Dalsin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por personagem do Street Fighter, veja Dhalsim.
Dalsin
Informação geral
Nome completo Felipe Leiva
Nascimento 1991
Local de nascimento São José dos Campos, São Paulo
 Brasil
Nacionalidade  Brasil
Gênero(s) Rap
Ocupação(ões) Cantor
Período em atividade 2010-presente
Afiliação(ões) Tubaína

Philippe Leiva (São José dos Campos, 1991), mais conhecido pelo nome artístico Dalsin (também chamado por alguns de Dalsa), é um cantor brasileiro de rap. Também participa de um conjunto com o rapper Tubaína e o DJ Dedé 3D, chamado Audioclan.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Influenciado por artistas como Sabotage, Cazuza, Frejat, Zé Ramalho, Martinho da Vila e Cássia Eller, Dalsin começou a cantar rap no ano de 2010, na cidade de São José dos Campos.[1] Desde início, chamou a atenção do público pelas letras diferenciadas com relatos de vida, punchlines e levada de flow.[2] Seu primeiro trabalho foi a mixtape Das Portas que se Fecharam, lançado em 2011, com destaque para a canção "Lágrimas do Morro".[3] Nos anos seguintes, lançou dois novos trabalho, conhecidos por Quando Ninguém Viu[4] e Por Toda Essa Correria.[5]

Ao mesmo tempo em que começou a cantar solo, em 2010, Dalsin formou um trabalho com os seus conterrâneos Tubaína e DJ Dedé 3D, conhecido por Audioclan, o qual lançou dois discos: Neste contexto (2013) e Minha culpa (2014).[6] Em 2014, Dalsin lançou o disco Trëma, com referências à cena da era do ouro do hip hop, o qual recebeu boa aclamação da crítica.[7] Em 2015 Dalsin assinou contrato com a gravadora Kilo inc [8] se tornando ainda mais reconhecido na mídia nacional no mesmo ano lançou o álbum Cinza Chumbo, com destaque para as canções Cinza chumbo, Luxo, Full e Olhos frios.[9] O lançamento deste disco fez Dalsin ser considerado pela mídia como uma das revelações do rap brasileiro em 2015.[10]

No final do ano de 2016, Dalsin lançou o álbum Vermelho Sangue, em uma mistura de ritmos como o rap e o trap.[11] A primeira canção deste álbum, intitulada "On Hell", contém uma diss para os rappers Diomedes Chinaski e Baco Exu do Blues, "Se o Exu é do Blues o Capeta é do rap e se chama Dalsa chefe." pois os mesmos haviam atacado o rapper em "Sulicídio".[12]

Após 2 permanecendo em hiato, lançando apenas participações com outros artistas, Dalsin lança o álbum "Monstros", no dia 14 de novembro de 2018, com destaque para as músicas "Problema Comigo", a qual aborda o trap de forma agressiva, e a música "Monstros", a qual vem acompanhada de um videoclipe[13]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns solo[editar | editar código-fonte]

Mixtapes
Álbuns de estúdio
Singles
  • "Full" (2015)
  • "Pesadelos de Quem Não Dorme Há Dias" (2015)
  • "Céticos" (2015)
  • "Paco" (2016)
  • "Candelabro" (2016)
  • "Yélasdiz" (2016)
  • "Paco" (2016)
  • "Leve" (2017)
  • "Motivacional" (2017)
  • "Pousadão" (2017)
  • "Eu Gosto Assim" (2017)
  • "Sumario" (2017)
  • "Flow Dercy" (2017)
  • "Atura ou Surta" (2017)
  • "BLACK TIE" Part. Djonga (2017)

Álbuns com Audioclan[editar | editar código-fonte]

Mixtapes
  • Neste Contexto (2013)
EP
  • Minha culpa (2014)
Álbuns de estúdio
  • Voo Belga (2016)

Referências

  1. «Biografia de Dalsin». Last FM. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  2. «Dalsin». Kilo Inc. Consultado em 5 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2017 
  3. «Das portas que se fecharam». Genius. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  4. «Quando ninguém viu». Genius. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  5. «Dalsin CD Por toda essa correria». Vai Ser Rimando. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  6. «Audioclan». Genius. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  7. «Dalsin lança CD "Trema"». Vai Ser Rimando. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  8. «Kilo Inc.». www.facebook.com. Consultado em 18 de março de 2017 
  9. «DALSIN LANÇA O ÁLBUM "CINZA CHUMBO"». Zona Suburbana. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  10. «RAPBOX 87 É COM O DALSIN, UMA DAS REVELAÇÕES DE 2015 !». Canal RAP RJ. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  11. «Ouça agora 'Vermelho Sangue', o novo álbum do Dalsin». Rap Nacional Download. Consultado em 5 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2017 
  12. «Dalsin responde jabs de Sulicídio na nova track». Portal Rap 24 Horas. Consultado em 4 de janeiro de 2017 
  13. «Após 2 anos de hiato, Dalsin solta o álbum "Monstros"». Revista Rap. Consultado em 14 de novembro de 2018  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]