Itaipava do Grajaú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de por outros significados de Itaipava, veja Itaipava (desambiguação).
Município de Itaipava do Grajaú
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico itaipavense
Prefeito(a) Joãozinho do Dimaizão[1] (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Itaipava do Grajaú
Localização de Itaipava do Grajaú no Maranhão
Itaipava do Grajaú está localizado em: Brasil
Itaipava do Grajaú
Localização de Itaipava do Grajaú no Brasil
05° 08' 42" S 45° 47' 27" O05° 08' 42" S 45° 47' 27" O
Unidade federativa  Maranhão
Mesorregião Centro Maranhense IBGE/2008 [2]
Microrregião Alto Mearim e Grajaú IBGE/2008 [2]
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 1 540,286 km² [3]
População 14 264 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 9,26 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,531 baixo PNUD/2000 [5]
PIB R$ 35 126,742 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 2 576,03 IBGE/2008[6]
Página oficial
Mapa mostrando a distribuição de línguas indígenas no interior do Brasil no século XVI

Itaipava do Grajaú é um município do estado do Maranhão, no Brasil. Sua população estimada em 2004 era de 12 236 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

Existem várias etimologias possíveis para a palavra "itaipava", todas com base na língua tupi:

  • i'táim'pab (elevação de pedra)[7]
  • itu pewa (cachoeira chata)[8]
  • itáupaba (lago da pedra), através da junção dos termos itá (pedra) e upaba (lago)[9]

História[editar | editar código-fonte]

Até a chegada dos primeiros colonizadores portugueses à região, no século XVI, a mesma era habitada por povos indígenas falantes de línguas jês.

Seu povoamento moderno teve início aproximadamente no ano de 1940 com a chegada de alguns imigrantes dos estados do Ceará e Piauí. Fugindo da seca, esses migrantes passaram a procurar novas áreas para povoarem e aplicarem uma agricultura de subsistência em lotes de aproximadamente de cinquenta hectares, sobretudo de culturas de arroz, milho, mandioca e feijão, culturas estas que prevalecem até os dias atuais.

Antigo povoado do município de Grajaú, emancipou-se em 1997, através da Lei 6 148, de 10 de novembro de 1994. Foi instalado em 1 de janeiro de 1997. Em divisão territorial datada de 1 de julho de 1997, o município é constituído do distrito-sede (antigo povoado de Itaipava).

Referências

  1. Resultado Final eleições 2012 no Maranhão. Página visitada em 13/01/2013.
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  7. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.974
  8. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.976
  9. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.