Bedtime Stories (álbum de Madonna)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bedtime Stories
Álbum de estúdio de Madonna
Lançamento 25 de outubro de 1994
Gravação Fevereiro — agosto de 1994
Gênero(s) Pop, R&B
Duração 51:50
Gravadora(s) Maverick, Sire, Warner Bros.
Produção Madonna, Nellee Hooper, Dallas Austin, Dave "Jam" Hall, Babyface
Cronologia de Madonna
Último
Último
Erotica
(1992)
Something to Remember
(1995)
Próximo
Próximo
Capa da edição internacional
Singles de Bedtime Stories
  1. "Secret"
    Lançamento: 28 de setembro de 1994
  2. "Take a Bow"
    Lançamento: 6 de dezembro de 1994
  3. "Bedtime Story"
    Lançamento: 13 de fevereiro de 1995
  4. "Human Nature"
    Lançamento: 6 de junho de 1995

Bedtime Stories é o sexto álbum de estúdio da cantora e compositora americana Madonna, lançado em 25 de outubro de 1994 pela Maverick Records. Madonna colaborou com Dallas Austin, Babyface, Dave "Jam" Hall e Nellee Hooper, decidindo mudar-se para uma direção mais R&B. Madonna tentou suavizar sua imagem depois de lançar várias obras de sexo explícito no começo da década[1] .

O álbum foi inspirado por R&B contemporâneo e new jack swing, o desenvolvimento de um modo geral, mais mainstream. Como seu antecessor Erotica (1992), Bedtime Stories explora temas líricos de amor, tristeza e romance, mas com uma abordagem menos sexual[2] . Os críticos musicais descreveram o álbum como "autobiográfico". A canção "Human Nature" aborda a controvérsia em torno de Erotica. Bedtime Stories recebeu críticas geralmente favoráveis ​​de críticos de música, que elogiaram as letras das canções do álbum e produção.

O álbum estreou no número três na Billboard 200, e foi certificado com disco de platina triplo pela Recording Industry Association of America (RIAA)[3] . Ele atingiu seu pico entre os cinco primeiros, na maioria dos territórios, no topo das paradas na Austrália. Quatro singles foram lançados do álbum. O primeiro single, "Secret", deu a Madonna o trigésimo quarto single no top 10 no Reino Unido, enquanto "Take a Bow" passou sete semanas no número um na Billboard Hot 100 (a duração mais longa de qualquer single de Madonna na primeira posição). Outros singles lançados foram "Bedtime Story" e "Human Nature".

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 1992, foram lançados simultaneamente o álbum Erotica e o livro Sex por Madonna. Ambos apresentavam letras e imagens sexualmente explícitas, que foram recebidas negativamente por seus fãs.[4] Então, ela decidiu reinventar sua imagem, para se conectar com seus fãs e reparar os danos que sua imagem sensual causou para sua carreira.[4] "I'll Remember" foi uma das canções que ela desenvolveu para este propósito, sendo incluída na trilha sonora do filme With Honors.[4]

O álbum começou como uma colaboração com Shep Pettibone, e era para ser estilisticamente semelhante ao álbum Erotica. No entanto, devido ao desejo de Madonna de suavizar sua imagem pública, bem como a sua admiração pelo álbum de Joi, Pendulum Vibe (que continha faixas produzidas por Dallas Austin), ela decidiu mudar sua música para um mais sentido R&B com um modo geral mainstream.[5]

Título do álbum e arte de capa[editar | editar código-fonte]

Após a liberação inicial na América do Norte, a imagem da capa do CD Madonna ia do lado direito para cima. Isso foi um erro e foi corrigido em tiragens subsequentes, todos com a imagem de Madonna de cima para baixo (esta versão da obra foi utilizada fora da América do Norte). A bandeja do CD foi uma luz de cor em pó, azul, mas depois de tiragens apenas tem uma bandeja de CD branco. A fonte usada em todo o projeto do álbum é Helvetica 25 Ultra Light.

Estilo musical e temas[editar | editar código-fonte]

Bedtime Stories foi descrito como "um álbum morno, profundo, encaixes gentilmente pulsando".[6] Dispõe de uma grande parte de som "new-jack R&B".[7] Erotica também incorporou o estilo new jack swing, mas Bedtime Stories atrai influências de R&B contemporâneo, em vez da dance music.[8] O som foi comparado com artistas como Aaliyah, Changing Faces, Joi, Mary J. Blige, TLC, e Xscape.[7] "Secret" inclui "violões, vocais habilmente adoçados e a assinatura R&B do produtor Dallas Austin".[9] Bedtime Story "é mais eletrônico, Madonna mais tarde inspirando para trabalhar com produtores como William Orbit e Mirwais Ahmadzaï".[9]

Enquanto o álbum foi concebido para ser mais popular e menos controverso do que seu antecessor, inclui talvez alguns dos trabalhos mais confessionais e de confronto de Madonna. Jim Farber do Entertainment Weekly, escreveu: "ela não só descarrega nunca na mídia, mas também detalha uma visão preocupante e profundamente pessoal de romance. Nunca houve letras autobiográficas como estas".[7] As letras contêm uma "mistura de tristeza e romance." Apesar de Madonna procurar restaurar a sua imagem através do álbum, ela declarou também que este período de sua vida foi concebido como um "período de vingança" para todas as pessoas (em particular os meios de comunicação) que estavam tentando invadir na sua vida privada, e que uma vez foi tudo em aberto, ela esperava que eles iriam parar e se concentrar em sua música.

O álbum contém amostras de algumas amostras de canções de outros artistas. "Inside of Me" possui uma amostra do single de estreia de Aaliyah, "Back and Forth", e de The Gap Band, "Outstanding". "Sanctuary" contém uma amostra de "Watermelon Man", de Herbie Hancock a partir de seu álbum Head Hunters. "Human Nature" contém uma amostra de "What You Need" por Main Source.

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg [6]
Entertainment Weekly (B+) [7]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg [10]
Slant Magazine 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg [9]

Bedtime Stories, desde seu lançamento, recebeu críticas positivas dos críticos. O crítico da Allmusic, Stephen Thomas Erlewine deu ao álbum quatro de cinco estrelas e uma revisão positiva, afirmando que "é um álbum quente" e que "oferece uma música mais humana e aberta".[6] Jim Farber do Entertainment Weekly deu o álbum uma revisão positiva, bem como, dando-lhe um B+, e escrevendo que "as novas faixas de trabalho menos como músicas individuais do que como um modo sustentado" e que Madonna "ainda tem algo a revelar".[7] Barbara O'Dair da Rolling Stone também deu ao álbum um comentário favorável e três estralas e meia de cinco, escrevendo que "Madonna surgiu com sons muito convincentes".[10] Em adição, Sal Cinquemani da revista Slant deu uma revisão positiva a Bedtime Stories e deu quatro de cinco estrelas, escrevendo que "é um álbum conceitual que se desdobra como um conto de fadas musical".[9]

No trigésimo oitavo Grammy Awards, Bedtime Stories recebeu uma nomeação para Melhor Álbum Pop Vocal.[5]

Legado e impacto[editar | editar código-fonte]

Fora de todos os seus discos, este tornou-se o menos executado em suas turnês e shows ao vivo. Madonna tem, no entanto incluiu "Secret" e "Human Nature" na set list de sua turnê Drowned World Tour de 2001, uma versão remix de "Bedtime Story" como um interlúdio de vídeo em sua Re-Invention World Tour e ela executou uma versão rock de "Human Nature" em sua Sticky and Sweet Tour, com Britney Spears em uma aparição de vídeo.Recentemente, "Human Nature" está incluída na setlist da "The MDNA Tour".

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

Bedtime Stories
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Survival"   Madonna, Dallas Austin Nellee Hooper, Madonna 3:31
2. "Secret"   Madonna, Austin, Shep Pettibone Madonna, Austin 5:03
3. "I'd Rather Be Your Lover"   Madonna, Dave Hall, Isley Brothers, Christopher Jasper Madonna, Hall 4:39
4. "Don't Stop"   Madonna, Austin, Colin Wolfe Madonna, Austin, Daniel Abraham[A] 4:38
5. "Inside Of Me"   Madonna, Hall, Hooper Hooper, Madonna 4:11
6. "Human Nature"   Madonna, Hall, Shawn McKenzie, Kevin McKenzie, Michael Deering Madonna, Hall 4:54
7. "Forbidden Love"   Babyface, Madonna Hooper, Madonna 4:08
8. "Love Tried To Welcome Me"   Madonna, Hall Madonna, Hall 5:21
9. "Sanctuary"   Madonna, Austin, Anne Preven, Scott Cutler, Herbie Hancock Madonna, Austin, Hooper[B] 5:02
10. "Bedtime Story"   Björk, Hooper, Marius De Vries Hooper, Madonna 4:53
11. "Take a Bow"   Babyface, Madonna Babyface, Madonna 5:21
Duração total:
51:50
Notas
A - denota co-produtores e remixadores
B - denota remixadores

Shep Pettibone foi creditado como co-escritor de "Secret" pela ASCAP. Pettibone foi creditado no disco GHV2 Remixed: The Best of 1991-2001.

Samples: "Survival" - "Hey Love", interpretada orginalmente por Stevie Wonder.

"I'd Rather Be Your Lover" - "It's Your Thing", cantada originalmente por Lou Donaldson.

"Inside of Me" - "Back and Forth", interpretada orginalmente por Aaliyah, "Outstanding", interpretada originalmente por The Band Gap e "The Trials of Life", interpretada originalmente por Gutter Snypes.

"Human Nature" - "What You Need", interpretada orginalmente por Main.

"Forbidden Love" - "Down Here on the Ground", interpretada originalmente por Grant.

"Sanctuary" - "Watermelon Man", interpretada originalmente por Herbie Hancock.

Paradas e certificações[editar | editar código-fonte]

Apesar do grande sucesso do single "Secret", que alcançou o número três na Billboard Hot 100, Bedtime Stories tem um começo suave. Ele estreou no número três na Billboard 200 dos Estados Unidos, com 145.000 unidades em sua primeira semana, alcançando uma certificação de ouro após seis semanas. Logo depois, no entanto, o álbum começou a perder o vapor e a descer nas paradas, até o lançamento do segundo single, "Take a Bow", que o álbum pegou o ritmo e fez uma recuperação notável. O álbum acabou por ser certificado 3x Platina nos Estados Unidos,[11] e foi nomeado para um Grammy Award. No Reino Unido, o sucesso foi moderado, que estreou no número dois atrás de Cross Road, de Bon Jovi.

Precedido por
Cross Road por Bon Jovi
Álbum número 1 no Austrália ARIA Albums Chart
6–12 de Novembro de 1994
Sucedido por
MTV Unplugged in New York por Nirvana

Notas e referências

  1. Palomino, Erika (24/11/2008). ILUSTRADA 50 ANOS: 1994 - Madonna desiste do sexo. Folha de São Paulo. Folha Online. Página visitada em 20 de Fevereiro de 2012.
  2. Palomino, Erika (24/11/2008). ILUSTRADA 50 ANOS: 1994 - "Eu faço política", diz Madonna. Folha de São Paulo. Folha Online. Página visitada em 20 de Fevereiro de 2012.
  3. a b RIAA
  4. a b c Feldman 2000, p. 255
  5. a b Strauss, Neil. "New Faces in Grammy Nominations", The New York Times, The New York Times Company, 1996-01-05. Página visitada em 2010-07-09.
  6. a b c Erlewine, Stephen Thomas. Bedtime Stories > Overview. Allmusic. Página visitada em 2009-10-18.
  7. a b c d e Farber, Jim (1994-10-28). Album Review: 'Bedtime Stories' (1994). Entertainment Weekly. Time Inc.. Página visitada em 2011-07-12.
  8. Anderson, Kyle (2010-10-20). Madonna gets kinky with Erotica. MTV News. Viacom. Página visitada em 2011-07-04.
  9. a b c d Madonna: Bedtime Stories. Slant Magazine (29 de março de 2003). Página visitada em 12 de julho de 2011.
  10. a b O'Dair, Barbara (1994-12-15). Bedtime Stories by Madonna. Rolling Stone. Wenner Media. Página visitada em 2011-07-12.
  11. American album certifications – Madonna – Bedtime Stories. Recording Industry Association of America. Página visitada em 22 de outubro de 2011.
  12. Album – Madonna, Bedtime Stories. Media Control Charts. Página visitada em 2012-01-27.
  13. a b c d e f Madonna – Bedtime Stories (album). Ultratop 50. Hung Median. Página visitada em 2012-01-27.
  14. (1994-12-03) "Hits of the World: Canada". Nielsen Business Media, Inc..
  15. MADONNA - BEDTIME STORIES (ALBUM). 'Dutchcharts.nl'. Hung Medien. Página visitada em 2012-01-27.
  16. a b Salaverri, Fernando. Sólo éxitos: año a año, 1959–2002. 1st ed. Spain: Fundación Autor-SGAE, September-2005. ISBN 8480486392 Página visitada em 2010-07-13.
  17. Bedtime Stories – Madonna | Billboard.com. billboard.com. Página visitada em 8 August 2011.
  18. (1994-11-26) "Hits of the World: Eurochart" 106 (48): 91. Nielsen Business Media, Inc. ISSN 0006-2510.
  19. Madonna Bedtime Stories – France – search with artist name. 'Syndicat National de l'Édition Phonographique'. Página visitada em 2012-01-25.
  20. Mahasz Hungary
  21. Madonna: Discografia Italiana. Federation of the Italian Music Industry. Página visitada em 2010-05-31.
  22. ベッドタイム・ストーリーズ (em japanese). Oricon (1994-11-05). Página visitada em 2010-07-10.
  23. (1994-11-19) "Hits of the World: Portugal" 106 (47): 45. Nielsen Business Media, Inc. ISSN 0006-2510.
  24. Chart Stats - Madonna - Bedtime Stories. The Official UK Charts Company. Chart Stats. Página visitada em 2012-01-27. Cópia arquivada em 2012-07-29.
  25. Certificados de cds na Alemanha (Musik Industrie). musikindustrie. http://www.musikindustrie.de.+Página visitada em 23 de abril de 2010.
  26. Discos de Oro y Platino (em es). Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas. Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas. Página visitada em 23 de abril de 2010.
  27. a b IFPI Austria
  28. Certificados de cds no Brasil (ABPD). ABPD. Associação Brasileira de Produtores de Disco. Página visitada em 23 de abril de 2010.
  29. Music Canada
  30. International Federation of the Phonographic Industry (2002). IFPI Platinum Europe Awards. ifpi.org. Página visitada em 2008-08-10.
  31. Certifications Albums Double Or - année 1995 (em French). Syndicat National de l'Édition Phonographique (1995-08-22). Página visitada em 2010-08-24.
  32. BPI
  33. IFPI Switzerland