Vila Ré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vila Ré
Vila Ré.JPG
Bairro de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg
Fundação: 1919
Distrito: Penha
Subprefeitura: Penha
Região Administrativa: Leste

Vila Ré é um bairro localizado na Zona Leste de São Paulo, no distrito da Penha, e possui aproximadamente 50 mil habitantes. Sua principal via é a rua Itinguçu, que serve de conexão ao bairro da Penha(Av.Amador Bueno) e à Itaquera pelas Av. Esperantina e Campanella. É um bairro predominantemente residencial, horizontalizado. Sua vocação comercial, atacado e varejo se baseia na Rua Itinguçu, o centro do bairro. O bairro também tem forte vocação industrial, onde encontra-se a primeira fábrica da Panco no Brasil, ainda em plena atividade, empregando mais de 2000 pessoas, e também antigo bairro da Hikari.

Os principais acessos ao bairro são a Estação Patriarca do Metrô, Avenida Amador Bueno da Veiga, Radial Leste e Avenida Calim Eid, popularmente chamada de Tiquatira.

História[editar | editar código-fonte]

A Vila Ré se localiza no que era uma fazenda do italiano João Ré Filho. Era uma região periférica do distrito da Penha, com a expansão da cidade no início do Séc XIX o bairro se desenvolveu, abrigando imigrantes de antigos bairros industriais, como o Belem e Brás, e também recebendo migrantes internos do país com o crescimento da cidade nos anos 70.

O bairro majoritariamente residencial viu ser originado duas das maiores fábricas de alimentos do país, como a Panco e a Hikari, da forte colonia japonesa da região.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre bairros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.