Área Metropolitana do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Área metropolitana do Porto)
Área Metropolitana do Porto
  Sub-região NUTS III  
Horizonte de Área Metropolitana do Porto
Localização
Localização da Área Metropolitana do Porto (NUTS III) em Portugal.
Localização da Área Metropolitana do Porto (NUTS III) em Portugal.
País Portugal
História
Fundação 1991
Administração
Sede Avenida dos Aliados, 236-1.º, 4000-065 Porto
Municípios ver municípios
Presidente do Conselho Metropolitano do Porto Eduardo Vítor de Almeida Rodrigues
Características geográficas
Área total 2,040 km²
População total (2018) 1 722 374 hab. hab.
Densidade 844 hab./km²
Altitude máxima 1,222 m
Fuso horário GMT
Sítio https://www.amp.pt

A Área Metropolitana do Porto (AMP) é uma área metropolitana portuguesa, cuja sede se localiza na cidade do Porto. É presidida, na atualidade, por Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da câmara municipal de Vila Nova de Gaia, tendo, como vice-presidentes, Emídio Sousa, presidente da câmara municipal de Santa Maria da Feira e Margarida Belém, presidente da câmara municipal de Arouca.

A Área Metropolitana do Porto conta, atualmente, com 17 municípios, com 1.737.395 habitantes distribuídos por uma área aproximada de 2 040 km², resultando numa densidade populacional de 852 habitantes/km². Corresponde à área abrangida pela NUTS III homónima, também administrada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, que está também sediada na cidade do Porto. Confina a sul com as sub-regiões da Região de Aveiro e Viseu Dão-Lafões, a oriente com a sub-região do Tâmega e Sousa, a norte com as sub-regiões do Ave e Cávado e a ocidente com o Oceano Atlântico.

Avenida dos Aliados, na cidade do Porto, onde se localiza a sede da AMP

O Porto e a Área Metropolitana do Porto constituem o núcleo territorial da Região do Norte [1] (que tem uma área de 21 278 km² — ou seja, 24% do Continente — e uma população de 3 689 609 habitantes segundo os Censos de 2011[2], correspondendo, em termos populacionais, a 37% de Portugal Continental e a 35% do Estado-nação português e sendo, portanto, a região mais populosa (NUTS II) de Portugal). A Área Metropolitana do Porto é a parte mais industrializada da Região do Norte[3], na zona litoral, onde se localiza a maioria dos mais importantes grupos económicos do país, tais como a Altri, o Grupo Amorim/Corticeira Amorim, o Banco BPI, a BIAL, a EFACEC, a Frulact, a Lactogal, o Millennium BCP, a Porto Editora, a Sonae, a Unicer ou o Grupo RAR. A Associação Empresarial de Portugal está sediada no Porto. A Região do Norte é a única região portuguesa que exporta mais do que importa[4].

O Porto e o território circundante, denominado Grande Porto, é o espaço urbano mais relevante, em termos socioeconómicos, da Região do Norte e da Eurorregião da Galiza-Norte de Portugal, servido por acessos modernos, via aérea (Aeroporto Francisco Sá Carneiro, Aeródromo Municipal da Maia e Aeródromo da Costa Verde - Espinho[5]), via ferroviária (Estação Ferroviária de Porto-Campanhã), via marítima (Porto de Leixões e Marina 'Porto Atlântico'[6]) e via fluvial (Marina do Freixo[7] e Marina 'Douro-Marina'[8]), com uma mobilidade metropolitana assegurada pelo Metro do Porto, pela Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, pela CP-Comboios de Portugal, bem como por várias empresas privadas de autocarros. Alguns dos principais terminais rodoviários da Área Metropolitana do Porto são o Terminal Rodoviário do Campo 24 de Agosto, o Terminal Rodoviário do Parque das Camélias (cidade do Porto), o Centro Coordenador de Transportes de Arouca e o Centro Coordenador de Transportes de São João da Madeira.

Municípios[editar | editar código-fonte]

População[editar | editar código-fonte]

Habitantes[editar | editar código-fonte]

Dado aos dados dos Censos 2021, a Área Metropolitana do Porto registou 1.737.395 habitantes, menos 22.129 habitantes comparado com os Censos de 2011, aonde foram registados 1.759.524 habitantes. Só São João da Madeira, Vila Nova de Gaia, Valongo, Vila do Conde e Póvoa de Varzim dos 17 municípios registaram um aumento de habitantes. A redução de habitantes da Área Metropolitana do Porto situou-se em -1,3%.[9]

Municípios da Área Metropolitana do Porto
Município Habitantes (2021) Habitantes (2011) Variação
Vila Nova de Gaia 304 149 302 298 +0,6%
Porto 231 962 237 591 -2,4%
Matosinhos 172 669 175 478 -1,6%
Gondomar 164 255 168 027 -2,2%
Santa Maria da Feira 136 720 139 309 -1,9%
Maia 134 959 135 306 -0,3%
Valongo 94 795 93 858 +1,0%
Paredes 84 414 86 854 -2,8%
Vila do Conde 80 921 79 533 +1,7%
Santo Tirso 67 785 71 530 -5,2%
Oliveira de Azeméis 66 212 68 611 -3,5%
Póvoa de Varzim 64 320 63 408 +1,4%
Trofa 38 612 38 999 -1,0%
Espinho 31 027 31 786 -2,4%
São João da Madeira 22 162 21 713 +2,1%
Vale de Cambra 21 279 22 864 -6,9%
Arouca 21 154 22 359 -5,4%

Jovens[editar | editar código-fonte]

A percentagem residentes de jovens na Área Metropolitana do Porto situa-se nos 13,1%, acima da média da região Norte com 12,5% e ligeiramente abaixo da média nacional de 13,5%. Os municípios de Vila do Conde, Paredes, Valongo e Maia foram os que registaram um valor superior a 14%, um valor superior aos 13,1% da Área Metropolitana do Porto, 12,5% da região Norte e 13,5% nacional.

Idosos[editar | editar código-fonte]

Os Censos de 2021 mostram, que 21,1% dos residentes da Área Metropolitana do Porto são idosos, ligeiramente abaixo da média regional do Norte com 21,2% e abaixo da média nacional com 22,3%. O município do Porto registou a maior percentagem de idosos acima da média da Área Metropolitana do Porto, com 28,6%.[10]

Estrangeiros[editar | editar código-fonte]

3% da população residente na Área Metropolitana do Porto são estrangeiros, acima da média regional do Norte com 2,5% e abaixo da média nacional com 6,4%. O município de Porto registou a maior percentagem com 7,9%, acima da média da Área Metropolitana do Porto, regional e nacional.[11]

Economia[editar | editar código-fonte]

Principais sectores empregadores[editar | editar código-fonte]

Os sectores com mais trabalhadores é a indústria transformadora, com 23,5% de todos os trabalhadores empregados na Área Metropolitana do Porto, seguido pelo comércio com 22,0%, das atividades administrativos com 10,3% e alojamento e restauração com 8,1%.[12]

Desemprego[editar | editar código-fonte]

Dado aos dados dos Censos 2021, a taxa de desemprego situava-se no ano de 2020 nos 6,6%, 0,4% acima da média regional do Norte, que situava se nos 6,2% e 0,8% acima da média nacional, que se situava nos 5,8%. O município do Porto registou uma taxa de desemprego acima da média da Área Metropolitana do Porto com 9,2%.[13]

Poder de compra[editar | editar código-fonte]

O poder de compra da Área Metropolitana do Porto situou-se nos 105,1, acima da média regional do Norte com 93, com Portugal a 100. Os municípios de Maia (110,6), São João da Madeira (130,6), Matosinhos (130,6) e Porto (154,0) ultrapassam a média do poder de compra da Área Metropolitana do Porto, regional e nacional.[14]

Salários[editar | editar código-fonte]

O ganho médio mensal na Área Metropolitana do Porto em 2019 foi de 1.208,10€, acima da média de 1.100,40€ registado na região Norte e acima da média nacional de 1.206,30€. Só os municípios de Arouca e Paredes registaram um salário médio abaixo dos 1.000,00€.[15]

Cidades da Área Metropolitana do Porto[editar | editar código-fonte]

Listagem Cidade Concelho

(se não é sede)

Pop. Listagem Cidade Concelho

(se não é sede)

Pop. Avenida dos Aliados 1 (6115522381).jpg

Porto

Serra do Pilar 1 (Vila Nova de Gaia).JPG

Vila Nova de Gaia

Monumento Ourives e Multiusos - Gondomar .jpg

Gondomar

Igreja de Matosinhos Portugal 02.jpg

Matosinhos

Maia Camara Municipal.jpg

Maia

Church of Valongo by Henrique Matos 01.jpg

Valongo

1 Vila Nova de Gaia 302 295 15 Espinho 21 185
2 Porto 237 591 16 Paredes 19 834
3 Matosinhos 175 486 19 Trofa 17 389
4 Rio Tinto Gondomar 64 815 17 Santa Maria da Feira 18 194
5 Maia 40 134 20 Oliveira de Azeméis 15 071
6 Póvoa de Varzim 40 053 21 Valbom Gondomar 14 407
7 Ermesinde Valongo 38 869 18 Alfena Valongo 18 125
8 Vila do Conde 28 636 22 Lordelo Paredes 10 025
9 Santo Tirso 14 104 23 Rebordosa Paredes 9106
10 Senhora da Hora Matosinhos 27 747 24 Lourosa Santa Maria da Feira 8 636
11 Gondomar 27 047 25 Fiães Santa Maria da Feira 7 991
12 Valongo 23 564 26 Gandra Paredes 6 974
13 São Mamede de Infesta Matosinhos 23 122 27 Vale de Cambra 5 312
14 São João da Madeira 21 713
População residente por cidade estatísticas, INE, Censos 2011[16]

Vilas da Área Metropolitana do Porto[editar | editar código-fonte]

Arouca, única vila sede de concelho da Área Metropolitana do Porto, com cerca de 5200 habitantes

Infraestruturas[editar | editar código-fonte]

Auto-estradas[editar | editar código-fonte]

Ferrovia[editar | editar código-fonte]

A Área Metropolitana do Porto está servida por várias linhas ferrovias, que ligam vários municípios com a cidade administrativa do Porto.

Linha do Norte[editar | editar código-fonte]

A Linha do Norte, apesar ser a linha ferroviária mais importante do país, tem uma importância grande para a mobilidade da área metropolitana. Através da Ponte de São João, a linha liga a Estação de Porto-Campanhã com o sul da área metropolitana e com todas as outras regiões do país. Na linha do Norte circulam vários tipos de ligações ferroviários de passageiros, que são administradas pela CP. A linha suburbana "Linha de Aveiro" liga a Estação de Porto-São Bento, aonde a maioria as linhas suburbanas partem, a Vila Nova de Gaia, Espinho e fora da área metropolitana Ovar, Estarreja e como paragem final a cidade de Aveiro, principal cidade da sub-região Região de Aveiro, localizada na Região do Centro. Com uma frequência hora em hora, em horas de ponta cada meia hora, liga as duas grandes cidades. Existem também ligações extras, como por exemplo Porto-Ovar, que oferecem uma maior oferta entre as duas cidades do Porto e Ovar. A linha tem várias paragens em estações e apeadeiros de grande zonas urbanas, principalmente no município de Vila Nova de Gaia, aonde também interliga com o Metro do Porto e com várias linhas de autocarros. Existem também vários serviços de Longo Curso, como por exemplo várias ligações de Interregionais, Intercidades e Alfa Pendulares, ligarem várias cidades da Região Norte, através do Porto, com Aveiro, Coimbra, Figueira da Foz, Santarém, Lisboa e Faro.

Linhas suburbanas[editar | editar código-fonte]
Linhas Interregionais[editar | editar código-fonte]

1 comboio Interregional para na Estação de Porto-Campanhã diariamente, para circular direção a sul e vice versa:

Linhas Intercidades[editar | editar código-fonte]

9 comboios Intercidades partem ou param na Estação de Porto-Campanhã diariamente, para circular direção a sul e vice versa:

  • IC 520: Porto-Campanhã–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 522: Porto-Campanhã–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 524: Porto-Campanhã–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 526: Porto-Campanhã–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 528: Porto-Campanhã–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 620: Guimarães–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 720: Braga–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 722: Braga–Lisboa-Santa Apolónia
  • IC 730: Valença–Coimbra-B
Linhas Alfa Pendular[editar | editar código-fonte]

A Estação de Porto-Campanhã está servida por 22 ligações de Alfa Pendular, que ligam várias cidades da Região Norte com o resto do país.

Ligações de Alfa Pendular, partir da Estação de Porto-Campanhã
Destino Sub-região Duração Frequência (ida e volta)
Braga Cávado 38 min 8
Nine Ave 28 min 8
Vila Nova de Famalicão Ave 23 min 8
Guimarães Ave 53 min 2
Vizela Ave 44 min 2
Santo Tirso Área Metropolitana do Porto 27 min 2
Trofa Área Metropolitana do Porto 19 min 2
Vila Nova de Gaia Área Metropolitana do Porto 5 min 22
Espinho Área Metropolitana do Porto 24 min 4
Aveiro Região de Aveiro 49 min 22
Coimbra Região de Coimbra 1h 16min 22
Pombal Região de Leiria 1h 40min 4
Entroncamento Médio Tejo 2h 10min 4
Santarém Lezíria do Tejo 2h 26min 4
Lisboa-Oriente Área Metropolitana de Lisboa 2h 51min 22
Lisboa-Santa Apolónia Área Metropolitana de Lisboa 2h 59min 18
Faro Algarve 5h 51min 4

Linha do Douro[editar | editar código-fonte]

A Linha do Douro é uma linha ferroviária, que liga Ermesinde com o Interior da Região Norte, travessando em paralelo o rio Douro e ser uma linha importante para o turismo da região. Dentro da área metropolitana passa pelos municípios do Porto, Gondomar, Valongo e Paredes. Servida pelas ligações dos comboios suburbanos, que ligam a Estação de Porto-São Bento a Marco de Canaveses, ou em horas de ponta com ligações extras até Penafiel, com uma frequência de cada hora e em hora de ponta cada meia hora. As ligações são administradas pela CP Urbanos do Porto. A linha do Douro, ao lado das ligações suburbanas, tem ligações regionais e interregionais, que ligam a área metropolitana com a Régua e com o Pocinho.

Linhas suburbanas[editar | editar código-fonte]
Linhas regionais[editar | editar código-fonte]

10 comboios Regionais partem ou param na Estação de Porto-Campanhã diariamente, para circular direção a leste e vice versa:

  • Regional 4000: Régua–Porto-Campanhã
  • Regional 4001: Porto-São Bento–Régua
  • Regional 4100: Régua–Marco de Canaveses
  • Regional 4101: Marco de Canaveses–Régua
  • Regional 4102: Régua–Marco de Canaveses
  • Regional 4103: Marco de Canaveses–Régua
  • Regional 4104: Régua–Marco de Canaveses
  • Regional 4105: Marco de Canaveses–Régua
  • Regional 4106: Régua–Marco de Canaveses
  • Regional 4107: Marco de Canaveses–Régua
Linhas Interregionais[editar | editar código-fonte]

14 comboios Interregionais partem ou param na Estação de Porto-Campanhã diariamente, para circular direção a leste e vice versa:

  • IR 860: Régua–Porto-São Bento
  • IR 861: Porto-Campanhã–Pocinho
  • IR 862: Pocinho–Porto-Campanhã
  • IR 864: Régua–Porto-São Bento
  • IR 865: Porto-São Bento–Pocinho
  • IR 866: Pocinho–Porto-Campanhã
  • IR 867: Porto-Campanhã–Régua
  • IR 868: Pocinho–Porto-Campanhã
  • IR 869: Porto-São Bento–Pocinho
  • IR 871: Porto-São Bento–Régua
  • IR 874: Régua–Porto-São Bento
  • IR 875: Porto-Campanhã-Pocinho
  • IR 876: Pocinho–porto-São Bento
  • IR 877: Porto-São Bento–Régua

Terminais Rodoviários da Área Metropolitana do Porto[editar | editar código-fonte]

Clubes de Futebol[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Região Norte de Portugal, onde a Área Metropolitana do Porto se insere». Consultado em 4 de novembro de 2012. Arquivado do original em 4 de outubro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística. «População residente (N.º) por Local de residência, Sexo; Decenal (2011)». Consultado em 1 de setembro de 2011 
  3. ECONOMIA: Norte foi “principal motor de crescimento da produtividade" do país
  4. Região do Norte de Portugal, que tem, como capital, o Porto, é a região que mais exporta
  5. Aeródromo da Costa Verde - Espinho - AMPorto
  6. Marina 'Porto Atlântico' - Oceano Atlântico - Matosinhos
  7. Marina do Freixo - rio Douro - Porto
  8. Marina 'Douro-Marina' - foz do rio Douro - Vila Nova de Gaia
  9. INE (2021). «Habitantes AMP» 
  10. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2021 
  11. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2021 
  12. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2021 
  13. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2021 
  14. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2021 
  15. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2021 
  16. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 21 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]