RecordTV Brasília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TV Alvorada (Brasília))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
RecordTV Brasília
Rádio e Televisão Capital Ltda.
Brasília, Distrito Federal
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 23 UHF
Virtual: 8 PSIP
Outros canais 19 e 519 HD (NET)
ver mais
Analógico:
08 VHF (1960-2016)
Sede Distrito Federal (Brasil) Brasília, DF
Edifício Record - SRTVS, Quadra 701, Bloco H, Lt. 10 - Asa Sul
Slogan Reinventar é a nossa marca
Rede RecordTV
Rede(s) anterior(es) REI (1960-1967; 1970-1989)
TV Excelsior (1967-1970)
Fundador Paulo Machado de Carvalho
Pipa Amaral
Pertence a Grupo Record
Proprietário Edir Macedo
Presidente Luiz Cláudio Costa
Fundação 21 de abril de 1960 (58 anos)
CNPJ 02.579.308/0001-69
Prefixo ZYA 507
Nome(s) anteriore(s) TV Alvorada (1960-1970)
TV Capital (1970-1993)
TV Record Centro-Oeste (2008-2011)
TV Record Brasília (1993-2008; 2011-2016)
Emissoras irmãs Rádio Capital
99.3 FM
Cobertura Distrito Federal e Entorno
Coord. do transmissor 15° 41' 57.3" S 47° 49' 46.6" O
Potência 3 kW
Página oficial noticias.r7.com/distrito-federal

RecordTV Brasília é uma emissora de televisão brasileira sediada em Brasília, no Distrito Federal. Opera no canal 8 (23 UHF digital), e é uma emissora própria da RecordTV. Seus estúdios estão localizados no Setor de Rádio e Televisão Sul (SRTVS), na Asa Sul do Plano Piloto, e seus transmissores estão na Torre de TV Digital de Brasília, na região administrativa do Lago Norte.

História[editar | editar código-fonte]

Enquanto Brasília estava sendo construída, o Governo Federal abriu licitação de três canais, os mesmos sintonizados da então capital Rio de Janeiro: uma para o governo federal, uma para o Diários Associados e outra para as TV Record e Rio, ligada às Emissoras Unidas. O canal 8 da Capital Federal, originalmente chamado de TV Alvorada, foi inaugurado juntamente as outras duas emissoras pioneiras da cidade, a TV Nacional e a TV Brasília, em 21 de abril de 1960, na fundação da cidade de Brasília. Os mestres de cerimônia da inauguração da TV Alvorada foram Dedé Santana e Ana Rosa.

Pertencente à Rede das Emissoras Unidas, a TV Alvorada funcionava precariamente em um apartamento no 6º andar da Super Quadra 104, sendo que seus estúdios só vieram a ficar prontos no ano de 1965. Em 1967, a emissora passou a transmitir a programação da TV Excelsior, dado o breve desmantelamento da rede comandada por Pipa Amaral e Paulo Machado de Carvalho, que ressurgiria em 1969 como Rede de Emissoras Independentes. Em 1970, a TV Alvorada foi vendida para os proprietários da Rádio Capital, adotando então o nome de TV Capital, e passou a exibir a programação da REI, agora liderada pela TV Record.

Em 1989, a emissora foi vendida ao empresário, bispo e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, que em 1990, passa a receber a programação da recém-inaugurada Rede Record por meio de via satélite.[1]

Em 18 de março de 1993, a emissora trocou de nome novamente, desta vez para TV Record Brasília. No mesmo ano, estreava o telejornal Informe Brasília. Em 1996 estreava o telejornal Informe DF. Em 1997 a emissora inaugura sua sede própria no Setor de Rádio e Televisão Sul.

Em 3 de abril de 2006, estreava o telejornal DF Record, adotando a marca padrão dos telejornais da Record. Em 15 de janeiro de 2007 estreava a versão local do Balanço Geral, apresentado por Henrique Chaves. Em 18 de fevereiro de 2008, a emissora passa à se chamar TV Record Centro-Oeste. Neste dia, a Rede Record inaugurou as operações do novo newsroom da emissora, de onde passaram a ser transmitidos seus telejornais e programas do canal de notícias Record News, como o Brasília Ao Vivo e o Record News Centro-Oeste. Em 20 de fevereiro de 2008, entrava na programação da TV Record Brasília o telejornal DF no Ar, Inicialmente apresentado por Luiz Fara Monteiro.

Em agosto de 2008 a Record Centro-Oeste ganhou o prêmio Engenho de Jornalismo em quatro categorias. Em agosto de 2009, Luiz Cláudio Costa, ex-diretor da TV Record no Rio Grande do Sul e do Correio do Povo, assume a direção da Record Centro-Oeste, e Natal Furucho, ex-diretor da Emissora em Brasília, assume o comando do Grupo Record no Rio Grande do Sul.[2]

Em fevereiro de 2011, a emissora voltou se chamar TV Record Brasília. Em 28 de abril de 2014, estreava na grade da programação da emissora o Balanço Geral Manhã, apresentado por Bruno José. Em 8 de maio de 2015, a edição local do Balanço Geral Manhã deixa a grade da programação da emissora para dar lugar a versão nacional do programa apresentado por Luiz Bacci. Em 11 de maio de 2015, estreia no programa Balanço Geral o quadro "Hora da Venenosa" que mostra as notícias do mundo dos famosos apresentado por Sabrinna Albert. Em outubro de 2015, a Record Brasília e o apresentador do DF no Ar, Giuliano Cartaxo, são condenados por reportagem considerada abusiva.[3]

Em 31 de maio de 2016, o telejornal DF Record passa a ser exibido às 18h50. Como parte de uma reformulação em sua grade para aumentar seus índices de audiência, o canal anuncia em 25 de agosto de 2016 a contratação do jornalista Marcos Paulo (mais conhecido como Marcão), vindo da TV Goiânia para apresentar o Balanço Geral DF.[4][5] Para comandar o jornalístico, passou a ser chamado de "Marcão do Povo". Sua estreia aconteceu no dia 26 de setembro.[6] Henrique Chaves, que apresentava o Balanço Geral DF, foi afastado para poder assumir o projeto da edição local do Cidade Alerta.[7] Em 24 de outubro de 2016, a emissora lança o Cidade Alerta DF, com apresentação de Henrique Chaves.[8]

Com as mudanças, a Record Brasília consegue subir seus índices de audiência no horário do almoço, conseguindo a liderança na faixa.[9][10] Em 24 de novembro de 2016, com a reformulação da marca da rede, a emissora passa a se chamar RecordTV Brasília.[11] Em dezembro de 2016, um funcionário do departamento de operações da emissora foi demitido após gravar vídeo criticando a nova canopla do canal.[12]

Em 9 de janeiro de 2017, durante o quadro A Hora da Venenosa do Balanço Geral DF, ao fazer comentário sobre uma notícia envolvendo a cantora Ludmilla, o apresentador Marcão se referiu à mesma chamando de "pobre e macaca".[13] A afirmação repercutiu após publicação na semana seguinte, sendo publicada em diversos portais na internet.[13] Ao se justificar, o apresentador afirmou que o termo 'macaco' "é utilizado no Centro-Oeste sem teor pejorativo" e que o momento publicado na internet estava fora do contexto.[13] No mesmo dia, o advogado de Ludmilla disse que a cantora iria entrar na justiça contra Marcão.[14] Com a repercussão do caso, a cantora publicou texto no Instagram afirmando que o apresentador "não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional".[13] Em 18 de janeiro de 2017, Marcão é afastado do jornalístico e é substituído por Dionísio Freitas.[15] No mesmo dia, a RecordTV anuncia que seu contrato foi rescindido.[16][17][18][19]

No dia 1º de fevereiro, a emissora anuncia a contratação do apresentador e radialista Fred Linhares para apresentar o Balanço Geral DF, e sua estréia ocorreu no dia 13 do mesmo mês[20]

Em 9 de julho de 2018, a emissora volta a exibir o telejornal local DF Direto da Redação, na apresentação de Vanessa Lima, substituindo a veiculação do Balanço Geral Manhã.

A RecordTV Brasília também possui uma parceria com a rádio JK FM e o Jornal de Brasília.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
8.1 23 UHF 1080i Programação principal da RecordTV Brasília / RecordTV
Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a RecordTV Brasília, bem como as outras emissoras da cidade de Brasília e do entorno do Distrito Federal, cessou suas transmissões pelo canal 08 VHF em 17 de novembro de 2016, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[21] Tendo um atraso de 2 minutos em relação as outras emissoras, o sinal da então TV Record Brasília foi interrompido à 0h01, durante a exibição do Câmera Record, para a exibição de um discurso do ministro das comunicações, Gilberto Kassab. Logo em seguida, foi inserido o aviso do MCTIC e da ANATEL sobre o switch-off.[22]

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da RecordTV, atualmente a RecordTV Brasília produz os seguintes programas:

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

Equipe[editar | editar código-fonte]

Jornalistas e apresentadores
  • Fred Linhares
  • Giuliano Cartaxo
  • Henrique Chaves
  • Luiz Carlos Braga
  • Lívia Braz
  • Sabrinna Albert
  • Vanessa Lima
Repórteres
  • Alessandro Saturno
  • Aline Barcellos
  • Bruno Dantas
  • Christina Lemos
  • Clébio Cavagnolle
  • Dionísio Freitas
  • Fabio Salema
  • Gabriela Faria
  • Kristine Otaviano
  • Luiz Fara Monteiro
  • Maira Guedes
  • Manuela Rolim
  • Mara Mendes
  • Narla Aguiar
  • Natália Nascimento
  • Natalie Machado
  • Paulo Melo
  • Paulo Vítor
  • Rafael Cadengue
  • Renata Varandas
  • Rodrigo Vilela
  • Susana Vieira
  • Yuri Achcar

Membros antigos[editar | editar código-fonte]

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A história da TV Record Brasília
  2. «Grupo Record troca presidentes regionais». Propmark. 29 de julho de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2016. 
  3. Gabriel Vaquer (29 de outubro de 2015). «Record DF e apresentador são condenados por reportagem considerada abusiva». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  4. «Marcão assume Balanço Geral DF e comemora: "Foram anos esperando por uma oportunidade como essa"». R7. 26 de agosto de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  5. Gabriel Vaquer (26 de agosto de 2016). «Líder em Goiás, apresentador deixa Band e assume "Balanço Geral" na Record DF». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  6. «Nova aposta da Record, Marcão do Povo assume o Balanço Geral no dia 26». Jornal de Brasília. 16 de setembro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  7. Gabriel Vaquer (29 de agosto de 2016). «Chegada de apresentador líder em Goiás surpreende funcionários da Record DF». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  8. Gabriel Vaquer (14 de outubro de 2016). «Record divulga estreia da versão local do "Cidade Alerta" em Brasília». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  9. Gabriel Vaquer (27 de setembro de 2016). «DF: Novo "Balanço Geral" com Marcão vai bem e chega aos dois dígitos no Ibope». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  10. Gabriel Vaquer (30 de outubro de 2016). «DF: Novo "Balanço Geral" levanta audiência na hora do almoço da Record». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  11. «A Record agora é Record TV». R7. 24 de novembro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  12. Gabriel Vaquer (22 de dezembro de 2016). «Funcionário da Record critica canopla do canal em vídeo e é demitido». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  13. a b c d Gabriel Vaquer (17 de janeiro de 2017). «Apresentador do "Balanço Geral" chama Ludmilla de "macaca"; cantora responde». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  14. Fernando Jordão (17 de janeiro de 2017). «Ludmilla vai entrar com pedido de prisão contra apresentador brasiliense». Correio Braziliense. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  15. Gabriel Vaquer (18 de janeiro de 2017). «Apresentador do "Balanço Geral" que chamou Ludmilla de "macaca" é afastado». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  16. «Record TV emite nota de esclarecimento sobre o Balanço Geral DF». R7. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  17. «Apresentador que chamou Ludmilla de "macaca" é demitido pela Record». UOL. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  18. «Após polêmica, Record demite apresentador e emite nota de esclarecimento». Jornal de Brasília. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  19. «Record TV demite apresentador que chamou Ludmilla de 'macaca'». Emais. Estadão. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  20. http://recordtv.r7.com/2017/02/01/record-tv-brasilia-contrata-fred-linhares/ Record TV Brasília contrata Fred Linhares]
  21. Craide, Sabrina (25 de outubro de 2016). «Emissoras terão mais prazo para desligar sinal analógico de TV no DF e Entorno». Agência Brasil. Consultado em 4 de novembro de 2016. 
  22. Gabriel Vaquer (18 de novembro de 2016). «Brasília desliga sinal analógico de televisão; veja como foi». NaTelinha. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.