Amalteia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amamentação de Júpiter, pintura de Nicolas Poussin1630

Na mitologia grega, Amalteia (FO 1943: Amaltéia) (em grego: Ἀμάλθεια) foia ninfa que possuia a cabra Aix que cedeu leite a Zeus recém-nascido.[1] em uma variante da mitologia, a cabra era quem se chamava Amalteia[2] [3] ou ainda, que Amalteia era uma deusa teriomórfica, possuindo chifres.[4]

Tradição[editar | editar código-fonte]

A tradição representada por Hesíodo em Teogonia, Crono devorava todos os filhos após nascerem, a mãe de Zeus Reia para enganá-lo, embrulhou uma pedra e a deu para Crono, poupando assim a vida de Zeus. Depois, ela deu o bebê Zeus para Adamanteia cuidar e manter em uma caverna em uma montanha em Creta, Adamanteia é um dupleto de Amalteia. Em muitas referências literárias, a tradição grega refere que, para Crono não ouvir o choro da criança, Amalteia reunia sobre a caverna os Curetes ou Coribantes para dançar, gritar e bater suas lanças nos escudos.[5]

Referências

  1. Corintha Maciel. [Mitodrama. Editora Agora. p. 36. ISBN 978-85-7183-720-1.
  2. Mário da Gama Kury. Dicionário de Mitologia: Grega e Romana. Zahar. p. 404. ISBN 978-85-378-0218-2.
  3. Carmen Seganfredo; A. S. Franchini (2003). As 100 Melhores Histórias da Mitologia. L&PM Editores. p. 10. ISBN 978-85-254-0821-1.
  4. Irene Earls (1987). Renaissance Art: A Topical Dictionary. ABC-CLIO. p. 13. ISBN 978-0-313-24658-6.
  5. Karl Kerényi (1951). The Gods of the Greeks. Thames and Hudson. p. 94. ISBN 978-0-500-27048-6.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Amalteia