Economia do Chipre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Fevereiro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Economia de Chipre
Vista noturna de Nicósia.
Moeda Euro
Ano fiscal Ano calendário
Blocos comerciais OMC, União Europeia
Estatísticas
PIB 23,18 bilhões (2010) (119º lugar)
Variação do PIB 0,6% (2010)
PIB per capita 21,000 (2010)
PIB por setor agricultura 2,1%, indústria 18,6%, comércio e serviços 79,3% (2010)
Inflação (IPC) 2,4% (2010)
Coeficiente de Gini 29 (2005)
Força de trabalho total 400 000 (2010)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura 8,5%, indústria 20,5%, comércio e serviços 71% (2006)
Desemprego 5,6%(2010)
Principais indústrias turismo, processamento de alimentos e bebidas, produção de cimento e gesso, conserto de embarcações, têxtiles, produtos químicos leves, produtos de metal, madeira, papel, produtos de pedra e argila
Exterior
Exportações 2 232 milhões (2010)
Produtos exportados cítricos, batata, fármacos, cimento, roupas
Principais parceiros de exportação Grécia 23,83%, Alemanha 9,2%, Reino Unido 8,78% (2009)
Importações 7 962 milhões (2010)
Produtos importados bens de consumo, petróleo e lubrificantes, máquinas, equipamentos de transporte
Principais parceiros de importação Grécia 20,18%, Itália 10,67%, Reino Unido 8,95%, Alemanha 8,79%, Israel 6,99%, República Popular da China 5,52%, Países Baixos 4,85%, França 4,01% (2009)
Dívida externa bruta 32,61 bilhões (2008)
Finanças públicas
Receitas 9 308 milhões (2010)
Despesas 10 610 milhões (2010)
Fonte principal: CIA World Fact Book
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

A área da República de Chipre sob controle do governo greco-cipriota tem uma economia de mercado dominada pelo setor de serviços, o qual corresponde a 4/5 do PIB. Os setores de turismo, o financeiro e o de administração de propriedades são os mais importantes. Taxas oscilantes de crescimento durante a década passada refletem a dependência econômica do turismo, atividade cuja rentabilidade varia por conta da instabilidade política da região e as condições econômicas da Europa Ocidental[1] .

A economia da zona greco-cipriota tem crescido em taxas razoáveis desde 2000[1] , mais estabilizadas depois da entrada na União Europeia. Em 2008 Chipre foi classificado pelo Fundo Monetário Internacional como uma das 32 mais prósperas economias do mundo.[2]

Nos últimos vinte e cinco anos, Chipre passou a depender da agricultura (onde só a produção de cítricos tem relativa importância comercial), a ter uma estrutura mais conforme com o contexto europeu, com uma presença importante do sector industrial que sustenta a maior parte das exportações e emprega ao 25% da população. Cerca de 70% depende do sector serviços, e em concreto do turismo. A localização geográfica próxima ao Oriente Médio provoca grandes oscilações de ano em ano ao tempo de converter-se em destino turístico.

A frota de navios com matrícula cipriota é a quarta mais importante do mundo e reporta volumosos rendimentos.

Em 1 de janeiro de 2008 a República do Chipre adoptou também o Euro como moeda local, menos de quatro anos após entrar para a União Europeia.

O país é o 34º no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial.[3]

Setor primário[editar | editar código-fonte]

Agricultura[editar | editar código-fonte]

A agricultura está concentrada na planície central de Messaória onde a rega é possível. Entre os cereais destaca-se o trigo e a cevada. A vinha proporciona um vinho branco de boa qualidade, bem como uva de mesa e passas. Uma extensão ainda maior é ocupada pela oliveira. Cultiva-se ainda batatas, ervilhas, feijão, favas, cebolas e frutas de várias espécies (citrinos, pêssegos, alperces, frutos secos, como amêndoas, alfarrobas e figos).

Devido ao clima seco o rendimento florestal é pobre. A mais importante produção florestal é a alfarrobeira.

Pecuária[editar | editar código-fonte]

Em relação ao gado predomina o gado de pequenas dimensões (ovino e caprino). Como país insular a pesca é uma atividade importante, sendo importante a apanha de esponjas nas ilhas deSimi e Calino, do arquipélago de Dodecanesso.

Mineração[editar | editar código-fonte]

O subsolo é rico em minerais, em especial pirites, ferro (Mandios), cobre (em Kalavasos e Mavrovni). São ainda explorados o amianto, o cromo, o gesso, a bentonite, o sal e o ocre.

Setor secundário[editar | editar código-fonte]

Indústrias[editar | editar código-fonte]

A indústria em Chipre está pouco desenvolvida, está limitada ao fabrico de produtos agro-pecuários, fabrico de cigarros, têxteis, cimento (1 236 000 t.) e cerveja.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Bandeira de Chipre Chipre
Bandeira • Brasão • Hino • Cultura • Economia • Geografia • História • Portal • Subdivisões • Imagens