Cacimba de Areia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cacimba de Areia
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 30 de dezembro
Fundação 26 de dezembro de 1961
Gentílico cacimbeirense
Prefeito(a) Nicos (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cacimba de Areia
Localização de Cacimba de Areia na Paraíba
Cacimba de Areia está localizado em: Brasil
Cacimba de Areia
Localização de Cacimba de Areia no Brasil
07° 07' 44" S 37° 9' 25" O07° 07' 44" S 37° 9' 25" O
Unidade federativa  Paraíba
Mesorregião Sertão Paraibano IBGE/2008 [1]
Microrregião Patos IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Patos
Municípios limítrofes Cacimbas, Patos, Passagem, Quixaba, São José do Bonfim, Teixeira.
Distância até a capital 253 km
Características geográficas
Área 233,037 km² [2]
População 3 557 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 15,26 hab./km²
Altitude 272 m
Clima Tropical quente e úmido[4]  Aw'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,581 baixo PNUD/2000 [5]
PIB R$ 13 177,073 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 677,66 IBGE/2008[6]
Página oficial

Cacimba de Areia é um município brasileiro do estado da Paraíba, localizado na microrregião de Patos e integrante da Região Metropolitana de Patos. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2010 sua população era estimada em 3.557 habitantes. Área territorial de 233 km².

O município comemora seu aniversário de emancipação política no dia 30 de dezembro. As cidades de Cacimbas, Patos, Passagem, Quixaba, São José do Bonfim e Texeira, fazem divisa com o município.

O clima predominante na região é o semiárido, com pouca pluviosidade anual.

História[7] [editar | editar código-fonte]

As origens do município são a região denominada Malhada de Areia. O pioneiro local foi o fazendeiro Antônio Félix Mendonça. A primeira missa foi celebrada por volta dos anos 20 do século XX pelo padre Joaquim Machado. A criação da feira intensificou o povoamento do local.

O topônimo deve-se à cacimba, escavada no centro de Malhada da Areia, que abastecia toda a região.

Os registros do distrito de Cacimba de Areia datam de 1937, que figura no município de Patos. A emancipação política deu-se com a criação do município pela lei estadual nº 2689, de 26 de dezembro de 1961, desmembrado de Patos, instalado em 30 de dezembro de 1961. Era constituído pelo distrito sede e o distrito de Quixaba, criado pela mesma lei. A lei estadual nº 3170, de 6 de maio de 1964, elevou Quixaba à categoria de município, perdendo Cacimba de Areia esta parcela do território.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[8] . Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Segundo a classificação de Koeppen, o clima é quente e úmido com chuvas de verão e outono (Aw'). Já segundo a divisão do estado em regiões bioclimáticas, a base física do município possui clima tropical quente de seca acentuada com 7 a 8 meses secos (4aTh). A pluviometria média medida entre 1962 e 1985 foi de 711 mm, com distribuição irregular. A temperatura média anual oscila no entorno de 24oC[4] .

A vegetação nativa é composta pela caatinga sertão[4] .

O município localiza-se na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja. O relevo é suavemente ondulado a ondulado, com altitudes entre 270 e 300 metros. O sul do município participa da unidade dos Maciços e Serras Baixas[9] , onde os declives são mais acentuados, e as altitudes variam de 300 metros a 981 metros[4] .

Cacimba de Areia encontra-se nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Piranhas, sub-bacia do Rio Espinharas. Seus principais cursos d’ água são o Rio da Farinha e os riachos Belo Monte, da Cachoeira, da Roça, da Areia, Carnaubinha, Serra Feia, do Costa, Barro Verde e dos Poços, todos de regime intermitente[4] .

Economia[editar | editar código-fonte]

A base econômica do município consiste nos setores da agricultura, pecuária e comércio. A agropecuária compõe 50 a 75%. Os principais produtos agrícolas são o algodão, o milho, o feijão e, de forma mais modesta, o arroz. Na pecuária, prevelece a criação de gado bovino, além da avicultura de galináceos. O setor terciário participa da economia local com 5 a 25%. O setor secundário tem participação de cerca de 10%[4] .

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Dados de 2005[4] indicam que o município dispunha de dois ambulatórios e quatro escolas de ensino fundamental. Dos 1.596 domicílios particulares permanentes, apenas 24,87% têm acesso à rede de abastecimento de água e 0,18% apresentam esgotamento sanitário. A cidade apresenta 60% das vias pavimentadas e 70% iluminadas. No município, 14 empresas possuíam CNPJ atuantes naquela data.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. a b c d e f g Diagnóstico do município de Cacimbas de Areia (PDF) Projeto Águas Subterrâneas. Ministério das Minas e Energia (2005). Página visitada em 20 de novembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  7. Banco de Dados do IBGE. Página visitada em 20 de novembro de 2010.
  8. Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro.
  9. Embrapa: Zane. Zoneamento Agroecológico do Nordeste.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.