Euforbo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na mitologia grega, Euforbo (em grego: Εύφορβος), filho de Pântoo, participou da Guerra de Troia, combatendo pelo lado troiano.[1]

Foi ele quem deu o primeiro golpe em Pátroclo, que foi, em seguida, morto por Heitor.[2] [3] Ájax, o Grande, atacou Heitor, e recuperou o corpo de Pátroclo, enquanto que Menelau e o outro Ájax atacaram e mataram Euforbo.[2]

Segundo Higino, houve vários combates singulares durante a Guerra; Euforbo lutou contra Menelau, e foi morto por ele.[4]

Euforbo reencarnou em Pitágoras, que se lembrava de ter sido Euforbo[4] [5] e que sua alma havia passado por vários corpos.[4] Pitágoras se lembrava da ferida que recebera no peito da lança do filho mais novo de Atreu, e havia reconhecido o escudo que ele carregava no braço esquerdo, e que, à sua época, estava como um troféu no templo de Juno em Argos.[6] Este escudo ainda se encontrava no templo de Hera até a época de Pausânias,[7] mais de mil anos depois da Guerra de Troia e seiscentos anos depois da época de Pitágoras.

O humorista Luciano de Samósata faz referência a esta história: quando Menipo, no Hades, encontra Pitágoras, ele o saúda como Euforbo e como Apolo.[8]

Referências

  1. Homero, Ilíada, Livro 17, 44-60
  2. a b Díctis de Creta, Ephemeridos belli Troiani, Livro III, 10
  3. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, Epítome, 4.6
  4. a b c Higino, Fabulae, CXII, Combatentes desafiantes e seus adversários
  5. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro X, 6.1
  6. Ovídio, Metamorfoses, Livro XV, 153-175
  7. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 2.17.3
  8. Luciano de Samósata, Diálogos dos Mortos, Menippus e Éaco
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.