Indústria do petróleo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde junho de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A indústria do petróleo inclui os processos globais de exploração, extração, refino, transporte (geralmente por navios petroleiros e dutos) e comercialização de produtos derivados do petróleo. Os produtos de maior volume desta indústria são o óleo combustível e a gasolina. O petróleo é também a matéria prima para muitos produtos químicos, incluindo fármacos, solventes, fertilizantes, pesticidas e plásticos.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

NIS refinery in Pančevo, Serbia

A indústria é geralmente dividida em três grandes segmentos, denominados upstream, midstream e downstream. No entanto, o American Petroleum Institute divide a indústria do petróleo em cinco setores:upstream, downstream, oleodutos, marinas e fornecimento de serviços.[1]

Quanto à propriedade, as companhias petrolíferas se subdividem em dois grupos principais:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. American Petroleum Institute. "Industry Sectors." http://www.api.org/aboutoilgas/sectors/ Retrieved 12 May 2008

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Anthony Sampson, The Seven Sisters: The Great Oil Companies and the World They Shaped, New York, Viking Press, 1975.
  • Daniel Yergin, The Prize: The Epic Quest for Oil, Money, and Power, New York, Simon & Schuster, 1991.
  • Nico Perrone, Obiettivo Mattei: Petrolio, Stati Uniti e politica dell'ENI, Rome, Gamberetti, 1995.
  • Nico Perrone, Enrico Mattei, Bologna, il Mulino, 2001.
Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.