Brasilis Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Brasilis
Brasilis aguas-lindoia.png
Nome Brasilis Futebol Clube
Alcunhas Ararinha
Verde-Laranja
Brasilis
Mascote Arara
Fundação 1 de janeiro de 2007 (15 anos)
Estádio Leonardo Barbieri
Capacidade 7.329 pessoas[1]
Presidente Matheus Nava Bernardi
Patrocinador(a) Ibramec
Material (d)esportivo Duson
Competição Paulista - Série B
Website brasilisfc.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual

O Brasilis Futebol Clube é um clube brasileiro de futebol da cidade de Águas de Lindóia, no estado de São Paulo. Foi fundado em 1º de janeiro de 2007 e suas cores são o verde e o laranja.[2][3]

História[editar | editar código-fonte]

O Brasilis Futebol Clube foi fundado em 1º de janeiro de 2007 por Oscar Bernardi (que também é o proprietário do clube),[4] ex-zagueiro que teve grandes passagens por Ponte Preta, São Paulo e Seleção Brasileira, sendo inclusive um dos capitães da Seleção na Copa de 1982 na Espanha.[5]

No mesmo ano de 2007, a equipe disputa sua primeira competição profissional: a Segunda Divisão (equivalente a quarta divisão) do Campeonato Paulista, sendo eliminada ainda na 1ª fase. No ano seguinte disputou novamente a competição, caindo desta vez na 2ª fase.[6] Em 2009 a equipe se licenciou das competições profissionais, voltando novamente em 2010 na mesma Segunda Divisão, caindo novamente na 2ª fase. Em 2011 o Brasilis cai mais uma vez na 2ª fase. Após esse ano o clube se licencia e passa um longo período de hiato, voltando às competições profissionais em 2017, ano em que o clube, no mês de maio, fez parte de um reality da ESPN Brasil, mostrando o jornalista Paulo Calçade sendo treinador.[7]

No mesmo ano, o clube foi usado pela CBF como suporte para testagem da arbitragem de vídeo no Brasil.[8]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O clube possui umas das melhores estruturas do Brasil, com um centro técnico que foi utilizado por grandes equipes em sua pré-temporada, como Corinthians, Palmeiras, Bahia e muitas equipes do exterior. Foi também sub-sede da Copa do Mundo do Brasil em 2014, tendo recebido a seleção da Costa do Marfim que fez toda sua preparação para a Copa no CT do Brasilis. Manda seus jogos no Estádio Municipal de Águas de Lindóia, o Leonardo Barbieri, com capacidade para 7.329 pessoas.

Além disso, o clube tem como filosofia a formação de novos atletas para o futebol, sendo uma das referências do Brasil.[9][10][11]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Aumento Promovido à divisão superior
Baixa Rebaixado à divisão inferior
Inativo Licenciamento no ano seguinte
Participações em 2021
Competição Temporadas Melhor campanha Anos A Aumento R Baixa
São Paulo Segunda Divisão 9 9º colocado (2008) 2007-2008 Inativo, 2010-2011 Inativo e 2017-2020 Inativo

Últimas dez temporadas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Brasilis
Últimas dez temporadas do Brasilis Futebol Clube
Brasil Nacionais Flag of the United Nations.svg Internacionais São Paulo Estaduais
Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continentais / Mundial Campeonato Paulista Copa Paulista
Ano Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos. Fase Máxima
2011 D Não classificado SD 24º
2012 Licenciado
2013 Licenciado
2014 Licenciado
2015 Licenciado
2016 Licenciado
2017 D Não classificado SD 16º
2018 D Não classificado SD 32º
2019 D Não classificado SD 37º
2020 D Não classificado SD 24°
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado nas semifinais
     Campeão e promovido à divisão superior
     Vice-campeão e/ou promovido à divisão superior
     Rebaixado à divisão inferior
     Classificado à fase de grupos da Copa Libertadores
     Classificado à fase preliminar da Copa Libertadores
     Classificado à Copa Sul-Americana
     Campeão do Campeonato do Interior

Referências

  1. CBF
  2. «Conheça o clube do interior paulista Brasilis F.C.». R7.com. 21 de novembro de 2009. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  3. «Sobre o Clube | Clubes | Federação Paulista de Futebol». futebolpaulista.com.br. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  4. «Com foco apenas em revelar jogadores, time do ex-zagueiro Oscar dribla crise na pandemia para sobreviver». ESPN.com. 20 de maio de 2020. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  5. «Para conter êxodo de talentos, Oscar monta time 'com a cara do Brasil' - 16/01/2009 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  6. Comunicação, Drive. «Brasilis FC e Batatais estão no topo do Grupo 09». Federação Paulista Futebol. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  7. «UOL Esporte - Paulo Calçade, da ESPN, vira treinador por uma semana. E conta como foi». uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  8. «Árbitro de Vídeo conta com a ajuda do Brasilis FC». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  9. Hierro, Pedro (3 de dezembro de 2019). «Central fecha parceria com Brasilis Futebol Clube». JC. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  10. «Meninos que vendiam coxinha em Curitiba para peneira de futebol vão para São Paulo». Caçadores de Notícias. 20 de fevereiro de 2021. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  11. «Já em SP, rondonienses passam por testes no Brasilis». ge. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.