (em inglês). Free-Piano Sheet Music.com. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  183. «Leona Lewis - Bleeding Love» (HTML) (em inglês). Golden Discs.ie. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  184. «Bleeding Love by Leona Lewis». Rhapsody Music (em inglês). 1 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  185. «Leona Lewis New Single + Video 'Bleeding Love' Is Here!». Sony BMG Australia. 10 de Dezembro de 2007. Consultado em 10 de Janeiro de 2008 
  186. «Bleeding Love - Single». iTunes Store (USA). Consultado em 18 de Dezembro de 2007 
  187. Slezak, Michael (25 de Janeiro de 2008). «Is Leona Lewis really music's next big thing?». PopWatch (em inglês). PopWatch. 1 páginas. Consultado em 26 de Dezembro de 2010 
  188. «Leona Lewis - Bleeding Love». Internet Bookshop. Consultado em 22 de Dezembro de 2007 
  189. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome answers.com
  190. «Bleeding Love» (em alemão). Consultado em 27 de Janeiro de 2008 
  191. «BLEEDING LOVE | Music | Leona Lewis | Hong Kong» (HTML) (em inglês). Leona Lewis Music.co.uk. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  192. «LEONA LEWIS - BLEEDING LOVE (ENHANCED)». HMV.com.sg. Consultado em 22 de Março de 2008 
  193. «Nederland, get ready for Leona Lewis!» (em em alemão). NewsWeb. 13 de Dezembro de 2007. Consultado em 13 de Dezembro de 2007 
  194. «Leona Lewis | Information» (em japonês). BMG Japan. Consultado em 1 de Maio de 2008 
  195. «Leona becomes Goodwill Ambassador to Japan» (HTML) (em inglês). Leona-Lewis.net. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 
  196. «Ultratop.be - Tom Dice - Bleeding Love». Ultratop 50 (em neerlandês). ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. 1 páginas. Consultado em 11 de Fevereiro de 2011 

Ver também[editar | editar código-fonte]