Realidade Cruel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Realidade Cruel
Informação geral
Origem Hortolândia, SP
País  Brasil
Gênero(s) Rap, gangsta rap, political rap, horrorcore
Período em atividade 1992 - atualmente
Gravadora(s) RDS
Integrantes DJ Bola 8
TM
Tuca Lellis
R.O
Ex-integrantes Karol
Keno
Bolha
Douglas
Chicao
Leo RC
Flagrante

Realidade Cruel é um grupo de rap brasileiro, formado em 1992 na cidade de Hortolândia, no estado de São Paulo. Atualmente é formado pelo DJ Bola 8, TM, Tuca Léllis e R.O

História[editar | editar código-fonte]

Em 1998 então o grupo, ainda integrado por DJ bola 8 , Keno ,bolha, flagrante ,douglas recebe a proposta de gravar seu primeiro trabalho pelo selo Face da Morte Produções, que teve o álbum intitulado Só Sangue Bom, lançado em 1999, onde contam com faixas já bem conhecidas pelo público do Hip hop, ressaltando o sucesso "Dia de Visita", música que ficou alguns meses consecutivos em primeiro lugar como música mais pedida nas rádios que apoiam o movimento rap. Após Só Sangue Bom, o grupo lança Entre o Inferno e o Céu em 2000, e dois anos depois o álbum Mais Cruel do que Nunca.

Em 2003, o grupo de Hortolândia, São Paulo, lança o seu quarto álbum, intitulado Quem Vê Cara não Vê Coração, com letras fortes e uma batida inconfundível, que já ganhou um estilo Realidade Cruel de fazer rap, com isso têm conquistado com muito esforço a cena do rap. Seu mais novo álbum, lançado em 2007, chama-se Dos Barracos de Madeirite... aos Palácios de Platina, contendo dois CDs.

Em 2009 , o integrante Flagrante converteu-se a uma igreja evangélica, e Karol voltou à prisão onde cumpria pena por tráfico de drogas, causando mudanças na estrutura do grupo,mas já saiu da detenção e voltou ao grupo.

O Grupo continuou fazendo shows por todo o Brasil,e após a saída de Flagrante, o Rapper Léo passa a integrar o grupo, que em 2012 grava seu Primeiro DVD e CD Ao Vivo na Quadra da Peruche em São Paulo, com participações de Facção Central, DBS, Dexter e Nicole.

Em 2015 o grupo lança seu mais recente disco "A Resistência Permanece Resistindo". No ano de 2016 a Integrante Karol decide deixar o grupo para seguir carreira solo.Agora com Douglas, Léo e DJ Bola 8 o grupo segue fazendo shows por todo o Brasil.

Em 2017 o integrante Douglas, que é um dos fundadores do Realidade Cruel, decide deixar o grupo após conversão a igreja evangélica.

Em 2018 após a saída de Douglas, o grupo criou o vídeo clipe da musica "Danger", que esteve presente na mixtape: "O jogo Continua" do Dj Bola 8, com participação dos integrantes do grupo que na época eram o Dj Bola 8, Léo RC e TM

No fim de 2018, mais especificamente em dezembro, o grupo lançou um disco intitulado "A voz que não se cala" que possui 16 faixas, com varias participações de artistas conhecidos no Rap nacional. Entre eles estão Possemente zulu, Nocivo Shomon e alguns outros que estiveram presentes nessa obra.

No ano de 2019, o Realidade cruel mudou sua formação, incluindo agora Tuca Léllis, que fez algumas participações no novo disco do grupo como o resgate parte 2 e honrando a bandeira.

O grupo fez também alguns vídeo clipes(disponiveis no Youtube), entre eles das musicas "Nosso bonde ta no ar", "Inimigos vão tremer"( as duas faixas são do novo disco) e "Segue o plano".

No mês de junho, o grupo participou da gravação do Manos e Minas da Tv Cultura, onde falaram sobre o grupo, trabalhos, clipes e opinião sobre o Rap Nacional atualmente .

No mês de agosto, o grupo por meio das redes sociais, anunciou a turnê Four gerações, que celebra os 25 anos do grupo. Nessa edição, o grupo relembra vários sucessos do grupo, como "Dia de visita", "Depoimento de um viciado" e vários outros sucessos.

O primeiro show do grupo, foi na cidade Araçatuba, no interior de São Paulo, no dia 30 de agosto do ano de 2019.

No mês de setembro, através de redes sociais o integrante Leo RC, diz que não faz mais parte do grupo. A atual formação do grupo conta com os integrantes: DJ bola 8, TM, Tuca lellis e RO.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Ref
2008 Prêmio Hutúz Grupo ou Artista Solo [1]

Referências

  1. «Confira os vencedores do prêmio Hutúz 2008». MTV Brasil. Consultado em 23 de dezembro de 2009 [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Realidade Cruel


Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.