Parque Linear Tiquatira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parque Linear Tiquatira
Engº Werner Eugênio Zulauf
Localização (Penha)São Paulo, SP
Tipo Público
Área 320 mil m²
Inauguração 2007 (10 anos)
Administração SVMA

O Parque Linear Tiquatira, oficialmente chamado de Parque Linear Tiquatira Engenheiro Werner Eugênio Zulauf, é um parque localizado no bairro da Penha, Zona Leste de São Paulo, fundado em 2007. Está localizado ao longo da Avenida Governador Carvalho Pinto, com 320.000 m², sua extensão vai do final do viaduto General Milton Tavares de Souza até a avenida São Miguel.[1][2] É considerado o primeiro parque linear de São Paulo, o nome Tiquatira é proveniente do córrego existente dentro do parque.[3][4]

História[editar | editar código-fonte]

O córrego do Tiquatira delimitou por muitos anos a área urbana da cidade, separando-a da área rural. Em 1988 foi inaugurada a Avenida Governador Carvalho Pinto, ligando a Avenida São Miguel até a Marginal Tietê.[4] Entre as pistas dessa avenida surgiu o parque.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O parque conta com diversas espécies de flora, incluindo muitas espécies de árvores nativas da Mata Atlântica. Algumas das espécies presentes no local são jequitibá, imbaúba, ingá, pitangueira e jacarandá.[5] Na área do parque funciona também um Clube Escola (SEME) e um CDC que cuida de um campo de futebol e uma cancha de bocha. Aos domingos das 10 às 16h há uma feira de artesanato no local.[2]

Fazem parte da estrutura do parque quadras poliesportivas, campos de futebol, pistas de Cooper e caminhada, ciclismo e skate, áreas de convivência e um anfiteatro aberto. Uma ciclofaixa de lazer, com 14 km de extensão funciona no entorno do parque aos domingos e feriados.[1]

Referências

  1. a b «Secretaria de Turismo de São Paulo». Consultado em 31 de janeiro de 2016 
  2. a b «Áreas Verdes das cidades». Consultado em 31 de janeiro de 2016 
  3. «Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente». Consultado em 31 de janeiro de 2016 
  4. a b «Cangaíba:uma história». Consultado em 31 de janeiro de 2016 
  5. «Aposentado planta 16mil árvores em áres abandonadas na zona leste de São Paulo». Consultado em 31 de janeiro de 2016