Carlos de Niggro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Antonio Carlos de Niggro)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos de Niggro
Nome completo Antonio Carlos dos Santos
Nascimento 27 de junho de 1977 (43 anos)
São Paulo,  São Paulo
 Brasil
Ocupação ator

Carlos de Niggro, nome artístico de Antonio Carlos dos Santos (São Paulo, 27 de junho de 1977), é um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gradua-se em Educação Artística com Habilitação em Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes, estuda na Escola Livre de Teatro do Sesi AE Carvalho, entre 1998 e 2002. Faz Oficina de Comédia Del Arte, em 1998, e Curso de Interpretação para Cinema e TV, com Luis Pilar.

Em 2008, participa da oficina de interpretação para teatro do argentino Raúl Serrano e do polonês discípulo de Grotowski, Piotr Borowski. Faz a oficina de ator e manipulação de bonecos na Argentina com Sergio Mercurio. Inicia a carreira artística aos 13 anos de idade no movimento Hip-Hop, primeiro dançando break, depois cantando rap. É um dos vocalistas,compositor e fundador do grupo de Rap Herança Negra formado em 1991 por Marcel, Léo e DJ A.L.X.

Ganha destaque na televisão no seriado Turma do Gueto exibido pela Rede Record. Com o fim do seriado foi convidado por Claúdio Callao um dos ex-diretores da Turma do Gueto para integrar o elenco do seriado infanto-juvenil Vila Maluca exibido pela RedeTV!. No teatro, destacas-se em espetáculos como: “Diário dum Carroceiro”, direção Iara Brasil; “A Máquina”, direção de Marcelo Braga e José Eduardo Vendramini; “Um Retábulo para Cervantes”, direção de Jairo Maciel; “Eternas Polacas”, direção de Analy Alvarez;, ”Fuck You Baby”, direção de Paulinho Fabiano; “Game Over”, direção de Marcelo Medeiros e Néia Barbosa, “Encontros com Drummond” e "Hoje é dia de Rock", ambas sob a direção de Nivio Diegues, entre outras.

Em 2005 forma, com os atores Ailton Rosa, Fernando Colella, Adriano Araújo e Tatjana Eivazian, o grupo experimental Teatro das Almas, tendo como referências as artes visuais e a filosofia ocidental. Em 2010, funda a Di-Versus Cia. Teatral, com os atores Natalia Kesper e Renato Nascimento, estreando no ano seguinte com a peça "Pedra com Mel", no Festival Fringe de Curitiba. No cinema, participa do Filme 2 Coelhos, de Afonso Poyart, “Papo de Boteco”, de Diomédio Piskator, e “Andaluz”, de Guilherme Mota.

Atuação artística[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Emissora
2002-2004 Turma do Gueto Rede Record
2004-2006 Vila Maluca RedeTV!
2015-2016 Cúmplices de um Resgate Vargas Houdini SBT

Cinema

Ano Título
2010 2 Coelhos
2010 Andaluz
2009 Papo de Boteco

Curtas[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2003 República Dominicana - TV Japonesa Igahi Agahi
2005 Video para Camila
2010 Nigéria fim da linha - Direção. Elder Fraga
Uma noite em Sampa

Direção. André Ladeira

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2013 Estreou o Espetáculo Agora- Texto José Scavazini. Direção Marcos Caruso.
2013 Estreou o Espetáculo Arte no Canteiro na Paraíba. Direção Osvaldo Gabrieli - Companhia XPTO.
2012 Estreou o Espetáculo Arte no Canteiro no Mato Grosso do Sul. Direção Osvaldo Gabrielli - Companhia XPTO.
2011 Estreou o Espetáculo Pedra com Mel no Festival Fringe de Curitiba. O texto e a direção são do próprio grupo, a Di-Versus Cia. teatral. E a orientador está a cargo de Reinaldo Santiago e Marcília Rosário.
2010 Fundou a Di-Versus Cia. Teatral junto com os atores; Natalia Kesper e Renato Nascimento.
2007/2011 Estreou a peça Ainda, de Gilda Elisa- Roteiro Adaptado por José Scavazini e Hiran Ravache, filho da Irene Ravache - direção de Marcos Caruso a peça está á quatro anos em cartaz e conta no elenco com Ailton Rosa, José Scavazini e Carlos Mariano.
2007 Eternas Polacas, de Analy Alvarez - direção de Analy Alvarez
2006/07 Diário dum Carroceiro, de Sebastião Nicomedes - direção de Iara Brasil
2006/07 A Máquina, de Adriana Falcão - direção de Marcelo Braga e Eduardo Vendramini
2006 Electra Enlutada, de Eugene O'Neill - direção de André Latorre
2006 Um Retábulo para Cervantes, de Miguel de Cervantes - direção de Jairo Maciel
2005 Fuck you Baby, de Mário Bortolotto - direção de Paulinho Fabiano Teatro X
2004 Game Over, de Wilson Fumoy - direção de Marcelo Medeiros e Néia Barbosa
2002 Encontros com Drummond, de Núcleo Palavra em Movimento - direção Nivio Diegues
2002 Estrela Negra, de Ronaldo Ciambroni - direção Nivio Diegues
2001 Hoje é dia de Rock, de Zé Vicente - direção Nivio Diegues
2001 O Homem do Principio ao Fim, de Millôr Fernandes - direção Nivio Diegues
1999/2000 O Despertar da Primavera, de Frank Wedekind - direção Nivio Diegues
1998/99 Salve-se quem puder, de Luis Alberto de Abreu - direção Nivio Diegues
1997 Se esse quarto falasse…, de Sérgio Rios - direção de Sandra Gabi

Ligações externas[editar | editar código-fonte]