McDonald's

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mc Donalds)
Ir para: navegação, pesquisa
McDonald's
Sede da McDonald's Corporation em Oak Brook, Illinois
Razão social McDonald's Corporation
Tipo Empresa de capital aberto
Cotação
Indústria Restaurantes
Gênero Restaurante de fast food
Fundação
Fundador(es)
Sede Oak Brook, Ilinois, EUA (mudando-se para Chicago em 2018)
Área(s) servida(s) Mundo
Locais Cerca de 36.900 (2016)
Pessoas-chave
  • Andrew J. McKenna
  • (presidente do conselho de administração)
  • Steve Easterbrook
  • (presidente e CEO)
Empregados 375.000 (2016)
Produtos
Ativos Baixa US$ 31,024 bilhões (2016)
Receita Baixa US$ 24,622 bilhões (2016)
LAJIR Aumento US$ 7,745 bilhões (2016)
Renda líquida Aumento US$ 4,686 bilhões (2016)
Website oficial aboutmcdonalds.com
  • Notas de rodapé / referências
  • [1][2]

O McDonald's é uma cadeia de hambúrgueres e restaurantes fast food norte-americana. Foi fundado em 1940 como um restaurante barbecue operado por Richard and Maurice McDonald em San Bernardino, Califórnia, EUA. Em 1948, eles reorganizaram seu negócio como uma estande de hambúrguer, usando princípios de produção de linha. A primeira franquia usando o logo de arcos dourados do McDonald's abriu em Phoenix, Arizona, EUA em 1953. O empresário Ray Kroc entrou para a empresa como um agente franqueador em 1955 e subsequentemente comprou a cadeia dos irmãos McDonald. Sediado em Oak Brook, Illinois, EUA, o McDonald's confirmou planos para mudar a sua sede global para Chicago no começo de 2018.[3][4]

Hoje, o McDonald's é uma das maiores cadeias de restaurantes do mundo, servindo aproximadamente 69 milhões de clientes diariamente em cerca de 100 países[5] através de aproximadamente 36.900 pontos de vendas tal como em 2016.[2] O McDonald's primariamente vende hambúrgueres, cheeseburgers, produtos de frango, batatas fritas, itens do café da manhã, refrigerantes, milkshakes, wraps e sobremesas. Em resposta em mudar os gostos dos consumidores e após enfrentar críticas pela natureza pouco saudável de sua comida,[6] a empresa tem expandido o seu menu para incluir saladas, peixe, smoothies e frutas. Um restaurante McDonald's é operado tando por um franqueado, por uma afiliada, ou pela própria corporação. As receitas da McDonald's Corporation vêm do aluguel, royalties e taxas pagas pelos franqueados, e bem como pelas vendas em restaurantes operados pela companhia. De acordo com uma reportagem da rede britânica BBC publicada em 2012, o McDonald's é o segundo maior empregador privado do mundo (atrás do Walmart, com 1,9 milhões de empregados), sendo que 1,5 milhões deles trabalham para franquias.[7]

Características

A maior parte dos restaurantes McDonald's oferece os serviços de balcão e Drive-Thru, com mesas em espaço coberto e algumas vezes ao ar livre. O Drive-Thru, Auto-Mac, ou McDrive como é conhecido em alguns países, frequentemente tem cabines separadas para pedir, pagar e pegar os produtos. Em alguns países os "McDrive" perto de autoestradas não oferecem serviço de balcão ou mesas. Pelo contrário, lugares com alta densidade populacional frequentemente não têm o serviço de Drive-Thru. Também há alguns restaurantes, localizados a maioria em regiões comerciais que oferecem o serviço de Walk-Thru no lugar do Drive-Thru.

Restaurantes temáticos também existem, como os restaurantes "Rock-and-Roll McDonald's" 1950 e o restaurante Mc Movie, em Porto Alegre, no Brasil. Alguns McDonald's em áreas suburbanas e certas cidades têm grandes playgrounds fechados ou ao ar livre, chamados "McDonald's PlayPlace ou Playland. Estes foram criados principalmente na década de 1970 e 1980 nos Estados Unidos e mais tarde, internacionalmente.

O modelo de negócio da McDonald's Corporation é um pouco diferente da maioria das outras cadeias de fast-food. Além das taxas normais de franquia, recursos, e porcentagem das vendas, McDonald's também recebe aluguel, parcialmente ligado às vendas. Como uma condição do acordo de franquia, a corporação é dona da propriedade nas quais a maioria das franquias se instalam. No entanto, no Reino Unido o modelo não é de tanta concorrência como o modelo global, e menos de 30% dos restaurantes são da franquia e a maioria é de propriedade da companhia.

O McDonald's treina seus franqueados e outros na Hamburger University em Oak Brook, Illinois. De acordo com o Fast Food Nation de Eric Schlosser (2001), cerca de um em cada dez trabalhadores nos Estados Unidos foi, em algum momento, empregado pelo McDonald's. O livro também afirma que o McDonald's é o maior operador privado de playgrounds nos Estados Unidos, assim como o maior comprador de carne bovina, carne de porco, batatas e maçãs.

Na Índia os lanches são feitos somente com vegetais, ou com carne de carneiro, visto que neste país a vaca é considerada um animal sagrado.[8]

História

Question book.svg
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O terceiro McDonald's, atualmente o mais antigo em atividade, construído em 1953 em Downey, Califórnia.
Antigo logotipo da empresa, usado entre 1968 e 2006
Por volta de 1993, o McDonald's tinha vendido mais de 100 bilhões de hamburgueres.
McDonnell Douglas MD-83 da Crossair com o logo do McDonald's
McDonald's kosher em Jerusalém, Israel
Playground em uma unidade do McDonald's em Los Angeles
Novo conceito "McDonald's Next" em Hong Kong, China
McDonald's em Tóquio, Japão.
McDonald's em Moscou, Rússia.
McDonald's em Hyderabad, Índia.

Cronologia

  • 1937: Os irmãos Dick e Mac McDonald abrem uma barraca de cachorro-quente chamada Airdome em Arcadia, Califórnia.
  • 1940: Os irmãos mudam a barraca Airdome para San Bernardino, também na Califórnia, onde eles abrem um restaurante McDonald´s na Rota 66, em 15 de maio. O cardápio se baseava em 25 itens, a maioria deles churrasco. O primeiro hambúrguer McDonald´s custou US$0,15 e como era comum na época, contrataram 20 carhops; garçons que em cima de patins, entregavam o pedido do cliente no carro. Isso se tornou popular e muito lucrativo.
  • 1948: Depois de notar que a maioria do dinheiro que eles ganhavam vinham dos hambúrgueres, os irmãos fecharam o restaurante por diversos meses para criar e implantar um inovador Sistema de Serviço Rápido, uma espécie de montagem em série para os hambúrgueres. Então os carhops perderam seus empregos. Quando o restaurante foi reaberto ele passa a vender somente hambúrgueres, milk-shakes e batatas fritas, se tornando um extremo sucesso.
  • 1953: Os irmãos McDonald começaram a criar franquias de seus restaurantes, com Neil Fox abrindo a primeira franquia e o segundo restaurante foi aberto em Phoenix, Arizona. Foi o primeiro a usar o estilo baseado nos Arcos de Ouro. No mesmo ano, o restaurante original foi reconstruído baseado nesse estilo. Ainda em 1953, o quarto restaurante foi aberto em Downey na Califórnia, na esquina da Lakewood com Florence Avenue, onde funciona até hoje, sendo o mais velho restaurante em funcionamento.
  • 1954: O empreendedor e vendedor de máquinas de agitar milkshake Ray Kroc fica fascinado com o restaurante McDonald's durante uma visita e descobre sua extraordinária capacidade e popularidade. (Outros que visitaram e acabaram se inspirando na ideia do McDonald's foram James McLamore, fundador da marca rival Burger King e Glen Bell, fundador do restaurante Taco Bell.) Depois de ver o restaurante em operação, Kroc propôs aos irmãos McDonald, que já vendiam franquias, a vendê-las fora da localização original da empresa (Califórnia e Arizona), sendo dele próprio a primeira franquia. Kroc trabalhou muito para vender a marca McDonald's. Ele tentou até mesmo se impor em sua amizade dos tempos de guerra com Walt Disney na esperança de abrir um McDonald's na Disneyland, que estava prestes a ser inaugurada. Mas seu projeto fracassou.
  • 1955: Ray Kroc contrata Harry J. Sonneborn como Gerente de Finanças para o McDonald's. Harry Sonneborn iria se tornar uma influência importante na corporação até que se demitiu em 1967.
  • 1955: Ray Kroc funda o "McDonald's Systems, Inc." no dia 2 de março, uma estrutura legalizada para suas planejadas franquias. E ainda abre, em 15 de abril, no subúrbio de Chicago, em Des Plaines, Illinois, o nono restaurante da marca. Somente no primeiro dia, o total de vendas é de $366.12. A literatura da companhia costuma se referir a essa data como o "início" da empresa, que já tinha quinze anos, tirando os irmãos McDonald da história e dando maior valor ao "fundador" Kroc. A empresa ainda chama a este restaurante de McDonald's "número 1".
  • Começo da década de 1960: Uma das ideias de marketing de Kroc é sua decisão de vender hambúrgueres do McDonald's para famílias e crianças. Uma franquia em Washington, D.C. patrocina um show infantil chamado Bozo's Circus (Circo do Bozo). Bozo era um personagem franqueado, interpretado (em Los Angeles) por Willard Scott. Depois que o show foi cancelado, Goldstein contrata Scott para interpretar o novo mascote do McDonald's, "Ronald McDonald", nos três primeiros comerciais de televisão o personagem era destacado. Ronald McDonald acaba se espalhando para o resto do país por meio de uma campanha de marketing, mas mais tarde decide-se que Scott e sua versão original da fantasia não são adequadas para o papel. Um elenco completo de personagens da "McDonaldland" (McDonaldlândia) é desenvolvido.
  • 1960: Kroc muda o nome de sua empresa para McDonald's Corporation.
  • 1961: Os irmãos McDonald concordam em vender a Kroc os direitos da sua companhia por US$ 2,7 milhões, uma soma que Kroc conseguiu com empréstimos de vários investidores (incluindo a Universidade de Princeton). Achando a soma extremamente alta, Kroc resolve cortar relações com os irmãos McDonald. O acordo permitia aos irmãos manter seu restaurante original, mas por um descuido, eles não conseguem reter o direito de continuar com sua franquia do McDonald's. Foi rebatizado com o nome de "The Big M" ("O Grande M"), mas Kroc levou-o à falência, construindo um McDonald's a apenas uma quadra ao norte. Se os irmãos tivessem mantido o acordo original, que os dava direito a 0.5% da receita bruta anual da cadeia, eles e seus herdeiros estariam ganhando mais de US$ 100 milhões hoje em dia.
  • 1963: O Filé de peixe é introduzido na cidade de Cincinnati, Ohio, num restaurante localizado numa vizinhança dominada por católicos, que não comiam carne nas sextas-feiras. Foi a primeira adição ao menu original, e foi levada a nível nacional no ano seguinte, com o peixe sendo provido por Gorton's of Gloucester.
  • 1967: É aberto o primeiro restaurante da marca fora dos Estados Unidos, em Richmond, British Columbia, no Canadá.
  • 1967: O design atual dos restaurantes da cadeia, com mansardas e mesas do lado de dentro do restaurante, é introduzido.
  • 1968: O Big Mac, similar ao hambúrguer Big Boy, do restaurante de mesmo nome, e a Torta de Maçã quente são introduzidos no cardápio.
  • 1970: Tendo mudado de mãos em 1968, o restaurante "Big M" original fecha. Foi demolido dois anos mais tarde, sendo que apenas uma parte do letreiro ficou de pé. Essa parte, desde então, tem sido restaurada.
  • 1971: É aberto em julho no distrito de Ginza em Tóquio no Japão, o primeiro McDonald´s da Ásia.
  • 1971: Em 21 de agosto, é aberto o primeiro restaurante europeu da marca, em Zaandam, próximo a Amsterdã, nos Países Baixos.
  • 1971: Em dezembro, é aberto o primeiro restaurante na Alemanha, na cidade de Munique. Foi o primeiro McDonald's a vender bebida alcoólica,cerveja. Os outros países europeus logo seguiram no começo da década de 1970.
  • 1971: É aberto em dezembro no subúrbio de Yagoona em Sydney, o primeiro restaurante australiano.
  • 1973: O Quarteirão com Queijo é introduzido no cardápio.
  • 1974: Em 12 de outubro, é aberto o primeiro McDonald's do Reino Unido. Em Woolwich, a sudeste de Londres. Foi o 3000º restaurante da empresa.
  • 1975: O sistema Drive-Thru é implantado em Janeiro na cidade de Sierra Vista, Arizona. Mais tarde ficou conhecido por "McDrive" ou "AutoMac" em alguns países.
  • 1976: É aberto, em Porirua, o primeiro restaurante da Nova Zelândia.
  • 1979: É inaugurado o primeiro restaurante da América do Sul, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. A unidade, localizada na Rua Hilário de Gouveia, em Copacabana, ainda está em funcionamento.
  • 1979: O McLanche Feliz entra no cardápio nos Estados Unidos.
  • 1979: É inaugurado o primeiro restaurante da França, na cidade de Estrasburgo.
  • 1980: O McDonald's introduz o McChicken, o primeiro sanduíche feito de carne de frango. Sem sucesso, foi retirado do cardápio, e mais tarde relançado após o sucesso do McNuggets.
  • 1983: É introduzido no cardápio o McNuggets, substituindo o McChicken.
  • 1981: É inaugurado o primeiro restaurante na cidade de São Paulo, localizado na Avenida Paulista: a loja ainda está em funcionamento.
  • 1984: No dia 16 de julho, James Oliver Huberty ataca um restaurante do Mc Donald's com uma arma, matando 21 pessoas em San Ysidro, California no chamado massacre do McDonald's.
  • 1984: A companhia se torna um dos principais patrocinadores dos Jogos Olímpicos de 1984. Os restaurantes nos Estados Unidos perdem dinheiro com a promoção "When America Wins, You Win" ("Quando a América Ganha, Você Ganha") após a União Soviética ter boicotado os jogos, o que resultou num grande número de medalhas ganhas pelo país e no maior prejuízo histórico da rede.
  • 1985: Foi a lanchonete oficial da primeira edição do festival Rock in Rio. Cerca de 1 milhão e 200 mil sanduíches foram consumidos dentro da Cidade do Rock nos 11 dias do evento.
  • 1986: O McDonald's abre sua primeira franquia na Itália, na capital Roma. Para combinar com a paisagem histórica perto dos degraus da Piazza di Spagna, ganha uma fachada menos chamativa e define novos padrões para decoração interna.
  • 1988: O McDonald's abre seus primeiros restaurantes em países comunistas . Em Győr, na Hungriae em Belgrado, capital da então Iugoslávia.
  • 1990: Em 31 de janeiro, o primeiro McDonald's da União Soviética abre em Moscou. Foi durante algum tempo o maior McDonald's do mundo (hoje o maior fica em Pequim). Por motivos políticos, o McDonald's Canadá foi o responsável independentemente, com pouco apoio da matriz norte-americana; uma das paredes no restaurante moscovita mostra juntas as bandeiras canadense e soviética. Para superar problemas de abastecimento, a empresa criou sua própria cadeia de fornecedores, inclusive fazendas da então União Soviética.
  • 1991: É inaugurado o primeiro restaurante em Portugal. No Cascaishopping no dia 23 de maio.
  • 1992: Em 23 de abril, o maior restaurante McDonald's do mundo até os dias atuais é inaugurando em Pequim, capital da China (mais de 700 assentos).
  • 1994: É inaugurado o primeiro McDonald's na África, na cidade do Cairo, Egito.
  • 1996: O primeiro McDonald's indiano abre.
  • 1996: O primeiro McDonald's abre na Bielorrússia, que se torna o centésimo país a receber uma franquia. Na cerimônia de abertura, a polícia bielorrussa é acusada de uso brutal da força contra membros do público que queriam entrar no restaurante em Minsk.
  • 1998: Em Portugal é aberto um restaurante no Parque das Nações, local onde se realizou a EXPO 98. A essa altura era o maior da Europa.
  • 2000: Eric Schlosser publica Fast Food Nation (Nação Fast-Food), um livro que critica os restaurantes fast-food em geral, particularmente McDonald's.
  • 2007: Uma explosão numa lanchonete da rede de fast-food McDonald's em São Petersburgo, na Rússia, deixou pelo menos seis mortos, incluindo duas crianças.
  • 2014: Em 2014, a empresa registrou o nome McBrunch, para as refeições que serão servidas entre o café da manhã e o almoço.[9]
  • 2017: A McDonald"s terminou o contrato de patrocínio assinado com o Comité Olímpico Internacional. É fim de uma parceria estratégica com 41 anos.[10]

Sanduíches

McOferta do Big Mac

Alguns dos sanduíches mais conhecidos do McDonald's são:

Presença internacional

Países com unidades do McDonald's por data de fundação.

O McDonald's tornou-se uma marca emblemática da globalização, por vezes referido como a "McDonaldização" da sociedade. A The Economist usa o "Índice Big Mac": uma comparação do custo de um lanche Big Mac em diferentes moedas ao redor do mundo e que pode ser usada para julgar informalmente a paridade do poder de compra dessas moedas. A Noruega tinha o Big Mac mais caro em todo o mundo em julho de 2011, enquanto o país com o Big Mac mais barato foi a Índia.[11]

Thomas Friedman chegou a afirmar certa vez que nenhum país com uma unidade da rede McDonald's tinha ido para a guerra com outro.[12] No entanto, a "Teoria dos Arcos Dourados de Prevenção de Conflitos" não é rigorosamente verdadeira. As exceções são invasão do Panamá pelos Estados Unidos em 1989, o bombardeio da OTAN sob a Sérvia em 1999, a guerra do Líbano de 2006 e a guerra na Ossétia do Sul em 2008. A empresa encerrou suas operações em lojas de sua propriedade na Crimeia, após a Rússia ter anexado a região em 2014.[13][14]

Alguns observadores sugerem que a empresa deve ser reconhecida por aumentar o padrão de serviço nos mercados em que ela entra. Um grupo de antropólogos em um estudo intitulado Golden Arches East[15] analisou o impacto que o McDonald's teve sobre a Ásia Oriental e, em particular, na cidade de Hong Kong. Em 1975, quando abriu a sua primeira loja em Hong Kong, o McDonald's foi o primeiro restaurante a oferecer banheiros constantemente limpos ao público, o que fez com que os clientes exigissem o mesmo tratamento de outros restaurantes e instituições regionais. O McDonald's fez uma parceria com a Sinopec, a segunda maior empresa de petróleo na República Popular da China, uma vez que tira proveito da crescente utilização de veículos pessoais do país, abrindo vários restaurantes drive-thru.[16] O McDonald's abriu um restaurante McDonald's e um McCafé nas instalações subterrâneas do museu francês de belas artes, o Louvre.[17][18]

A empresa afirmou, em meados de 2013, que vai abrir apenas restaurantes vegetarianos na Índia.[19]

Brasil

McDonald's em João Pessoa, Paraíba, Brasil

No Brasil, o McDonald's instalou-se primeiramente em 13 de fevereiro de 1979, na rua Hilário de Gouveia, em Copacabana, no Rio de Janeiro, e dois anos depois na Avenida Paulista, em São Paulo. Em 2005, as vendas de Big Mac ultrapassaram 53 milhões de unidades no país. A rede tem mais de 1.100 pontos-de-venda espalhados pelo território brasileiro (entre restaurantes, quiosques e McCafés) e está presente em 22 estados, além do Distrito Federal. São 616 restaurantes[20] e quase 600 quiosques, além de mais de 50 McCafés, por onde passam cerca de 1,5 milhão de clientes diariamente. O McDonald's é um dos maiores empregadores do Brasil, com mais de 34 mil funcionários.

Foi eleita pelo Great Place to Work Institute (GPTW) como uma das cem melhores empresas para se trabalhar no Brasil.[21] É a décima-quarta maior empresa varejista do país, segundo ranking do Ibevar em 2012.

Portugal

McDonald's no Porto, em Portugal

Em Portugal, o primeiro McDonald's foi aberto em 23 de Maio de 1991 no Cascai shopping e no ano seguinte o primeiro McDrive, no restaurante de Setúbal. Em 1995, foi introduzido o McCafé no restaurante Imperial no Porto. Em 1998, foi aberto um restaurante no Parque das nações, local onde se realizou a EXPO 98, e na altura era o maior da Europa. No final de 2002 já havia 111 restaurantes e 51 franqueados. Em 2004, o McDonald's foi patrocinador oficial do Euro 2004.[carece de fontes?]

Em 2013, a empresa mantinha 138 restaurantes no país, empregando cerca de 6.000 colaboradores.[carece de fontes?]

Islândia

A rede foi forçada a fechar suas lojas no país em 31 de outubro de 2009, devido a uma crise econômica em 2008. No entanto, um sanduíche da rede de fast-food de mais de cinco anos ainda é exposto como atração turística no Bus Hostel.[22]

Críticas

O excesso de embalagens descartáveis dos produtos do McDonald's podem causar danos ecológicos.

O McDonald's tem sido alvo de muitas críticas ao longo dos anos. Entre várias delas, alega-se que:

O filme Super Size Me, um documentário onde um homem come durante um mês apenas produtos do McDonald's, sofrendo graves prejuízos à sua saúde, é bastante crítico em relação ao fast-food em geral, e ao McDonald's em especial.[23]

Em 2011 a Fundação Procon de São Paulo multou a rede em R$ 3,2 milhões pela prática de venda de alimentos com brinquedos, no combo conhecido com McLanche Feliz.[24][25] O processo partiu de uma denúncia do Projeto Criança e Consumo, do Instituto Alana, organização não governamental (ONG) que trata de consumo infantil.[26][25] Também em 2011, uma lei entrou em vigor em São Francisco, na Califórnia, para impedir que restaurantes e fast-foods forneçam brinquedos em suas refeições se o alimento não atender às exigências nutricionais.[27][28][29] As refeições devem conter menos de 600 calorias, conter frutas (meia xícara), legumes (3/4 de xícara), ter menos de 35% do total de calorias provenientes de gordura, menos de 640 miligramas de sódio e menos de 0,5 miligramas de gorduras trans.[30][31] Em 2012 a filial canadense da empresa assumiu que o sanduíche exibido nas propagandas recebia um tratamento antes e depois de ser filmado ou fotografado, com inclusive a imagem alterada digitalmente.[32]

Automação

Em 2013, pesquisadores da Universidade de Oxford estimaram que nas próximas décadas, havia uma chance de 92% de que a preparação e a entrega de comidas fossem automatizadas em redes de fast food.[33] Em 2016, já era possível encontrar totens eletrônicos interativos em alguns restaurantes onde era possível realizar pedidos personalizados.[34][35]

Ver também

Referências

  1. Samantha Bomkamp (13 de junho de 2016). «McDonald's HQ move is boldest step yet in effort to transform itself» (em inglês). Chicago Tribune. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  2. a b «Form 10-K: McDonald's Corporation (McDonald's Corporation 2016 Annual Report)» (PDF) (em inglês). Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos. 1 de março de 2017. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  3. Samantha Bomkamp (23 de junho de 2016). «McDonald's future Near West Side neighbors air parking, traffic safety beefs» (em inglês). Chicago Tribune. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  4. Austen Hufford (13 de junho de 2016). «McDonald's to Move Headquarters to Downtown Chicago» (em inglês). The Wall Street Journal. Consultado em 8 de novembro de 2017. (pede subscrição (ajuda)) 
  5. «McDonald's: 60 years, billions served» (em inglês). Chicago Tribune. 15 de abril de 2015. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  6. John Robbins (10 de agosto de 2010). «How Bad Is McDonald's Food?» (em inglês). HuffPost. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  7. Ruth Alexander (20 de março de 2012). «Which is the world's biggest employer?». BBC News (em inglês). BBC. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  8. «Às margens do sagrado Ganges. Diário do Grande ABC». Consultado em 29 de agosto de 2009 
  9. «"McDonalds registra o nome McBrunch"». Exame (Brasil). Consultado em 17 de Setembro de 2014 
  10. «McDonald"s deixa de ser patrocinador dos Jogos Olímpicos» 
  11. «India's most trusted brands». Consultado em 20 de janeiro de 2011 
  12. «The Lexus and the Olive Tree - Thomas L. Friedman». www.thomaslfriedman.com. Consultado em 23 de julho de 2011 
  13. «McDonald's quits Crimea due to fears of trade clash». INA Daily News. Consultado em 5 de abril de 2014 
  14. «McDonald's quits Crimea due to fears of trade clash». inadailynews.com. INA Daily News. 5 de abril de 2014. Consultado em 5 de abril de 2016 
  15. Stanford University Press, 1998, edited by James L. Watson
  16. «McDonald's deal with oil company marries China's new love of fast food, cars» 
  17. «McDonald's restaurants to open at the Louvre». Consultado em 23 de setembro de 2016 
  18. Samuel, Henry (4 de outubro de 2009). «McDonald's restaurants to open at the Louvre». Telegraph.co.uk. Londres 
  19. Gasparro, Annie; Jargon, Julie (5 de setembro de 2012). «McDonald's to Go Vegetarian in India». The Wall Street Journal. p. B7 
  20. McDonalds no Brasil
  21. Revista Época, n. 588, 24 de agosto de 2009.
  22. «G1-Sanduíche do último McDonald's da Islândia vira atração turística». Consultado em 6 de Janeiro de 2017 
  23. «"Super Size me, 30 dias comendo no McDonalds"». UOL. Consultado em 17 de Setembro de 2014 
  24. Barbosa, Daniela (6 de dezembro de 2011). «18 campanhas do Mc Donald's são condenadas pelo Procon - EXAME.com». Revista Exame. Exame.com. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  25. a b Lourenço, Luana (6 de Dezembro de 2011). «Procon multa McDonald's em mais de R$ 3 milhões por venda casada de alimentos e brinquedos». Yahoo! Notícias. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  26. «McDonald's deve pagar multa milionária devido à promoção - Notícias BR». www.noticiasbr.com.br. Notícias BR. 7 de dezembro de 2011. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  27. Lomax, Alyce (5 de dezembro de 2011). «McDonald's Turns On a Dime to Beat San Francisco's Happy Meal Law». AOL.com. AOL Finance. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  28. McDonald’s in San Francisco to charge dime for Happy Meal toys after city restricts giveaways
  29. Strom, Stephanie (30 de Novembro de 2011). «Toys Stay in San Francisco Happy Meals, for a Charge» (em inglês). New York Times. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  30. «www.circuitomt.com.br/editorias/geral/8699-brinquedos-nao-podem-mais-acompanhar-mclanche-feliz.html». www.circuitomt.com.br. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  31. «Toying with the Happy Meal: Is McDonald's Evading the Law? - Food Safety News» (em inglês). 6 de dezembro de 2011. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  32. Simon, Chris (20 de Junho de 2012). «McDonald's admite que sanduíche da propaganda é diferente do da loja». VEJA. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  33. O'Toole, James (4 de Setembro de 2014). «Robots will replace fast-food workers» (em inglês). CNN. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  34. «McDonald's abre loja com visual neutro e quiosque interativo em Hong Kong». UOL. 31 de Dezembro de 2015. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  35. Ledur, Júlia (27 de Julho de 2017). «McDonald's inaugura novo restaurante com atendimento totalmente automatizado». Gazeta do Povo. Consultado em 28 de Agosto de 2017 

Ligações externas

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias
Wikidata Base de dados no Wikidata