Mata Roma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Mata Roma
"Princesinha do Baixo Parnaíba"
Bandeira de Mata Roma
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 11 de março
Fundação 11 de março de 1962 (57 anos)
Gentílico matarromense
Prefeito(a) Raimundo Ivaldo do Nascimento Silva "Bode" (PSDC)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Mata Roma
Localização de Mata Roma no Maranhão
Mata Roma está localizado em: Brasil
Mata Roma
Localização de Mata Roma no Brasil
03° 37' 30" S 43° 06' 39" O03° 37' 30" S 43° 06' 39" O
Unidade federativa Maranhão
Mesorregião Leste Maranhense IBGE/2008 [1]
Microrregião Chapadinha IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Anapurus, Brejo, Urbano Santos e Chapadinha
Distância até a capital 280 km
Características geográficas
Área 548,411 km² [2]
População 15,150 hab hab. IBGE/2010[3]
Densidade 27,62 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,567 baixo PNUD/2000 [4]
PIB R$ 63 962,481 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 487,97 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura mataroma.ma.gov.br

Mata Roma é um município brasileiro do estado do Maranhão, localizado na Mesorregião do Leste Maranhense e Micrroregião de Chapadinha. Sua população estimada em 2018 era de 16.679 habitantes[6].

História[editar | editar código-fonte]

A colonização conhecida inicia-se com a concessão, por parte do Rei Dom João V, a Anna Maria Cavalcante de Albuquerque, de uma Data de Sesmaria para criação de gado bovino. Com 3 léguas de comprido por 1 légua de largo nas margens esquerda e direita do riacho Estiva (atual riacho Estrela), por estas terras, no Período Colonial, passava um antigo caminho de boiadas que ligava a Casa Forte do Iguará ao Piauí[7].

Esta Sesmaria posteriormente foi adquirida pelo capitão Antônio Raulino Garrett (1754-1840), grande proprietário de escravos, para o cultivo de algodão[8]. A produção de algodão para exportação passou a ser a principal atividade agrícola da fazenda por toda a primeira metade do século XIX.

A fazenda Estrela foi incendiada e as finanças da família Garrett foram duramente abaladas durante a Balaiada, quando o capitão Antônio Raulino Garrett foi assassinado pelos seus escravos revoltosos, mas suas atividades agrícolas foram continuadas após o fim da rebelião[9].

Com a movimentação em torno da grande fazenda, situada à beira do caminho da boiada, surge uma povoação denominada Arraial Estrela que, posteriormente, virou distrito de Brejo dos Anapurus e de Chapadinha. Junto a este povoado surgiu um outro povoado de nome Santa Rita, em homenagem a Maria Rita Garrett, uma das filhas do capitão Antônio Raulino Garrett.

Na segunda metade do século XIX, o alferes Antônio Bernardino Garreto, filho de Maria Rita, estabeleceu sede de sua fazenda a aproximadamente uma légua da casa de sua mãe, na mesma data de sesmaria Estiva. Esta fazenda, nomeada em homenagem a São Francisco, posteriormente seria convertida no povoado São Francisco.

Em 1942, a localidade contava com 8 casas cobertas de palha e uma de telha[10], de propriedade de Manoel Garreto de Souza (1920-2017), neto de Antônio Bernardino Garreto. O fluxo imigratório de protestantes, verificado em 1946, contribuiu para o aumento populacional e para a mudança de seu nome para Redenção.

Sob a liderança de Manoel Garreto de Souza, o povoado ganhou importância comercial e econômica. Em 1947 foi aberta a primeira casa comercial do povoado (Firma Rodrigues & Garreto), com venda de tecidos, miudezas e gêneros da região[11].

No final de 1947, foi criada a primeira escola do município, sob a direção da professora Maria Madalena Gomes Almeida. Em 1949, assumiu a direção da mesma o professor Guilherme Gomes Barbosa, que permaneceu como diretor até o início da década de 1960[12]. A criação da escola contribuiu para seu crescimento do povoado Redenção, pois muitas famílias migraram dos povoados vizinhos com propósito de colocar seus filhos para estudar.

A primeira tentativa de emancipação deu-se a 07 de Setembro de 1959, quando a Câmara Municipal de Chapadinha aprovou o projeto nº 07/59 elevando Redenção a categoria de cidade com o nome Newton de Barros Bello. Porém, incidentes ocorridos entre o presidente da câmara e o prefeito de Chapadinha, tornaram nulo o referido projeto[13].

Em dezembro de 1961 a Câmara Municipal de Chapadinha aprovou, por unanimidade, o projeto de nº 12/61, concedendo novamente a emancipação política do povoado. Desta vez, nomeado Mata Roma, em homenagem ao ilustre intelectual professor José da Mata de Oliveira Roma (1896-1959), filho de Chapadinha[14].

A criação deste município foi aprovada e sancionada na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, através do decreto lei nº 2.182 de 30 de dezembro de 1961, e pelo então governador, Newton de Barros Bello. A inauguração de Mata Roma deu-se em 11 de Março de 1962 e Manoel Garreto de Souza foi nomeado primeiro prefeito municipal e homenageado pela população como fundador da cidade.

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Elevado à categoria de município e distrtito com a denominação de Mata Roma, pela lei estadual nº 2182, de 30-12-1961, desmembrado de Chapadinha. Sede no atual distrito de Mata Roma ex-povoado constituído do distrito sede. Instalado em 11-03-1962. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. cidades.ibge.gov.br https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma/mata-roma/historico. Consultado em 15 de agosto de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  7. GAIRO GARRETTO. GARRETT;TRAFICANTE DE ESCRAVOS. [S.l.]: EDITORA JAGUATIRICA. ISBN 8556621813. OCLC 1108716297 
  8. GAIRO GARRETTO. GARRETT;TRAFICANTE DE ESCRAVOS. [S.l.]: EDITORA JAGUATIRICA. ISBN 8556621813. OCLC 1108716297 
  9. GAIRO GARRETTO. GARRETT;TRAFICANTE DE ESCRAVOS. [S.l.]: EDITORA JAGUATIRICA. ISBN 8556621813. OCLC 1108716297 
  10. cidades.ibge.gov.br https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma/mata-roma/historico. Consultado em 15 de agosto de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  11. www.mataroma.ma.leg.br https://www.mataroma.ma.leg.br/transparencia/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/view. Consultado em 15 de agosto de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  12. www.mataroma.ma.leg.br https://www.mataroma.ma.leg.br/transparencia/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/view. Consultado em 15 de agosto de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  13. www.mataroma.ma.leg.br https://www.mataroma.ma.leg.br/transparencia/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/view. Consultado em 15 de agosto de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  14. www.mataroma.ma.leg.br https://www.mataroma.ma.leg.br/transparencia/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/historia-do-municipio-de-mata-roma-ma/view. Consultado em 15 de agosto de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.